• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Ao se reeleger presidente da CLDF, Prudente se cacifa para ser vice de Ibaneis em 2022

quinta-feira, 14 de janeiro de 2021

O jovem presidente da CLDF, Rafael Prudente, se torna um nome forte e viável para ser vice de Ibaneis Rocha em 2022

A reeleição do deputado distrital Rafael Prudente (MDB), reconduzido com quase unanimidade dos votos da Câmara Legislativa do Distrito Federal, está sendo tratada nos bastidores, neste início de ano, como um passaporte para compor como vice do governador Ibaneis Rocha (MDB) na disputa eleitoral de 2022.

Sendo fato concreto ou não, o que se ouve nas rodas políticas da cidade é que Prudente soube se cacifar para ser o “número dois” de Ibaneis em uma eventual reeleição do governador.

Atualmente o cargo é ocupado pelo vice-governador Paco Brito (Avante), que trabalha para a sua permanecia na eventual  futura chapa, mas tem consciência que o jogo é bruto.

Até antes da escolha da nova mesa diretora da CLDF, ocorrida no último de 15 de dezembro, além do nome de Paco Brito, que sonha com a renovação da chapa construída em 2018, outros nomes já estavam colocados à mesa.

A deputada federal Celina Leão(PP), atual secretária dos Esportes do governo Ibaneis, deixou a Câmara para o suplente Tadeu Filippelle (MDB),  para estar mais próxima do jogo político interno do Buriti.

No dia 12 de dezembro último, ela deixou o cargo de secretária do governo para participar da votação do Orçamento 2021 na Câmara dos Deputados e da presidência da Casa.

A leoa garantiu que voltará a comandar a pasta dos Esportes.

Para se cacifar como vice de Ibaneis, em 2022, Celina conta com o apoio do senador piauense e presidente do Partido Progressista, Ciro Nogueira.

Nogueira tem bom trânsito com o conterrâneo Ibaneis Rocha e sonha com o seu partido, o PP,  futuramente  no comando do Buriti. Celina seria a aposta.

Quem também está de olho e trabalhando diuturnamente para ocupar o cargo de vice de Ibaneis na próxima eleição é a deputada federal Flávia Arruda (PL), mulher do ex-governador José Roberto Arruda. Cada movimento é um flash.

Se a articulação não se concretizar, Flávia Arruda quer no mínimo o apoio de Ibaneis, para disputar a única vaga do DF  para o Senado da República. Uma chapa majoritária imbatível  para vencer a eleição contra qualquer adversário.

No caminho, a mulher de Arruda teria como adversária, para a mesma e única vaga,  a deputada bolsonarista Bia Kicis (PSL)  que não possui capilaridade política no DF e vive um dilema partidário.

No atual partido, a deputada virtual Bia Kicis não tem mais clima para continuar, isso é fato. Corre o risco de ficar sem legenda.

O presidente do PSL, Luciano Bivar, tem feito fortes acusações contra a deputada por supostas práticas de fake news.

Por isso, a parlamentar brasiliense tem intensificado a sua ida para o PTB de Roberto Jefferson, mas  sem a garantia de que teria a vaga para o Senado e saiba por quê:

A deputada Paula Belmonte (Cidadania)  também quer o marido dela,  Felipe Belmonte na disputa ao Senado ou ela própria.

Apoiador de Bolsonaro, o milionário advogado Felipe Belmonte  é vice-presidente do Aliança pelo Brasil e suplente do senador Izalci Lucas (PSDB).

Por falar em Izalci, dizem por aí que o casal Belmonte estaria rompido com o senador tucano.

É dado como certo, que até as eleições de 2022, o Aliança, partido criado por Bolsonaro,  não saia do papel por ter esbarrado na burocracia do TSE na homologação das assinaturas, além do grande número de assinaturas invalidas.

Por causa disso o casal Belmonte irá para onde Bolsonaro for. A preferência do presidente da República é a de  ingressar no PTB.  Neste caso, o plano de Bia, como candidata ao Senado, vai por água abaixo.

Voltando a cena da entrada de Rafael Prudente, na disputa pela vaga de vice-governador de Ibaneis Rocha, há quem diga que a composição de uma chapa “puro-sangue”, causaria prejuízo na perda de alguns minutos preciosos da propaganda eleitoral gratuita.

No entanto, os mesmo analistas dizem que, com o advento das redes sociais, o tempo de TV pouco importa para eleger um candidato, e completam:  “em 2018,  Jair Bolsonaro venceu as eleições com o mínimo tempo na TV”.

Alguns lembram ainda, que na disputa pelo Buriti, em 2006, quando as redes sociais não eram tão exploradas assim, a  chapa puro-sangue “Arruda x Paulo Octávio”, ambos do PFL na época, venceu fácil as eleições  em primeiro turno, com  mais de 50% dos votos válidos, derrotando as candidatas Maria de Lourdes Abadia, do PSDB, Arlete Sampaio, do PT, e outros candidatos.

O fato é, que o nome de Rafael Prudente, presidente do MDB local e presidente da Câmara legislativa do Distrito, está posto à mesa de intensas negociações políticas do DF.

Quem tiver a competência para virar o “número dois” de Ibaneis Rocha e vencer as eleições de 2022, terá mais chance de ocupar a cadeira número 1 do Buriti em 2026.

Prudente, Celina, Flávia e o próprio Paco sabem disso.

https://radardf.com.br/

 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot