• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Hospital da Criança se prepara para receber vacinas

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

 

Unidade solicitou a inclusão de seus colaboradores na primeira fase de distribuição das doses do imunizante


De modo a contribuir no processo de logística da distribuição e recebimento das vacinas contra a covid-19, o Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) enviou, na sexta-feira, um documento à Secretaria de Saúde do Distrito Federal solicitando a inclusão de seus colaboradores na primeira fase de distribuição das doses do imunizante. No pedido, a entidade diz já ter contabilizado 461 casos positivos desde o início da pandemia na capital.

Como uma das principais unidades pediátricas do DF, o HCB conta hoje com 1.497 funcionários, sendo 1.092 atuantes da área assistencial e 405 da área de apoio administrativo. Além desses, a unidade ainda contempla mais 81 estagiários e 53 médicos residentes. Incluindo os terceirizados, o número total de colaboradores vai para 2.073. No entanto, o superintendente da entidade, Renilson Rehem, destacou que, desses, 461 já foram contaminados pela covid-19 desde abril de 2020. Por esse motivo, o documento teria sido enviado à pasta. “O que solicitamos na nota, para facilitar a cobertura vacinal desse grupo, é que as doses sejam enviadas para o HCB e que o Hospital possa aplicá-las nos profissionais de saúde”, esclarece Renilson.

De acordo com o programa divulgado pela secretaria, os profissionais que atuam na área de saúde têm preferência na fila de recebimento das doses quando estas estiverem disponíveis na rede pública local.

Todavia, apesar de atender de forma gratuita, o HCB é considerado uma organização social com gestão própria que recebe repasses dos cofres do Governo do Distrito Federal. “Nesta semana, estamos com 15 funcionários afastados pelo vírus”, ressalta o superintendente.

No documento, Renilson salienta que, as medidas necessárias para a aplicação dos imunizantes serão tomadas pela própria organização. “Impende esclarecer que o próprio HCB vai adotar as providências necessárias para aplicar as vacinas em seu quadro de pessoal, estagiários, residentes e terceirizados”, escreveu o superintendente. O requerimento mostra também que, em relação ao total de funcionários afastados por motivos ligados à covid-19, o Hospital da Criança teve 1.193 funcionários afastados.

Conforme dados do próprio Hospital, o pior mês foi julho de 2020, quando foram constatados 152 profissionais contaminados. “A vacinação é um momento esperado e toda organização prévia para que ela possa ocorrer com o mínimo de intercorrências de qualquer ordem, inclusive o levantamento de informações detalhadas e atualizadas da condição epidemiológica da unidade de saúde é importante”, completou Rehem.

Desde o anúncio da pandemia, a unidade pediátrica tratou de preparar o próprio laboratório para realizar as testagens de seus pacientes e trabalhadores. Neste período, de 597 testes realizados, 134 pacientes testaram positivo para a doença. Se tratando dos acompanhantes, 129 positivaram, tendo sido realizados, ao total, 1.385 testes. “O início da vacinação não deve tardar, motivo pelo qual torna-se urgente a resposta, que esperamos positiva, a esta solicitação, para que possamos adotar todas as medidas necessárias”, solicitou o superintendente do Hospital.

Como será o Plano de Vacinação

Em nota, a Secretaria de Saúde confirmou que, a vacinação contra a covid-19, seguirá os grupos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS) e que constam no Plano Nacional de Vacinação e no plano do Governo do Distrito Federal.

De acordo com os Planos Operacionais, em um momento inicial, onde não existe ampla disponibilidade da vacina no mercado mundial, o objetivo principal da vacinação é contribuir para a redução de morbidade e mortalidade pela covid-19, sendo assim, necessário estabelecer grupos prioritários.

A primeira fase engloba trabalhadores da saúde, população idosa a partir dos 75 anos de idade e pessoas com 60 anos ou mais que vivem em instituições de longa permanência (como asilos e instituições psiquiátricas). A secretaria ressaltou ainda que, a manutenção do funcionamento e da força de trabalho dos serviços de saúde incluindo os trabalhadores da área entre os primeiros grupos consta como prioridade. Serão mobilizados 1,5 mil servidores em 169 salas de vacina espalhadas nas sete Regiões de Saúde.

Evitando o impacto

Devido à atual situação, o HCB elaborou uma série de estratégias para promover a segurança do paciente e dos funcionários durante o atendimento. “Entre elas, o atendimento ambulatorial remoto, a testagem permanente de pacientes, acompanhantes e funcionários, campanhas de comunicação interna, treinamentos e equipes dedicadas em áreas específicas para a internação de pacientes positivados para o coronavírus”, declara Renilson. Ele ainda acrescenta que, dentro da instituição, evitam-se situações de aglomeração como reuniões e atividades presenciais e realizam, diariamente, o monitoramento do impacto da doença em todo o ambiente. “Isso é realizado por meio de pesquisas, testagens e o acompanhamento dos profissionais positivados”, completou.

https://jornaldebrasilia.com.br/

 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot