Josef Chaloupka é cientista e professor
Josef Chaloupka é cientista e professor

Josef Chaloupka é cientista e um professor respeitado, mas gostava de zombar das ideias que não podem ser comprovadas pela Ciência com evidências empíricas. Para ele, a existência de Deus não passava de “um conto de fadas”.

Um dia, porém, uma Bíblia surgiu em sua vida e ele acabou tendo que enfrentar um verdadeiro confronto. Tanto suas crenças quanto seu coração estavam endurecidos pelas ideias que alimentou ao longo dos anos.

“Se há alguma evidência científica exata com a qual você pode provar algo, você prova”, ele costumava dizer.

Quando criança, Josef tinha um forte fascínio por ciências e matemática. Ele sempre queria saber como as coisas funcionavam e essa curiosidade o levou a escolher um curso na área de ciências exatas.

“Escolhi o ramo da Gestão de Automação, que é uma combinação de robótica, programação e eletrônica. Permaneço nessa área até o dia de hoje”, compartilhou.

“Gosto de projetar novos algoritmos que podem nos ajudar a reconhecer sinais diferentes e adoro ensinar para passar o conhecimento científico aos alunos”, disse.

O professor conta que tudo se limitava ao compartilhamento de conteúdo científico até o dia em que dois homens estavam distribuindo Bíblias em frente à universidade onde ele trabalhava. “Isso mudou completamente a minha vida”, reconheceu.

“Não era um conto de fadas”

“Eu queria ler e entender sobre Jesus. Eu sempre pensei na história sobre como ele ressuscitou dos mortos como um conto de fadas. Eu queria ler a Bíblia para poder conversar com os cristãos, porque quando você quer debater com alguém é preciso ter todas as informações”, argumentou.

Porém, ao iniciar a leitura, Josef descobriu que as Escrituras eram completamente diferentes do que ele pensava.

“Percebi uma estrutura muito lógica e vi que não se tratava de ‘um conto de fadas’. Deus é totalmente diferente do que eu imaginava e descobri que Jesus esteve neste mundo por motivos totalmente diferentes do que eu pensava”, explicou.

“Fiquei surpreso ao perceber o quanto Ele é gentil e diferente das minhas definições. Por isso eu comecei a buscá-lo”, continuou.

“Deus realmente existe”

“Quando eu decidi buscar Jesus, fui transformado por dentro, como se eu tivesse sido atingido por um raio, mas em vez de dor senti absoluta paz e descanso. Desde aquele momento, eu sei que Deus realmente existe”, reconheceu.

Atualmente, Josef acredita que há harmonia entre a ciência e a fé. Agora ele passou a observar que a complexidade do mundo apenas prova que existe um Deus.

“Há excelentes cientistas que chegaram ao limite de suas pesquisas e descobriram que realmente existe algo mais e que a complexidade de todos os sistemas do mundo, seja física, química ou biologia, foram criados de forma inteligente”, ele disse.

“Por trás desse design inteligente, deve haver definitivamente um criador inteligente. Para mim, pessoalmente, este criador inteligente é nosso Deus, Jesus Cristo”, concluiu.

https://folhagospel.com/

Fonte: Guia-me com informações de Faithpot