• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Flamengo e BRB serão sócios em banco digital

sexta-feira, 19 de junho de 2020
Flamengo campeão da Libertadores e do Brasileirão 2019.
Além disso, as duas marcas constarão em cartões pré-pagos e de débito que serão disponibilizados aos clientes
Por Metrópoles*
O Banco de Brasília (BRB) e o Flamengo vão se tornar sócios na gestão de um banco digital. Com a operação inédita, a instituição financeira, cujo sócio majoritário é o Governo do Distrito Federal (GDF), vai se juntar ao maior time de futebol do país para lucrar nas mais diversas transações bancárias.
O BRB passará a estampar a camisa do Flamengo, na posição mais nobre: o peito. Além disso, as duas marcas constarão nos cartões pré-pagos e de débito que serão disponibilizados aos clientes. O Flamengo ostenta a maior torcida do Brasil, com uma legião de 20% dos brasileiros, segundo pesquisa Datafolha, o que corresponde a cerca de 42 milhões de pessoas.
Todas as transações bancárias envolvendo o clube, como pagamento de salários de jogadores e de funcionários, passarão pelo BRB.
O início da vigência do contrato é 1º de julho. O lançamento do banco digital está previsto para o dia 15 do mesmo mês. A plataforma irá oferecer contas digitais e cartões de débito e crédito pré-pago, além de investimentos, produtos previdenciários e de capitalização.
Com validade de três anos, prorrogáveis por mais dois, o acordo estabelece a divisão de lucros igualitária entre o BRB e o Flamengo. Ou seja: 50% para cada. A expectativa do BRB é de abrir 1,5 milhão de contas digitais, emitir 3 milhões de cartões pré-pagos e, já no primeiro ano, movimentar R$ 5 bilhões em transações financeiras.
Crescimento
Segundo o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, o acordo faz parte da estratégia de crescimento digital da instituição e da expansão do banco brasiliense no país.
“Essa é uma iniciativa inédita. Quando todos pensaram que a gente patrocinaria o Flamengo, viemos com uma novidade que vai gerar lucros para os dois parceiros e, no caso do BRB, ajudar a projetar o banco nacionalmente. Um compromisso da nossa gestão”, disse.
A meta do banco ao se associar a um time de futebol é aumentar a carteira de clientes a partir do engajamento dos torcedores com a marca. “Existe uma relação afetiva de milhões de brasileiros com o Flamengo. Assim, toda vez que eles fizerem qualquer movimento nesse banco digital, vão ter a certeza que estão colaborando para seu time do coração”, afirmou.
Atualmente, o BRB tem 750 mil clientes. Com o banco digital em parceria com o Flamengo, a expectativa dos gestores é de que, em cinco anos, a instituição financeira quintuplique de tamanho. Se os cálculos dos criadores do banco digital se confirmarem, estima-se que a plataforma chegue a valer R$ 2 bilhões.
Como todo banco digital, os principais atrativos são ausência de tarifas e o atendimento full time. No caso dessa nova instituição, serão oferecidas vantagens para estimular os torcedores, como pré-venda de ingressos para jogos e descontos na compra de produtos do Flamengo.
Além disso, serão criados benefícios específicos para agradar aos flamenguistas como, por exemplo, viagens para acompanhar o time em futuras disputas de campeonato em premiação de títulos de capitalização.
Ao mesmo tempo que a instituição prepara um enxoval para brilhar os olhos dos flamenguistas, o BRB também lançará o serviço de banco digital para outros clientes. As condições serão parecidas, mas haverá diferenças em relação às cores do aplicativo e na oferta de benefícios, que não serão vinculados ao time de futebol.
Houve, nas últimas semanas, uma especulação de que o BRB assumiria o patrocínio master do Flamengo. A direção do banco descartou a hipótese, mas a essa altura já negociava com o presidente do time, Rodolfo Landim, a parceria com a divisão de lucros.
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot