• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

DF é exemplo para outros federados

terça-feira, 29 de outubro de 2019
A advogada gaúcha e especialista em compliance Marili Réquia será recebida amanhã pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia e usa o DF como exemplo
A exigência de programas de integridade para as empresas que contratem com o poder público, feita pelo governador Ibaneis Rocha (MDB/foto), se tornou modelo para outros entes federados. A advogada gaúcha e especialista em compliance Marili Réquia será recebida amanhã pelo presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia, para tratar do assunto em âmbito nacional e deve usar o DF como exemplo.

Exemplo interestadual II

A ideia é que a medida que regulamenta o compliance nas contratações com o poder público seja implantada no Rio Grande do Sul e nos demais estados. No DF, a legislação, que começa a vigorar em 2020, estabelece que contratos acima de R$ 5 milhões adotem o programa. A jurista, no entanto, defende valores ainda menores, mas acredita na possibilidade de uma mudança cultural. No geral, palmas.

Mais Médicos, menos diplomas

Contrário às emendas feitas ao texto da MP 890, que regulamenta o novo Revalida (autorização dada a médicos formados no exterior para atuarem no Brasil), o deputado federal Professor Israel (PV) tem buscado outros parlamentares para tentar barrar a proposta. Do jeito que ficou o texto reformado, o Congresso daria um “aval para a farra da medicina no país”, afirmou o parlamentar.

Alerta vermelho

O debate também está na contratação dos consórcios estaduais. Caso a MP seja aprovada, médicos estrangeiros poderão atuar nas redes públicas dos estados sem a necessidade de fazer o Revalida. Só que um relatório lançado pelo Itamaraty acendeu um alerta vermelho aos representantes federais. O documento mostra a precariedade de cursos de medicina na fronteira com o Brasil, paraíso onde ‘parte’ dos estudantes brasileiros busca se formar.

Problemas apontados

Além da ausência de vestibulares para o ingresso de muitas das faculdades vizinhas, o relatório diplomático aponta para as “dificuldades acadêmicas e de integração” dos cursos. Entre elas estão a situação estrutural precária de algumas instituições, o “aprendizado insatisfatório” do estudante em razão do domínio “deficiente do espanhol”, déficit na orientação psicológica dos estudantes, entre outros.

Números valiosos

Os resultados de outubro da Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic) serão divulgados hoje pela Confederação Nacional do Comércio (CNC). De olho nos dados do DF. A pesquisa leva em conta 18 mil consumidores de todo o país.
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot