• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Parlamentares lamentam mortes por Covid-19

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

 

Na sessão extraordinária remota da Câmara Legislativa do Distrito Federal desta terça-feira (11), diversos parlamentares lamentaram a morte de mais de cem mil pessoas no Brasil, vítimas da Covid-19. "É uma marca trágica", considerou o deputado Fábio Felix (PSOL). Para ele, o País não chegaria a esse número de óbitos se houvesse outra condução da crise sanitária.

"Não podemos deixar esses números se naturalizarem; temos percebido uma certa conformação com essa barbárie", alegou o deputado Leandro Grass (Rede), ao citar os 1.796 óbitos no DF. Segundo o parlamentar, ficarão para a história do País e de Brasília os nomes dos maus gestores: "O resultado da incompetência é morte e mais morte".

Por outro lado, o deputado Martins Machado (Republicanos) disse que "existe a morte física e a morte espiritual", ao protestar contra o fechamento de templos e igrejas em mais de trezentos municípios brasileiros. Machado repudiou a atitude dos prefeitos que não liberaram a abertura de igrejas e templos: "Eles estão matando a fé das pessoas". Em apoio ao posicionamento de Machado, a deputada Júlia Lucy (Novo) argumentou que as igrejas deveriam ter o mesmo tratamento concedido a outras atividades, a exemplo de bares e restaurantes, isto é, funcionamento permitido desde que se obedeça aos protocolos de afastamento. "Precisamos confiar na capacidade das pessoas de tomarem a decisão por si só", afirmou.

Vacina

Em outro ângulo, o deputado Delmasso (Republicanos) considerou que o anúncio feito hoje pelo governo russo de uma vacina contra o coronavírus é uma "boa notícia".  Assim como fez o governo do Paraná, o parlamentar sugeriu ao DF, por meio de ofício, um acordo de cooperação técnica para que o DF possa produzir essa vacina a fim de imunizar a população local. Contudo, para o deputado Chico Vigilante (PT), até que a vacina seja viabilizada, a única medida eficaz é o distanciamento social. Por esse motivo, ele argumentou contra a reabertura das escolas tanto públicas quanto privadas. Do mesmo modo, a deputada Arlete Sampaio (PT) reforçou que enquanto não houver controle da propagação da doença, as escolas não devem ser reabertas.

Nesse sentido, o deputado Jorge Vianna (Podemos) anunciou que amanhã a Comissão de Educação, Saúde e Cultura fará uma reunião pública às 10h com representantes das escolas particulares, dos professores, de pais e mães, para tratar sobre o tema. "O governo lavou as mãos, é nosso papel fazer a intermediação", disse. Vianna acrescentou ainda que se voluntariou para testar a vacina desenvolvida pela Universidade de Brasília em parceria com o Instituto Butantã.

Um minuto de silêncio

O plenário fez um minuto de silêncio em homenagem ao brigadista da CLDF, Washington Celso Aranha, que faleceu vítima da Covid-19 no último dia 8. Os deputados Leandro Grass e Fábio Felix se solidarizaram com os familiares do servidor.

Franci Moraes
Foto: Reprodução/TV Web CLDF
Núcleo de Jornalismo – Câmara Legislativa

 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot