• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Atuação exemplar mesmo com Pandemia

quarta-feira, 31 de março de 2021

 

Agaciel Maia é deputado distrital pelo PL-DF e está no terceiro mandato consecutivo. 

Antes de ocupar o cargo na Câmara Legislativa do DF, foi servidor do Senado Federal, onde aposentou-se como Diretor Geral. 

Naquele órgão, começou a trabalhar, em 1977, como datilógrafo, foi o mais longevo DG da Instituição, ocupando o cargo por 14 anos, era considerado por muitos o 82º senador. 

Agaciel Maia tem sido um exemplo de deputado , mesmo na situação que passa o Brasil e o Distrito Federal ele tem trabalhado e defendido o melhor para a população do DF.


BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Confira o calendário do auxílio emergencial de 2021 Benefício começa a ser pago no próximo dia 6

O novo auxílio emergencial começa a ser pago no próximo dia 6 de abril. A data foi definida nesta quarta-feira (31).

Com isso, o Ministério da Cidadania publicou no Diário Oficial da União (DOU) o cronograma de pagamento do benefício. As datas valem para quem não faz parte do Bolsa Família, mas está Cadastro Único de programas sociais ou foi aprovado pelo site ou app da Caixa criados em 2020.

O método de pagamento segue o mesmo: o depósito ocorre na poupança social digital e só depois o beneficiário consegue sacar ou transferir. Enquanto a data de saque e transferência não chega, é possível usar o valor para pagar contas e boletos e comprar com cartão virtual ou QR Code.

Confira o calendário de pagamento:

Para nascidos em janeiro

1ª parcela: 06 de abril
2ª parcela: 16 de maio
3ª parcela: 20 de junho

4ª parcela: 23 de julho

 Para nascidos em fevereiro

1ª parcela: 09 de abril
2ª parcela: 19 de maio
3ª parcela: 23 de junho
4ª parcela: 25 de julho

Para nascidos em março
1ª parcela: 11 de abril
2ª parcela: 23 de maio
3ª parcela: 25 de junho
4ª parcela: 28 de julho

Para nascidos em abril
1ª parcela: 13 de abril
2ª parcela: 26 de maio
3ª parcela: 27 de junho

4ª parcela: 01 de agosto

Para nascidos em maio

1ª parcela: 15 de abril
2ª parcela: 28 de maio
3ª parcela: 30 de junho
4ª parcela: 03 de agosto

Para nascidos em junho
1ª parcela: 18 de abril
2ª parcela: 30 de maio
3ª parcela: 04 de julho
4ª parcela: 05 de agosto

Para nascidos em julho
1ª parcela: 20 de abril
2ª parcela: 02 de junho
3ª parcela: 06 de julho

4ª parcela: 08 de agosto

Para nascidos em agosto

1ª parcela: 22 de abril
2ª parcela: 06 de junho
3ª parcela: 09 de julho
4ª parcela: 11 de agosto

Para nascidos em setembro
1ª parcela: 25 de abril
2ª parcela: 09 de junho
3ª parcela: 11 de julho
4ª parcela: 15 de agosto

Para nascidos em outubro
1ª parcela: 27 de abril
2ª parcela: 11 de junho
3ª parcela: 14 de julho
4ª parcela: 18 de agosto

Para nascidos em novembro
1ª parcela: 29 de abril
2ª parcela: 13 de junho
3ª parcela: 18 de julho

4ª parcela: 20 de agosto

Para nascidos em dezembro

1ª parcela: 30 de abril
2ª parcela: 16 de junho
3ª parcela: 21 de julho
4ª parcela: 22 de agosto


https://jornaldebrasilia.com.br/
Leia Mais....

Governo diz que nova rodada do auxílio emergencial começará em 6 de abril

 


Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial

Serão quatro parcelas de R$ 250, com exceção para mulheres chefes de família que receberão R$ 350 e famílias compostas por uma pessoa, R$ 150

Por Redação

O ministro da Cidadania, João Roma, anunciou nesta quarta-feira (31) que o pagamento do auxílio emergencial começará na próxima terça-feira (6).

Ao todo, serão quatro parcelas de R$ 250, com duas exceções: mulheres chefes de família receberão R$ 375 e famílias compostas por uma única pessoa, R$ 150.

Ainda, segundo Roma, o pagamento será destinado ao “brasileiro mais vulnerável”. O valor médio dessa rodada é de R$ 250, mas pode variar de R$ 150 a R$ 375 a depender da composição de cada família.

“É um alento para o povo brasileiro. Esse auxílio emergencial viabilizado pela PEC emergencial com valor de R$ 44 bilhões servirá para quatro parcelas no ano de 2021, direcionado para o brasileiro vulnerável, pessoa que esteja passando dificuldades”, afirma João Roma, ministro da Cidadania. “São recursos públicos para os quais temos que ter maior zelo.”

Segundo o ministro, houve cruzamento de mais de 200 fontes de dados para identificar os beneficiários que estavam aptos em dezembro a receberem o auxílio. “Sem dúvidas, mais de 40 milhões de famílias poderão ter acesso ao benefício”, afirmou.

A lista com os nomes dos beneficiários que vão receber a nova rodada do auxílio deve ser anunciada na quinta-feira (1º).

Pedro Guimarães, presidente da Caixa, disse que a lógica de pagamento seguirá o mesmo racional do calendário do ano passado, feito de forma a evitar aglomerações. “Faremos primeiro os depósitos nas contas digitais, todos já têm [as contas], então não há necessidade de abrir as contas, o que é importante para acelerar o pagamento”, explicou.

Depois de algumas semanas, será permitido o saque do dinheiro, assim como no programa do ano passado. “A nossa expectativa é que mais da metade das pessoas já realize o gasto com pagamento de conta digitalmente. Isso é um legado do governo Bolsonaro porque esta população está bancarizada e teve uma inserção digital”, acrescentou o executivo.

Da Redação do Agenda Capital 

Leia Mais....

Ex-ministro e generais rejeitam ‘aventura’ de golpe

Um general atenta para o fato de o Alto Comando, assim como os generais de divisão, terem a mesma visão contrária ao uso político das Forças


O ex-ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) Sérgio Etchegoyen afirmou na terça-feira, 30, que as Forças Armadas não serão “fator de instabilidade no País”. “Independentemente de quem estiver no comando, elas nunca vão deixar de ser instituição de Estado.” Disse conhecer os generais do Alto Comando do Exército. “Sei do que estou falando.” E concluiu que, se algum setor do governo estiver pensando em golpe, “a frustração será grande”.

Em entrevista à Rádio Gaúcha, Etchegoyen expôs um sentimento comum a outros generais ouvidos pelo Estadão. Nos últimos dois dias, a reportagem ouviu oito oficiais-generais do Exército e da Força Aérea e dois coronéis da ativa e da reserva sobre o momento atual. De forma unânime, todos rejeitaram qualquer “aventura”.

“Pode ser que uma dessas dimensões (do governo) imagine uma coisa dessas, mas seria uma ingenuidade e uma falta de percepção e conhecimento imperdoáveis. Seria mais um general Assis Brasil com o dispositivo militar, garantindo ao Jango que não ia acontecer nada”, afirmou o ex-ministro do GSI, na véspera do 31 de março, dia em que o então presidente João Goulart foi deposto em 1964.

Assis Brasil era o chefe da Casa Militar de Jango. Ele manteria uma rede de apoios militares que defenderia o governo. Tal dispositivo não impediu a derrubada de Goulart, a quem os militares acusavam de tentar dar um golpe. Etchegoyen conhece essa história. Seu pai, o general Leo Etchegoyen, estava no Rio em 31 de março de 1964, ao lado do então coronel-aviador João Paulo Moreira Burnier. Ambos se uniram ao governador da Guanabara, Carlos Lacerda, um dos líderes civis da conspiração.

‘Aventura’

Para um tenente-brigadeiro, os militares pagaram um preço muito alto na “última aventura” (o golpe de 1964) e têm a “Argentina ao lado para saber o que é retaliação”. O brigadeiro afirmou que a geração formada nos anos 1980 é avessa a “aventuras”. Um general chamou a atenção para o fato de o Alto Comando, assim como os generais de divisão, terem a mesma visão contrária ao uso político da Força. Um dos que têm repetido que “não há a menor possibilidade de aventuras com a participação do atual Alto Comando” é Francisco de Brito, atualmente na reserva. Não só ele. O ex-ministro da secretaria de Governo Carlos Alberto Santos Cruz também repetiu na terça-feira, 30, que as Forças Armadas não entrarão em nenhuma “aventura”.

 Para o ex-ministro Etchegoyen, “em todas as rupturas que tivemos, houve apoio popular”. “Não se faz uma aventura desse jeito. Nós teríamos um repúdio internacional. O Brasil viraria um pária definitivo.” Para ele, há muitas pessoas que, de tempos em tempos, pegam um “lençolzinho verde-oliva para sair à rua, assustando as crianças”. “Esse governo tem faces distintas. Tem uma face de infraestrutura, executiva e competente, uma face política desastrosa e uma desconhecida, a guerrilha digital.”

No fim, Etchegoyen disse não ver ameaças da parte do presidente Jair Bolsonaro. “Isso vem muito mais de atos de outras frentes. O presidente tem sido impedido de governar em muitas coisas que são competência exclusiva dele. E são coisas que não começaram hoje.”

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Crueldade

 Com a aprovação da proposta da CLDF que proíbe a realização de tatuagens e colocação de piercings em animais com fins estéticos, o deputado Daniel Donizet (PL), autor do texto, chamou a atenção para a crueldade dessas práticas, que por incrível que pareça são observadas em muitos animais no DF.




Em dobro – O texto do parlamentar estabelece, para quem descumprir as regras, multa de cinco salários-mínimos por cada tatuagem ou piercing realizados, “sem prejuízo das demais sanções penais, cíveis e administrativas do estabelecimento e seus responsáveis legais”. Em caso de reincidência, os valores da multa serão aplicados em dobro.

https://jornaldebrasilia.com.br/

FOTO - BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Bolsonaro entrega jejum pelo Brasil

terça-feira, 30 de março de 2021


 

 https://donnysilva.com.br/

Leia Mais....

Bolsonaro troca seis ministros; confira todas as mudanças no governo

segunda-feira, 29 de março de 2021

 

As nomeações serão publicadas ainda nesta segunda-feira em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

 (crédito: EVARISTO SA)
(crédito: EVARISTO SA)

O presidente Jair Bolsonaro realizou uma reforma ministerial na Esplanada nesta segunda-feira (29/3). A dança das cadeiras envolve a troca de seis ministros, confirmada no fim da tarde pela Secretaria Especial de Comunicação Social. As nomeações serão publicadas em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Na Casa Civil da Presidência da República, sai o general Braga Netto e assume o general Luiz Eduardo Ramos; no Ministério da Justiça e Segurança Pública sai André Mendonça e assume o delegado da Polícia Federal Anderson Gustavo Torres; no Ministério da Defesa, sai o general Fernando Azevedo e entra o general Walter Souza Braga Netto; no Ministério das Relações Exteriores, deixa a pasta Ernesto Araújo e assume o embaixador Carlos Alberto Franco França (atual cerimonial da Presidência). Já na Secretaria de Governo da Presidência da República, no lugar de Ramos, assume a deputada federal Flávia Arruda -integrante do PL, comandado por Valdemar Costa Neto, um dos líderes do Centrão - e na Advocacia-Geral da União (AGU) retorna o ministro André Mendonça no posto deixado por Levi. 

A primeira mudança do dia ocorreu com o pedido de demissão do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo em meio à pressão e à ameaça de pedido de impeachment por parte de senadores.

Pouco tempo depois, Bolsonaro pediu o cargo ao ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva. De acordo com interlocutores do presidente, no domingo ele leu a entrevista do general Paulo Sérgio, chefe do Departamento-Geral de Pessoal do Exército, concedida ao Correio. No texto, o general destaca que a taxa de mortalidade por covid-19 do Exército é de apenas 0,13%, enquanto na população em geral é de 2,5%. O presidente se irritou com a entrevista que destacou medidas que impediram mortes por covid-19 no Exército.

O advogado-geral da União, ministro José Levi Mello do Amaral Júnior, também pediu exoneração do cargo em carta enviada ao presidente nesta tarde.

https://www.correiobraziliense.com.br/

Leia Mais....

Deputada Flávia Arruda é a nova ministra-chefe da Secretaria de Governo de Bolsonaro

 


Deputada federal pelo DF preside a Comissão Mista de Orçamento (CMO) e é integrante do Centrão

Por Redação 

A deputada federal Flávia Arruda (PL-DF) foi confirmada, nesta segunda-feira (29/3), como a nova ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República. A informação foi divulgada pela Secretaria de Comunicação do Palácio do Planalto.

Aprovado o orçamento de 2021 na semana passada, vem uma indicação no governo Bolsonaro. Ela foi escolhida para se tornar ministra-chefe da Secretaria de Governo da Presidência da República.

Ela foi indicada pelo centrão para o cargo que vinha sendo exercido pelo General Braga Netto, que agora assume o Ministério da Defesa.

A congressista ocupa hoje a presidência da Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional (CMO) e é tida como uma das principais aliadas do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Flávia substituirá no comando da pasta o ministro Braga Netto, que assumirá o Ministério da Defesa no lugar de Fernando Azevedo e Silva.

A reforma ministerial realizada nesta segunda é a mais ampla realizada pelo Palácio do Planalto desde o início do governo Bolsonaro, em janeiro de 2019.

Também nesta-segunda, o até então secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, aceitou o convite do presidente Bolsonaro e assumirá o Ministério da Justiça.

Com Metrópoles / Agenda Capital 

Leia Mais....

Ao completar 50 anos, Ceilândia alcança status de metrópole e de cidade mais populosa do DF

sábado, 27 de março de 2021

 


Ceilândia completa 50 anos neste sábado (27). Foto: Reprodução.

Cidade mais populosa do Distrito Federal que abriga a maior população nordestina, faz aniversário neste sábado (27).

Por Delmo Menezes

A cidade de Ceilândia criada em 27 de março de 1971, completa neste sábado 50 anos de existência. É como se estivesse fazendo “Bodas de Ouro”, ou seja, uma cidade mais madura e moderna que abriga grande parte de nordestinos que aqui chegaram. O nome é inspirado na sigla CEI (Campanha de Erradicação das Invasões). Em 25 de outubro de 1989, a Lei nº 11.921 estabeleceu oficialmente a nova região administrativa.

Com uma população estimada em mais de 400 mil habitantes, Ceilândia é considerada a região administrativa com maior influência nordestina no Distrito Federal. Tem uma economia forte, baseada principalmente no comércio e na indústria, e é considerada também um celeiro cultural e esportivo, por conta de sua riquíssima diversidade artística e pelos atletas da cidade que despontam no cenário nacional e mundial. A cidade se tornou rapidamente independente do Plano Piloto, com comércio, cultura e lideranças políticas próprias.

Símbolo da cultura nordestina no Distrito Federal, a Feira Central de Ceilândia é um daqueles lugares que você vai encontrar de tudo, principalmente boas histórias. A feira foi inaugurada oficialmente em 1984, mas ela começou mesmo em 1973, quando a feira funcionava em três pontos diferentes da cidade: no centro da cidade, na antiga Feira da Guariroba e na antiga Vila do Pedrosa.

A região administrativa surgiu em 1971, quando mais de 17 mil lotes foram demarcados em uma área ao norte de Taguatinga, para a transferência de moradores de invasões. Em 27 de março daquele ano, foi lançada a pedra fundamental da nova região, no local onde está a Caixa D’água. Hoje a cidade se consolida como moderna e conectada com o mundo.

Marcelo Piauí, administrador de Ceilândia.

De acordo com o administrador da cidade, Marcelo Piauí, Ceilândia cresceu muito nos últimos anos e junto com este crescimento vem os grandes desafios que é administrar uma metrópole. “Para mim é uma honra administrar a maior cidade do Distrito Federal. Quando o governador Ibaneis Rocha me fez o convite, eu aceitei como uma missão de poder juntamente com os milhares de nordestinos que aqui chegaram, melhorar a qualidade de vida dos Ceilandenses que ajudaram a construir Brasília. Como toda cidade grande temos problemas, mas ao mesmo tempo a vontade de fazer o melhor nos impulsiona a vencer todos os obstáculos. Nosso presente para Ceilândia é deixar uma cidade mais estruturada, cuidada, organizada e limpa”, ressalta Marcelo Piauí.

Devido a pandemia do coronavírus, neste ano não haverão eventos oficiais previstos para o aniversário da cidade. Entretanto, serão realizados vários eventos virtuais para celebrar o cinquentenário da cidade. Algumas emissoras de televisão farão uma série de reportagens que resgatam memórias de empreendedores, trabalhadores e artistas que abraçaram a região como o lugar para realizar os sonhos.

Ceilândia cresceu e se tornou uma grande metrópole.

Região mais populosa do DF

Após ser ocupada pela primeira vez, Ceilândia não parou de receber pessoas. Por abrigar tanta gente, a metrópole já chegou a alcançar o 43º lugar no ranking de cidade mais populosa do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Ceilândia é famosa por ser berço dos nordestinos na capital do país. Na cidade, alguns pontos turísticos carregam os traços desse povo, como a Casa do Cantador – que foi desenhada pelo arquiteto Oscar Niemeyer – e a Feira Central, que vende comidas típicas do Nordeste.

Outro ponto turístico da cidade é a Caixa D’água de 27 metros de altura. Ela chama a atenção de quem passa na avenida Hélio Prates, pois tem um formato diferente para um reservatório. Inaugurada em 1974 – no mesmo local onde foi lançada a pedra fundamental de Ceilândia – a caixa d’água continua funcionando sob responsabilidade da Caesb, com capacidade para 500 metros cúbicos de água.

Governador Ibaneis envia mensagem

Pelas redes sociais o governador Ibaneis Rocha enviou mensagem pela aniversário de Ceilândia. “Hoje Ceilândia completa 50 anos de fundação. Mesmo no momento tão difícil que estamos enfrentando, não dá para deixar passar esta data sem demonstrar o quanto Ceilândia é importante para cada um de nós”, disse o chefe do Executivo.

Elom é grafiteiro e filho de Ceilândia.

Grafiteiros da Ceilândia embelezam a cidade

O que antes era uma parede branca, agora possui desenhos coloridos de casas, árvores e letras. Noutro tempo, o cinza que era tomado pelo concreto, ostenta presentemente, formas geométricas e símbolos recheados de cores vivas. É pelo grafite que prédios públicos de Ceilândia estão ganhando uma nova decoração para a festa de aniversário de 50 anos da região administrativa, que será celebrada sábado (27).

Toda a concepção e pintura dos trabalhos artísticos são feitos pelo grafiteiro Elom, filho e morador de Ceilândia de 43 anos de idade, 22 deles dedicados à arte em espaços públicos. Com obras espalhadas por todo o DF, Elom viu nestes projetos a oportunidade de retribuir à cidade que ama e reside. Todos os trabalhos contêm referências à Ceilândia.

Um dos locais que recebeu nova decoração foi a pediatria do Hospital Regional de Ceilândia (HRC). As paredes, antes compostas apenas com clássico, abriga agora três painéis e todos remetem à infância.

Operação especial anticrimes

A operação Quinto Mandamento (Não Matarás) começou a ser realizada com mais policiais e agentes públicos em Ceilândia. A edição especial compõe a programação pelos 50 anos da região administrativa. Coordenada pela Secretaria de Segurança, a ação tem como foco a redução dos crimes contra a vida.

A operação vai até o domingo (28), tendo como principal foco o combate aos homicídios. Reunirá servidores públicos integrantes das polícias Militar e Civil, do Departamento de Trânsito (Detran-DF), do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), do DF Legal e do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF).

Mutirão de melhorias para comemorar os 50 anos de Ceilândia

Na semana em que é comemorado o aniversário de 50 anos de Ceilândia, a cidade recebe o mutirão de melhorias com a realização da operação Buraco Zero, limpeza de terrenos públicos, poda de árvores, desobstrução de bocas de lobo e recuperação de estradas rurais.

Equipes da Administração de Ceilândia, em parceria com a Novacap e o GDF Presente, atuaram em diversas frentes de trabalho. Foram utilizadas cerca de 12 toneladas de massa asfáltica em ruas e avenidas da região, além da retirada de mais de 86 toneladas de lixo e entulho da cidade.

O administrador de Ceilândia, Marcelo Piauí, explica que devido à situação delicada que a pandemia trouxe e, em respeito a todas as famílias que perderam algum ente querido, este ano não haverá uma programação especial aos 50 anos de Ceilândia, mas como uma forma de reconhecer a importância da maior cidade do DF, a iniciativa foi realizar um mutirão de melhorias.

A Casa do Cantador é um dos espaços mais visitados por turistas.

Casa do Cantador

Inaugurada em 9 de novembro de 1986, a Casa do Cantador é uma homenagem à comunidade nordestina que mora no Distrito Federal. A edificação moderna é de autoria do arquiteto Oscar Niemeyer.

Repentistas consagrados e jovens talentos da arte nordestina do improviso e da cantoria movimentam a Casa do Cantador, em Ceilândia. O local reúne artistas de Ceilândia e região, com apresentações teatrais, entre outras atividades. Já foi palco do Encontro dos Campeões do Repente.

Desde a inauguração, o local promove eventos, festivais e projetos educativos que estimulam a cultura do Nordeste. Mesmo com a referência característica, a Casa do Cantador tornou-se palco para outras manifestações culturais, como o rap e o hip-hop.

Como estamos em pandemia, o Jk Shopping lança a campanha “Ceilândia Eu Te Abraço”.

Ceilândia ‘Eu Te Abraço’ 

Para comemorar o aniversário e demonstrar todo o amor pela Ceilândia, o JK Shopping promove de forma virtual o evento “Ceilândia Eu Te Abraço”. Como o momento não pode ser comemorado com festividades presenciais, o JK não poderia deixar o cinquentenário da cidade passar em branco, afinal Ceilândia acolheu o empreendimento de braços abertos desde o início. 

O que não falta em Ceilândia são histórias! Para celebrar esse momento tão especial, o shopping vai reunir inúmeros relatos que vão emocionar a todos. No site do JK, um espaço já está disponível para receber os registros do que as pessoas gostam, suas histórias e tudo o que possa mostrar quem são os moradores da Ceilândia. Para participar basta acessar o link disponível no site do JK https://jkshoppingdf.com.br/euteabraco/ e enviar vídeos, fotos e textos que demonstrem sua história de amor por Ceilândia. 

Curiosidades sobre a Cidade

– A primeira família foi assentada na QNM 23, Conjunto P, lote 12, em Ceilândia Sul;

– A primeira vez que um ônibus fez a linha Ceilândia-Plano Piloto foi em 28 de março de 1971. A passagem custou R$ 0,60;

– O primeiro Ceilandense nasceu em 2 de abril de 1971 e recebeu o nome de Clébio Danton Melo Pontes. Ele se chamaria Ceilândio, mas um assistente social interferiu, e o pai do menino mudou de ideia;

– A primeira coleta de lixo foi feita pelos garis Sebastião José Lourenço, Armando Campos Sobral e Antônio da Silva Sobrinho, em 31 de março. O veículo tinha a placa 547;

– O projeto urbanístico da região é do arquiteto Ney Gabriel de Souza. São dois eixos cruzados em ângulo de 90 graus, formando a figura de um barril;

– A transferência das 20 primeiras famílias, que moravam em um assentamento no Iapi, ocorreu às 9h. Todo o processo durou nove meses.

AGENDA CAPITAL parabeniza Ceilândia pelos seus 50 anos e por tudo que representa para o Distrito Federal. Deseja que a cidade continue a crescer e se consolide como um dos melhores lugares do DF para empreender e morar.

Da Redação do Agenda Capital

Leia Mais....

Robson Cândido: “Até o final de abril, nós da força de segurança estaremos todos vacinados”

sexta-feira, 26 de março de 2021

 



À queima-roupa // Robson Cândido, Diretor-geral da Polícia Civil do DF

Por Ana Maria Campos

Quando começa a vacinação dos policiais civis?
Conforme anunciado pelo governador, a próxima prioridade são as forças de segurança e outra faixa de idade. Mas acreditamos que, com as próximas vacinas, mais tardar na próxima semana, estaremos iniciando a vacinação das forças de segurança: Polícia Civil, PM, bombeiro, o Detran, que está fazendo um trabalho exemplar, e o próprio DF Legal, os fiscais que estão também nas ruas. Tem também a Polícia Penal. Acredito que todos estaremos nessa prioridade.

Representa quantas pessoas?
Estamos calculando 17 mil pessoas. São 34 mil doses.

O governador Ibaneis Rocha, inaugurando uma escola, disse ontem (25/3) que a próxima prioridade são os professores. Eles serão imunizados junto com os servidores da segurança?
Pode ser que o governador decida assim. Nós vamos vacinar aos poucos. Na Policlínica da Polícia Civil, temos capacidade de vacinar de 800 a mil pessoas por dia, dependendo da nossa logística. A PM tem cerca de 9 mil homens. Então acredito que a gente consiga dividir as prioridades e vacinar todo mundo, num período curto.

Como vai ser a ordem? Tem alguma prioridade?
Estamos fazendo um cronograma para vacinar primeiro quem está na linha de frente, nos plantões, os servidores do IML que atendem muitas pessoas. Em seguida, vamos para as comorbidades e pela idade. Temos o Dr. Domith (de Paulo), diretor da Divisão de Transporte, nosso mais antigo servidor na ativa, que tem 70 anos. A nossa tropa é mediana. Imaginamos passar de 70 até 50 a 40 anos. Mas o servidor pode ter 25 anos, se estiver na linha de frente, terá prioridade. Os policiais que estão no balcão recebem várias pessoas, sem escolha.

Você acha que até o fim de abril todos os policiais civis estarão vacinados?
Com certeza. Até o final de abril, nós da força de segurança estaremos todos vacinados. Depende, também, de chegarem as vacinas no DF. Tivemos uma reunião com ele ontem (quarta-feira), com os sindicatos, e o governador anunciou que estaremos na lista de prioridades.

E os aposentados?
Estamos priorizando os policiais na ativa. Eles já estão sendo vacinados dentro do critério da idade. Os mais antigos já estão entrando nessa lista. A prioridade da vacina é para as forças de segurança da atividade-fim, que estão na ativa.

Como a pandemia atingiu a Polícia Civil?
Tivemos mais de 600 casos, correspondente a 15% do nosso efetivo. Perdemos três policiais.

E você, como ficou?
Estou totalmente recuperado. Estou trabalhando. Não parei nem um dia desde o início da pandemia. Só parei quando fiquei doente, quando estive internado, até me recuperar.

https://blogs.correiobraziliense.com.br/cbpoder

Leia Mais....

Bolsonaro diz que auxílio deve ser pago entre 4 e 5 de abril

Na nova rodada, o plano prevê quatro parcelas mensais de R$ 150 para famílias de uma pessoa só, R$ 250 para a média das famílias e R$ 375 para mulheres que são únicas provedoras da família


O presidente Jair Bolsonaro afirmou em live nesta quinta-feira (25/03) que  o pagamento do auxílio emergencial deverá começar nos dias 4 ou 5 de abril.

"O auxílio emergencial começa no início da semana que vem, dia 4 [domingo] ou 5. São mais quatro parcelas do auxílio emergencial, que já é o maior programa social do mundo, para atender exatamente aqueles que foram atingidos pela política do 'fique em casa', 'feche tudo'", afirmou Bolsonaro. 

"O governo federal manteve viva a economia no ano passado e, mais ainda, fez com que o país, assim como o mundo todo estava previsto ter um PIB negativo, com exceção da China, os demais países tiveram PIB negativo. E o Brasil foi o quarto que menos decresceu. Então, invariavelmente, fruto de várias políticas do governo voltada para o emprego", completou.

 Mais cedo, o chefe do Executivo também comentou sobre o auxílio emergencial. Ele alegou que apesar do valor baixo, o montante será de ajuda para quem realmente precisa.

Na nova rodada, o desenho prevê quatro parcelas mensais de R$ 150 para famílias de uma pessoa só, R$ 250 para a média das famílias e R$ 375 para mulheres que são únicas provedoras da família.

https://www.correiobraziliense.com.br/

Leia Mais....

Deficientes

quinta-feira, 25 de março de 2021

 O deputado distrital Iolando Almeida (PSC) protocolou na CLDF projeto de lei que inclui as pessoas com deficiência residentes no Distrito Federal no grupo prioritário de vacinação contra a covid-19. Caso a proposta seja aprovada, caberá à Secretaria de Saúde estabelecer diretrizes para operacionalização da vacinação deste público.


Reserva técnica – De acordo com Iolando, a meta é garantir a proteção de um grupo vulnerável que está exposto a comorbidades diversas. Segundo ele, iniciativa semelhante foi sancionada recentemente, no Piauí, sem afetar os grupos já definidos, uma vez que foi usado um percentual da chamada “reserva técnica dos lotes de vacinas”.

https://jornaldebrasilia.com.br/

FOTO - BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Policiais

 

Um dos representantes das forças de segurança na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), o deputado distrital Claudio Abrantes (PDT) tratou de várias demandas da Polícia Civil, ontem, durante reunião com o governador Ibaneis Rocha, secretários e diretores do GDF.

Inclusão – O encontro, de acordo com ele, trouxe a garantia da inclusão dos policiais civis da capital no Saúde-DF, plano de saúde do GDF, graças à assinatura do convênio entre a corporação e o Inas. Outro tema tratado foi o início da vacinação contra a covid-19 dos servidores da PCDF.

https://jornaldebrasilia.com.br/

FOTO - BLOG NOSSO GAMA



Leia Mais....

Após indicação de deputada, Conselheiros Tutelares serão vacinados contra a Covid-19

quarta-feira, 24 de março de 2021

 Com a vacinação sendo o principal e mais eficiente meio de combate a pandemia causada pela Covid-19, a necessidade de imunizar profissionais cujo trabalho presencial é indispensável, tem sido de extrema importância.

No início de março, a deputada distrital Jaqueline Silva (PTB) solicitou à Secretaria de Saúde, por meio de ofício, a inclusão dos Conselheiros Tutelares nos grupos prioritários para receber a vacina contra a Covid-19.

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (22/03), o secretário de Saúde, Osnei Okumoto, informou a inclusão dos conselheiros, acrescentando, também, os agentes funerários, assistentes sociais, integrantes das forças de segurança, auditores do DF Legal e funcionários do Instituto Médico Legal (IML) nas próximas fases da vacinação.

Defensora da garantia de direitos e benefícios para a categoria, Jaqueline Silva relata que tem recebido inúmeros pedidos de conselheiros que não podem parar ou aderir o isolamento ou distanciamento social, quando são acionados para, por exemplo, socorrerem crianças vítimas de violência doméstica ou abandono. “Não tem como virarmos as costas para esses profissionais que são de importantíssimos e já trabalham em condições críticas. Nós precisamos proporcionar segurança sanitária para essas pessoas, que têm colocado suas vidas em risco para amparar outras vidas”, argumentou.

*Lei sobre prioridade na vacinação*
Jaqueline Silva (PTB) também propôs a inclusão dos conselheiros tutelares no projeto de lei que delibera sobre a prioridade para o recebimento das vacinas que serão usadas para imunização da população do DF. A parlamentar apresentou uma emenda substitutiva ao PL 1.298/2020, que está em tramitação na CLDF, para assegurar o acesso à medida de prevenção à contaminação destes profissionais, que executam atendimento presencial a população, sendo expostos ao grande risco de contágio no atendimento a crianças, jovens e a população de baixa renda, que tem menos acesso a equipamentos de proteção individual.

Lívia Ribeiro, conselheira tutelar de Santa Maria Sul, conta que, apesar das restrições de isolamento social, eles nunca pararam de trabalhar. O horário foi reduzido, mas seguem trabalhando no modo de sobreaviso 24 horas por dia: “Fazemos visitas diárias na casa das famílias atendidas e não temos equipamentos de proteção sendo reposto todo mês, nos viramos como podemos. Por isso, temos sim que estar no grupo prioritário”.

https://donnysilva.com.br/

Leia Mais....

Donny Silva se filia ao PROS e disputará a CLDF


 

Após turbulências devido a conflitos internos, o  PROS está passando por uma grande reformulação. Atualmente com 11 deputados federais e 3 senadores, o partido quer triplicar esses números. Com novas diretrizes, o partido se organiza para a disputa eleitoral de 2022 em todo o país.

No Distrito Federal, o empresário Virgílio Neto assumiu a presidência do partido e já iniciou o trabalho de montar uma vitoriosa nominata para disputar cargos majoritários e proporcionais no próximo ano.

Donny Silva e Eurípedes Júnior. “Ter um jornalista combativo e defensor do Distrito Federal no partido é uma honra muito grande e queremos vê-lo atuando em breve na CLDF, por ser um homem justo, trabalhador, patriota, nascido e criado em Brasília, bem informado e preparado”, afirmou o presidente nacional do PROS.

E quem acaba de ingressar no partido é o jornalista e administrador Donny Silva, conhecido blogueiro investigativo que têm tirado o sono de maus gestores públicos desde 2009 através do site donnysilva.com.br.

Nesta segunda-feira (24/3), Donny Silva foi recebido pelo presidente regional do partido, Virgílio Neto, e teve sua ficha de filiação abonada pelo presidente nacional, Eurípedes Júnior em solenidade (sem público, devido à pandemia)  na sede do partido no Lago Sul.

O conhecido jornalista também atuará na comunicação do partido, com projetos de visibilidade para que a população conheça as bandeiras, propostas e bandeiras do partido.

Donny Silva será candidato a deputado distrital.

https://donnysilva.com.br/

Leia Mais....

Primeira rodada de pagamentos do auxílio emergencial será logo após a Páscoa

terça-feira, 23 de março de 2021

 

Titular da pasta da Cidadania, João Roma Neto afirma que o governo pretende pagar a primeira parcela no início do mês. Paulo Guedes chama a atenção para a necessidade de vacinar os "invisíveis", de modo que eles possam trabalhar quando o benefício se encerrar

 (crédito: ISAC NOBREGA)
(crédito: ISAC NOBREGA)

O governo federal deve liberar os primeiros pagamentos do novo auxílio emergencial em 15 dias, entre 5 e 6 de abril. E, se depender do ministro da Economia, Paulo Guedes, também vai aproveitar o período de pagamento do auxílio emergencial para avançar com a vacinação dos trabalhadores informais contra a covid-19 para, assim, permitir que esses brasileiros retomem as atividades de maneira segura quando o benefício chegar ao fim.

O novo auxílio emergencial será pago a cerca de 45,6 milhões de pessoas que estão sem renda devido ao agravamento da pandemia de covid-19. E, de acordo com o ministro da Cidadania, João Roma Neto, começará a cair na conta desses brasileiros logo nos primeiros dias úteis de abril. “O calendário do pagamento nós vamos divulgar até o início da próxima semana, mas já posso antecipar que o pagamento ocorrerá a partir do início do mês de abril. Aproximadamente entre 5 e 6 de abril, nós já buscamos viabilizar o início do pagamento do auxílio emergencial”, disse João Roma Neto, ontem, em entrevista à rádio Salvador FM.

Ainda de acordo com o ministro, todos que têm direito à ajuda do governo vão receber a primeira parcela emergencial em abril. Os beneficiários do Bolsa Família que têm direito ao auxílio, por exemplo, contarão com o recurso nas datas já estabelecidas pelo programa. Nesses casos, os pagamentos começam em 16 de abril e vão até o dia 30. O depósito ocorrerá novamente pelas contas digitais do Caixa Tem.

Vacinação

Ontem, Guedes afirmou que o governo também deve avançar com a vacinação contra a covid-19 dos trabalhadores informais nesse período. O ministro explicou que há um “desejo desesperado pelo trabalho” entre esses brasileiros, mesmo diante da volta do auxílio emergencial e do agravamento da pandemia de covid-19.

“As camadas mais frágeis, os 40 milhões de invisíveis, são os que querem trabalhar, pedem para voltar a trabalhar. Mesmo liberando o auxílio emergencial, que deve ajudá-los a pelo menos manter a sobrevivência nesse período, nós temos a obrigação de vaciná-los nos próximos três ou quatro meses, para que possam ter o retorno seguro ao trabalho”, afirmou Guedes.

,O ministro Roma Neto também admitiu que é difícil pedir para que a população mais pobre fique em casa neste momento. Ele reconheceu, ainda, que os valores do novo auxílio emergencial, que vão de R$ 150 a R$ 375, são insuficientes para garantir a subsistência desses brasileiros. Contudo, disse que esses foram os valores “viáveis” para o benefício neste ano.

“Óbvio que não são valores suficientes (...). Mas, para o brasileiro mais necessitado, que está sem poder sair de casa para buscar o sustento da sua família, é um valor que faz muita diferença”, afirmou.

O ministro da Cidadania lembrou que os pagamentos do auxílio emergencial somaram R$ 293 bilhões em 2020, mas estão limitados a um teto de R$ 44 bilhões neste ano. Ele ressaltou que o teto foi viabilizado pelo Congresso Nacional. Porém, o limite orçamentário atende a um pedido da equipe econômica.

Na avaliação de economistas, o auxílio emergencial é essencial para os brasileiros de baixa renda. Porém, não deve aquecer a economia na mesma proporção do ano passado, quando o comércio bateu recordes de venda. O mercado já projeta, inclusive, uma retração do Produto Interno Bruto do Brasil no primeiro trimestre e, possivelmente, no segundo trimestre deste ano, por conta da redução do auxílio emergencial e da segunda onda da pandemia.

A Confederação Nacional da Indústria (CNI), por exemplo, projeta que a atividade econômica só será retomada em maio, quando houver um controle maior da pandemia, que permita a flexibilização das medidas de isolamento social. Porém, diz que o setor de serviços e o mercado de trabalho devem demorar mais a reagir, já que dependem do avanço da vacinação para se recuperar. A CNI projeta, então, mais um ano difícil economicamente. Sem a vacinação em massa e com a perspectiva de lockdown, o país crescerá apenas 0,6% em 2021. Para a CNI, a economia e a indústria brasileira terão o crescimento comprometido pela segunda onda de covid-19 neste ano.

Recorde na arrecadação

A segunda onda da pandemia de covid-19 deve afetar a arrecadação do governo federal já a partir deste mês de março. A avaliação é do ministro da Economia, Paulo Guedes, que ontem apresentou dados recordes de arrecadação em janeiro e fevereiro deste ano, mas chamou atenção para o impacto econômico do agravamento da pandemia.

De acordo com a Receita Federal, a arrecadação de impostos, contribuições e receitas federais somou R$ 127,7 bilhões em fevereiro deste ano. O resultado é 4,3% maior que o registrado no mesmo período do ano passado. Foi puxado, sobretudo, pelo recolhimento extraordinário de R$ 5 bilhões de IRPJ/CSLL, que sugere um aumento da lucratividade das empresas brasileiras. Com isso, a arrecadação federal alcançou R$ 307,9 bilhões no primeiro bimestre deste ano.

“Trata-se do melhor desempenho arrecadatório da série histórica, desde 2000. São números recordes”, destacou o secretário da Receita Federal, José Tostes Neto.

Para Guedes, os dados mostram que “a economia estava em plena recuperação” quando foi atingida pela segunda onda da pandemia. O ministro admitiu, no entanto, que não será possível manter esse bom nível de arrecadação diante da segunda onda da pandemia.

“Até meados de março, manteve esse ritmo. Mas, com a nova pancada da pandemia, é evidente que devemos sofrer algum impacto, a partir da segunda quinzena de março e abril”, reforçou Guedes.

https://www.correiobraziliense.com.br/

Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot