• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Ibaneis confirma que vai ter Secretaria só para cuidar dos idosos

terça-feira, 20 de novembro de 2018

“É uma área que precisa de uma atenção especial”, disse ao Metrópoles. Washington Mesquita é o nome cotado para assumir a pasta
O governador eleito Ibaneis Rocha (MDB) decidiu se recolher nesta quinta-feira (15/11), feriado da Proclamação da República, para descansar ao lado da família. Por telefone, o emedebista revelou ao Metrópoles que vai criar a Secretaria do Idoso. “É uma área que precisa de uma atenção especial, assim como a da Mulher. Quando eu era presidente da Ordem [dos Advogados do Brasil] (OAB-DF), o número de atendimentos de casos de idosos era muito grande”, assinalou.
Segundo o futuro chefe do Executivo local, o objetivo da pasta será desenvolver políticas públicas para a área. “Se o idoso tem um problema, é preciso solucionar. Eles são grande parte da população e a tendência é crescer cada vez mais. Por isso, há necessidade de uma secretaria só para este assunto”, explicou.
A pasta foi criada no governo de Agnelo Queiroz (PT). No primeiro mês de mandato, o atual governador Rodrigo Rollemberg (PSB) extinguiu o órgão e o transformou em uma Secretaria Adjunta da Secretaria de Estado do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh).
Ibaneis disse que ainda não há nomes para assumir a secretaria. O nome do ex-deputado distrital Washington Mesquita (PTB) é cotado. “É uma boa pessoa, mas eu ainda não discuti com a minha equipe sobre o assunto. Como já disse, quero definir nomes com calma e responsabilidade”, frisou. Mesquita teve um mandato legislativo entre 2011 e 2014. Foi candidato nas últimas eleições, mas não se elegeu.
O governador eleito vai ter também na estrutura do Executivo, a partir de 1º de janeiro de 2019, a Secretaria da Mulher. Quem vai comandar a pasta é Éricka Flippelli, nora do ex-vice-governador do Distrito Federal Tadeu Filippelli (MDB).
DadosDe janeiro a setembro deste ano, 4.943 pessoas foram atendidas pela Central Judicial do Idoso nos serviços de acolhimento, mediação, psicossocial e em palestras realizadas pelos profissionais do setor. Chegaram ao órgão ligado ao Judiciário 748 novos casos, dos quais 209 envolveram algum tipo de violência.
A mais frequente é a psicológica, com 78 registros, ou 37% do total. A violência financeira veio em segundo, com 50 casos, ou 24%. Foram 36 ocorrências de agressões contra idosos (17,2%) no período analisado; 30 de negligência (14,3%); e 14 situações de abandono (7%).
O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estima que, em 2060, o Brasil terá mais idosos do que crianças. Segundo a Revisão 2018 da Projeção de População do órgão, publicada no dia 25 de julho deste ano, a população deve crescer até 2047, quando chegará a 233,2 milhões de pessoas.
A partir daí, deve diminuir gradualmente, até que em 2060 chegará a 25,5% do total. Atualmente, 9,2% da população brasileira é composta por maiores de 65 anos. Hoje, os jovens até 14 anos representam 21,9% do total. Nas próximas quatro décadas, esse número deve reduzir para 13,9%.
No Distrito Federal, ainda de acordo com cálculos do IBGE, divulgados este ano, a proporção de idosos para jovens, em 2060, será a segunda maior entre as 27 unidades da Federação – dois para um.
Fonte: Metropolis
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot