• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Ibaneis e Rafael e a jogada política que deixou muita gente com pulga atrás da orelha

terça-feira, 17 de dezembro de 2019
Filho do ex-deputado e ex-presidente da Câmara Legislativa do DF (catapultado do cargo no auge da Operação Caixa de Pandora), Rafael Prudente (MDB) conseguiu aprovar na Casa, a reeleição de presidente. E contou com ajuda da base governista para tal feito.
No passado, Benício Tavares tentou ser reeleito presidente da CLDF e Roriz vetou. Já no governo de Arruda, o então presidente da CLDF, deputado Alírio Neto tentou mas não conseguiu aprovar a emenda da reeleição. Arruda não permitiu. No governo de Agnelo Queiroz, o então presidente Cabo Patrício tentou ficar no cargo por mais 2 anos e o governador do PT não permitiu. No governo de Rollemberg, a então presidente Celina Leão também tentou passar a emenda da reeleição e o governador do PSB vetou.
Já o governador Ibaneis Rocha, que é do mesmo partido de Rafael, indiretamente deu apoio político ao correligionário  para que fosse aprovada a reeleição do presidente da CDLF.
Com isso, Ibaneis deu a oportunidade para Rafael ganhar holofotes e usar uma verba de publicidade de aproximadamente 150 milhões de reais nos próximos 3 anos. Ou seja: Rafael é candidato ao Buriti. Resta saber se com o apoio de Ibaneis ou não.
Enquanto isso, Leonardo Prudente, pai de Rafael, comemora nos bastidores a tacada de mestre que manterá o filho como o terceiro na hierarquia política do DF nos próximos anos.
Por outro lado, Ibaneis é bastante esperto sob o ponto de vista estratégico. Pode ter sido uma jogada dele.
Façam suas apostas. O jogo para a sucessão de 2022 já começou e veremos se a criatura será maior que o criador.
Leia Mais....

GDF reduz em 50% taxa de concessão para igrejas

Sede da Igreja Batista Central em Brasília. Foto: Reprodução
Instituições religiosas podem economizar 50% no valor pago mensalmente à Terracap se aderirem à modalidade de concessão onerosa 
Por Redação
O Diário Oficial desta segunda-feira (16/12) traz um decreto editado pelo governador Ibaneis Rocha que irá beneficiar cerca de 1,3 mil templos religiosas do Distrito Federal que buscam a regularização. 
A igreja que aderir à concessão onerosa, que é uma das três formas de normalização, terá uma redução de 50% da taxa mensal paga à Terracap.
Com isso, a cobrança mensal cai de 0,30% para 0,15% sobre o valor do imóvel. Na prática funciona assim: um terreno onde funciona a igreja no valor de R$ 500 mil, cuja a taxa seria de R$ 1,5 mil por mês, agora fica em R$ 750, que é o equivalente a 0,15% sobre o total do preço de venda calculado pela Terracap. 
O decreto assinado pelo governador Ibaneis surgiu a partir de uma petição da Unidade de Assuntos Religiosos feita à Terracap. No documento, o coordenador da unidade, Kildare Araújo Meira, argumenta que, dos 1,3 mil templos religiosos, que estão prontos para serem regularizados, somente cerca de 200 receberam a permissão definitiva. 
Na sua avaliação, um dos entraves seria o valor da taxa mensal. “O preço da concessão é praticamente igual ao da parcela para quem compra o imóvel em 240 meses. Então, o método foi justamente a concessão. Com o valor da taxa de ocupação reduzido, torna-se mais atrativo optar por essa modalidade”, afirma. 
Kildare acredita que, com a redução do valor mensal de concessão, a Terracap será beneficiada: “Hoje, há centenas de imóveis ocupados por entidades religiosas e assistenciais que não pagam a taxa mensal porque não estão regularizadas”.
Segundo o diretor de Regularização Social e Desenvolvimento Econômico da Terracap, Leonardo Mundim, o decreto estimulará a regularização das instituições religiosas. “A redução de 50% na taxa configura, também, o reconhecimento governamental ao relevante serviço social prestado pelas entidades.”
Mundim explica que a Concessão de Direito Real de Uso (CDRU) confere à entidade total segurança jurídica. “Com a escritura pública, instrumento registrado em cartório imobiliário, o templo estará totalmente protegido de alterações políticas, não será mais importunado pelos órgãos fiscalizadores de ocupação, não corre o risco de uma ação judicial de reintegração de posse e, ainda, poderá oferecer a concessão em garantia de financiamento bancário”, reitera.
As entidades que se enquadrem nas condições estabelecidas na Lei Complementar 806/2009, devem solicitar a regularização junto à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh).
Leia Mais....

CLDF aprova orçamento para 2020 Rafael Prudente agradeceu a colaboração dos colegas e assessores, para uma “condução tranquila” das votações

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019
Nesta quinta-feira (12) a Câmara Legislativa do Distrito Federal concluiu a apreciação da proposta de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para o exercício financeiro de 2020. O projeto de lei nº 645/2019, do Executivo, estima a receita e fixa a despesa para o próximo ano: serão R$ 43,1 bilhões para o Governo do DF utilizar ao longo de 2020. Desse montante, R$ 27,35 bilhões decorrem de recursos próprios, e R$ 15,74 bi são provenientes do Fundo Constitucional (FCDF).
Segundo a proposta do GDF, dos recursos próprios, R$ 17,51 bilhões fazem parte do orçamento fiscal; R$ 8,25 bi integram o orçamento da seguridade social, e R$ 1,58 bi será destinado a investimentos.No total, foram apresentadas, ao texto original, 698 emendas apenas na Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF), e outras 14 em plenário, nem todas acatadas. Entre as alterações aprovadas, está a que autoriza o governo a conceder reajuste a 33 categorias de servidores públicos do DF. A emenda, proposta pelo deputado Fábio Felix (PSol), autoriza o pagamento da terceira parcela do reajuste concedido ainda em 2013 e que foi suspenso em 2015.
Outra emenda estabelece que a autorização para a contratação de operações de crédito, por parte do GDF, deverá ser feita por meio de lei específica, a qual deverá ser submetida à apreciação do Legislativo local.
Após a votação do Orçamento de 2020, o presidente da Casa, deputado Rafael Prudente (MDB), agradeceu a colaboração dos colegas e assessores, para uma “condução tranquila” e para a modernização da Casa, e desejou um feliz Natal a todos.
Com a aprovação do Orçamento para 2020, os deputados distritais entram em recesso legislativo. As deliberações serão retomadas em 3 de fevereiro do próximo ano. Durante o recesso, o horário de funcionamento da Casa será de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h.
Leia Mais....

Vamos continuar trabalhando pelo povo em 2020

O deputado Agaciel Maia tem marcado sua atuação pelo respeito aos ideais que sempre conduziram sua história de vida


Desde seu primeiro mandato, Agaciel Maia vem cumprindo um papel de destaque na Câmara Legislativa do DF, com um trabalho parlamentar permanente em defesa de valores que resgatam o princípio da autoridade e estabelecem os contornos de uma sociedade mais justa.  
“Certamente foi um ano de muito trabalho e muitos projetos com resultados efetivamente realizados e que precisam ser mantidos”,disse Agaciel Maia.

GERAÇÃO DE EMPREGOS 


Os projetos de lei do deputado Agaciel Maia são todos priorizando uma melhor qualidade de vida para o povo do Distrito Federal , como é o caso do projeto de lei que criou o programa  Jovem Canango que emprega milhares de jovens.

“A melhor política social é uma boa economia. Não há nenhum programa político de compensação que possa gerar para uma pessoa algo melhor do que a dignidade de um emprego, do que gerar seu sustento e poder se desenvolver”, disse o deputado.


NA SAÚDE


O deputado Agaciel Maia foi o relator do projeto de lei que destinou R$ 30,5 milhões para a ampliação do Hospital da Criança de Brasília. Inicialmente, a verba estava destinada para os jogos da “Universidade de Verão” e foi realocada para a instituição.


Com a verba foram erguidos dois pavimentos em uma área de 22 mil metros quadros, com 67 consultórios ambulatoriais, 202 leitos, centros cirúrgico e de diagnóstico, laboratórios de análise clínica e hematologia, unidade administrativa, área de apoio e um centro de ensino e pesquisa.


O Hospital da Criança de Brasília  ganhou um importante reforço recentemente, o deputado Agaciel Maia indicou uma emenda ao Projeto de Lei Nº 599/2019, que garantiu a destinação de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) para sua manutenção.
“O Hospital tem uma história longa no Distrito Federal e é importante assegurarmos o tratamento de qualidade às nossas crianças. Fico muito orgulhoso em ajudar a instituição e garantir investimentos fundamentais para o tratamento adequado”, enfatizou o deputado.

NO ESPORTE
O deputado Agaciel Maia também tem se destacado no esporte apoiando o futebol amador do DF.      

Leia Mais....

Formatura do II Curso de Altos Estudos para Praças 2019


Foi realizada no início da noite desta quinta-feira (12 de dezembro), no pátio do Centro de Altos Estudos e Aperfeiçoamento (CAEAp), a solenidade de formatura do II Curso de Altos Estudos para Praças (CAEP II – 2019).
O Curso contou com a matrícula de 150 sargentos e teve início no mês de agosto de 2019, terminando na data de hoje, 12 de dezembro. O objetivo principal do curso foi habilitar os primeiros sargentos para o acesso à graduação de subtenente. O coordenador do curso foi o 2º tenente Joviniano. Um dos pontos altos do evento foi o momento em que os padrinhos e madrinhas foram convidados a entrarem no pátio de formatura e prestar a devida homenagem aos formandos.
Entre as autoridades presentes estiveram o Comandante-Geral da Polícia Militar do Distrito Federal, Coronel Julian Rocha Pontes e o Subcomandante Geral, Coronel Sérgio Luiz Ferreira de Souza, o Chefe do Estado Maior da Polícia Militar, coronel Condi, dentre outras autoridades da Polícia Militar "É com satisfação que participo desta formatura. A corporação presta sua homenagem aos senhores no dia de hoje", disse, o Comandante-Geral da corporação.






Leia Mais....

Novo Pró-DF, Desenvolve-DF é aprovado na Câmara Legislativa

PROJETO QUE CRIA O DESENVOLVE-DF FOI ENTREGUE À CÂMARA EM SETEMBRO. CRÉDITO: VINÍCIUS DE MELO/AGÊNCIA BRASÍLIA
Deputados distritais aprovaram, nesta terça-feira (12/12), o projeto que reformula o antigo Programa de Apoio ao Empreendimento Produtivo do DF (Pró-DF). Chamada de Desenvolve-DF, a proposição é uma das apostas do governo para incentivar o empresariado local e gerar empregos.
O projeto de lei que propôs o Desenvolve-DF foi protocolado em setembro pelo Executivo. A proposta facilita o acesso de empreendedores a terrenos da Companhia Imobiliária de Brasília (Terracap), além de simplificar a regularização de empreendimentos e a renegociação de dívidas.
Uma das principais diferenças do projeto para o Pró-DF é que os imóveis da Terracap serão concedidos por meio de licitação para os empresários e não vendidos, como ocorria anteriormente. O tempo de cessão varia de 5 a 30 anos, prorrogáveis por mais 30.
O projeto prevê, entre outros pontos, a regularização de pendências, a determinação do cumprimento de contratos e refinanciamento de dívidas de concessão. Além de representantes de entidades do setor produtivo, empresários, Terracap e Secretaria de Desenvolvimento Econômico participaram das discussões para elaboração do projeto. A negociação durou oito meses.
Favorável à proposta, o deputado Chico Vigilante (PT) acredita que a aprovação da matéria não garante a solução dos transtornos relacionados ao Pró-DF II. “Votamos a favor desse projeto. Mas é minha obrigação dizer a vocês que ele não vai resolver o problema. Daqui a alguns meses, eles vão voltar para pensarmos uma solução”, declarou.
Antes da votação em primeiro turno, Arlete Sampaio (PT) mencionou um levantamento do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), cujas conclusões apontaram que 12% dos empreendimentos estavam funcionando nos moldes previstos do programa. Além disso, segundo o documento, 71% dos imóveis estavam destinados para locação e, para cada R$ 1 de investidos, R$ 0,51 retornavam.
A parlamentar reforçou que a nova iniciativa deve priorizar empresários locais e a necessidade de monitoramento, para evitar que o programa vire uma “indústria de lotes”. “Não basta ter projeto do tipo do Pró-DF se o governo não tem visão real de desenvolvimento econômico. (…) Tem de ter um mecanismo para que possam efetivamente produzir e de fiscalizar quem não está cumprindo (a lei)”, ressaltou.
http://blogs.correiobraziliense.com.br
Leia Mais....

Câmara Legislativa aprova orçamento para 2020 e entra em recesso legislativo

A Câmara Legislativa do Distrito Federal concluiu a apreciação, nesta quinta-feira (12), da proposta de Lei Orçamentária Anual (PLOA) para o exercício financeiro de 2020. O projeto de lei nº 645/2019, do Executivo, estima a receita e fixa a despesa para o próximo ano: serão R$ 43,1 bilhões para o Governo do DF utilizar ao longo de 2020. Desse montante, R$ 27,35 bilhões decorrem de recursos próprios, e R$ 15,74 bi são provenientes do Fundo Constitucional (FCDF).
Segundo a proposta do GDF, dos recursos próprios, R$ 17,51 bilhões fazem parte do orçamento fiscal; R$ 8,25 bi integram o orçamento da seguridade social, e R$ 1,58 bi será destinado a investimentos.
No total, foram apresentadas, ao texto original, 698 emendas apenas na Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF), e outras 14 em plenário, nem todas acatadas. Entre as alterações aprovadas, está a que autoriza o governo a conceder reajuste a 33 categorias de servidores públicos do DF. A emenda, proposta pelo deputado Fábio Felix (PSol), autoriza o pagamento da terceira parcela do reajuste concedido ainda em 2013 e que foi suspenso em 2015.
Outra emenda estabelece que a autorização para a contratação de operações de crédito, por parte do GDF, deverá ser feita por meio de lei específica, a qual deverá ser submetida à apreciação do Legislativo local.
Após a votação do Orçamento de 2020, o presidente da Casa, deputado Rafael Prudente (MDB), agradeceu a colaboração dos colegas e assessores, para uma "condução tranquila" e para a modernização da Casa, e desejou um feliz Natal a todos.
Com a aprovação do Orçamento para 2020, os deputados distritais entram em recesso legislativo. As deliberações serão retomadas em 3 de fevereiro do próximo ano. Durante o recesso, o horário de funcionamento da Casa será de segunda a sexta-feira, das 13h às 19h.
Leia Mais....

CLDF entra em recesso e terá votações eletrônicas na volta

Com a votação em segundo turno e redação final, na madrugada desta sexta-feira (13), do projeto de lei nº 645/2019, que estima a receita e fixa a despesa do Distrito Federal para o exercício financeiro de 2020 – o Orçamento para o ano que vem –, a Câmara Legislativa encerra as atividades do plenário neste ano. No retorno dos trabalhos dos deputados distritais, a partir de 3 de fevereiro, haverá uma mudança no sistema de votações em virtude da instalação do painel eletrônico.
Para adequar o Regimento Interno da CLDF a essa nova realidade, foi aprovado, na sessão extraordinária de hoje, em segundo turno e redação final, o projeto de resolução nº 35/2019, para alterar o artigo nº 194 do regulamento, que trata das votações nominais. Segundo o vice-presidente da Casa, deputado Delmasso (Republicanos), no retorno dos trabalhos, "teremos o painel e os dispositivos instalados nas bancadas, o que possibilitará aos parlamentares a votação pelo sistema eletrônico".
A medida – que faz parte de uma série de atualizações, como a implantação do Sistema Eletrônico de Informações (SEI) – tem o objetivo, segundo Delmasso, "de levar a Câmara Legislativa ao século XXI" e recebeu o apoio dos distritais. O deputado Fábio Felix (PSOL), por exemplo, destacou que a iniciativa é "muito positiva", entre outros motivos, porque aumentará a transparência do Poder Legislativo. "Será bom para a sociedade; para a imprensa, que acompanha as votações; e para a atuação parlamentar", resumiu.
Funcionamento – Durante o recesso parlamentar, que começa na próxima segunda-feira (16), ficarão suspensas as sessões deliberativas, as reuniões das comissões e demais atividades parlamentares, mas a Câmara Legislativa prosseguirá realizando suas demais ações. Nesta sexta-feira (13), a CLDF funciona normalmente e, às 19h, a Casa realiza, por iniciativa do deputado Hermeto (MDB), sessão solene no Salão Comunitário do Núcleo Bandeirante para comemorar o aniversário daquela localidade.
A partir de segunda-feira, e até sexta-feira (20), o horário sofrerá alterações. O atendimento ao público será das 13h às 19h – mesmo horário a ser observado durante todo o mês de janeiro. Nas semanas em que se comemoram o Natal e Ano Novo não haverá expediente.
Leia Mais....

Bloco governista ganha força

quinta-feira, 12 de dezembro de 2019


Enfraquecido com a saída de Iolando Almeida (PSC), o bloco governista ganhou força ontem ao receber a adesão do experiente Agaciel Maia (PL) e da distrital Jaqueline Silva (PTB). O crescimento volta a igualar a divisão de poder na Câmara, já que os governistas e o Centrão passam a registrar sete deputados.
https://jornaldebrasilia.com.br
Leia Mais....

PMDF recebe prêmio por atingir 100% de transparência ativa

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019
http://www.pmdf.df.gov.br/
A Policia Militar do Distrito Federal foi um dos órgãos premiados pela Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF), dia (05/12), no Palácio do Buriti em solenidade de Premiação do índice de Transparência ativa.  O reconhecimento é por alcançar 100% de Transparência ativa, com fornecimento de informações dos gestores públicos para a sociedade.
O Governo do Distrito Federal (GDF), por meio da Controladoria-Geral do DF, estabeleceu o índice de Transparência Ativa (ITA), para mensurar o grau de cumprimento da Lei de Acesso à Informação (LAI) pelos órgãos e entidades do Poder Executivo.
Na ocasião o Governador em exercício Pacco Brito, ressaltou o compromisso do governador Ibaneis Rocha em implantar ações para atender ao clamor da população e reduzir casos de improbidade administrativa, fraudes e dilapidação do patrimônio público. “Uma delas foi a criação do Fundo de Combate à Corrupção por meio da lei 3.335 publicada no último dia 23 de julho no Diário Oficial do DF. Trata-se de um suporte administrativo e financeiro para financiar programas destinados à prevenção e fiscalização de práticas ilícitas na gestão pública”.
A Controladoria Geral entregou uma placa alusiva à conquista aos representantes dos órgãos que ficaram em primeiro lugar no Ranking de Transparência Ativa 2019. De acordo com as estatísticas do ranking, as autarquias e empresas públicas e de sociedade mista cumpriram 100% do índice, os órgãos autônomos e especializados 89%, secretarias de estado 87%, fundações públicas 85% e administrações regionais 70%.
O índice foi criado em dezembro de 2015 para estimular a transparência pública e o cumprimento da lei de acesso à informação, por meio da competição saudável entre os órgãos e entidades.
A Polícia Militar do Distrito Federal cumpriu os requisitos que comprovam 100% de transparência ativa e tem possibilitado a cada dia o maior acesso às informações, de forma transparente e excessiva para o cidadão.
Texto: Kelly Marques
Leia Mais....

Permissão para que IGESDF construa UPAs

Foi aprovada, na noite desta terça-feira (10), na Câmara Legislativa, o projeto do Executivo, que atribui competência ao Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) para construir novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS). A proposta teve 14 votos favoráveis e sete contrários. O texto segue agora à sanção do governador Ibaneis Rocha


Leia Mais....

CPI sobre a situação das vítimas e familiares da Chapecoense será instalada nesta quarta (11)

Senador Izalci. Foto: Assessoria
Nesta quarta-feira (11), às 9h, no Plenário 2, da Ala Nilo Coelho do Senado, será feita a instalação e eleição dos membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a situação dos familiares de vítimas do acidente de avião com a equipe da Chapecoense, ocorrido em 28 de novembro de 2016. A CPI da Chapecoense será composta por 11 membros titulares e 7 suplentes.
O objetivo da CPI será apurar a situação das famílias de todas as vítimas do trágico acidente que deixou 71 pessoas mortas. Os parlamentares querem saber o motivo de os familiares ainda não terem recebido as devidas indenizações.
O presidência da CPI deve ficar com o senador Jorginho Mello (PL/SC) e o relator será o senador Izalci Lucas (PSDB/DF).
Leia Mais....

Dança das cadeiras: Bombeiros e antiga Agefis têm novos chefes

BRUNO PERES/CB/D.A PRESS
O substituto para o ex-comandante geral do Corpo de Bombeiros foi definido pelo GDF. No lugar de Carlos Emilson Ferreira, entrará o Coronel Lisandro Paixão dos Santos.
Além da corporação, outra troca no primeiro escalão ocorreu nesta terça-feira (10/12). A secretaria DF Legal (antiga Agefis) deixará de ser comandada por Georgeano Trigueiro e passará a ser dirigida por Guttemberg Tossate Gomes. Trigueiro pediu para deixar o cargo.
As mudanças serão oficializadas em edição extra do Diário Oficial desta terça-feira, que deve ser publicada nesta noite.

Razões particulares

O comandante do Corpo de Bombeiros do DF, coronel Carlos Emilson Ferreira dos Santos, pediu exoneração do cargo na tarde desta terça-feira (10/12). Ele alegou razões particulares para a saída e teve a demissão aceita pelo secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Torres.
Emilson reuniu integrantes da corporação e fez o comunicado. “Acabei de pedir exoneração do cargo por motivos particulares, mas foi um ano maravilhoso para a corporação, contei com a ajuda de vocês”, afirmou.
Ao menos na minha história (de mais de 30 anos aqui), foi um ano ímpar. Isso tudo só aconteceu por causa da nossa união”, acrescentou.
Ao informar a saída, ele destacou que acredita ter feito um bom trabalho à frente do Corpo de Bombeiros do DF. “Poderia ter durado mais ou menos, mas foi o tempo que o Senhor me deu e espero ter aproveitado da melhor maneira”, disse.
http://blogs.correiobraziliense.com.br
Leia Mais....

Três perguntas para Robson Cândido, Diretor da Polícia Civil


O que a polícia Civil tem feito para melhorar o atendimento do brasiliense?
Mesmo com um número reduzido de policiais e servidores como um todo, a PCDF tem procurado melhorar o atendimento ao cidadão. Hoje, todas as delegacias do DF estão com escala de plantões para melhor atender ao público. Também iniciamos a delegacia móvel para as ocorrências na Fercal, na Estrutural e no Sol Nascente, que acontecerá em rodízio. Outras ações também têm sido implementadas para melhorar a segurança no DF.
O DF tem passado por um surto de feminicídios. O que tem sido feito para combater esse tipo de crime?
A Polícia Civil hoje já resolve 100% dos casos de feminicídios no DF. Mas o que vamos fazer agora? Vamos entrar na política psicossocial de atendimento. Ou seja, vamos tentar buscar e acolher a mulher que tenha sido vítima, mas que ainda não teve coragem de reportar as informações à delegacia. Nós teremos um atendimento diferenciado nas delegacias com psicólogos, assistentes sociais, entre outros profissionais. Nós queremos ser mais um colaborador nesse processo de combate ao feminicídio e ao crime no DF.
O comando do GDF tem dado liberdade à atuação da Polícia Civil?
O nosso governador Ibaneis Rocha (MDB) tem dado autonomia total à Polícia Civil. Não interfere em nada. Seja na gestão administrativa, seja na gestão propriamente investigativa. A ingerência é zero.
Leia Mais....

Úlcera em pé diabético: HRT coordena estudo sobre novo medicamento

terça-feira, 10 de dezembro de 2019
Cinco pacientes já finalizaram o tratamento. Pesquisa necessita de voluntários para ser concluída
O Hospital Regional de Taguatinga (HRT) é o centro coordenador de uma pesquisa solicitada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a liberação de um novo medicamento destinado à cicatrização de úlceras em pé diabético. O protocolo de pesquisa clínica é conduzido pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos/Fiocruz) e também é desenvolvido em outros nove centros de saúde pelo Brasil.
Desde março deste ano, os profissionais da Endocrinologia do HRT estão recrutando voluntários para participar do estudo e os primeiros pacientes já encerraram seu tempo de participação.
“Hoje, cinco pacientes já finalizaram o tratamento. É um duplo cego. A gente não sabe quem está usando e quem não está, mas é uma opção que não existia”, informa a endocrinologista Flaviene Prado. A médica explica que esta é uma pesquisa que envolve o fator de crescimento epitelial para tratamento do pé diabético. A medicação, desenvolvida em Cuba, já foi aprovada e registrada em 18 países da Europa e passa pela fase de estudos no Brasil.
Flaviene ressalta que o tratamento de feridas em pacientes diabéticos é de extrema importância para evitar complicações da doença, como as amputações. “As úlceras demoram muito tempo para fechar e, com isso, elas infectam. A infecção pode resultar numa osteomielite e, consequentemente, na amputação”, relata a médica.
Publicidade

Atualmente, há dois tipos de tratamento para pessoas com esse tipo de ferimento, que são as coberturas ou curativos e o off load, que é retirar o pé descarga, ou seja, retirar toda a pressão exercida sobre o pé com o uso de muletas ou de cadeira de rodas.
“É muito importante que ele não pise. A maioria dos pacientes não sente dor, a sensibilidade se perdeu, que é uma consequência do diabetes, a neuropatia diabética”, esclarece. A endocrinologista explica como surgem essas feridas. “Qualquer coisa simples, às vezes, um arranhão ou um calo que não percebeu, mas infectou e virou uma úlcera. E depois pode se tornar uma osteomielite, ou levar a uma amputação. É uma cascata de eventos”, lamenta.
MedicamentosA medicação que está sendo estudada tem o nome comercial Heberprot-P®. O estudo consiste na aplicação de injeções do medicamento na área da úlcera, três vezes por semana, ao longo de oito semanas, até o máximo de 24 aplicações.
Os pacientes/voluntários podem ser alocados ou no grupo placebo, ou no grupo de tratamento ativo de maneira aleatória. Os participantes da pesquisa permanecem com acompanhamento médico após esse período.
VoluntáriosPara ser concluído, o estudo necessita alcançar o número de 304 participantes. A médica do HRT faz um apelo aos pacientes diabéticos para que procurem a secretaria da Endocrinologia, no Ambulatório do HRT, para participar desse importante estudo.
Os critérios para integrar a pesquisa são ter diabetes do tipo 1 ou do 2; ser maior de 18 anos; não estar grávida; e ter uma úlcera/ferida no pé.
DadosO estudo Annual Direct Medical Costs of Diabetic Foot Disease in Brazil: A Cost of Illness Study indica que, nos países em desenvolvimento, 25% dos diabéticos desenvolverão pelo menos uma úlcera no pé durante a vida, ou seja, uma pessoa entre quatro terá problemas nos pés, desencadeados pela neuropatia e complicados pela Doença Arterial Periférica e por infecção, resultando em amputações.
No Brasil, estima-se que 40 mil pessoas por ano tenham complicações que levem à amputação dos membros inferiores. A maioria dos pacientes já chega com as úlceras em estado avançado nos prontos-socorros e sem saber que são diabéticos.
InstituiçõesAlém do Hospital Regional de Taguatinga, o estudo também está sendo realizado na Universidade Federal de São Paulo (SP); Policlínica Piquet Carneiro e Hospital Federal dos Servidores do Estado (ambas do RJ); Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte (MG); Hospital Memorial Arthur Ramos (AL); Hospital Universitário Lauro Wanderley (PB); Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (PE); e Fundação Hospital Adriano Jorge Universidade do Estado do Amazonas (AM).
https://www.politicadistrital.com.br
Leia Mais....

Caso Bernardo: Cerimônia de velório acontece nesta terça (10)

Com a liberação do corpo do menino pela equipe do Instituto Médico Legal de Itaberaba (BA), uma funerária do DF realiza o transporte do cadáver, que deve chegar na madrugada desta terça
A cerimônia de velório do pequeno Bernardo da Silva Marques Osório, de 1 ano e 11 meses, está marcada para as 13h desta terça-feira (10/12), na capela 10 do Cemitério Campo da Esperança da Asa Sul. O enterro deve acontecer às 17h.
Com a liberação do corpo do menino pela equipe do Instituto Médico Legal de Itaberaba (BA), uma funerária do DF realiza o transporte do cadáver, que deve chegar na madrugada desta terça.

O período de analíse se deu pela checagem do laudo de comprovação de DNA, encaminhado pelo Instituto de Pesquisa de DNA Forense (IPDNA), da Polícia Civil do Distrito Federal.

Caso Bernardo

Paulo Roberto de Caldas Osório, pai de Bernardo, sequestrou o filho no dia 29 de novembro. O homem buscou a criança em uma cheche, na 906 Sul. No carro, Paulo dopou a criança com uma medicação para insônia de uso restrito, utilizada pelo assassino por meio de receita médica.
Na casa do pai, na 712 sul, Bernardo passara mal em alguns momentos. Após dar banho na criança, Paulo então o colocou na cadeirinha de segurança do carro e seguiu para a Bahia. Segundo o assassino, Bernardo foi colocado no carro dormindo. A ideia era dar um “susto” na mãe.
No caminho da BR-020, o assassino parou para abastecer e percebeu que a criança já estava morta. Paulo seguiu viagem e na divisa entre Goiás e A Bahia, abandonou o corpo do filho e a cadeirinha.
Na sexta-feira (1), um morador do povoado de Campos de São João (BA) entrou em contato com as autoridades, informando que havia encontrado um corpo com as mesmas características de Bernardo, e a cadeirinha de segurança.
O delegado Leandro Ritt, acompanhado de três policiais e da avó do menino, Juciane Nascimento, viajaram em uma aeronave da Polícia Civil do DF. O cadáver foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da Bahia.
Em estado de decomposição avançado, a identificação do corpo só foi possível através de exames de DNA, embora um colar de âmbar e a cadeirinha indicarem que o cadáver era de Bernardo.
Leia Mais....

Administração do Gama divulga o BALANÇO de 2019

segunda-feira, 9 de dezembro de 2019
 A cidade do Gama, fundada em 12 de outubro de 1960, é uma Região Administrativa com uma população de aproximadamente 127.121 habitantes, de acordo com o último levantamento produzido pela Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan).
É tempo de ação – Foi exatamente neste contexto que a Administração Regional do Gama trabalhou bastante em prol da comunidade. Um ano muito proveitoso, com várias ações destinadas às melhorias da cidade. “O Governo do Distrito Federal auxiliou bastante nas execuções das demandas, e assim, cativou balanços satisfatórios em cada setor da cidade. Ainda há muito que melhorar, mas o trabalho não para”, afirmou o administrador regional do Gama, José Elias.Segundo o balanço feito pela RA – ano base 2019, seguem as principais ações realizadas:
Ações da RA
– Quantidade de entulhos recolhidos – 2.200 toneladas;
– Quantidade de buracos tapados – 1.100 toneladas;
– Praças reformadas – Quadra 31 do Leste, Quadra 12 do Leste, Quadra Shis 02 Norte Conjunto H, Quadra 28 do Oeste, Quadra 28 do Leste, Pec 3 Quadra 11 do Oeste, Pec Quadra 37 do Leste, Pec Quadra 7 do Oeste;
– Parquinhos revitalizados – Parque Castelinho da Quadra 9 do Setor Oeste – área especial 2, Parque Infantil Leste, Itapuã e Galpaozinho ao lado da biblioteca;
– Feira Legal: O Shopping Popular do Gama recebeu várias ações. Entre elas, bicicletário, Wi-fi Social, reforma dos banheiros;
– Feira do Produtor Rural: valorização do trabalho dos produtores da região. Semana do Produtor Rural: Disponibilizados vários cursos para os produtores rurais. Uma semana recheada de informações.
Projetos para 2020
– Ampliação do Skate Park com acréscimo de quadra de futevôlei;
– Revitalização do Parquinho do Castelinho da praça 01 do Setor Oeste;
– Construção de parquinho infantil na PEC da EQ 13/17 Setor Oeste;
– Campo de areia de futevôlei próximo à rodoviária e Life Gama;
– Revitalização da Pista de Cooper Eusébio, na saída do Gama;
– Quadra poliesportiva no Engenho das Lajes;
– Iluminação com LED nas Avenidas Principais (Avenida dos Bombeiros, do Setor Industrial e Pistão Sul);
– Iluminação pública no Núcleo Rural Casa Grande;
– Construção de parque na Vila Roriz;
– Reforma e ampliação do Centro Comunitário do DVO;
– Contratação de empresas para elaboração de projetos de engenharia;
– Aquisição de equipamentos de informática;
– Revitalização do parquinho infantil da Praça 01 do Setor Leste;
– Reforma da Administração Regional do Gama – aquisição de materiais para utilização na execução de serviços gerais (EPIs e materiais de conservação e manutenção);
– Construção de praça pública – Praça 01 do Setor Sul;
– Urbanização dos conjuntos do Setor Sul.
http://www.capitaldoentorno.com.br
Leia Mais....

Corpo encontrado na Bahia é mesmo o de Bernardo

domingo, 8 de dezembro de 2019
Um homem encontrou o corpo, já em decomposição, uma cadeirinha e um cordão de âmbar, características utilizadas para descrever Bernardo
A suspeita se confirmou: o corpo encontrado na quinta-feira (5), às margens da BR-242, em Palmeiras-BA, é mesmo do menino Bernardo, de 1 ano e 11 meses, assassinado pelo pai, Paulo Roberto de Caldas Osório. O Instituto de Pesquisa de DNA Forense da Polícia Civil do DF (IPDNA/PCDF) realizou exames genéticos para se ter a certeza. As amostras biológicas do corpo encontrado na BR-242 chegaram a Brasília por volta de 12h30 de sábado (7). Depois, os profissionais confrontaram o material com o DNA dos pais. O procedimento durou cerca de seis horas, até que o Instituto chegou à conclusão de que tratava-se mesmo do menino Bernardo.
Na tarde dessa quinta (5), um morador de Campos do São João, distrito de Palmeiras-BA, encontrou o corpo, já em decomposição, uma cadeirinha e um cordão de âmbar, características utilizadas para descrever Bernardo no dia em que o pai o buscou na creche. Ele comunicou à polícia, que fez contato com a Delegacia de Repressão a Sequestros (DRS/PCDF), responsável pelas investigações.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Entre terça (3) e quinta-feira (5), agentes do Distrito Federal (DF) chegaram a vasculhar uma região de 100 km de mata próximo a Luis Eduardo Magalhães-BA em busca de Bernardo. Como nada foi encontrado pela corporação, os policiais voltaram para Brasília. No entanto, após a informação da delegacia do Estado da Bahia, a PCDF retomou viagem.

O caso

O garoto Bernardo, de 1 ano e 11 meses, está desaparecido desde a última sexta-feira (29). Paulo Roberto de Caldas Osório, 45 anos, sumiu com o garoto. Até então, o bebê não havia sido encontrado.
A suspeita é que Paulo queria tirar Bernardo da mãe, Tatiana da Silva Marques, 30 anos, e da avó materna. Ele foi preso em Alagoinhas-BA no sábado (30), mas o garoto não estava com ele. Perguntado onde o filho estava, Paulo disse que o dopou com remédios utilizados apenas por adultos na última sexta (29), fez viagem com ele até a Bahia e, quando percebeu que ele estava morto, o jogou numa mata. 
Leia Mais....

Hospital do Câncer de Brasília agora já é realidade

sábado, 7 de dezembro de 2019

Por Redação
Com a intermediação do senador Izalci Lucas (PSDB), depois de 4 anos, R$ 122 milhões em recursos, finalmente, serão liberados para a construção do tão esperado hospital do Câncer de Brasília. A boa nova foi dada pelo vice-presidente da Caixa Econômica Federal, João Eduardo Pacheco Dacache.
A construção do Hospital do Câncer no Distrito Federal é uma demanda antiga da população do DF que foi adotada pela bancada como prioridade na destinação de recursos. Depois de muito vai e vem para correção dos projetos enviados pelo GDF à Caixa Econômica, responsável pela aprovação e liberação dos recursos, o Hospital do Câncer vai, enfim, sair do papel. Para o senador Izalci, coordenador da bancada e ferrenho defensor do hospital, os recursos destinados ao DF não podem ser perdidos. “Lutamos por obras que favorecem a qualidade de vida da população e que precisam ser realizadas, afirmou o senador. “Foram quatro anos de luta constante para não perdermos os recursos. Agora é o GDF abrir a licitação e tocar a obra”, completou Izalci.
Em 2016, a Bancada do DF apresentou uma emenda no valor de R$ 122 milhões para a construção do Hospital do Câncer. Começava ali uma novela que parecia não ter fim para que os recursos fossem disponibilizados. Diversas reuniões foram realizadas e articuladas pelo senador Izalci Lucas, com representantes da Caixa Econômica e do governo do Distrito Federal, para resolver pendências judiciais, e outras, tais como falta de documentação, que estavam causando entraves no processo. A luta começou com Izalci na Câmara dos Deputados na legislatura passada. Só neste seu primeiro ano como senador, foram várias reuniões realizadas para acertar o projeto e a documentação necessária. Para Izalci, a luta valeu. “Salvamos os recursos. Tivemos um final feliz”, comemorou.
Leia Mais....

Programa Jovem Candango entrega mais 700 diplomas

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

 Em comemoração à conclusão de aprendizagem no Programa Jovem Candango 2019, foi realizada, na tarde desta sexta-feira (6), sessão solene no Auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Perto de cinco mil jovens (4.900) já participaram do programa. Durante a sessão, foram entregues mais 700 diplomas, já que, em agosto último, totalizaram 1.108 diplomas distribuídos aos formandos das instituições Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração (Renapsi) e Obras Sociais do CEF Jerônimo Candinho.
O principal objetivo do programa, que completou cinco anos, é ampliar as oportunidades do primeiro emprego aos estudantes de 14 a 18 anos de idade, que estejam cursando as últimas séries dos ensinos fundamental e médio. O governador em exercício Paco Britto voltou a afirmar que o Jovem Candango será ampliado e dará mais oportunidades aos jovens brasilienses.
Na opinião do Paco Britto, o programa é referência para todo o país, por dar dignidade aos jovens. “O que a juventude precisa é de oportunidades para trilharem caminhos de sucesso. Temos que pensar não apenas no presente, mas, também no futuro desses adolescentes. Esse programa tem essa intenção: preparar o jovem para o mercado de trabalho, visando um futuro promissor, longe das ruas e da criminalidade”, ressaltou.
Idealizador da Lei 5.216/2013, que cria o Programa Jovem Candango no Distrito Federal, o presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças da CLDF, deputado distrital Agaciel Maia, explicou a iniciativa. “Os jovens têm a oportunidade de ingressarem no mercado de trabalho por meio de contratação em órgãos públicos do GDF, com carteira assinada, recebendo um salário mínimo, vale transporte e alimentação e os demais direitos trabalhistas”, destacou.
Para o deputado, a homenagem visa incentivar, reconhecer e motivar os alunos que se empenham no estudo e no trabalho, estimulando o processo de ensino e aprendizagem. Referendando as palavras do governador em exercício, ele garantiu que não só manterá o programa, mas que pretende ampliá-lo.
O secretário da Juventude, Léo Bijos, adiantou que enviará, nos próximos dias, uma minuta de decreto, visando aumentar recurso do Orçamento para atender mais jovens. “Os jovens de 15 a 29 anos representam um terço da população do DF, 800 mil, portanto. É uma fatia (da sociedade) esquecida, colocada de lado. Por isso, existem programas como esse ou como, por exemplo, o de estágio nas empresas privadas e vários outros”, explicou.
Compôs também a mesa Daniel Maia, do Força Jovem; além da diretora da Renaps, Aline Ferreira; a coordenadora e assistente social do Instituto Jerônimo Candinho, Gislaine Medeiros, e os alunos João Victor Rodrigues e Maria Eduarda Cardoso, do Instituto Jêronimo, e Camila Maia Rodrigues, do Renaps.
Os participantes assistiram a um vídeo com depoimento positivo, no ano passado, de um ex-aluno do programa.




 NOSSOGAMA.COM.BR
COM INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA BRASÍLIA
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot