• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Agaciel Maia parabeniza garis pelo seu dia

segunda-feira, 16 de maio de 2022

"Quero parabenizar os garis porque  a nossa cidade é muito bem cuidada , limpa e organizada, mesmo com as dificuldades enfrentadas. 

Parabéns para essa categoria de trabalhadores que são exemplo de dedicação e compromisso. Quero parabenizar o  governador Ibaneis  que assinou hoje (16/05) o decreto de ponto facultativo para o Dia do Gari, que é celebrado em 16 de maio", disse o deputado Agaciel Maia.


O SLU conta com mais de 5 mil profissionais trabalhando diariamente. 

Leia Mais....

Luto na PCDF: Morre a Gordinha do Rabecão

domingo, 15 de maio de 2022

 

Conhecida como Gordinha do Rabecão, a técnica em anatomia Ana Cristina Neves, 48 anos, morreu na madrugada deste sábado, após ser internada para tratar uma infecção urinária que evoluiu para septicemia (infecção generalizada). O velório ocorrerá neste domingo (15), às 8h30 no Cemitério Campo da Esperança, em Taguatinga.

Sempre bem alegre, ela costumava dizer que sua vida era a morte. Durante mais de duas décadas ela encarou com naturalidade, respeito e uma dose de bom humor, uma rotina que, para a maioria, pode parecer mórbida. Recolheu corpos pelas ruas do Distrito Federal. Ela calculou, certa vez,  que havia levado mais de 5 mil para o Instituto Médico Legal (IML).

Que Deus conforte a família de Ana Cristina Neves, neste momento de dor e saudade.

https://donnysilva.com.br/

Leia Mais....

Comandante da Marinha defende autoria privada das urnas

 

Em resposta ao presidente do TSE, ministro Edson Fachin (aquele que soltou Lula para que ela seja candidato nestas eleições), o Comandante da Marinha, Almir Garnier Santos defende auditoria privada das urnas. “Como comandante da Marinha, eu quero que os brasileiros tenham certeza de que o voto deles vai valer, de que quem eles colocarem na urna vai ser contado e quem eles escolherem de uma forma limpa, transparente, como demanda a Constituição Federal e as leis nacionais, será validado.”.

https://donnysilva.com.br/


Leia Mais....

Paulo Octávio: “Não conheço o trabalho da Damares por Brasília, conheço o meu trabalho”

sábado, 14 de maio de 2022

 


Eu respeito todos os adversários, se tiver cinco candidatos ao Senado, eu tenho que respeitar todos, diz ex-vice-governador

Por Sandro Gianelli

O jornalista Celson Bianchi entrevistou o presidente do PSD-DF, Paulo Octávio, que fez uma análise do quadro político do DF e falou sobre o processo eleitoral de 2022.

Qual é a importância do PSD para Brasília?

O PSD é um partido que tem um vínculo com Brasília muito grande, é um partido que foi fundado com o presidente Juscelino, um partido que ajudou na construção de Brasília, que ajudou o governo JK, consolidou todas as metas que o presidente apresentou em campanha, foram 50 metas todas cumpridas. Então é um partido que eu tenho muito orgulho de ser presidente e tenho certeza que vai fazer diferença nessas eleições aqui em Brasília.

Você concorrerá a qual cargo?

O presidente do meu partido, que é o Kassab, me lançou como pré-candidato ao senado, e a gente está nessa linha e a princípio eu serei candidato ao senado. Nesses próximos 60 dias, acredito que avançaremos nas decisões partidárias para que a gente possa consolidar essa candidatura.

Como você avalia a entrada da Damares na disputa pelo senado?

Eu não conheço a Damares, eu não conheço o trabalho dela por Brasília, conheço o meu trabalho por Brasília. O trabalho da Damares pela cidade eu não sei qual foi, eu sei que estou trabalhando pela cidade desde os 12 anos, então são 60 anos de dedicação a Brasília, de amor a Brasília, de investimentos e realizações em prol de Brasília. Desde o fundo constitucional que nós ajudamos a construir há 30 anos atrás.

Nós estamos presentes todos os dias na vida da cidade, tenho amigos em todos os setores da cidade, todas as grandes cidades que compõem o DF, de Planaltina a Ceilândia, então, eu tenho vínculo com Brasília, tenho amigos em Brasília, tenho pessoas com quem trabalhei, pessoas que eu ajudei, existe um vínculo, então não posso medir o meu tamanho nem com os outros.

Eu respeito todos os adversários, se tiver cinco candidatos ao Senado, eu tenho que respeitar todos, eu vou mostrar o meu trabalho e eu vou mostrar o meu compromisso com a cidade, agora, cada um mostra o seu compromisso com a cidade, o seu trabalho e a sua história.

Quem o PSD vai apoiar para o GDF?

Nosso apoio é na reeleição do governador Ibaneis. Não sei quem vão ser os candidatos, não sei como é que vai ser a composição, acho que nós vamos ter alguns dias emocionantes, 90 dias de emoção até as convenções, é na convenção que se efetiva as candidaturas.

O que é necessário para ser um bom senador?

Para ser um bom senador tem que estar acima das brigas políticas e ideológicas, tem que defender a cidade. A minha briga sempre foi em todos os momentos como deputado federal, senador e vice-governador defendendo a cidade. E as brigas políticas passam, mas o que fica é o trabalho efetivo, objetivo real para cada um, para cada cidadão e para cada uma das grandes cidades que compõem o DF.

Que nota você dá para o governo Ibaneis?

Nota 8, tem feito muita coisa, tem realizado e inaugurado todos os dias, eu tenho acompanhado algumas inaugurações. É surpreendente, é muita coisa sendo feita ao mesmo tempo na cidade que estava parada.

Siga o Agenda Capital no Instagramhttps://www.instagram.com/agendacapitaloficial/

https://agendacapital.com.br/

Leia Mais....

Confira a programação do Festival Multicultural Águas Claras

 

 

O evento, gratuito, acontecerá dos dias 13 a 15 de maio na Praça Condor em comemoração aoaniversário da cidade.

Preparem-se para três dias de festa com muitos shows, atrações infantis, feiras, food trucks, teatro e cinema ao ar livre. Pela primeira vez, Águas Claras receberá um festival multicultural que reunirá música, literatura, arte e gastronomia em um único espaço.

O evento acontecerá nos dias 13 a 15 de maio, na Praça Condor, em frente à estação de metrô Arniqueiras e é idealizado pelo Instituto Eleva, uma entidade que incentiva a inovação e a gestão de projetos visando crescimento empresarial e profissional de pessoas e empresas.

O propósito é promover a cultura, celebrar o aniversário de Águas Claras e gerar
entretenimento com grande participação popular. A edição tem como objetivo fomentar,
ainda mais, o crescimento educacional e cultural na cidade. “Sabemos que a cultura e a arte são elementos indissociáveis da educação. Queremos ser um instrumento de transformação social, trazendo esses elementos de maneira leve e descontraída”. Afirma Domênico idealizadora do projeto e fundadora do Instituto.

Programação
13/05 – Abertura
21h – G7 Comédia – Apresentação especial compilando os melhores momentos das peças mais amadas. Onde? Teatro da Universidade Católica (Taguatinga)

14/05 8h às 9h – Box de Cross Seven: Aula gratuita de cross training
8h – Escolinha de futebol – aula de futebol para a criançada
9h – Instituto Anandah – Uma relaxante aula de Thai Chi Chuan gratuita
9h – Espaço Acreditar: Biodança para todas as idades
9h30 às 12h – Espaço Acreditar: Terapias energéticas para todas as idades
10h às 18h – Palhaçada Sininho – Um dia inteirinho de atividades para as crianças. Palhaçada Sininho oferecerá pintura de rosto, atração com balões, contação de histórias, animação para a criançada e brincadeiras para manter os baixinhos animados!
10h – Bate-Papo pet: Maternidade Felina – A Maternidade Felina trará em um bate papo
descontraído dicas de como cuidar do seu felino
11h – Manhã de Autógrafos: Cristiane Nóbrega – Indicada ao Prêmio Jabuti, a taguatinense
Cristiane Nóbrega, co-fundadora do Coletivo Editorial Maria Cobogó, escritora e advogada, com quatro livros publicados, falará sobre o seu novo lançamento: Hiato. Em Hiato a autora, de forma envolvente, vai traçando o perfil de uma mulher que amadurece com a dor e se redescobre íntegra, inteira tomando as rédeas da sua vida, depois de chegar ao limite do suportável em sua vida a dois.

14h – Tarde de Autógrafos: Contos da Elisa – A pequena Elisa e o seu pai vão falar um pouco
sobre a história do seu livro – Contos da Elisa e distribuir autógrafos!
14h30 às 16h – Espaço Acreditar – Terapias energéticas para todas as idades
15h – Espaço Acreditar: Oficina de Jogos pedagógicos para as crianças.
16h – Espaço Acreditar: Pilates kids – aula de pilates adaptada, especialmente, para os
pequenos
16h – Sunset: Felipe Boechat e Banda Ouro Fino – Venha curtir um fim de tarde boêmio regado com sucessos do blues e rock, na voz do inconfundível Felipe Boechat.
19h – Chorinho com Zamba trio (Bossa Jazz) – Conhecidos pela qualidade e sofisticação em
Brasília, Zamba trio traz uma noite de jazz pata ficar na lembrança.
20h – Cine Bambu: Lisbela e o Prisioneiro – No espaço Cine Bambu, o Cine Urbano traz a
comédia romântica Brasileira – Lisbela e o Prisioneiro: “A jovem Lisbela adora ir ao cinema e vive sonhando com os galãs dos filmes que assiste. Leléu é um malandro conquistador, que em meio a uma de suas muitas aventuras chega à cidade da moça. Após se conhecerem eles logo se apaixonam”. Será que o casal conseguirá superar os obstáculos para viver esse grande amor?

15/05
8h às 9h – Seven Cross Treino – Para começar o dia cheio de energia: aula gratuita de cross
training
9h – Rossana Alves – Dança criativa para crianças – ajuda na auto-expressão e na manifestação dos sentimentos
9h30 até 12h – Espaço Acreditar: Terapias energéticas para todas as idades
10h – Caravana do Dudu Noel – Dudu Noel virá com os super heróis em uma caravana para lá de divertida animar a manhã da criançada
10h30 – Espaço Acreditar – Roda de musicalização infantil
10h às 18h – Palhaçada Sininho – Um dia inteirinho de atividades para as crianças. Palhaçada
Sininho oferecerá pintura de rosto, atração com balões, contação de histórias, animação para a criançada e brincadeiras para manter os baixinhos animados!
11h – Bate-Papo pet: Ana Cibele – Auto intitulada Petterapeuta, no bate papo de domingo Ana contará um pouco sobre a terapia para animais, além de tratamentos “auternativos” como o reiki para cães. Ana também compartilhará dicas preciosas para o bem estar e cuidados com o seu doguinho!

11h – Manhã de Autógrafos: Cristiane Nóbrega – Indicada ao Prêmio Jabuti, a taguatinense
Cristiane Nóbrega, co-fundadora do Coletivo Editorial Maria Cobogó, escritora e advogada,
com 4 livros publicados, falará sobre o seu novo lançamento: Hiato. Em Hiato a autora, de
forma envolvente, vai traçando o perfil de uma mulher que amadurece com a dor e se
redescobre íntegra, inteira tomando as rédeas da sua vida, depois de chegar ao limite do
suportável em sua vida a dois.
14h30 às 16h – Espaço Acreditar – Terapias energéticas para todas as idades
16h – Espaço Acreditar: Arte e educação ambiental. Traga o seu filho para essa maravilhosa
experiência de aprendizado sobre o meio ambiente e oficina artística.
16h – Sunset: Felipe Boechat: Voz e Violão – Venha curtir um delicioso fim de tarde com Felipe
Boechat trazendo grandes sucessos adaptados a versão voz e violão.
17h30 – Espaço Acreditar: Roda de Capoeira infanto-juvenil. Direto da Bahia, a capoeira é
muito mais do que uma luta, é dança, é expressão.
19h – Show: André 14 Voltas e Sound3 – Trazendo grandes sucessos do Brasil e do mundo
através do talento inconfundível de André 14 voltas e Sound3, o Festival traz um memorável show para fechar, com chave de ouro, a sua programação musical.
20h – Cine Bambu: O Homem do Futuro – No espaço Cine Bambu, o Cine Urbano traz a comédia romântica Brasileira – O homem do futuro: Zero é um cientista ridicularizado que criou uma máquina do tempo, tendo a chance de refazer sua vida. Voltando a época da faculdade, ele reencontra Helena, um grande amor. Será que Zero vai conseguir mudar o seu futuro?

Dias 14 e 15/05
10h às 22h – Atrações Fixas:
– Feirinha de Artesanato: Prestigiando os artesãos do DF, na feirinha você encontrará de
tudo: desde roupas até obras de arte!
– 2ª Feirinha Literária de Águas Claras: Venha procurar aquele livro que o seu filho
comentou que queria. A feirinha contará com diversos títulos diferentes, contação de

história e autógrafos.
– Vila Gourmet: O melhor da gastronomia de Águas Claras em uma Vila Gourmet
ambientada e confortável:
Churros do Chaves
Pipoca tia Kel e tio Rafa
Patacho burguer
El Perro Negro Food Truck
Churrasburguer Food Truck
Bulldogs
Polly_Fitgirl
Polly_Esporte
Patacho Hamburguer
– Feirinha de Adoção: Quer um novo amigo? Adoção de cães e gatos com a Animalis e
Maternidade Felina
Serviço:
1° Festival Águas Claras
Data: 13 a 15 de maio
Local: Praça Condor (em frente à estação de metrô Arniqueiras)
Instagram: @festivalaguasclaras
Site: www.festivalaguasclaras.com.br

https://donnysilva.com.br/


Leia Mais....

“Ibaneis é unânime na Direita”, diz o presidente do Republicanos

quinta-feira, 12 de maio de 2022

O presidente do partido Republicanos, Wanderley Tavares disse em entrevista na noite desta quarta-feira (11/05), que o  governador Ibaneis Rocha (MDB) é o nome que tem unanimidade na direita do Distrito Federal.


O político foi entrevistado pelo jornalista José Fernando Vilela em seu canal no You tube, o Café Expressão que recebe semanalmente personalidades da política brasiliense.

Wanderley disse que está obedecendo ordens da executiva nacional e procurando bater as metas determinadas tanto pela executiva nacional como também pelo presidente Jair Bolsonaro no que diz respeito à candidatura de Damares Alves ao Senado.

O presidente do partido no DF reafirmou que está determinado em eleger Damares, mas que não pretende “melar” a chapa de Ibaneis Rocha e Flávia Arruda. “Nós não queremos atrapalhar outras composições”, disse Wanderley Tavares.

Ele esclareceu que a candidatura de Damares Alves será avulsa, ou seja , existe um relatório técnico emitido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que permite  aos partidos  lançarem candidatos isolados ao Senado Federal, mesmo já integrando coligações para o governo estadual.

“Não estamos pleiteando a vaga de vice na chapa [de Ibaneis] e muito menos a suplência [de Flávia], estamos focando no projeto da Damares.” destacou Wanderley Tavares.

Wanderley disse que a meta do Republicanos é eleger  dois deputados federais e três deputados distritais.


https://www.dfmobilidade.com.br/

Leia Mais....

Milhares de pessoas prestigiam o lançamento da pré-candidata Paula Belmonte ao Senado

 


Lançamento da pré-candidata Paula Belmonte ao Senado. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

Evento foi na noite desta quarta-feira (11) na ASBAC

Por Delmo Menezes

Na noite desta quarta-feira (11), no clube ASBAC, mais de 3 mil pessoas prestigiaram o pré-lançamento da candidatura da deputada federal Paula Belmonte (Cidadania-DF) ao Senado. No mesmo evento, Paula Belmonte foi empossada pelo deputado Roberto Freire, como presidente do diretório regional do Cidadania-DF.

Senador Marcondes Gadelha, presidente Nacional do PSC. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

No seu discurso, o senador Marcondes Gadelha (PSC), mencionou o nome de Paula Belmonte ao GDF. “Esta multidão que estou vendo aqui nesta noite em Brasília, é fruto do trabalho de uma das mais atuantes parlamentares da Câmara dos Deputados. Em seu primeiro mandato, já está entre os 10 parlamentares mais atuantes no Congresso. Tenho certeza de que Paula Belmonte tem todas as condições de assumir uma candidatura ao governo do DF. Isso só depende de vocês”, pontuou.

Dr. Gutemberg (Podemos) e Felipe Belmonte, presidente do PSC-DF. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

O ex-presidente da Câmara Legislativa do DF, Joe Valle, expressou sua admiração por Paula Belmonte. “Estou vindo diretamente da roça onde trabalho, para prestigiar esta guerreira que é Paula Belmonte. Tenho certeza de que sua pré-candidatura ao Senado veio em boa hora. Brasília precisa de pessoas como você Paula”, ressaltou Joe que deve disputar uma vaga na CLDF ou na Câmara Federal.

Paula Belmonte ao lado dos seus pais. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

O empresário e esposo da deputada Paula Belmonte, Luís Felipe Belmonte, presidente do PSC-DF, elogiou o trabalho da parlamentar, destacando suas realizações neste primeiro mandato na Câmara dos Deputados. “Paula colocou seu nome e seu tempo à disposição da população do DF. Uma mulher honesta, leal e produtiva, o que tem demonstrado em sua conduta pessoal e parlamentar. Muito feliz de ver tão expressivos apoios políticos, empresariais e de lideranças comunitárias. Mostra que ela está no caminho certo e confiamos no êxito de suas propostas”, destacou.

Deputado distrital Eduardo Pedrosa (União Brasil) e a deputada federal Paula Belmonte. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

Paula Belmonte agradeceu a todos que vieram prestigiar o lançamento de sua pré-candidatura ao Senado, e no momento de muita emoção, chamou seus pais à frente do palanque, agradeceu a criação que lhe deram. Muito emocionada, a deputada e mãe de 06 filhos, elogiou seu esposo Felipe Belmonte, e lembrou os momentos difíceis quando perderam um filho. A deputada declarou que está à disposição do povo de Brasília.

O ex-presidente da CLDF, Joe Valle, também marcou presença no evento. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

“O lançamento da minha pré-candidatura não pertence a mim, e sim ao povo do DF. Quando resolvi vir para política, foi para servir o povo e não ser servida por ele. Sei que iremos enfrentar muitos gigantes pela frente, mas tenho certeza de que com ajuda de vocês, nós venceremos”, concluiu a parlamentar.

O salão da ASBAC ficou pequeno com a quantidade de pessoas que foram prestigiar a pré-candidatura de Paula Belmonte ao Senado. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

Lideranças importantes do cenário político nacional e local estavam presentes, entre os quais: o presidente nacional do PSC, senador Marcondes Gadelha; presidente regional do PMN-DF, Lucas Kontoyanis; presidente do diretório regional do Solidariedade-DF, ex-senador Hélio José; presidente do diretório regional do PSC-DF, Felipe Belmonte; vice-presidente nacional do Cidadania, deputado Daniel Coelho; presidente do Podemos-DF, Cristian Viana; presidente do PSB-DF, Rodrigo Dias; presidente do PRTB-DF, Beth Cupertino.

Antes do incío do evento, foi servido um coquetel aos presentes. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

Também foram prestigiar Paula Belmonte: a deputada federal Adriana Ventura (Novo); deputada federal Soraya Manato (PTB); deputado federal General Peternelli (União Brasil); deputado federal Alex Manente (Cidadania); deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania); deputado federal Rubens Bueno (Cidadania); deputado federal Wolney Queiroz (PDT); deputada distrital Julia Lucy (União Brasil); deputado distrital Eduardo Pedrosa (União Brasil); pré-candidato ao GDF, Rafael Parente (PSB); ex-presidente da Câmara Legislativa do DF, Joe Valle; ex-governadora do DF, Maria de Lourdes Abadia (União Brasil); pré-candidato ao Senado, Paulo Roque (Novo); presidente da ACDF, Fernando Brites; além de centenas de pré-candidatos do União Brasil, PSC, Cidadania, Podemos, PRTB, Solidariedade e outros partidos.

Paula Belmonte, Felipe Belmonte e Lucas Kontoyanis, presidente do PMN-DF. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital.

Siga o Agenda Capital no Instagram>https://www.instagram.com/agendacapitaloficial/

Da Redação do Agenda Capital

Leia Mais....

Atenção servidores! Ibaneis aumenta o auxílio-alimentação em 62%

quarta-feira, 11 de maio de 2022

 


Governador do DF, Ibaneis Rocha. Foto: Reprodução.

Por Redação 

O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), acaba de anunciar o aumento do auxílio-alimentação para todos os servidores públicos do DF. O anúncio foi feito através do Twitter.

De acordo com Ibaneis, o auxílio alimentação passa de R$ 394,50 para R$ 640,00. O último aumento do auxílio foi realizado no governo Agnelo em 2014.

O decreto que aumenta o auxílio-alimentação foi publicado do em edição extra do Diário Oficicial do DF, na tarde desta quarta-feira (11).

Reivindicação dos servidores

Desde outubro do ano passado, os servidores de diversas categorias reivindicavam o reajuste do benefício, que representava R$ 13,50 por dia para todas as refeições. O efeito dominó ocorreu após a correção do vale-alimentação da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

Siga o Agenda Capital no Instagramhttps://www.instagram.com/agendacapitaloficial/

Da Redação do Agenda Capital 

Leia Mais....

Pré-candidato a deputado, Agnelo defende seu legado e diz que construiria Mané Garrincha novamente

 

Depois de vencer batalhas judiciais, o ex-governador Agnelo Queiroz (PT) volta, neste ano, a disputar eleições. É pré-candidato a deputado federal. Ele diz acreditar que, pela experiência de três mandatos parlamentares, pela passagem no Ministério do Esporte e no governo do Distrito Federal, acumulou experiência para compor a base de sustentação do governo Lula, que ele espera ver eleito em outubro.

 

Em entrevista ao Correio, Agnelo — que há anos não se manifestava — aposta na união no Distrito Federal dos partidos da base de sustentação da campanha de Lula, defende seu legado no governo do DF, fala de erros e acertos e diz que foi perseguido por “justiceiros” da Operação Lava-Jato.

 

E garante: faria novamente o estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, criticado por adversários e alvo de ações judiciais. “Talvez a miopia e uma visão extremamente provinciana não compreendam o que significa essa arena multiuso”.

 

Você vai disputar as eleições? A qual cargo?
Sim. Sou pré-candidato a deputado federal.

A federação PT-PV-PCdoB procura um nome para a candidatura ao governo. Pensou em concorrer ao Buriti novamente?
Não. Coloquei meu nome para deputado federal porque acho que nesse momento tão difícil que o Brasil está passando eu posso dar uma grande ajuda no Congresso Nacional, como deputado federal. Já fui deputado federal por três mandatos, passei pelo Executivo, como ministro e como governador. Portanto, com a experiência que eu tenho, acredito que vou ajudar muito Brasília, buscando recursos para a cidade. Fiz muito isso como governador. Quero também ajudar o Brasil, compondo uma base de sustentação do governo Lula numa nova fase de recuperação do nosso país. Vamos precisar de uma bancada federal experiente e que possa ajudar de forma construtiva na recuperação do nosso país.

Acha que deve ser um candidato do PT?
No PT, temos dois nomes colocados, da professora Rosilene Corrêa, e do ex-deputado Geraldo Magela. São dois bons nomes. No PV, temos o deputado Leandro Grass. Essa definição tem de estar sintonizada com o projeto nacional. Só que precisa ser definido imediatamente. Já estamos passando da hora de ter essa definição. A partir disso, nós teremos uma unidade grande do PT, na federação. Vamos buscar outros partidos do campo progressista para o palanque do presidente Lula e tenho certeza que será um projeto competitivo para disputar o governo do DF para ganhar.

Você era do PCdoB e migrou para o PT para ser candidato ao governo em 2010. Acha que os petistas aceitarão um nome de outro partido para concorrer ao Buriti?
Eu entrei no PT bem antes de 2010 e só coloquei meu nome para o governo em 2010. Teve disputa, teve prévias, unificamos o partido, fizemos uma aliança de candidatura de centro-esquerda que foi à vitória. Portanto, eu tenho certeza que o PT tem plena consciência da importância da eleição presidencial do presidente Lula, que é prioridade para reconstruir o Brasil. É importante que o Brasil volte a crescer, gere renda, combata a desigualdade, a fome, a miséria, que passe a ser respeitado no mundo, que retome uma pauta soberana de desenvolvimento para nossa pátria, para melhorar a vida do nosso povo. Então, tenho certeza que não vamos conseguir fazer isso só. Precisamos ter alianças. A federação é um exemplo disso e vamos ter mais aliados ainda para governar. Portanto, depois dessa definição consensual que passa pelo projeto nacional, definindo a candidatura, com certeza vamos unificar o PT, a federação e vamos fazer o palanque do Lula. Será o palanque da esperança no Distrito Federal e nós todos estaremos comprometidos.

Depois do governo, você respondeu a vários processos. Como está sua situação na Justiça?
Quero dizer que seguramente esse é maior caso de lawfare que essa cidade já viu. Houve uma perseguição absurda por parte do Ministério Público do DF que tinha como objetivo me destruir completamente, a minha imagem perante a sociedade. E, como nunca apresentaram nenhuma prova de nada errado que eu tenha cometido, eu tenho ganhado todos esses processos. Ainda falta ganhar uns poucos. Mas estou mostrando a minha absoluta inocência sobre todas as acusações que me fizeram, de tal maneira que estou apto a disputar as eleições e representar o povo do DF.

Como você se sentiu com o fim da Operação Lava-Jato e as denúncias que desmoralizaram, na visão de muita gente, as investigações?
Toda vez que os órgãos da investigação e da Justiça abandonam o ordenamento jurídico e a Constituição para tentar fazer justiça com os próprios desejos, com as próprias convicções ideológicas e políticas, a tragédia está anunciada. É a violação do Estado democrático de direito, consequentemente, é a violação da democracia. E toda vez que se ataca a democracia as consequências são dramáticas, inclusive para quem pratica e os que se omitem porque o chicote que tentaram fazer voltou a dar no lombo de quem mandou dar. E temos uma consequência dramática que é a situação do Brasil hoje, consequência desse desastre de destruição de milhares de empregos, da soberania nacional, da democracia, de romper o ordenamento político no Brasil. Essa é a consequência dramática desse período que nós passamos e que certamente a sociedade, o Congresso e a Justiça estão corrigindo para mostrar que a defesa do Estado democrático de direito é o melhor caminho. Esse tipo de justiça que nós vimos não tem nada a ver com justiça e sim com justiceiros.

Nesta semana, depois de sete anos, saiu a terceira parcela do reajuste dos servidores públicos concedida no seu governo. Você se sente o responsável por esse benefício?
Essa terceira parcela foi fruto do aumento que concedi aos nossos servidores ainda no meu governo. Paguei a primeira e a segunda parcelas e faltou a terceira, que seria de 2015. Fui processado por ter concedido esse aumento, junto com meu secretário de Administração, mais dois servidores, mas nós ganhamos tudo. É a primeira vez que vejo um governador ser processado por conceder um aumento, para valorizar seus servidores. A Justiça foi feita e agora o governo tem que pagar e precisa, inclusive, pagar a correção retroativa a 2015 porque esta é uma conquista para os servidores definida em lei. Houve uma irresponsabilidade por não terem pago antes. É muito importante a massa salarial dos servidores para nossa economia e agora, favorecendo 150 mil servidores, se joga R$ 1 bilhão na economia, o que é bom para toda a população. Ganha o governo como um todo num momento de grave crise. Com o arrocho dos últimos anos, essa terceira parcela é um alívio. Agora está claro que agi corretamente, tinha respaldo legal, previsão orçamentária na LDO, portanto, todo o trâmite legal para a concessão dos reajustes. Essa é uma grande vitória dos servidores do DF e fico muito contente de ver se fazer justiça.

Qual foi o grande legado do seu governo?
O maior legado do meu governo, sem dúvida, é o desenvolvimento humano. Foi no meu governo que tivemos o menor índice de desemprego da série histórica. Foi no meu governo que deixamos de ser a cidade mais desigual do Brasil. Foi no meu governo que erradicamos o analfabetismo. E erradicamos a pobreza e a extrema pobreza. Fizemos também um investimento na recuperação do Estado e do serviço público. Contratei 36 mil servidores públicos por concurso público. Contratei 16 mil servidores da saúde. Se não fosse essa contratação, o que seria do DF na pandemia que veio depois? Fizemos seis UPAs, fizemos as clínicas da família, o Hospital da Criança, a carreta da mulher, da visão, a fábrica social, que é maior exemplo de inclusão social pelo trabalho. Na educação, fizemos as creches, que não existiam públicas. Fiz 57 creches públicas. Adotamos a educação em tempo integral. Esse é um legado extraordinário, o desenvolvimento humano. A política habitacional também foi importante. Entreguei mais unidades habitacionais do que Roriz entregou lotes. Foram 25 mil unidades entregues e cem mil contratadas, que foram sendo entregues. Até o Bolsonaro foi entregar, para ver como se entrega habitação popular.

Hoje é possível reconhecer erros? O que você não faria novamente?
Eu atribuo que um dos principais erros foi não ter me comunicado bem. A parte de divulgação das realizações falhou. Por
ser médico, não ser profissional dessa área, não compreender essa dimensão, achei que teria o reconhecimento apenas pela realização. Mas, às vezes, é preciso também que as pessoas tenham acesso a essas informações das nossas realizações, tanto é que, com o passar do tempo, hoje a população reconhece muito mais porque sentiu as melhorias e os benefícios dessas realizações. O momento conjuntural daquela época foi extremamente desfavorável, de muito ataque, de muito ódio, num processo em que a elite brasileira decidiu interromper um projeto nacional. Isso também repercutiu muito aqui no Distrito Federal e nós não conseguimos reagir naquele momento. Hoje, com certeza, faria diferente porque muitos desses projetos poderiam ter tido continuidade caso eu tivesse ganho a eleição.

E o que você se orgulha de ter feito?
Eu me orgulho do que fiz pelas crianças do Distrito Federal, as creches públicas, o Hospital da Criança, que é um exemplo. Em 10 anos, já atendeu 10 milhões de crianças e casos graves. Esse é mais um caso. Fui processado por ter feito o Hospital da Criança e só recentemente fui absolvido. Tenho orgulho de ter acabado com o Caje, que era a escola do crime. Eu me orgulho da Fábrica Social porque é um centro de treinamento e serviço em que as pessoas são remuneradas pelo trabalho. E também os programas sociais para adolescentes, como o Jovem Candango, que estavam em área de risco, trabalhando no contraturno da escola em nossas empresas e também nas secretarias. Teve também o Brasília sem Fronteiras, dando oportunidade para jovens de faixa de renda muito baixa viajarem pelo mundo. Passaria muito tempo enumerando, mas esses que tratam de desenvolvimento humano são o meu maior orgulho.

Você faria novamente o estádio Mané Garrincha?
Faria com certeza. Talvez a miopia e uma visão extremamente provinciana não compreendam o que significa essa arena multiuso. Essa é a melhor arena do Brasil, está entre as cinco melhores do mundo. Foi construída para os próximos cem anos e possibilita colocar Brasília no circuito nacional, cultural, de eventos e esportiva. Fizemos a Copa do Mundo e a Copa das Confederações e tivemos a avaliação de melhor arena do Brasil. E as acusações de superfaturamento nunca se comprovaram. Se há irregularidades, se deve punir o gestor e não a cidade. Essa arena é do porte da que foi construída na Rússia quatro anos depois e lá custou R$ 5 bilhões. A nossa custou R$ 1,5 bilhão. Tenho certeza que, com o passar do tempo, vai ficar clara a miopia e o provincianismo de nossos adversários. Eu faria de novo, ainda mais porque não deixamos de fazer nenhum investimento na área social.


https://blogs.correiobraziliense.com.br/


Leia Mais....

Arruda tenta retomar elegibilidade e reverter condenações da Caixa de Pandora

 

A defesa do ex-governador José Roberto Arruda tenta usar as novas diretrizes do ordenamento jurídico para reverter condenações da Caixa de Pandora. Passados 13 anos desde a deflagração da operação que derrubou um governo, houve mudanças que estão sendo base de novos recursos sob a responsabilidade do advogado Pedro Emílio Catta Preta. Com a edição da Lei de Improbidade Administrativa, que passou a vigorar no ano passado, a defesa alega que todas as condenações cíveis estão prescritas. Esse entendimento beneficiou, por exemplo, o ex-governador Agnelo Queiroz em ação relacionada a supostas irregularidades na prestação de contas do Hospital da Criança José Alencar. Os recursos serão analisados em cada processo. No que se refere às ações penais, a nova jurisprudência do STF, com repercussão geral, estabelece que crimes relacionados a caixa dois devem ser apreciados pela Justiça Eleitoral. Um dos que faturou com esse entendimento foi o ex-senador Gim Argello, em processo da Lava-Jato. Um Habeas Corpus de Arruda está nas mãos do ministro André Mendonça, no STF, pronto para ser apreciado. A defesa tenta vincular as denúncias de dinheiro recebido para as campanhas eleitorais dos réus. Catta Preta afirma que o foco não é a retomada da elegibilidade de Arruda, que está há 16 anos sem disputar eleições. A última candidatura válida foi a que Arruda se elegeu governador no primeiro turno em 2006. “Queremos apenas fazer justiça”, frisa o advogado.


https://blogs.correiobraziliense.com.br/

Leia Mais....

Ibaneis é homenageado com medalha pela PCDF

 Ibaneis disse ter orgulho da PCDF. “Tenho muito orgulho da Polícia Civil do Distrito Federal, das forças de segurança como um todo”

Governador Ibaneis Rocha é homenageado com a Medalha do Mérito Policial Civil | Foto: Renato Alves/Agência Brasília

O governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha (MDB) recebeu, durante uma solenidade realizada pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) nesta terça-feira (10), a medalha do Mérito Policial Civil Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira. O símbolo é considerado o maior da instituição.

Em seu discurso de agradecimento, Ibaneis disse ter orgulho da PCDF. “Tenho muito orgulho da Polícia Civil do Distrito Federal, das forças de segurança como um todo. Aqui é uma das cidades onde os índices de violência vêm caindo, o que é prova do trabalho e do empenho de todos os policiais, de todas as forças de segurança”, afirmou.

“Unimos as forças com o objetivo de diminuir a criminalidade, de trazer mais segurança para as pessoas, não só a segurança efetiva, mas a sensação de segurança do cidadão”, completou.

Realizada na Delegacia Geral, no Complexo da PCDF, a solenidade contou com a presença de Robson Cândido, diretor-geral da PCDF e outros 130 servidores que se destacaram no exercício da função.

Entre eles, estava presente o presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Rafael Prudente (MDB), o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o ministro da Justiça, Anderson Torres, não compareceram ao evento. Já a ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, mãe do ex-deputado Eduardo Campos, falecido em 2014, marcou presença na solenidade.

Cândido aproveitou a ocasião para lembrar o trabalho dos policiais no enfrentamento à criminalidade e ressaltar a valorização da categoria pelo Executivo, nos últimos anos. “Destaco o encaminhamento da mensagem solicitando a recomposição salarial e a interlocução com a área federal para sua implementação, a implantação do plano de saúde do Policial Civil e a abertura das delegacias, que estavam fechadas”.

Medalha

A Medalha do Mérito Policial Civil Presidente Juscelino Kubitschek de Oliveira foi instituída em 1988, pelo Decreto nº 11.205. Posteriormente, em razão de mudanças administrativas na PCDF, foi editado o Decreto nº 24.200, de 10 de novembro de 2003, e, mais recentemente, o Decreto nº 39.793, de 30 de abril de 2019. Com a presente outorga, 1.310 pessoas já receberam a honraria.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

“QUEREMOS UM VICE QUE REPRESENTE O POVO DE DEUS”, DIZ DAVID COSTA

terça-feira, 10 de maio de 2022


PASTOR EGMAR TAVARES E DAVID COSTA

Durante os últimos meses, enquanto o Brasil se prepara para a Copa  do Mundo no Catar, David Costa, jornalista, cristão e ativista político foi procurado por alguns líderes religiosos e políticos para fundar um movimento que melhor represente o segmento evangélico e religioso. Dessas conversações e encontros nasceu o MBS – Movimento Brasília Solidária. O primeiro objetivo? Oxigenar o segmento religioso de uma política mais ética e menos suscetível ao clientelismo e fisiologismo político. Surgiu também o despertar de uma  consciência de mais unidade e visão plural com  o lema: Todos pelo Reino. O MBS, portanto, é um movimento que visa unir o segmento religioso do DF e a partir dele desenvolver um amplo trabalho solidário a favor do próximo. Já no campo político, o MBS também deseja influenciar as decisões políticas a partir da visão do reino de Deus, apoiando políticos que tenham real compromisso com a fé e a palavra de Deus.


“Unir não significa interferir em igreja A, B ou C“ explica David Costa. “Unir significa trabalhar pelo reino e a favor do Reino para que o segmento religioso do DF como um todo seja fortalecido para que tenhamos maior influência nas decisões políticas do DF", pondera  Costa.

O que é o MBS?
David Costa - Movimento Brasília Solidária é um movimento livre, articulado, multireligioso que tem como objetivo unir o povo de Deus para promover uma ampla corrente solidária a favor do próximo. Segundo: MBS e apoiará políticos que defendem a fé e palavra de Deus. E terceiro: O MBS fará uma ampla ação de conscientização entre as pessoas de fé religiosa sobre o poder decisório do voto religioso nas urnas. Nosso lema é: Todos pelo Reino.

Na visão do MBS o voto do segmento religioso terá peso decisivo nas eleições de 2022?
DC - Temos absoluta certeza. Tanto para o âmbito nacional quanto do DF. Daí a importância de unir os líderes religiosos em torno de candidatos que defendem a fé e a palavra de Deus. Se o segmento se unir, a composição da CLDF vai para 7 distritais. Já na CF - Câmara Federal podemos eleger de 3 a 4 Deputados. Nos últimos anos, o deputado federal Júlio César tem sido um fiel escudeiro do povo de Deus no Congresso Nacional, mas está na hora de o povo de Deus aumentar sua bancada de parlamentares. Para o Senado, decidiremos quem vai assumir a cadeira. Para o GDF e para Presidente da República o voto religioso será também o fiel da balança.

Qual o objetivo central do MBS?
DC - Unir o segmento religioso do DF para um trabalho ainda maior de ação solidária a favor do próximo. A igreja precisar sair das quatro paredes e compreender que o Reino dos Céus deseja ser manifesto a todas as as pessoas Distrito Federal. O governo sozinho não pode vencer a violência, as drogas e ameaças de degradação familiar em nossa Cidade.

Por que o MBS decidiu apoiar e indicar um Vice ao  Buriti?
DC - Porque queremos um vice que represente o povo de Deus. A palavra final, claro, caberá, (de forma soberana) ao governador Ibaneis Rocha. Entretanto, há anos a vice- governadoria está sem um nome do segmento religioso do DF. Se o governo quer tanto nosso apoio é justo ter um representante nosso e indicado por um partido de sua base, não? Nos do MBS acreditamos que temos um nome de respeito e peso eleitoral para indicar a Vice.

Qual é o nome que o MBS decidiu apoiar e indicar?
DC - O pastor Egmar Tavares, ex-candidato a vice-governador em 2018.  

Quais as bandeiras do MBS?
DC - São quatro: Deus, família, pátria, voto consciente em políticos que defendam a fé e a palavra de Deus.  

Como tem sido o apoio de líderes religiosos ao MBS?
DC - Excelente. O que não significa dizer que é fácil unir o segmento e mostrar que só temos a ganhar se caminharmos unidos a favor do Reino de Deus. O MBS tem compromisso de trabalhar com a visão do Reino. Para tanto, o cidadão de fé religiosa precisa votar em quem defende o bom combate político  nas esferas de poder do DF e do Brasil. Existe uma atmosfera de unidade a favor do Reino. Precisamos nos unir para não permitir que a igreja e seus líderes não sejam cerceados ou intimidados por pregarem o Evangelho.

Por que o MBS decidiu indicar o pastor Egmar Tavares para chapa de Vice do governador Ibaneis Rocha?
DC - Porque o pastor Egmar Tavares representa o povo de Deus.  Não apenas as 270 igrejas que ele é líder espiritual. Não só os cristãos. Mas o povo de Deus em geral: católicos, espíritas, evangélicos e outros segmentos de fé do DF. Basta observar seu crescimento e reconhecimento, votação após votação, em todas as campanhas. Ex-candidato a distrital, 14. mil votos, ex-candidato a federal 35 mil votos e ex-candidato a vice-governador 180 mil votos. É um nome de peso político e tanto, não?

O governador já sabe sobre o MBS e a intenção de vocês  indicarem  o Vice?
DC - Creio que sim. E se não sabe, contamos com apoio parlamentar na Distrital e Federal para pedir  agenda junto ao Governador Ibaneis.
Entretanto, o momento agora e de intensas conversações com lideranças políticas e religiosas que amam o DF nossa gente para uma ampla composição e apoio para a Vice.

Por que indicar o pastor Egmar Tavares para Vice?
DC- Primeiro: Porque queremos  - repito - um vice que represente o povo de Deus. Pastor Egmar Tavares é  um homem de fé e obras. Quando assumiu a ADEG - Assembleia de Deus do Gama eram apenas 39 igrejas. Hoje a ADEG conta com 270 igrejas no DF, Goiás e até fora do Brasil. Em segundo lugar porque eleição após eleição, pastor Egmar se preparou com humildade e sabedoria para este momento. Portanto, merece essa indicação e tem preparo político e faz parte de um forte partido da base aliada.

O MBS pode adiantar,  nominalmente, os políticos e segmentos religiosos que apoiam essa indicação?
DC - Ainda não (risos). Em momento oportuno. Não vamos usar o oportunismo e falar em nome de segmentos religiosos e políticos que não nos franquearam esse direito. Fato é que temos conversado com grandes lideranças políticas, ex-secretários, ex-administradores do atual governo e líderes religiosos. O nome do pastor Egmar Tavares tem recebido ótima aceitação e sinalizações concretas de apoio. Há um consenso crescente entre nós: O pastor Egmar é o que melhor representa o segmento religioso de Brasília para a vaga de Vice. Além disso, ele  não caiu de paraquedas nesta indicação. Até porque essa indicação não partiu dele. Mas do MBS. Portanto, o pastor Egmar merece ser o indicador e se for terá forte somatória de votos na chapa do governador Ibaneis Rocha. Isso o governador pode ter certeza.

Além do Vice, o MBS apoiará candidatos a distrital, federal, Senado e Presidente?
DC - Ótima pergunta. E a resposta é sim. Vamos dividir o DF por distritos e pedir voto ao cidadão religioso para candidatos que defendam a fé e a palavra de Deus. É tempo de unidade a favor do Reino de Deus. Não podemos é ficar em cima do muro, certo? Devemos, sim, apoiar políticos que vivem o bom combate político a favor do povo do DF. O voto do cidadão religioso tem peso decisivo nas eleições. Portanto, merece respeito e real compromisso dos políticos.

O pastor Egmar já conta com apoio de deputados distritais?
DC - Sim. Há inclusive um deputado distrital da base do governador que está responsável pela articulação política. Existe a sinalização de apoio de 4 a 6 distritais para a Indicação para a Vice. A palavra final, claro, cabe ao governador Ibaneis Rocha.

Se escolhido for e se a chapa ganhar o que o MBS espera do vice, pastor Egmar?
DC - Primeiro: Gratidão a todos que apoiaram essa indicação. Segundo: Lealdade. O MBS acredita que sem gratidão e lealdade o mais grandioso projeto político se perde pelo caminho e essa deve ser a postura do pastor Egmar junto ao Governador Ibaneis e todos que o apoiaram. E terceiro: Que o povo de Deus se sinta bem representado e que pastor Egmar promova um amplo trabalho solidário a favor do próximo.

Existe apoio de mais de um partido da base para essa indicação?
DC - Sim. Tivemos conversa com outro importante partido da base e seu Presidente Nacional deu total apoio para a indicação do nome do Pastor Egmar para a Vice. Caberá, claro, repito ao governador Ibaneis a decisão da escolha. Estamos confiantes nesta vitória a favor do povo de Deus do DF.

O que você acha que irá pesar na decisão do governador?
DC - Eu diria que diversos fatores políticos, entre eles, o peso somatório que essa aliança trará na urna. Teremos eleições acirradas para todos os cargos políticos. Todos.  Mas o MBS não cansa de repetir: O poder de escolha de seu Vice cabe ao Governador Ibaneis. Ao MBS cabe fazer a indicação. O MBS é ético. Vice é um casamento político de quatro anos. Vice bom é vice que não atrapalha. Vice bom é vice que represente bem os segmentos políticos e religiosos do DF.

Por que você acha que o Vice do governador Ibaneis pode ser o pastor Egmar?
DC - Aliança política boa tem que somar muitos votos na urna. Essa é a nossa análise política. Além do apoio do MBS que reúne diversas igrejas e líderes religiosos, o pastor Egmar é o indicado das Assembleias de Deus (campo de Madureira); o pastor Egmar tem inclusive o apoio do Bispo Manoel Ferreira, o Presidente Nacional de Madureira. Acho também importante dizer que segundo dados da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), mais de 800 mil evangélicos vivem no DF, o que equivale a 30,8% da população. O segmento evangélico e religioso do DF tem peso decisório nas eleições. Portanto, é natural o segmento religioso sugerir a indicação do Vice. Indicar não significa impor. Em conversações políticas o MBS usa metáfora do saco de cimento. Alguns políticos que pleiteiam a vaga tem peso 50kg, outros 100kg, 150kg. O peso do segmento ao pastor Egmar está se multiplicando a cada dia e pode  chegar a 1.000kg de um forte peso. O MBS acredita que é um peso e tanto para uma aliança majoritária.

Qual a visão do MBS sobre o governo Ibaneis?
DC- O MBS avalia como positiva a gestão do governador Ibaneis. Agora, claro, o desafio de resgatar o DF do apagão de gestões passadas é enorme. Além disso, o governador teve que governar por mais de dois anos sobre o desafio de uma pandemia. O que não foi fácil. Entretanto, de forma humana e sem clientelismo, Ibaneis fez um amplo programa social para socorrer os que mais precisam. Hoje o GDF  também toca 1.400 obras por todo o DF, gerando emprego, renda e desenvolvimento. É evidente que muita coisa ainda precisa ser feita e melhorar.

Qual a posição do MBS sobre o voto do cidadão religioso?
DC- Como eu disse, o MBS tem como proposta fazer uma ampla conscientização sobre o voto do cidadão religioso em 2022. Por sua vez, o MBS pretende indicar o pedido de voto para candidatos que estejam comprometidos com as bandeiras da defesa da fé e da Palavra de Deus. É tempo de unidade a favor do Reino.

Fonte - David Costa
Leia Mais....
 
PASTOR RONNE DO GAMA DF © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot