• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Clima entre Ibaneis e distritais movimenta cerimônia no legislativo

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020
A primeira sessão de votações será na quarta (5) e os distritais devem apreciar os vetos que já há previsão de serem mantidos
A possível presença do governador Ibaneis Rocha (MDB) na cerimônia de abertura dos trabalhos legislativos hoje deve revelar o clima entre os Poderes. Por enquanto, há um descontentamento junto a boa parte dos distritais que reclamam de promessas não cumpridas. Não há certeza, no entanto, quanto à presença. Na CLDF, há a expectativa de que o vice, Paco Britto, assuma a responsabilidade de representar o Executivo local.

E as votações?

A primeira sessão de votações será na quarta (5) e os distritais devem apreciar os vetos que já há previsão de serem mantidos. Os deputados, no entanto, acordaram que os gabinetes enviem à Mesa Diretora, ainda hoje, as sugestões dos vetos mais polêmicos e que possuem chance de serem derrubados. Estes, ficarão para uma outra sessão deliberativa e que ainda não foi definida.

Definição da pauta

O líder do governo na Câmara, Cláudio Abrantes (PDT), também chegou a pedir a inclusão do PL 786, vinda do Executivo, que procura tornar obrigatória a avaliação, após cinco anos, dos impactos das políticas fiscais, tributárias e creditícias promovidas pelo GDF. A rotina de votações, no entanto, deve voltar com maior empenho na próxima semana. Até sexta (7), cada representante popular deve definir um projeto para ser apreciado pelo plenário.

Reforçando o desgaste

A definição sobre se o Projeto de Decreto Legislativo, que susta o aumento das passagens entrará ou não na pauta de votação desta quarta dependerá de uma reunião de líderes extraordinária prevista após a cerimônia de abertura. A inclusão vai depender do discurso do governador Ibaneis Rocha. O PDL tem a intenção de manter o desgaste do GDF.

Cadeira ainda vaga

Sem nem assumir o cargo de administrador de Águas Claras, Francisco de Assis já está com os ‘dias contados’ para ocupar o posto. Desde que foi anunciada a saída de Ney Robsthon, Chicão, como é conhecido, tem sofrido críticas dos moradores da região por não ter vínculo com a cidade. Outros nomes já foram até cogitados, mas nenhum ainda foi nomeado. A informação foi noticiada pela coluna on-line.

A resposta foi “Não”

O nome mais expressivo foi o da ex-diretora-geral do Procon-DF e pessoa de confiança do distrital Agaciel Maia (PL), Ivoneide Machado. A administração, no entanto, foi recusada pela também integrante de peso da Comissão de Orçamento e Finanças da CLDF, que não viu vantagem em ocupar a função.

Danos colaterais I

O problema do entorno do Complexo Penitenciário da Papuda e a briga na área da segurança pública entre o governo local e o ministro Sérgio Moro, tem intensificado as medidas de segurança do local que já começam a afetar as visitas de familiares a presos. A estrutura é responsável por abrigar um dos líderes do PCC, Marcos Camacho.

Danos colaterais II

Quem também está sofrendo com esta disputa são os ambulantes que, de certa forma, auxiliam os visitantes. A restrição do acesso aos trabalhadores está cada vez mais rígida e há informação de que há planos para deslocar os ambulantes para fora da portaria do presídio, o que inviabilizaria a venda no espaço. Neste aspecto, a Comissão de Direitos Humanos do Legislativo local está de olho.

Diminuindo o percurso

A administração da Ceilândia estuda criar pontos para aproximar os carroceiros e coletadores de lixo dos locais de descarte. A medida ainda está sendo negociada com a associação dos carroceiros e a empresa de saneamento que atuam na cidade. Após um acerto, os lugares de implementação dos pequenos depósitos serão mapeados.

Documento protocolado

Em memorando enviado ao presidente do Legislativo local, Rafael Prudente (MDB), o distrital João Cardoso (Avante) formalizou sua saída da terceira secretaria da Casa por motivos “pessoais”, como adiantado por esta coluna.

Mudanças à vista

A administradora de Arniqueira, Telma Rufino, planeja levar ao governador uma reformulação estrutural do albergue localizado na parte do Areal chefiada pela ex-distrital. A ideia será transformar a área de cerca de 60 mil metros em um grande complexo, com UPA, restaurante comunitário, creche e até escolas de 1º e 2º grau.

Mercosul no DF

O Detran-DF lançou ontem o emplacamento com o novo modelo do Mercosul. A mudança visa atender uma alteração nacional, mas não é retroativa. Ou seja, a nova placa é só para os carros novos.
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot