• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Republicanos sinalizam intenção em trazer vacina da Covid-19 ao Brasil

domingo, 30 de agosto de 2020

 

Deputado Julio Cesar Ribeiro reuniu-se com o embaixador da Rússia, Sergey Akopov


O deputado federal Julio Cesar Ribeiro (Republicanos-DF) e o deputado distrital e vice-presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Rodrigo Delmasso (Republicanos-DF), estiveram nesta quinta-feira (27) com o Embaixador da Rússia, Sergey Akopov, para tratar sobre um acordo com o país para trazer ao Brasil a vacina contra o novo coronavírus (Covid-19).

“Estamos em um momento em que a população anseia por uma solução mais rápida para a imunização contra a doença. Tenho certeza que o nosso trabalho em breve resultará em uma solução compatível com o desejo do povo brasileiro”, destacou Julio Cesar.

O encontro teve o objetivo de iniciar as tratativas para o processo de assinatura do protocolo de intenções para que Brasília entre na lista de participação dos testes e na fabricação das vacinas.

“Brasília já está fazendo parte dos testes com a China, e a nossa ideia é ampliar”, afirmou Delmasso.

Também estiveram presentes, o secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto; o presidente e a vice-presidente do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (Iges-DF), respectivamente, Sergio Costa e Emanuela Ferraz.

Vacina russa

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou a vacina contra o novo coronavírus no último dia 11, seria a primeira do mundo. O chefe do Fundo Soberano da Rússia, Kirill Dmitriev, disse, na quarta-feira (26), que a fase 3 dos testes em humanos vai começar na próxima semana e 40 mil pessoas vão participar.

https://republicanos10.org.br/

Leia Mais....

Bolsonaro deve prorrogar auxílio por mais 4 meses, mas com valor de R$ 300

 O anúncio do Renda Brasil, programa social que substituirá o Bolsa Família e será a marca social do governo Bolsonaro, ficará para um segundo momento


O governo deve prorrogar o auxílio emergencial até dezembro deste ano, com quatro parcelas de R$ 300, valor defendido pelo presidente Jair Bolsonaro, segundo apurou o ‘Estadão’ com fontes das alas política e econômica do governo.

O anúncio do Renda Brasil, programa social que substituirá o Bolsa Família e será a marca social do governo Bolsonaro, ficará para um segundo momento para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, tenha mais tempo para encontrar espaço para acomodar o novo gasto dentro do teto, que limita o avanço das despesas à inflação.

O presidente quer um plano que não inclua a revisão ou a extinção de outros benefícios, como o abono salarial, uma espécie de 14º salário pago a trabalhadores com carteira com salário até R$ 2.090 e que custa cerca de R$ 20 bilhões ao ano. O abono é considerado ineficiente pela equipe econômica, mas a proposta foi rejeitada pelo presidente em reunião na terça-feira, 25. No dia seguinte, em viagem a Minas Gerais, Bolsonaro avisou que não vai “tirar de pobres para dar a paupérrimos”.

Na primeira referência pública de Guedes às críticas do presidente, o ministro – que chegou a ser alvo de rumores de que pediria demissão – disse que tomou um “carrinho” de Bolsonaro nesta semana. “Ainda bem que foi fora da área, senão era pênalti”, brincou Guedes em uma live organizada pelo setor do aço. Ontem, o ministro e Bolsonaro se encontraram fora da agenda oficial dos dois.

Técnicos discutiam ontem uma revisão no seguro-defeso, pago a pescadores artesanais no período de reprodução dos peixes, quando a pesca é proibida. Para acabar ou restringir o programa, que tem um custo de R$ 2,5 bilhões por ano e é sempre criticado por ter alto índice de fraudes, é preciso aprovar um projeto de lei – o que exige menos apoio do que os três quintos necessários para mudar a Constituição e mexer no abono. No entanto, governos anteriores também fracassaram nas tentativas de modificar o seguro-defeso.

Pouso suave

Enquanto não aponta a fonte do novo programa, a ideia do governo é que a extensão do auxílio seja uma transição para um “pouso suave” no novo Renda Brasil. Os técnicos da área econômica continuam debruçados sobre as alternativas para liberar espaço no Orçamento para o Renda Brasil e não desistiram nem mesmo de tentar convencer o presidente a propor alguma mudança no alcance do abono salarial atual. A ideia é tentar emplacar a mesma alteração proposta na reforma da Previdência, que restringia o abono a quem ganha até um salário mínimo (R$ 1.045). A medida também foi rejeitada pelo Congresso.

Ontem, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que quem dá o “timing” sobre temas como a prorrogação do auxílio emergencial e a criação do Renda Brasil é a política. Segundo ele, a equipe econômica tem simulações prontas sobre os gastos que os benefícios vão acarretar.

“Eu sempre repito que o timing quem dá é a política. Nós temos as simulações todas preparadas, agora o timing, o nível de auxílio emergencial, de Renda Brasil, tudo isso são decisões políticas”, afirmou Guedes na portaria do ministério. Ele foi questionado se o Renda Brasil começaria a ser pago já no início do ano que vem. “Talvez antes, talvez no começo do ano que vem”, respondeu.

Sobre o auxílio emergencial, o ministro disse que “a gente sabe que R$ 600 é muito e R$ 200 é pouco”. “Estamos tentando acertar os números. Mas está tudo claro, tudo tranquilo.”

O auxílio emergencial foi criado originalmente para durar três meses (tendo como base os meses de abril, maio e junho). Depois, o governo prorrogou por duas parcelas (julho e agosto) por meio de decreto. O valor de R$ 600 foi mantido em todo esse período. Para mexer no valor, será preciso editar uma Medida Provisória (MP), que tem vigência imediata.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Nova sede

quinta-feira, 27 de agosto de 2020

 



O deputado Cláudio Abrantes (PDT) está animado com a construção da nova sede da Polícia Militar em Planaltina, que teve o aviso de licitação para as obras publicado terça-feira (25) no Diário Oficial do Distrito Federal.

Pedido – “Esta é mais uma conquista da população, pois o reforço da segurança passa pela modernização das instalações, com condições dignas de acomodação aos combatentes”, afirmou. A modernização do batalhão foi um pedido de Abrantes ao governador.

Novidades – A expectativa do deputado é que a sede venha a permitir a implantação de modernos sistemas de coibição da criminalidade, o que agilizará os atendimentos à população. De acordo com o DODF, o valor da licitação é de R$ 6,5 milhões.

https://jornaldebrasilia.com.br/

FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Aprendizagem

 



O deputado Eduardo Pedrosa (PTC) comemorou a sanção, ontem, pelo governador Ibaneis Rocha, da Lei 6650/20, de sua autoria, que garante a realização de testes de avaliação de distúrbios de aprendizagem, visão e audição nos alunos da rede pública de ensino.

“Comuns” – “Estudos diversos demonstram que déficits de alunos decorrentes de problemas de visão e audição são bem mais comuns do que imaginamos. Com os exames, pais e professores terão melhores condições de acompanhar e avaliar o aprendizado dos alunos e reduzir a evasão escolar” afirmou o parlamentar.

https://jornaldebrasilia.com.br/

FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Alimentação: distrital busca apoio para derrubada de veto do governador

 “Com cerca de mil empresas fechadas e ruptura de contratos, a fome é uma triste realidade no DF,” diz Fernando Fernandes


O deputado distrital Fernando Fernandes (Pros) anunciou esta semana que coloca todas as suas emendas parlamentares do orçamento à disposição do projeto de lei de sua autoria que prevê alimentação gratuita para os beneficiários do auxílio emergencial.

Custeio – O texto, aprovado pela CLDF, foi vetado pelo governador. “Peço o apoio dos parlamentares para derrubar esse veto e deixo todos os valores das emendas a mim destinadas reservados para o custeio do projeto”, afirmou.

Impactos – “Com cerca de mil empresas fechadas e ruptura de contratos, a fome é uma triste realidade no DF. Mesmo com o empenho do governo em minimizar os impactos da pandemia, a falta de recursos tem impedido o direito à alimentação adequada”, disse ele.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Dispensa

quarta-feira, 26 de agosto de 2020

 O deputado distrital Robério Negreiros (PSD) sugeriu esta semana ao governador Ibaneis Rocha a dispensa da cobrança de tarifa para abertura de novas empresas no DF. A ideia toma como modelo, segundo ele, iniciativa do governo de São Paulo, que suspendeu tais taxas por 60 dias como medida para estimular o empreendedorismo.


Estímulo – Para Robério, é preciso que sejam implantadas alternativas semelhantes em Brasília e Regiões Administrativas. “Precisamos estimular a atividade econômica e a geração de emprego e renda para reduzir os impactos negativos da economia entre a população, decorrentes da pandemia do novo coronavírus”, afirmou.

Jornal de Brasília

FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Bolsonaro diz que deve decidir valor do auxílio emergencial até sexta-feira

terça-feira, 25 de agosto de 2020
" É obrigação nossa ajudar o Brasil a sair da crise que ainda temos e venhamos então voltar à normalidade", disse

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, na noite desta terça-feira (25/8), que poderá decidir o novo valor do auxílio emergencial até sexta-feira (28/8). O presidente já havia informado que prorrogaria o pagamento das parcelas do auxílio emergencial até dezembro. No entanto, Bolsonaro ainda não bateu o martelo sobre a quantia praticada, que deverá ficar entre R$ 250 e R$ 400.

O mandatário citou ainda uma reunião com a equipe econômica na tarde de hoje. Ele defendeu que a "economia tem que pegar" até o fim do ano.

“Pretendemos prorrogar até o fim do ano, não com este valor que está aí, que pode até ser pouco para quem recebe, mas é muito para quem paga. Quem paga somos todos nós. E não é dinheiro que o governo tem. Isso vem de endividamento. Então, estamos negociando. Hoje teve mais uma reunião com equipe econômica. Demos mais um passo no tocante a isso daí. Acreditamos que teremos mais um endividamento, não na ordem de R$ 50 bilhões por mês, como é este auxílio emergencial no momento, de R$ 600, mas diminuir um pouco este valor para ver se a economia pega. Nós temos que pegar. A economia tem que pegar”, declarou durante a abertura do 32° Congresso Nacional da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Bolsonaro completou que ainda não se chegou a um consenso sobre o valor. “Outras coisas foram discutidas, logicamente não batemos o martelo ainda. A gente espera que até sexta-feira esteja quase tudo definido para darmos mais uma ajuda, não é favor não, é uma obrigação nossa. É obrigação nossa ajudar o Brasil a sair da crise que ainda temos e venhamos então voltar à normalidade”, concluiu.

O governo pretendia anunciar ainda hoje, juntamente com o pacote do programa Pró- Brasil, os novos valores do auxílio. Porém, como os valores não foram fechados, o pacote foi adiado a pedido do presidente.

No último dia 19, Bolsonaro afirmou que o valor seria menor do que os R$ 600 já pagos. Na data, o chefe do Executivo justificou que o atual valor do auxílio custa aos cofres públicos mais de R$ 50 bilhões mensais. Em referência ao ministro Paulo Guedes, o presidente apontou que “alguém na equipe econômica” sugeriu R$ 200, quantia que Bolsonaro considera pouco, apesar de ter elencado o mesmo valor quando a medida foi aventada. Bolsonaro completou dizendo que é possível chegar a um “meio termo”.

“Então R$ 600 é muito, o Paulo Guedes fa…, alguém da economia falou em R$ 200, eu acho que é pouco. Mas dá pra chegar em um meio termo e nós buscarmos que seja prorrogado por mais alguns meses, talvez até o final do ano de modo que consigamos sair dessa situação e fazendo com que os empregos e formais e informais voltem à normalidade e nós possamos então continuar naquele ritmo ascendente que terminamos e começamos o início desse ano, que a economia realmente estava apontando para os melhores do mundo para o Brasil depois de algumas décadas de patinação”, declarou.

https://www.correiobraziliense.com.br/

Leia Mais....

Secretário de Saúde do DF é preso em operação do Gaeco por fraude na compra de testes de covid

 Francisco Araújo, secretário de saúde fala sobre covid-19

CRÉDITO: ED ALVES/CB/D.A. PRESS. BRASIL.


CB.Poder

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Procuradoria-geral de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) deflagraram nesta manhã (25/08) a segunda fase da Operação Falso Negativo.

Trata-se de uma ação envolvendo vários estados, em parceria com Ministérios Públicos de outras unidades da federação para apurar fraude na compra de testes para covid-19.

 

No DF, há vários alvos na área da saúde. O secretário de Saúde, Francisco Araújo, acaba de ser preso. A operação está na rua com outros alvos.

 

Também tiveram a prisão preventiva decretada:

Ricardo Tavares Mendes – ex-secretário adjunto de Assistência à Saúde

Eduardo Hage Carmo – Subsecretário de Vigilância à Saúde

Eduardo Seara Machado Pojo do Rego – Secretário-adjunto de Gestão em Saúde

Ramon Santana Lopes Azevedo – Assessor especial da Secretaria de Saúde

Jorge Antônio Chamon Júnior – Diretor do Laboratório Central do DF (Lacen)

 

Lavagem de dinheiro 

O MPDFT está cumprindo sete mandados de prisão e 44 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em mais oito Estados (Goiás, São Paulo, Rio de Janeiro, Bahia, Santa Catarina, Mato Grosso, Espírito Santo e Rio Grande do Sul).

 

As ordens judiciais foram expedidas pelo desembargador Humberto Ulhôa, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) e são resultado de investigação exclusiva do MPDFT, que apura suspeitas de crimes cometidos por servidores do alto escalão da Secretaria de Saúde do DF.

Entre os crimes estão: fraude à licitação, lavagem de dinheiro, crime contra a ordem econômica (cartel), organização criminosa, corrupção ativa e passiva. Essas práticas criminosas teriam sido praticadas no curso de dispensas de licitação destinadas à compra de testes para detecção da covid-19.

 

Prejuízo de R$ 18 milhões 

As investigações apontam que o superfaturamento na aquisição dos insumos soma prejuízo superior a R$ 18 milhões aos cofres da saúde do DF.

Além disso, segundo o Ministério Público do Distrito Federal, há fortes evidências de que as marcas dos produtos adquiridos seriam imprestáveis para a detecção eficiente da Covid-19 ou seriam de baixa qualidade nessa detecção.

A operação conta com o apoio dos seguintes órgãos:

– CENTRO DE PRODUÇÃO ANÁLISE, DIFUSÃO E SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO (CI/MPDFT);

– COORDENADORIA DE SEGURANÇA E INTELIGÊNCIA DO MP/RJ;

– GRUPO DE ATRIBUIÇÃO ORIGINÁRIA CRIMINAL DA PROCURADORIA-GERAL DE JUSTIÇA – GAOCRIM MP/RJ;

– GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DE SÃO PAULO – MP/SP;

– GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DO ESPÍRITO SANTO – MP/ES;

– GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DA BAHIA – MP/BA;

– GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DE GOIÂNIA – MP/GO;

– GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DE SANTA CATARINA – MP/SC;

– GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DO MATO GROSSO – MP/MT;

– GRUPO DE ATUAÇÃO ESPECIAL DE COMBATE AO CRIME ORGANIZADO DO RIO GRANDE DO SUL – MP/RS.

Primeira fase

A primeira fase da “Falso Negativo” ocorreu em julho e cumpriu 74 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal e em sete estados da União (SP, ES, RJ, BA, GO, SC, PR).

 

Os mandados foram deferidos pela Justiça Criminal de Brasília e decorrem de uma investigação iniciada no Gaeco/MPDFT.

 

O MPDFT salienta que o Gaeco não fez apreensão de testes para detecção da Covid-19. Todo trabalho realizado até o momento está restrito à esfera de atuação do Ministério Público, no sentido de assegurar a correta utilização dos recursos públicos, sendo que não é atribuição da Instituição tomar decisões acerca do uso ou compra dos testes rápidos.

Leia Mais....

“Temos garantido o retorno das práticas esportivas com segurança”, diz secretária de Esportes do DF

 Celina Leão secretária de Esportes do DF

MARIANE SILVA/ESP. CB/D.A PRESS


Eixo CapitalEntrevistas
À QUEIMA-ROUPA

Deputada Celina Leão (PP-DF), secretária de Esportes do DF

Que medidas estão sendo tomadas para garantir a segurança no esporte?
As medidas que podem ser tomadas para garantir a segurança no esporte são várias. Cada modalidade tem um protocolo diferente, Então, temos que seguir os protocolos de cada atividade, conforme têm sido liberados. Temos garantido o retorno das práticas esportivas com segurança.

Dá para praticar esportes coletivos em meio à pandemia?
Não só dá, como a gente deve praticar esportes. É o que vai garantir a nossa saúde e imunidade para que a gente possa enfrentar esse momento tão difícil na vida de todos nós. A gente inclusive tem incentivado as pessoas que nunca fizeram esportes a praticar, seja nos nossos parques ou nas nossas praças que estamos formando também. Queremos que as pessoas busquem uma atividade esportiva.

No futebol, times quase inteiros estão contaminados. Você é favorável à suspensão do campeonato brasileiro?
A questão da contaminação nos times de futebol é uma pauta muito delicada. Eu não posso falar de fora se está havendo fiscalização ou não. Mas acho que quando a gente tem uma fiscalização mais acirrada, um acompanhamento mais presente, como foi aqui no Governo do Distrito Federal — a gente está muito presente, acompanhando, fiscalizando — o risco de termos um problema no campeonato brasileiro é menor. Sou favorável à retomada de todos os eventos esportivos, sem público e com protocolo.

Você assumiu o cargo de secretária de Esportes num momento crítico. O que já foi possível fazer em dois meses?
Acho que o grande desafio que aceitei ao assumir a Secretaria de Esportes nesse momento foi esse: retomar as atividades esportivas. E nós fizemos muita coisa em dois meses: reabrimos todos os parque do Distrito Federal, ampliamos os espaços coletivos, como a W3 que a gente abriu como rua do lazer, reabrimos o Eixão, temos uma rua do lazer em cada cidade. Vamos cumprir um cronograma para que todas as cidades tenham uma rua de lazer, reabrimos as academias com um protocolo rígido de segurança, reabrimos o Futebol Candango, sempre com protocolo de segurança e vamos lançar vários programas de esporte. Conseguimos um patrocínio grande para o futebol no DF, futebol masculino, feminino, amador e profissional, conseguimos também um patrocínio do BRB para um chamamento para que professores de edição física deem aulas nos espaços públicos. Isso é só o começo do que queremos fazer. Reformamos varios espaços desportivos e começamos também a reforma do Parque da Cidade. E tem muita coisa boa ainda para acontecer.

A covid provocará impacto grande no esporte, a começar pelas Olimpíadas que foram adiadas. Qual é a consequência da pandemia na atividade esportiva?
Foi muito grave. Todo mundo parou e a gente está retomando tudo com muita cautela, com muita segurança, mas a sensação que eu tenho é que as pessoas que já gostavam do esporte querem ter mais atividade física e quem gostava de acompanhar continua querendo acompanhar, mesmo que seja assistindo ao seu time favorito, seu esporte favorito. Foi um setor muito impactado, mas vai reacender com força total.

Temos visto que muita gente passou a praticar corridas e ciclismo como válvula de escape da pandemia. Como prevenir acidentes nas vias do DF?
As corridas e o ciclismo são uma prática muito comum no DF. Nossa cidade é um celeiro de atletas. O que temos feito é mapeado essas ciclovias. A gente vai reformar, mapear e sinalizar para criar mais ambientes para que as pessoas possam executar essas atividades. Acredito que assim poderemos reduzir o risco.

Pretende ficar até o fim do governo?
Meu compromisso com o governador Ibaneis foi adotar um planejamento de esporte, deixar pronto para executar e voltar para a Camara Federal. Isso tudo vai depender da nossa conversa, da execução de tudo que estamos fazendo e da percepção das pessoas que confiaram na nossa eleição.

Quais são seus planos?
Os planos são de disputar a reeleição para deputada federal. Estamos trabalhando para isso. Estou na presidência do PP e a gente quer eleger dois deputados federais e no mínimo três distritais. Essa hoje é a nossa meta e do nosso partido no DF.

Leia Mais....

Gratuidade

 

Enquanto durar a pandemia, operadoras de telefonia e internet móvel poderão ser obrigadas a disponibilizar, gratuitamente, o acesso a sites de comunicação, redes sociais e streaming (vídeos), sem contabilização no pacote de dados dos clientes. Isto, caso seja aprovado texto que tramita na CLDF neste sentido.

Isolamento – De acordo com o autor da proposta, o deputado distrital Martins Machado (Republicanos), a iniciativa, que é provisória, consiste numa forma de amenizar o isolamento das pessoas durante a quarentena. “É para que ninguém seja cobrado caso extrapole o pacote anteriormente contratado neste período”, afirmou.

Fonte:Jornal de Brasília

FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

A vista

 Deve ser votado em segundo turno esta semana, na CLDF, o projeto que obriga os estabelecimentos comerciais a posicionar o monitor das caixas registradoras de forma visível ao consumidor, de autoria do deputado distrital Agaciel Maia (PL).

Acompanhamento – A matéria, caso aprovada, passará a exigir que esses locais disponibilizem meios para que os clientes possam acompanhar o registro de cada produto na caixa registradora, sobre os diferentes produtos registrados, o que nem sempre acontece atualmente.

Fonte:Jornal de Brasília

FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Força Conjunta flagra dezenas de motoristas embriagados no Gama

sábado, 22 de agosto de 2020

 Polícia Militar do DF (PMDF) com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento de Trânsito (Detran) e Departamento de Estradas de Rodagem (DER) resultou em 160 flagrantes

A operação conjunta da Polícia Militar com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento de Trânsito (Detran) e Departamento de Estradas de Rodagem (DER) resultou no flagrante de 160 motoristas que dirigiam embriagados no Gama, na noite de sexta-feira (21). Foram montados oito pontos de bloqueio em todas as saídas da cidade.

Os policiais e agentes multaram 57 motoristas que dirigiam mesmo sendo inabilitados. Durante a operação, 47 veículos foram removidos ao depósito por estarem irregulares.

A proposta da operação batizada de Força Conjunta é manter a segurança do trânsito e prevenir acidentes. Segundo a coordenação, ela ocorrerá com regularidade em outros pontos do Distrito Federal.

Segundo o comandante do Policiamento de Trânsito (CPTran), coronel Edvã de Oliveira, a união das forças de segurança é um marco e dará segurança ao trânsito do Distrito Federal. “Nosso objetivo é coibir a combinação perigosa de álcool e volante”, explica.

O diretor de fiscalização do Detran, Lúcio, acrescenta que o trabalho conjunto dá tranquilidade à população do Distrito Federal. “Com as forças trabalhando coordenadas e integradas, podemos deixar o trânsito de Brasília muito mais seguro”.

De acordo com o coordenador da PRF, Schumann, o Gama foi escolhido para ser o pioneiro no combate conjunto às infrações de trânsito devido à proximidade com as cidades goianas do Entorno. “Todos os órgãos estão imbuídos na segurança da capital federal e do Entorno”.

Os coordenadores da operação montaram um centro de operações para monitorar toda a cidade. O centro deu suporte aos pontos de bloqueio e às viaturas que faziam o patrulhamento do Gama. O Batalhão de Cães também empregou os animais farejadores em busca drogas.

A medida deu mais segurança aos moradores da cidade, salvou vidas e impediu a realização de crimes, como resumiu o diretor de fiscalização do DER, Sinomar Ribeiro. “Conseguimos o objetivo de manter a segurança viária e evitar acidentes”.

O aparato policial montado chamou a atenção das pessoas. Muitos moradores agradeceram a presença das forças de segurança.

 

 

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Bancada do DF no Congresso fica dividida sobre veto a reajuste salarial

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

 Congresso Nacional

CRÉDITO: MINERVINO JUNIOR/CB/D.A PRESS


Publicado em CB.Poder
Coluna Eixo Capital/Por Ana Maria Campos

Os três senadores do DF, Izalci Lucas (PSDB), Leila Barros (PSB) e José Antônio Reguffe (Podemos), votaram contra o veto do presidente Jair Bolsonaro à possibilidade de reajuste salarial no projeto que estabeleceu cortes de gastos. Foram favoráveis à excepcionalidade para categorias que estão na linha de frente do combate à covid-19.

Justo. Justíssimo. Não se trata de defender privilégios do funcionalismo público frente à crise na iniciativa privada provocada pela pandemia do novo coronavírus. O Senado apenas permitiu que aumentos, caso haja consenso entre Executivo e Legislativo, não fiquem vetados. Quem está se expondo nessa crise? Principalmente servidores da saúde, da segurança e da educação.

A Câmara dos Deputados, no entanto, pressionada pela área econômica do governo Bolsonaro, especialmente o ministro da Economia, Paulo Guedes, manteve o veto. Na bancada do DF, a resistência à derrubada do veto foi liderada pela deputada Bia Kicis (PSL-DF).

5 X 2 na Câmara

Na bancada na Câmara, o placar foi 5 x 2 contra a proibição de reajuste salarial para servidores públicos que estão na linha de frente do novo coronavírus. Os deputados Érika Kokay (PT-DF) e Professor Israel Batista (PV-DF) votaram contra o veto do presidente Jair Bolsonaro, ou seja, a favor dos servidores. Os deputados Paula Belmonte (Cidadania-DF), Luis Miranda (DEM-DF), Tadeu Filippelli (MDB-DF), Bia Kicis (PSL-DF) e Júlio César Ribeiro (Republicanos-DF) disseram ‘sim’ ao veto dos reajustes. A deputada Flávia Arruda (PL-DF) estava ausente.

Mudança de planos

Eleito pelo PRP como discípulo de Bolsonaro, o deputado distrital Daniel Donizet migrou para o PSDB. Agora, fez outra mudança. Assinou filiação no PL, presidido no DF pela deputada Flávia Arruda. “ Vem para fortalecer o partido, saindo numa boa do PSDB”. É o segundo distrital da legenda, o que garante mais um voto na Câmara Legislativa. O partido tem, também, Agaciel Maia.

Ataque nas redes

Não só os ministros do STF são vítimas de fake news. A tentativa de destruir a Fundação Getúlio Vargas não tem limites. A instituição foi vítima de ataque nas redes disseminando informações falsas, entre elas a mudança da sede para Buenos Aires e a troca de nome.

Vai com Deus!

Solidariedade à família do sociólogo Fernando Jorge Caldas Pereira, que morreu quarta-feira vítima de covid-19. Vai se reencontrar com dois de seus grandes amigos que já partiram, o jornalista José Negreiros e o advogado Luis Carlos Sigmaringa Seixas.

Triste

Brasília perdeu, também, o jornalista Marcelo Ramos, radialista que acompanha os governadores do DF há décadas. Muita história do Palácio do Buriti se foi. Mais uma vítima da covid-19.

Leia Mais....

Anti-cios’

 Presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Animais na CLDF, o deputado distrital Daniel Donizet (PSDB/foto) quer proibir a comercialização e aplicação de remédios considerados “anti-cios”, que funcionam como uma espécie de pílula anticoncepcional para fêmeas.

Uso livre – Ele protocolou na Casa um projeto que enquadra donos de estabelecimentos e profissionais que aplicarem ou venderem tais medicamentos no crime de maus-tratos. Afirmou que, segundo veterinários, o uso desses hormônios pode causar doenças graves. “Hoje em dia, esses medicamentos são vendidos livremente”, destacou.

Fonte:Jornal de Brasília /FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

ELEVADORES

 O deputado distrital Robério Negreiros (PSD) protocolou esta semana projeto de lei que proíbe o uso de elevadores públicos ou privados por criança ou pessoa com deficiência intelectual ou mental desacompanhadas de maior de 18 anos.

Mecanismos – Ele contou que tomou como base o caso do menino Miguel Santana, morto ao cair do 9º andar de um prédio no Recife (PE), depois de subir sozinho no elevador. “Precisamos criar mecanismos para evitar que casos lamentáveis se repitam”, afirmou.

Fonte:Jornal de Brasília

FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Viaduto

 O deputado distrital Hermeto (MDB) destinou R$ 1 milhão em emendas a que tem direito no orçamento para a construção de um viaduto que substituirá o balão de acesso ao Riacho Fundo I, na EPNB. A via também leva às RAs de Riacho Fundo II, Samambaia e Recando das Emas.

Lâmpadas LED – Segundo Hermeto, cerca de 40 mil veículos transitam pelo trecho todos os dias. Além do viaduto, outros R$ 300 mil foram destinados por ele para a troca de lâmpadas comuns por LED, na via que passa em frente ao Corpo de Bombeiros da referida Região Administrativa.

Fonte:Jornal de Brasília

FOTO:BLOG NOSSO GAMA

Leia Mais....

Agaciel Maia lamenta morte do jornalista Marcelo Ramos , O “Repórter do Povão”

quinta-feira, 20 de agosto de 2020


O deputado Agaciel Maia  ( PL/DF) lamentou a morte do jornalista  Marcelo Ramos, ocorrida nesta quinta-feira (20/08).

'Ele era um ótimo profissional e um grande ser humano. Deixo meus sentimentos à família, amigos e a toda imprensa do Distrito Federal por essa perda. Que Deus o tenha”, lamentou Agaciel Maia.

“Marcelo Ramos deixa uma grande lacuna no jornalismo do Distrito Federal ”, disse o deputado.

Leia Mais....

Morre aos 67 anos Marcelo Ramos, o “Repórter do Povão”

Ramos faleceu em decorrência de complicações causadas pela covid-19. A morte foi confirmada por volta das 19h30 por um irmão do jornalista

O jornalismo candango perdeu um de seus patrimônios na noite desta quinta-feira (20). Internado desde a quarta-feira (19), o radialista Marcelo Ramos faleceu em decorrência de complicações causadas pela covid-19. A morte foi confirmada por volta das 19h30 por um irmão do jornalista. Aos 67 anos, o “Repórter do Povão” deixa esposa, cinco filhos e cinco netos, além de diversos colegas, aprendizes e amigos nos mais variados meios de comunicação da capital.

O amor pelo rádio começou ainda na década de 1970, em Divinópolis (MG). Foi em Brasília, porém, que o radialista marcou época. Setorista do Palácio do Buriti, cobriu todas as posses de prefeitos e governadores de Brasília até o momento. Transmitia direto da sede do Executivo distrital, onde ganhou até uma sala exclusiva para suas transmissões. É tido por muitos repórteres como uma espécie de pai na profissão, graças aos braços e sorriso abertos, sempre disposto a aconselhar os mais jovens.

“Acho impossível que exista no planeta alguém que tenha conhecido Marcelo Ramos e não gostasse dele”, diz o editor chefe do Jornal de Brasília, Rudolfo Lago. Em dois distintos governos do DF, Rudolfo foi secretário adjunto de Comunicação e assessor de comunicação da Secretaria de Saúde. “Marcelo estava sempre ali, sorridente, diariamente no Palácio do Buriti. Cobriu praticamente todos os governos de Brasília, com seu bom humor e sua paixão por Roberto Carlos e pelo Botafogo. Marcelo nos fará muita falta”, completa Lago. Marcelo cobriu um período na história no qual Brasília era gerida por governadores biônicos – isto é, indicados pelos generais-presidentes da Ditadura Militar.

Seu programa, O povo e o poder, era conhecido por noticiar as decisões políticas na capital da República de modo a facilitar a compreensão por parte da sociedade. No esporte, foi um dos maiores entusiastas do futebol candango. Em 1998, quando o Gama faturou a Série B e garantiu vaga na elite do esporte nacional, Ramos narrou todos os jogos do Periquito no Walmir Campelo Bezerra, o Bezerrão, na Região Administrativa do clube.

Também teve influência na própria identidade de alguns times locais, sobretudo o Esporte Clube Ceilândia, que deve ao jornalista a mascote do Gato Preto. Histórica, a vinheta do narrador foi compartilhada à exaustão em grupos de jornalista em aplicativos de mensagens. “Narra um gol para mim, Marcelo Ramos” era a frase que anunciava a entrada do irradiador no ar.

Por meio de uma rede social, Vicente Ramos, filho do radialista, divulgou um texto de despedida endereçado ao pai. “Muitos conhecem o narrador do povão, o radialista. E apaixonaram-se pela pessoa incrível que ele é. Poucos conhecem o Marcelo Ramos pai, amigo e esposo. Mais incrível e apaixonante ainda”, despede-se. Contatados pela reportagem, outros familiares preferiram não se pronunciar neste momento.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Eleições 2022: Distrital Daniel Donizet deixa PSDB e se filia ao PL de Flávia Arruda

 


Por Delmo Menezes 

O deputado distrital Daniel Donizet informou através de nota à imprensa nesta quinta-feira (20), que deixou o PSDB partido que tem como presidente no DF, O senador Izalci Lucas, e se filiou ao Partido Liberal comandado pela deputada federal Flávia Arruda. 

De acordo com bastidores apurado pelo Agenda Capital, o clã Arruda começa a se movimentar para lançar candidatura própria ao Buriti em 2022. O ex-governador José Roberto Arruda se articula para formar uma ampla frente com novos a antigos aliados. 

Segundo um aliado que preferiu não não se identificar, há possibilidade inclusive de um secretário de Ibaneis deixar o posto nos próximos dias. 

O jogo está apenas começando. Aguardemos cenas dos próximos capítulos!!!

NOTA À IMPRENSA

A convite da deputada federal Flávia Arruda, estou me filiando ao PL – Partido Liberal, presidido pela parlamentar no DF. 

Firmamos essa parceria que fortalece a legenda na Câmara Legislativa e aumenta minha capacidade de atuação parlamentar em defesa do povo e das minhas bandeiras.

Saio do PSDB de forma tranquila. Foi uma decisão tomada em comum acordo entre mim e o presidente da legenda, senador Izalci Lucas, a quem tenho muito respeito e consideração. 

Deputado Daniel Donizet

Da Redação do Agenda Capital

Leia Mais....

Reservas futuras de água para o Gama e outras regiões do DF

Três reservatórios de água da Caesb serão entregues até o final do ano. Obras orçadas em mais de R$ 22 milhões vão melhorar o abastecimento da região

O tamanho da obra chama atenção: são três reservatórios de água que, quando prontos, vão abastecer, além da Região Administrativa do Gama, as cidades de Santa Maria, Riacho Fundo, áreas perto do aeroporto, Park Way e até Taguatinga.

A nova estrutura de abastecimento hídrico, localizada em dois lugares próximos ao Viaduto do Periquito, apresenta um novo sistema de interligação que irá puxar água do Lago Corumbá para o Distrito Federal. O investimento na ordem de quase R$ 22 milhões irá beneficiar uma população de mais de 300 mil pessoas.

Para se ter ideia da dimensão do benefício que a obra vai trazer para a sociedade, são mais de 20 mil metros cúbicos de água que vão abastecer os três novos reservatórios, além da antiga estrutura da Caesb que já existe.

O volume daria para encher, por exemplo, quase nove piscinas olímpicas ou mais de 20 mil caixas d’água residenciais de mil litros cada. Mais do que um complexo de expansão urbana, o novo sistema lança um olhar para o futuro, quando se relaciona com a produção rural emergente naquela região.

“A construção desses novos reservatórios representa segurança hídrica para toda a população. Eles serão usados para interligações de todo o DF, permitindo o abastecimento de água tanto para a área urbana quanto rural a longo prazo, demonstrando que o GDF está planejando e executando agora com o pensamento na qualidade de vida da população pelas próximas décadas”, ressalta o presidente da Caesb, Daniel Rossiter.

“É uma obra que vai melhorar o nível da água na cidade e de outras regiões do DF, atendendo um número maior de gente, é o governo do DF preocupado com a população do DF na questão à água”, destaca a administradora do Gama, Joseana Feitosa.

A expectativa é que o complexo projeto, iniciado em janeiro de 2019, seja entregue à população em dezembro deste ano. “Em janeiro de 2021, vamos iniciar os testes para ver se tudo deu certo”, antecipa Fabiano de Santana Alves, engenheiro da Caesb. “Com esse sistema, a Caesb agora terá duas opções de recursos de água, o que vai ajudar”, explica o profissional.

Entenda o projeto

Um dos tanques, com capacidade de 2,250 mil metros cúbicos e 24 metros de diâmetros, está sendo finalizado próximo ao antigo recipiente da Caesb que abastece o Gama, localizado próximo à DF 001, na altura do km 58, na pista que da sentido à Ponte Alta do Gama.

Esses dois reservatórios, o pioneiro e o novo, estão interligados, por meio de um túnel subterrâneo, aos outros dois diques, também em fase final, localizados atrás do Condomínio 41, no Riacho Fundo II, também perto ao viaduto do Periquito, só que no sentido de quem vem do Plano Piloto para o Gama. São plataformas enormes, com 8 mil metros cúbicos cada uma e 45 metros de diâmetros.

O antigo reservatório do Gama, que já abastecia a população, recebia água vindo de um sistema produtor de Santo Antônio do Descoberto. Os três novos tanques estão sendo preparados para receber a água bombeada do sistema produtor de Corumbá.

“É aqui, nessa estrutura que estamos montando, o ponto de interligação desses dois sistemas, aonde vão se encontrar. A água vinda do Santo Antônio do Descoberto e a água que vem do Lago Corumbá”, detalha o engenheiro da Caesb, Fabiano Silva.

“São sempre dois reservatórios de cada lado para facilitar a manutenção e limpeza para não parar o abastecimento quando for fazer esses serviços”, esclarece.

A complexidade dos trabalhos de construções dos três tanques explica o longo prazo das obras, iniciadas em janeiro de 2019. Igual é feito em construções de prédios, primeiramente, é preciso fazer uma fundação de 14 metros que, amparadas por enormes estacas, irão sustentar uma laje de aço do fundo do tanque soldadas por partes. Também são por etapas e chumbadas uma a uma, as placas que formam as partes laterais dos reservatórios, um trabalho minucioso que empregou mais de 150 pessoas desde o início do projeto.

“Era gente de São Paulo, Goiás e Nordeste, tudo mão de obra especializada, já que é um trabalho bem específico”, conta Marcus Dourado, um dos engenheiros da empresa contratada pela Caesb. “Outras 30 vagas de trabalho foram abertas indiretamente para atender as obras, no aluguel de máquinas e abastecimento de comida”, conta.

Moradora do Condomínio 41, do Riacho Fundo II, a diarista Domingas Pereira Sales, 50 anos, estava bem informada sobre as obras dos tanques da Caesb. “Como sou muito curiosa, fui perguntar aos operários do que se tratava”, diz. “Vai ser bom para todos nós, água é sempre bom, bastante necessário para a população, não pode reclamar que o governador não está investindo nessa área no DF”, elogia. “Ficamos feliz com a notícia, vamos ficar mais tranquilo ”, comenta o assistente administrativo, Roberto Bezerra da Silva, 58 anos.

http://www.capitaldoentorno.com.br/

Leia Mais....

Dobradinha Daniel Donizet e Flávia Arruda garante obras importantes para o Gama

 Avenida dos Pioneiros e a nova UPA serão finalizadas com recursos dos dois parlamentares

Uma parceria entre o deputado distrital Daniel Donizet (PSDB) e a deputada federal Flávia Arruda (PL) vai garantir o término da obra de recapeamento da Avenida dos Pioneiros e da construção da nova UPA do Gama. Em reunião com o presidente da NOVACAP, Fernando Leite, Donizet listou as obras que devem ser priorizadas no Gama e ficou sabendo que o órgão não tinha mais recursos para continuar o Pistão Sul.

Ciente da importância da obra para a população do Gama, o deputado se comprometeu a destinar mais recursos de suas emendas parlamentares e ainda procurou a deputada Flávia propondo uma parceria. “Ela tem um carinho enorme pela nossa cidade, então topou na hora. Juntos, vamos garantir todo o recurso necessário para que essas obras terminem o quanto antes”, disse Daniel.

Graças a essa dobradinha, as obras do Pistão Sul a da construção da primeira Unidade de Pronto Atendimento do Gama vão continuar e devem terminar ainda este ano. Os dois deputados visitaram as obras na segunda-feira (18) para conferir o que ainda precisa ser feito.

AVENIDA DOS PIONEIROS
O recapeamento do sentido Setor Sul – Santa Maria já foi concluído e o sentido contrário está em andamento. Para essa obra, o deputado Daniel já havia destinado R$ 1,3 milhão e agora destinará ainda mais.

NOVA UPA
As obras de construção da UPA do Gama já estão avançadas. Depois de mais de 20 anos de espera, a população vai contar com mais uma unidade de saúde, que deve desafogar o Hospital Regional. A deputada Flávia garantiu os recursos para o término da obra e o Daniel Donizet, para a compra dos equipamentos.

http://www.capitaldoentorno.com.br/

Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot