• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Fechada a chapa de Ibaneis

quinta-feira, 14 de julho de 2022

 A reorganização da chapa significa que ele prefere seguir rumo próprio, mesmo com o risco de enfrentar Arruda nas urnas, caso ele confirme a retomada de seus direitos

Depois de um dia de muita tensão, foi anunciada no início da noite de ontem a chapa com que o governador Ibaneis Rocha disputará a reeleição. Terá a deputada federal Celina Leão como candidata a vice e a ex-ministra Damares Alves para o Senado. Na prática, isso significa que Ibaneis concorrerá sem alianças com a deputada Flávia Arruda e, em especial, com o marido dela, o ex-governador José Roberto Arruda, apesar dos muitos entendimentos que tiveram nos últimos meses. Flávia, inclusive, era sempre apontada como a candidata a senadora na coligação de Ibaneis. Foi a movimentação política de Arruda após a recuperação de seus direitos eleitorais que irritou Ibaneis. A reorganização da chapa significa que ele prefere seguir rumo próprio, mesmo com o risco de enfrentar Arruda nas urnas, caso ele confirme a retomada de seus direitos.

Uma longa reunião para definir

Nesta quarta-feira, Ibaneis reuniu em sua casa os presidentes regionais dos partidos que em tese estavam em sua base na campanha pela reeleição. Ficaram em torno da mesa Celina Leão (PP), Rafael Prudente (MDB), Flávia Arruda (PL), Lucas Kontoyanis (PMN), Daniel Tourinho (Agir), Wanderley Tavares (Republicanos), Paco Britto (Avante) e Paulo Octávio (PSD) para discutir quem serão os candidatos a vice-governador, ao Senado e às suplências na chapa em que o atual chefe do Executivo disputará a reeleição. Na verdade, o que se definia é quem está dentro para valer e quem deve sair – tudo isso, claro, diante da nova realidade criada pela possibilidade de Arruda concorrer às eleições. A mulher dele, Flávia Arruda, compareceu como presidente do PL e chegou cedo, ficando o tempo todo. Ibaneis, que inspecionara várias obras na véspera, permaneceu por lá todo o tempo. Foi um encontro fechado.

Com Bolsonaro

Só às 20h foi feito o anúncio oficial. Descobriu-se a razão da demora quando se chamaram os participantes do evento organizado às pressas para o anúncio, no Senado. Lá apareceram o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira, e toda a cúpula dos partidos integrantes da chapa: PP, MDB e Republicanos. Isso significava o endosso do comando bolsonarista à chapa, mesmo com o PL do presidente – e do casal Arruda – fora da jogada. Dos antigos participantes da coligação, não a integram o PSD do ex-senador Paulo Octávio e o Avante do atual vice Paco Britto, além do PL, claro.

Futuro de Arruda

As definições de José Roberto Arruda ainda terão de esperar. A palavra final sobre sua elegibilidade será dada pelo Supremo Tribunal Federal apenas depois de 3 de agosto, com o julgamento da repercussão geral da nova lei da improbidade administrativa. Está claro, porém, que ele deverá contar com o PSD de Paulo Octávio e com o União Brasil, cheio de fundo eleitoral e de tempo de televisão, que está doido para trair o senador José Antonio Reguffe.

https://jornaldebrasilia.com.br/


 
PASTOR RONNE DO GAMA DF © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot