• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

‘Sem o Fundo Constitucional não temos como sobreviver’, diz Agaciel Maia

sexta-feira, 27 de setembro de 2019
Deputado distrital Agaciel Maia, presidente da Comissão da Economia e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa do DF. Foto: Delmo Menezes / Agenda Capital
O governo tem que acender o sinal vermelho, amarelo e todos os sinais para que isso não venha acontecer, para não nos pegar de calças curtas (Agaciel Maia sobre a PEC do Fundo)
Por Delmo Menezes
Com tantos problemas financeiros para fechar o caixa, mais uma vez o Fundo Constitucional do DF está sendo ameaçado por uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC), em tramitação no Congresso Nacional. O Fundo foi criado por uma lei de 2002, com a finalidade de prover os recursos necessários à organização e manutenção da Polícia Civil, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, assim como a assistência financeira para execução de serviços públicos de saúde e educação.
O Tribunal de Contas da União (TCU), já fez várias investidas no sentido de colocar em xeque a utilização do Fundo pelo governo do DF. Em março deste ano, a Corte decidiu que o GDF teria que devolver R$ 10 bilhões à União e não poderia mais ficar com a verba arrecadada anualmente – cerca de R$ 700 milhões. O valor se refere a Imposto de Renda que incide sobre pagamentos de servidores bancados com recursos dessa reserva, como policiais e bombeiros. O GDF recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), que derrubou a decisão do TCU.
No mês passado, o GDF foi novamente surpreendido com a decisão do ministro Aroldo Cedraz do TCU, que impede o governo de usar recursos do Fundo para pagamento de aposentados e pensionistas de educação e saúde. O Fundo Constitucional foi criado há anos para ajudar o DF a pagar salários dos dois setores. Por ano, o GDF utiliza cerca de R$ 2,5 bilhões do Fundo para pagamento dos profissionais inativos das secretarias de Saúde e Educação. O governador Ibaneis recorreu ao STF contra a decisão.
Sem não bastasse as investidas do TCU, tramita no Congresso Nacional, Projeto de Emenda à Constituição (PEC) de autoria da deputada federal Clarissa Garotinho (Pros-RJ), que caso seja aprovada, terá um impacto muito grande nas finanças do Distrito federal, principalmente nas áreas de Segurança, Saúde e Educação.
De acordo com a Proposta, o Fundo Constitucional do DF seria compartilhado pelos próximos 10 anos e depois seria repassado a outras unidades da federação, como a segurança pública do Rio de Janeiro, base eleitoral de Clarissa Garotinho.
Em entrevista concedida ao Agenda Capital esta semana, o deputado distrital Agaciel Maia (PL), que é o presidente  da Comissão da Economia e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa do DF, faz um alerta ao governo do Distrito Federal, aos deputados distritais e a bancada do DF no Congresso Nacional, no sentido de uma mobilização permanente, para evitar aquilo que segundo ele, seria trágico para o DF, a aprovação de uma PEC, que destina recursos do Fundo Constitucional para outras Unidades da Federação.
AC – Qual seria o impacto para o Distrito Federal a aprovação desta PEC que já está em tramitação dentro da Câmara dos Deputados?
Dep. Agaciel Maia – É importante para o governo Ibaneis, e eu o alertei esta semana na apresentação do relatório de gestão fiscal do segundo quadrimestre na Câmara Legislativa, no sentido de que existem movimentações que em outras épocas, eram apenas ameaças. Hoje a gente fica preocupado com o novo perfil do Congresso, que é exatamente a apresentação dessa PEC, para dividir o Fundo Constitucional. Nós sabemos que o Fundo serve para pagar despesas de pessoal que são permanentes. O governo precisa se mobilizar, precisa esclarecer, precisa mostrar a necessidade do Fundo para Brasília. Os parlamentares no Congresso Nacional precisam entender a tipicidade que é a nossa economia, as 126 representações diplomáticas, tudo isso tem que ser esclarecido. Esse movimento está crescendo, a exemplo do que aconteceu com o imposto de renda junto ao Tribunal de Contas da União (TCU), e pelas informações que possuímos, não temos condições de sobreviver hoje sem este Fundo Constitucional na sua integralidade. Então o governo precisa criar uma força-tarefa para esclarecer aos senadores e deputados da necessidade de não se mexer nisso, porque se a gente brincar, pode haver uma aprovação e se for uma Emenda à Constituição, não tem volta.
AC – Em relação a nossa bancada dentro do Congresso Nacional, o senhor tem conhecimento desta articulação?
Dep. Agaciel Maia – Com relação a Bancada do DF no Congresso, algumas pessoas se posicionam, outras tem os seus problemas políticos. Entendo que tanto os 08 deputados federais, quanto os 03 senadores, lógico que vão defender a manutenção do Fundo Constitucional, porém é pouco. Temos 81 senadores e somente 03 são aqui do DF. Na Câmara dos Deputados são 513 parlamentares e somente 08 de Brasília. Então precisamos ampliar este espectro de esclarecimento, para que a gente possa vir a blindar, pois esta PEC já está tramitando. Então o governo tem que acender o sinal vermelho, amarelo e todos os sinais para que isso não venha acontecer, para não nos pegar de calças curtas.
AC – Qual a movimentação da CLDF nesse sentido?
Dep. Agaciel Maia – Como presidente da Comissão da Economia e Finanças (CEOF) da Câmara Legislativa do DF, procuro esclarecer este assunto aos demais parlamentares, explicitando esta preocupação, pois nós não temos condições orçamentarias e nem financeiras de sobreviver com a metade do Fundo Constitucional. Se hoje com o Fundo Integral já há dificuldades, imagine com ele pela metade.
Da Redação do Agenda Capital
Leia Mais....

Jaqueline Silva Na Secretaria De Trabalho Do DF

Segundo informações, cresce no Palácio do Buriti o interesse de convidar a deputada Jaqueline Silva (PTB) para assumir a Secretaria de Trabalho. O motivo é que a parlamentar tem atuado de forma contundente para a geração de emprego no DF, através de projetos e propostas. As conversas estão avançadas entre Jaqueline e Ibaneis.
http://donnysilva.com.br
Leia Mais....

Jaqueline Silva encara nova função O pedido do deputado João Cardoso (Avante) de se afastar da terceira secretaria do Legislativo local abre oportunidade para Jaqueline Silva assumir a função

O pedido do deputado João Cardoso (Avante) de se afastar da terceira secretaria do Legislativo local foi protocolado ontem na Mesa Diretora, como noticiou ontem esta coluna. Só que, para a petebista Jaqueline Silva (foto) assumir a função, precisará renunciar ou se afastar da presidência da Comissão de Fiscalização e Controle, como define o artigo 46 do regimento interno. A decisão, no entanto, já foi tomada e a parlamentar deve assumir o novo posto.

Impedimento vai além

Também é norma interna da CLDF que os presidentes das comissões, quando são autores de um projeto, escolham um outro integrante do colegiado para passar à presidência momentaneamente. Nestes casos específicos, a parlamentar também estará impedida de comandar a comissão mesmo que pelo curto momento de apreciação de um projeto.
https://jornaldebrasilia.com.br/
Leia Mais....

LANÇAMENTO DO PROGRAMA HABITACIONAL FAMPE-DF

A FAMPE-DF-E lançou nesta quinta-feira (26/09) para seus Associados, o Programa de Benefícios, que se desdobra no Subprograma de Habitação do Micro e Pequeno Empresário.
A Federação viabilizará unidades residenciais para seus Associados, em diversas localidades do Distrito Federal. A aquisição dessas unidades se dará por meio da compra de imóveis da própria Caixa Econômica Federal. O Programa Habitacional da Federação foi anunciado em fevereiro de 2019, durante uma cerimônia com as Lideranças da Categoria. A partir de então, os Associados já estão formalizando seus cadastros se preparando para a aquisição da casa própria.
Para isso, a FAMPE-DF-E conta com o assessoramento técnico de duas entidades idôneas:
Na área imobiliária,  da empresa Conectta Imóveis e Empreendimentos Imobiliários Ltda, CNPJ nº 32.225.150/0001-90.
Na área jurídica, do Escritório Mares e Mares Advogados, CNPJ nº 24.995.314/0001-30, representado por Arlindo Mares Oliveira Filho.
São imóveis de propriedade da Caixa Econômica Federal como casas, apartamentos, salas, lojas e terrenos. Estes bens são devidamente escriturados, aptos para a venda no mercado imobiliário com valor diferenciado.
 Doutor Alencar conduziu a reunião de lançamento






Leia Mais....

Gestão de Pábio Mossoró mostra produtividade e garante crescimento para Valparaíso Prefeito é trabalhador e não para de buscar investimentos para a cidade

quinta-feira, 26 de setembro de 2019
A atual administração do município de Valparaíso de Goiás tem despontado como uma das melhores dos 246 municípios goianos. Também é lembrada como a mais atuante, transparente e compromissada da região do Entorno do Distrito Federal. Tudo isso é o resultado das medidas adotadas pela gestão do prefeito Pábio Mossoró.
Mossoró tem trabalhado com equilíbrio, seriedade e transparência. Sua responsabilidade vem garantindo o pagamento em dia do salário dos servidores municipais, bom relacionamento com todos os segmentos da sociedade e o cumprimento das propostas apresentadas em seu plano de governo.
Apesar das dificuldades encontradas no início de seu mandato, Mossoró já conseguiu alinhar o planejamento, traçou estratégias e conquistou o respeito da população. A nova realidade administrativa da cidade, já possibilitou, nos últimos meses, investimentos pontuais, obras essenciais e mais qualidade de vida para os valparaisenses.
Pábio garante que uma gestão competente é aquela que pensa no futuro, que busca junto ao Governo Estadual e Federal recursos para solucionar muitos problemas de Valparaíso. “É isso que estamos fazendo desde o primeiro dia de mandato. Nós planejamos ações de médio e longo prazo, e já estamos colhendo os frutos das parcerias firmadas. A união de esforços das Secretarias Municipais vem mostrando bons resultados. A meta é retomar obras e executar projetos que ficarão para sempre na história da cidade. A nossa gente merece”, finalizou o prefeito.
Gestão de resultados
De janeiro de 2017 até setembro de 2019, entre os principais benefícios garantidos pelo prefeito, estão as inaugurações do Banco de Alimentos, do Parque Ecológico Reserva do Parque,  da Casa da Cultura – Mestre Sabá, a criação da Guarda Municipal, asfalto em diversos pontos do município, a construção de uma nova ponte no Pacaembu, revitalização de escolas, de quadras esportivas, de unidades de saúde, a entrega de novas salas de aulas, a reforma da passarela azul, a nova iluminação com LED, o Programa de Cirurgia de Cataratas, abertura de três centros de capacitação: Escola de Governo, Núcleo de Cursos e o Centro de Línguas, Audiências Públicas sobre orçamento e saneamento e o início das obras do quartel do Corpo de Bombeiros Militar. Ações que marcam a história da cidade e abrem o caminho para um futuro permeado de progresso e desenvolvimento.
http://www.capitaldoentorno.com.br/
Leia Mais....

Despesa com pessoal segue abaixo do limite, mas custeio e investimentos preocupam

Despesas com pessoal representam 43,26% da receita corrente líquida, índice abaixo dos limites de alerta (44,10%) e prudencial (46,55%) estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal
"A questão da despesa de pessoal, na atual gestão, é a que menos preocupa. A nossa preocupação maior tem a ver com os poucos recursos para investimentos e as despesas de custeio", afirmou o secretário-adjunto de Orçamento do DF, José Agmar, em audiência pública esta manhã (25), para apresentação do relatório de avaliação das metas fiscais do 2º quadrimestre de 2019. Entre números de receitas, despesas, dívidas e gastos com educação e saúde, técnicos do governo esclareceram questões apresentadas pelo presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (CEOF) da Casa, Agaciel Maia (PL), e pela distrital Júlia Lucy (Novo), que também integra o colegiado.
O relatório de gestão fiscal e de execução-orçamentária foi detalhado pelo contador geral adjunto do GDF, Luiz Barreto. As receitas correntes (como as derivadas de impostos e outras taxas), de janeiro a agosto deste ano, somam pouco mais de R$ 15 milhões: 4,65% a mais do que o montante registrado no mesmo período no exercício anterior. Já as receitas de capital (operações de crédito, por exemplo) tiveram uma variação negativa de 56,77%.
Essa redução, contudo, não causou alarde entre os gestores da área. Para Patrícia Motta Café, secretária- adjunta de Economia do DF, o percentual reflete o cenário econômico atual. "A expectativa de crescimento atual do Brasil é muito inferior à do ano passado", ponderou.
Conforme apontou Barreto, as despesas com pessoal representam 43,26% da receita corrente líquida, índice abaixo dos limites de alerta (44,10%) e prudencial (46,55%) estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). "Isso mostra a grande responsabilidade que o governador está tendo", elogiou Agaciel Maia ao questionar sobre a garantia de disponibilidade financeira para pagar a folha até o final do exercício financeiro.
O adjunto José Agmar garantiu a existência de recursos para pessoal, mas alertou para dificuldades no que concerne aos gastos de custeio, em especial as despesas de contratos de serviços terceirizados e os subsídios ao transporte público. "As despesas de custeio estão estrangulando nosso orçamento. Temos um déficit estimado hoje entre R$ 800 milhões e R$ 1 bilhão, isso tende a ser passado como DEA [Despesa de Exercícios Anteriores] para 2020", alertou.
Agmar também se disse preocupado com a redução dos valores para investimentos. Segundo dados da própria Secretaria de Economia, as despesas de investimentos que foram liquidadas nos oito primeiros meses do ano são 37,98% menores que as cifras do exercício anterior. O percentual de investimentos, em relação às despesas totais, chamou a atenção dos deputados presentes à audiência. "Eles representam apenas 1,92% dos gastos, e são eles, os investimentos, que geram mais empregos", destacou Maia.
Outro indicador que causou preocupação é a dívida consolidada líquida do DF. De um ano para o outro, o endividamento aumentou cerca de R$ 1,8 bi – representado, em grande medida, por precatórios. "Isso é preocupante, porque, por lei, esse passivo tem de ser quitado até 2024", apontou Luiz Barreto.
Capacidade de pagamento - A capacidade de pagamento (Capag) de um ente federado diz respeito à sua situação fiscal para a contração de empréstimos com garantia da União. O objetivo é permitir avaliar se um novo endividamento representa risco para o Tesouro Nacional. Os estados avaliados com notas A e B estão aptos a contrair financiamentos com organismos de crédito multilaterais, com o aval da União. Hoje o Distrito Federal tem nota C, considerando as variáveis envolvidas no cálculo. Questionado pela deputada Júlia Lucy sobre a possibilidade de melhorar essa nota, José Agmar listou uma série de medidas que teriam de ser implementadas: como o fim de renúncias fiscais, o congelamento de despesas, privatizações e concessões.
Leia Mais....

Eleição para conselheiro tutelar: saiba como votar

terça-feira, 24 de setembro de 2019
Cada cidadão só pode escolher um candidato da região administrativa onde está registrado seu título. Serão eleitos 200 representantes para atuar entre 2020 e 2023
Você já foi abordado na rua ou na porta de casa por algum candidato a conselheiro tutelar? Já recebeu algum material de campanha impresso ou no celular? Se não, aguarde: mais de 800 candidatos estão pelas cidades para conquistar votos! 
Por isso, é importante que os eleitores busquem informações sobre os representantes de sua cidade para que possam fazer uma escolha consciente no dia 6 de outubro, data da eleição para conselheiro tutelar. Confira, aqui, a lista de todos os que estão concorrendo às vagas de conselheiro: 
Serão eleitos nesse processo democrático 200 representantes para atuar entre 2020 e 2023 nos 40 conselhos espalhados pelo DF – e mais 400 suplentes. 
Cada eleitor só poderá votar em um candidato da região administrativa na qual o seu título é registrado. Reforçando: os moradores da Ceilândia, por exemplo, só poderão votar nos candidatos da Ceilândia.
Estão aptos a votar os cidadãos brasileiros em pleno gozo dos seus direitos políticos, com domicílio eleitoral no Distrito Federal. 
O voto não é obrigatório, mas a ampla participação dos eleitores é fundamental para definir quem serão os responsáveis por garantir os direitos, respeito e proteção a crianças e adolescentes.
Onde votar: serão disponibilizados 148 locais de votação em todas as regiões administrativas do DF. Com número do título e nome completo, o cidadão pode consultar aqui, de forma simples e rápida onde votará. 
A lista completa dos locais de votação também está disponível para consulta. Neste caso, o eleitor que lembrar da sua zona eleitoral pode encontrar seu local de votação neste link
http://www.capitaldoentorno.com.br/
Leia Mais....

Projeto de lei

Manda um…

Projeto de lei que chegou à Câmara Legislativa, mas que ainda será protocolado, permite a reeleição de diretores das escolas públicas do DF. O novo mandato, porém, será de dois anos para não coincidir com as eleições políticas de 2022. A intenção é que a votação seja feita em novembro, mas também será preciso alterar a data, que está inicialmente prevista para outubro.

…para adiar o outro

A reeleição agrada representantes vinculados à educação, já que há um problema recorrente no sistema de ensino de falta de candidaturas. Só que a proposta é tida por alguns como uma manobra para adiar ainda mais o envio do “projeto de gestão democrática”, devido pelo Buriti. Caso a Casa legislativa apresente quórum hoje, o presidente, Rafael Prudente (foto), pretende colocar as mudanças em pauta.
https://jornaldebrasilia.com.br
Leia Mais....

GDF vai nomear 100 aprovados em concurso do Hemocentro

quinta-feira, 19 de setembro de 2019
Governador Ibaneis Rocha anunciou a convocação e doou sangue
 
O Governo do Distrito Federal vai nomear 100 aprovados em concurso da Fundação Hemocentro de Brasília. O anúncio foi feito na tarde desta terça-feira (17) pelo governador Ibaneis Rocha, durante visita ao Hemocentro. Na ocasião, o chefe do Executivo aproveitou para doar sangue e destacou a importância do gesto.

Em um primeiro momento, serão chamados 50 aprovados no certame de 2017. Em janeiro de 2020, outros 50 serão nomeados. Assim, o Hemocentro poderá recompor seu quadro de servidores.

“Estamos preparando a contratação de novos profissionais para o Hemocentro. A gente [ao doar sangue] dá um exemplo para a sociedade. Eu convido a todos aqueles que acreditam na vida, na necessidade de doar e vamos começar a renovar os estoques para o final do ano”, conclamou o governador.

Ibaneis Rocha estava acompanhado dos secretários de Saúde, Osnei Okumoto, e da Casa Civil, Valdetário Monteiro. Eles também doaram sangue.

A Fundação Hemocentro de Brasília está recuperando os estoques de sangue tipo O+ e O-, que estão abaixo do nível seguro do estoque estratégico. Segundo dados do próprio Hemocentro, cerca de 2,3% da população do Distrito Federal realizam o ato voluntário anualmente.

Em 2018, a fundação recebeu pouco mais de 53 mil doadores. A média diária de candidatos à doação de sangue é de 220 pessoas, que resulta na coleta de aproximadamente 170 bolsas por dia.



DOAÇÃO – O secretário de Saúde do DF, Osnei Okumoto, explicou, durante a visita ao Hemocentro, a importância do ato voluntário para a rede pública do DF. “Em caso de cirurgia de urgência, é fundamental ter esse sangue em estoque para dar encaminhamento aos processos cirúrgicos ou mesmo aos atendimentos dentro do pronto-socorro, onde, muitas vezes, as pessoas chegam baleadas ou acidentadas e com sangramento ativo. Aí há a necessidade de a gente fazer o tratamento com o sangue doado”, comentou Okumoto antes de fazer a boa ação.

Presidente do Hemocentro, Bárbara Simões reforçou o chamado à população a comparecer à fundação: “É extremamente importante que todos tenham essa consciência e doem regularmente para manter os estoques regulares. Assim, quando precisarmos, teremos o produto disponível para o tratamento”.


Leia Mais....

Criação de empregos depende de subsídios

Operações de crédito e inversões financeiras possibilitarão um aporte de R$ 1,8 bilhão nos recursos destinados a investimentos, num total de R$ 3,2 bilhões
A proposta de lei orçamentária para 2020, enviada pelo Governo do Distrito Federal à Câmara Legislativa, terá uma pequena margem para a realização de ações que estimulem a oferta de emprego e a geração de renda. Dos R$ 27,3 bilhões, apenas R$ 3,2 bi serão destinados a investimentos, isso já contando com os recursos oriundos do Fundo Constitucional do Distrito Federal. A saída para incrementar os investimentos, segundo o presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças da Câmara Legislativa e relator do orçamento, deputado Agaciel Maia (PR), será por meio de financiamentos de organismos nacionais e internacionais.
O Distrito Federal tem uma vantagem em relação às demais unidades da Federação. O endividamento com financiamentos é de apenas dez por cento do limite. É possível obter financiamentos para obras como, por exemplo, de saneamento”, explicou o parlamentar.
A receita estimada para o próximo ano no PLOA é de R$ 27,3 bilhões e a fixação de despesa no mesmo valor. A proposta compreende os orçamentos fiscal, da Seguridade Social e de investimento das empresas estatais.
Para 2020, a receita do Distrito Federal relativa às esferas fiscal e de Seguridade Social é de R$ 25,7 bilhões. Quanto às despesas, a maior é com pessoal e encargos sociais, R$ 14,7 bilhões, que representa 57,08% da receita, enquanto R$ 1,4 bilhão está destinado a investimentos, que corresponde a 5,59%. A reserva de contingência, dotação global não especificamente destinada a determinado órgão, unidade orçamentária, programa ou categoria econômica, cujos recursos serão utilizados para abertura de créditos adicionais, terá apenas R$ 1 bilhão (3,99%) do orçamento.
A proposta de lei orçamentária para 2020 contou com uma inovação significativa, na consulta pública que reúne sugestões da sociedade para elaboração do PLOA. Este ano, as sugestões puderam ser feitas por meio eletrônico, de 2 a 18 de julho. Técnicos do governo afirmam que houve um aumento significativo na participação popular.
O Fundo Constitucional do Distrito Federal, que não integra o orçamento, injetará mais R$15,7 bilhões à receita do Distrito Federal. Esses recursos devem ser usados na Segurança Pública, Saúde e Educação.
O FCDF, as operações de crédito e inversões financeiras possibilitarão um aporte de R$ 1,8 bilhão nos recursos destinados a investimentos, num total de R$ 3,2 bilhões como prevê o Plano de Diretrizes Orçamentárias (PPA) para o período 2020-2023.
https://jornaldebrasilia.com.br/
Leia Mais....

Imagens fortes: torcedor do Athletico-PR perde a mão ao acender sinalizador

quarta-feira, 18 de setembro de 2019
Um torcedor do Athletico-PR, que acompanhava o embarque do time para Porto Alegre-RS, na terça-feira (17), perdeu a mão ao acender um sinalizador.  De acordo com a Polícia Militar, um grupo de torcedores esperava o ônibus do time no aeroporto, quando o rapaz acendeu o artefato que acabou explodindo na mão dele.
O jovem foi encaminhado ao hospital. A unidade informou que ele passava por uma cirurgia no início da noite desta terça.
https://jornaldebrasilia.com.br/
Leia Mais....

Policiais militares do Núcleo Bandeirante localizam idoso que estava desaparecido há três dias

terça-feira, 17 de setembro de 2019
Os policiais militares do 25º Batalhão, no Núcleo Bandeirante, encontraram um homem de 63 anos que estava desaparecido havia três dias. O senhor Francisco Pereira estava sozinho em frente a um quiosque na Quadra 14, no Park Way, neste domingo (15).
Segundo o 2º sargento Manoel Coelho, o idoso estava muito confuso. “Ele tinha claros sinais de desidratação e apresentava confusão mental”, explica.
De acordo com a família, Francisco desapareceu no Gama. Ele havia sido visto pela última vez numa parada de ônibus. Ao ser encontrado, não possuía documentos nem telefone celular. A única coisa de que se lembrava era do próprio nome.
O comandante da equipe policial, o 2º sargento Souza Gomes, consultou o sistema da polícia e localizou o registro de desaparecimento feito pela família do senhor Francisco.
Os policiais foram até Santa Maria, onde a família do idoso mora. O sargento Manoel Coelho acrescenta que o reencontro emocionou a todos.
A família fez questão de registrar o momento com os sargentos Manoel Coelho e Souza Gomes e o soldado Cristopher Andersen. 
http://www.pmdf.df.gov.br

Leia Mais....

Recursos de emendas

O distrital Robério Negreiros (PSD) destinou recursos, via emenda parlamentar, para a compra de ônibus para a TCB, uma das empresas de transporte urbano do DF. O pedido de renovação da frota havia sido feita pelo diretor presidente da companhia, Chancerley Santana, depois que uma licitação de compra foi deflagrada pela empresa.
 http://jornaldebrasilia.com.br / Foto:: nossogama.ccom.br
Leia Mais....

Em busca de espaço

O presidente do MDB local, Rafael Prudente, tem feito um périplo nas diversas regiões administrativas do DF. O também presidente da Câmara Legislativa tem procurado renovar o partido em âmbito local com uma proximidade maior com a juventude. A maratona em busca de um crescimento da legenda também conta com a atuação da secretária Ericka Filipelli junto ao MDB Mulher. Em poucos meses, foram mais de duas mil filiações. 
http://jornaldebrasilia.com.br / Foto:nosssogama.com.br
Leia Mais....

Experiência em campo

Prioridade máxima

Os projetos da Lei Orçamentária Anual (LOA) e do Plano Plurianual (PPA) chegaram ao Legislativo local na sexta passada (13), mas ainda devem ser distribuídos aos gabinetes. A articulação do governo será posta à prova com as discussões em torno da LOA que, como sempre ocorre, deve contar com um número grande de emendas dos distritais.
Entra em cena um dos deputados mais experientes da Câmara. Agaciel Maia (PR) é o presidente da Comissão de Orçamento (CEOF) e deve conduzir parte das negociações da LOA, inclusive com os técnicos da Casa legislativa. Nos bastidores, circula a crença de que as reclamações do governador Ibaneis Rocha (MDB) devem diminuir. “Agora, o orçamento é dele, não do Rollemberg”, lembrou um distrital.

http://jornaldebrasilia.com.br/ Foto:nossogamaa.com.br
Leia Mais....

Terminal Rodoviário De Santa Maria Tem Data Para Licitação

O sonho vai se tornar realidade! A licitação para a construção do Terminal Rodoviário de Santa Maria já tem data marcada: dia 21 de outubro. A obra é uma luta antiga dos mais de 140 mil moradores da cidade, que já viram promessas e recursos serem desperdiçados para dotar a área na quadra 401 de infraestrutura adequada. A deputada Jaqueline Silva comemora a boa nova e explica o trabalho desenvolvido desde que assumiu o mandato.
“A primeira benfeitoria para Santa Maria, que tratei com o governador Ibaneis Rocha, foi a construção do terminal. Trabalhamos em conjunto para a cessão do terreno, adequação do projeto, alocação de recursos e agora temos dia e hora para que este sonho saía do papel”, afirma a parlamentar, que mora na cidade. Atualmente, no local, funciona um guichê da empresa Pioneira, sem qualquer estrutura para passageiros e rodoviários.
 O terminal será instalado em área de 16 mil m², com 10 boxes para embarque/desembarque e plataforma de 2,5 mil m². Está previsto também lojas e banheiros públicos, assim como espaço de estacionamento aberto para carros e motos. Hoje, 11 linhas de ônibus iniciam/terminam suas viagens no local e os passageiros ficam sujeito ao sol, à chuva, à poeira em abrigo de ônibus improvisado.
Mas esse tempo acabou graças ao empenho conjunto dos Poderes Executivo e Legislativo: (1) ao governador Ibaneis Rocha, pela prioridade dada ao terminal, com tratativas junto à Secretaria de Mobilidade do DF, responsável pela licitação, e à Terracap, que cedeu o terreno ao GDF; e (2) à deputada Jaqueline Silva, que destinou R$ 1 milhão para o início das obras, com garantia de aporte financeiro para 2020.
Na cerimônia de assinatura da cessão do terreno, o governador Ibaneis Rocha confirmou que a cidade de Santa Maria receberá ainda mais melhorias, atendendo antigas demandas da população. “A cidade, graças a Deus, está passando por um período de muitas obras e esta será um ganho considerável para os moradores que há anos esperam por esse tipo de melhoria”, afirmou o governador.
http://donnysilva.com.br/
Leia Mais....

GDF Presente: Uma semana de ações positivas em Taguatinga

Poda de árvores, retirada de entulho, recuperação de meio-fios foram alguns serviços executados no setor M Norte
Por Redação 
A Região Administrativa de Taguatinga recebeu por uma semana equipes do programa GDF Presente. Houve poda de árvores, retirada de entulho, recuperação de meio-fios e asfalto e, também, o fim de um lixão.
Funcionários da Novacap, do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), do Detran/DF, do Corpo de Bombeiros, do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/DF), da Secretaria das Cidades e da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (Sesipe) trabalharam do dia 6 a 13 de setembro no Setor M Norte.
E os resultados foram: 64 árvores podadas, 38 desobstrução de bocas de lobo, 15 toneladas de massa asfáltica e 6,41 m³ investidos em tapa-buracos. Foram feitos ainda 250m² de capinagem e 2.400m de varrição, 1.470 m³ em serviços de terraplanagem e 1.131 m³ em recolhimento de entulhos.
“Queremos trazer mais conforto e qualidade de vida para a cidade como um todo”, explicou o administrador de Taguatinga, Geraldo César. Segundo ele, o programa avançou muito nesta semana e deu mais agilidade ao atendimento das demandas dos moradores.
http://agendacapital.com.br
Leia Mais....

Deputado Agaciel Maia lamenta morte da bombeira militar

segunda-feira, 16 de setembro de 2019
O deputado Agaciel Maia  lamentou a morte da soldado  Marizelli Armelinda Dias . A militar de 31 anos foi morta em serviço enquanto atendia uma ocorrência de incêndio na QNL 2, em Taguatinga, próximo à Super Adega.
 “É um momento de muita tristeza , foi com imenso pesar que recebi a notícia da morte da soldado Marizelli , quero me solidarizar com a família. Que Deus conforte seus corações", disse o deputado Agaciel Maia.
Leia Mais....

”Era uma menina corajosa é inspiradora”, diz chefe da bombeira Marizelli morta em serviço

Bombeira Marizelli Armelinda Dias. Foto: Reprodução
Marizelli Dias teve fraturas e traumatismo craniano depois de ser atingida por uma árvore e por cabos de energia que se romperam em decorrência de incêndio na QNL 02, em Taguatinga. Militar tentava apagar o fogo no cerrado, quando ocorreu o acidente
Por Redação*
O desespero e a comoção tomaram conta da emergência do Hospital Regional de Ceilândia (HRC) na tarde de ontem. Após lutar por quase 10 horas pela própria vida, a bombeira Marizelli Armelinda Dias, 31 anos, não resistiu. Ela foi atingida por um galho de eucalipto de médio porte e por fios de alta-tensão enquanto combatia um incêndio em uma área de vegetação do cerrado na QNL 2, próximo à via estádio, em Taguatinga, na manhã de ontem.
Na avaliação da equipe médica, a soldado morreu em decorrência das fraturas e de uma possível descarga elétrica que sofreu, já que ficou em contato com os cabos de energia que romperam e caíram com a árvore. Os bombeiros precisaram esperar a resposta da Companhia Energética de Brasília (CEB) para confirmar a inexistência de corrente elétrica e conseguir fazer o resgate com segurança.
A militar sofreu fraturas nas costelas, braço e perna, traumatismo craniano e teve pelo menos cinco paradas cardiorrespiratórias. Ela foi entubada, passou por uma drenagem pulmonar e estava em coma induzido.
Do lado de fora da unidade, colegas da corporação fizeram uma grande roda de oração em homenagem à combatente. A família recebia apoio e carinho de amigos e de colegas de corporação. “Ela é uma pessoa muito alegre e muito querida”, desabafou o ex-marido, Raimundo Mendes Alves, de 50 anos, que tem dois filhos com ela, Raniele, de 4 anos; e Erick, de 5.
“Esse é um risco da profissão e a gente sabe. Ser bombeira era o amor dela. Mesmo grávida, ela estudou, se esforçou e conseguiu”, contou Raimundo. Comovido, ele se lembrou de uma mensagem recente da ex-mulher. “Ela me disse que estava com medo. Não com medo do serviço, mas de não dar conta de tudo sozinha”, revelou.
Ainda não foram divulgadas informações sobre o velório. “Ela estava em combate pela corporação e será homenageada com todas as honrarias possíveis. Era uma irmã para todos nós”, informou o Centro de Comunicação Social do CBMDF.
Bombeira militar Marizelli Armelinda Dias. Foto: Reprodução
Alegria e dedicação
Por onde passava, Zelli, como era conhecida a bombeira, deixava um sorriso. Sempre disposta a ajudar os amigos, familiares e colegas, se desdobrava para dar o melhor na profissão e aos dois filhos pequenos. “Era uma menina inspiradora, sempre animada. Uma dedicação incrível ao trabalho. Guardo uma frase que ela disse recentemente a um colega: ‘o amor prevalece’. Ela era uma guerreira que tinha amor pela farda e pela vida. É muito difícil”, homenageou o chefe direto da bombeira, o sargento Adélio Martins.
Marizelli pretendia iniciar um curso para trabalhar com mergulho pela corporação. Mulher de talentos e fé, usava o dom que tinha para música e tocava violão no coral de igrejas em Vicente Pires e em Samambaia. Um dos projetos da soldado era tocar na capela do Corpo de Bombeiros.
Pelo Twitter, o governador Ibaneis Rocha se manifestou: “Que tristeza para o Distrito Federal perder uma de suas combatentes do Corpo de Bombeiros, que dedicava sua vida a salvar outras. Toda minha solidariedade à família da soldado Marzielli, que Deus conforte seus corações. O GDF está de luto”.
O secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Torres, também prestou condolências pela morte da militar. “Meus sinceros sentimentos à família de Marizelli Armelinda Dias, guerreira do CBMDF que faleceu neste domingo em decorrência de um acidente no exercício de sua profissão. Ela foi atingida por fio de alta-tensão. A Segurança Pública perde muito com sua partida precoce”.
A CEB também emitiu uma nota de pesar: “A equipe técnica foi acionada e atuou imediatamente para dar o apoio que se fizesse necessário ao socorro à vítima. A CEB manifesta sua palavra de pesar e conforto à família de Marizelli Armelinda Dias e seus amigos, e se associa à dor de todos os integrantes do Corpo de Bombeiros Militar do DF”.
O presidente da Caesb, Daniel Rossiter, declarou em nota: “Toda a equipe da Caesb manifesta sua solidariedade com a família de Marizelli e com a Corporação. Estamos certos de que todos guardarão o exemplo de coragem e dedicação de Marizelli”.

O segundo-sargento Demerson Assis de Almeida, que trabalhava na mesma ala que Zelli, afirmou que conheceu poucas militares com a garra e a alegria da soldado. “Uma pessoa de um sorriso invejável, um espírito de companheirismo e vontade de aprender e viver. Ficam nosso sentimento e nosso agradecimento. Que Deus a receba de braços abertos”, homenageou.

Leia Mais....

A FAGAMA original está de volta (04 a 13 de Outubro).

domingo, 15 de setembro de 2019
FAGAMA, NOSSA HISTÓRIA E NOSSA CULTURA
A FAGAMA (Feira de Amostra do Gama), é um dos eventos mais antigos e tradicionais da região do Gama e Entorno do Distrito Federal, sendo realizado em seu formato original pela empresa Geraldinho Gonçalves produções e eventos até a sua 39 edição, edição.
A festa ocorria sempre no mês de agosto e desde 2004 passou a fazer parte do Calendário Oficial de Eventos do Distrito Federal, através da Lei Distrital 3375 de 18 de junho de 2004. Trata-se de uma grande festa popular com exposição de produtos e serviços, grande parque de diversões com aparelhos modernos, praça de alimentação, área de shows artísticos e renomados no circuito nacional e internacional, com a participação de artistas e demais eventos culturais, tudo isto com entrada franca.
Um Evento que sempre movimentou o comercio local, gerou empregos temporários diretos e indiretos, fomentou a cultura e a diversão.
A FAGAMA, sempre fez parte da vida dos “gamenses” e toda a população do DF, sendo prestigiada por gerações e gerações de pessoas, que veem o acontecimento não só como uma festa, mas como local histórico, onde momentos felizes perduram até hoje na memória e na vida real. Namoros que se iniciaram, se transformaram em casamentos, crianças que estiveram presentes através dos pais, que cresceram e levaram seus filhos, que levaram seus netos. E tantas outras histórias que foram embaladas pelas noites na FAGAMA.
Por isso queremos resgatar nossa festa, nossa cultura e nossa história.
 A FAGAMA original está de volta! A FAGAMA foi interrompida no ano de 2011 na sua 39º (trigésima nona) edição.Depois de 8 anos de espera, muitas lutas e mobilização da comunidade nas redes sociais a FAGAMA está de volta. Queremos agradecer o apoio dos deputados Agaciel Maia , Daniel Donizet e Jaqueline Silva por terem atendido a solicitação da população. A FAGAMA sem dúvidas marcou a vida de todo o cidadão gamense que teve a oportunidade de aproveitar e curtir essa festa incrível. A primeira FAGAMA (Festa de Amostras do Gama), foi realizada no ano de 1970 pela Geraldinho Gonçalves produções e sua "ultima" edição foi realizada no ano de 2011.

https://www.facebook.com/fagamaoriginal 
 https://www.facebook.com/brasiliaemfoco
Leia Mais....

Pastores e Líderes do DF se reunirão em Taguatinga em busca de Alinhamento e Avivamento Espiritual

sexta-feira, 13 de setembro de 2019
Ap. Luiz Hermínio e Ap. Fadi Faraj. Foto: Assessoria
Por Delmo Menezes
Nos dias 23 e 24 de setembro, a igreja Comunidade Cristã Ministério da Fé, receberá o líder espiritual Apóstolo Luiz Hermínio, para dois dias de comunhão, avivamento e alinhamento espiritual.
Segundo os organizadores, trata-se de um evento apostólico e profético, que congrega pastores e líderes regionais como representantes territoriais de determinada localidade, com o apoio direto de diferentes denominações cristãs.
De acordo com o anfitrião, Apóstolo Fadi Faraj, fundador e presidente da Comunidade Cristã Ministério da Fé, “esta será uma reunião de comunhão e unidade que acontece em todo o Brasil, reunindo centenas de pastores e líderes de diversas denominações”. Segundo ele, o apóstolo Luiz Hermínio tem sido usado de forma extraordinária, com oração e ativação profética em todo país.
Neto de presbiterianos, Luiz Hermínio dos Santos, é casado com Iraci Ferretti Santos e tem quatro filhos: Pâmela, Anderson, Bruna e Samuel. Atua como ministério apostólico com ênfase na ativação vocacional, despertamento para o Reino de Deus, edificação da igreja de Cristo e fundamentação bíblica. Sua trajetória ministerial foi construída com incontáveis milagres, viagens missionárias, publicação de livros, propagação do Reino dos céus através dos diferentes meios de comunicação, implantação de igrejas e no apoio a pastores de forma interdenominacional.
Serviço:
Evento: Alinhamento e Avivamento Espiritual
Data: 23/09 às 19h30 – 24/09 às 08h00 (café da manhã) e 09h30 ministração
Local: Comunidade Cristã Ministério da Fé
Endereço: CNL 01, Lotes B e C, Setor L, Taguatinga Norte – DF
Entrada Franca
Da Redação do Agenda Capital
Leia Mais....

Nova secretaria: missão impossível

quinta-feira, 12 de setembro de 2019

Durante solenidade, o governador reconheceu que “começava capenga”, mas enfatizou que dará uma estrutura mais compatível com a pasta no futuro

O governo parece ter acertado ao criar a Secretaria da Pessoa com Deficiência. O problema talvez possa estar na quantidade mínima de recursos. Autoridades públicas procuradas comentaram à coluna que acreditam que a nova pasta tem tudo para ser um ponto de grande aprovação da gestão, mas com a pequena estrutura, Iolando Almeida (foto) terá dificuldades. Esta coluna, no entanto, torce pelo empoderamento do segmento que representa mais de 600 mil brasilienses.

Disparo audível

Em seu discurso, o futuro secretário “soltou a direta”, como comentou uma das presentes. “(A nova pasta) Praticamente é deficiente. Não tem braço nem perna”, disparou. Em resposta, o governador reconheceu que “começava capenga”, mas enfatizou que dará uma estrutura mais compatível com a pasta no futuro. Parece que o começo da gestão funcionará como um teste. Caso consiga uma boa aprovação, em 2020 um número maior de recursos deve chegar.

Substituto político

Assume o cargo de distrital o suplente e atual administrador de Vicente Pires, Daniel de Castro. Ele deve ficar no mandato por 30 dias e depois retorna à cidade para entraegar parte das obras da região. Neste meio tempo, ele promete disposição para tocar as “pautas bombas” do governo. A avaliação é de que, por ser suplente, um desgaste não o afetaria tanto.

Repercussão negativa

Pessoas próximas e do convívio do deputado federal Luiz Miranda (DEM) acreditam que o reflexo negativo das suspeitas que têm atingido o democrata podem afetar os processos que o parlamentar responde. A crença gira em torno da força da opinião pública que, na prática, poderia acabar impactando diretamente uma possível decisão vinda do Judiciário. Em resumo, Miranda vai precisar administrar os ânimos do poder vizinho.

Oportunidade turística

Brasília começa a sediar hoje o Grand Slam de Judô. O campeonato é considerado o segundo mais importante do esporte e deve reunir cerca de 300 judocas. 58 nações também serão representadas na competição que deve ser utilizada pelo Buriti como uma vitrine para o turismo esportivo local. O evento havia passado por uma reviravolta, mas acabou chegando à capital federal.

Economia Legislativa

Sem muita repercussão feita pela própria Casa, a Câmara Legislativa chegou a devolver R$ 25 milhões aos cofres do governo local por meio de dois projeto que foram aprovados na terça (10). Segundo informações do próprio poder, o valor corresponde à economia nos gastos com verba indenizatória e outras despesas da estrutura da CLDF. O presidente Rafael Prudente (MDB) voltou a garantir que novos recursos serão entregues ao Buriti até o fim do ano.

Defesa contundente

Em São Paulo o presidente do Sebrae-DF, Valdir Oliveira, se encontrou com o assessor especial do ministro Paulo Guedes, Guilherme Afif, para discutir a situação das micro e pequenas empresas do segmento da Beleza. A pressão está em cima do GDF para que mantenha a retirada da substituição tributária, que já chegou a afetar o setor no passado. Um vídeo dos dois chegou a ser gravado e já circula no meio empresarial local. A pressão será forte.
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot