• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Dono da Record, Edir Macedo surpreende e declara apoio a Bolsonaro

domingo, 30 de setembro de 2018
Edir Macedo declarou apoio a Bolsonaro (Foto: Divulgação)
Edir Macedo declarou apoio a Bolsonaro (Foto: Divulgação)
Com 34% de intenções de voto entre os evangélicos na pesquisa Ibope divulgada no último dia 24, o presidenciável Jair Bolsonaro ganhou agora o apoio do bispo Edir Macedo. Líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir também é conhecido por ser o dono da RecordO religioso utilizou seu perfil oficial no Facebook para responder a pergunta de um fiel da sua igreja que questionava seu posicionamento quanto às eleições. Sem rodeios, Macedo respondeu de forma bastante direta o nome do presidenciável pelo PSL.Segundo o Estadão, o PRB, partido ligado à Universal, já havia se mostrado favorável ao deputado em um eventual segundo turno entre ele e Fernando Haddad (PT). Atualmente, o partido está coligado com Geraldo Alckmin (PSDB), mas já com indicações de mudança para a campanha de Bolsonaro, segundo O Globo.Até agora, a IURD decidiu se manter neutra quanto à disputa presidencial, mas essa posição pode ser revista durante a próxima semana. Acredita-se que Edir Macedo deve publicar um vídeo em breve confirmando o apoio ao candidato.
GLOBO REBATE COMENTÁRIO DE BOLSONARO SOBRE FRAUDE NAS ELEIÇÕES
O candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro voltou a criar polêmica ao afirmar que não aceita um resultado das urnas que não seja a sua eleição. Primeiramente, o político falou sobre esse assunto durante conversa com Datena e voltou a repetir neste sábado, 29 de setembro, ao ser entrevistado para o Jornal Nacional.
Questionado pela repórter Graziela Azevedo no avião que o levou de São Paulo ao Rio, o candidato afirmou: “Eu vejo que foi um absurdo o PT crescer. Não existe isso, que eu sinto nas ruas, que eu vejo em manifestações. É um sinal claro de que o povo está do nosso lado. E da forma como isso é demonstrado não dá pra gente aceitar passivamente na fraude, na possível fraude, a eleição do outro lado”.
O deputado-federal Jair Bolsonaro (Foto: FABIO MOTTA/ESTADÃO)
O deputado-federal Jair Bolsonaro (Foto: FABIO MOTTA/ESTADÃO)
De acordo com informações do colunista Maurício Stycer, do UOL, ao término da reportagem, Rodrigo Bocardi, que estava na bancada do Jornal Nacional, leu um editorial no qual criticou a fala do candidato. “Uma nota editorial. Todos os candidatos que disputam essa eleição tiveram a sua legitimidade sancionada pelo Tribunal Superior Eleitoral e estão, portanto, aptos a disputá-la”, começou ele.
“Aceitar o resultado das urnas é um princípio básico de toda democracia e deve ser respeitado por candidatos e eleitores. Tanto o TSE quanto analistas independentes asseguram diversas vezes que as urnas eletrônicas brasileiras são seguras, especialmente porque não estão conectadas à internet, o que impede a ação de hackers”, leu o jornalista.   https://www.otvfoco.com.br
Leia Mais....

Saiba Mais Sobre Leila do Vôlei Nossa Futura Senadora

sábado, 29 de setembro de 2018
Le



Nascida e criada em Taguatinga (DF), a candidata a senadora Leila Barros – conhecida como Leila do Vôlei –, é filha de dois nordestinos que vieram a Brasília em busca de uma vida melhor. Aqui, o casal teve a Leila e seu irmão mais novo, Marcelo. Hoje, Leila é casada com o campeão Olímpico Emanuel Rêgo e mãe do Lukas.
Leia mais sobre a família de Leila.
Aos 17 anos, Leila saiu de casa e foi em busca do sonho de se tornar jogadora profissional de vôlei. Defendeu a camisa de diversos clubes no país e vestiu a camisa da seleção brasileira, entre as categorias de base e adulta, por 18 anos. Retornou a Brasília como medalhista olímpica e uma das melhores jogadoras de vôlei de sua geração. Ao encerrar sua carreira como jogadora, foi comentarista esportiva pela TV Globo por mais três ciclos Olímpicos.
Leia mais sobre a carreira de Leila como atleta.

Em Brasília, criou um projeto social que atendeu mais de 50 mil crianças, jovens e adultos, fundou uma equipe de vôlei de alto rendimento que representa a cidade nas principais competições nacionais, tornou-se membro da Comissão Nacional de Atletas e do Conselho Nacional do Esporte.
Em 2015, tornou-se a primeira mulher Secretária de Esporte e Lazer do Distrito Federal, em uma gestão marcada pela democratização do acesso aos programas esportivos e parcerias com o terceiro setor e iniciativa privada. 
Quero ser senadora por Brasília porque é minha missão trabalhar pela minha cidade. Quero ser a primeira mulher e, mais ainda, a primeira senadora brasiliense eleita pelo Distrito Federal. Encaro este desafio com muita garra, determinação e lealdade. Esses são valores que aprendi no esporte, que levo para todos os aspectos da minha vida, incluindo a política. Eu quero ser a transformação na política e na sociedade que tanto almejamos. Para isso, peço a sua torcida e, de maneira muito consciente, o seu voto!
Leila do Vôlei 
Leia Mais....

Bolsonaro recebe apoio do bispo Robson Rodovalho, fundador da Sara Nossa Terra

segunda-feira, 24 de setembro de 2018
Bispo Robson Rodovalho, fundador e presidente da Sara Nossa Terra. Foto: Reprodução
Presidente da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil, bispo deve influenciar outras igrejas evangélicas a fazer o mesmo
Por Redação
Única candidata evangélica na disputa ao Planalto, Marina Silva (Rede) não terá apoio das igrejas nesta eleição. Os evangélicos, que representam cifras milionárias e apoio massivo nas urnas, estão entre Jair Bolsonaro (PSL) e Geraldo Alckmin (PSDB). O capitão do Exército, também evangélico, saiu na frente após conquistar um importante cabo eleitoral: o bispo Robson Rodovalho, fundador e presidente da Sara Nossa Terra. Com poder de influenciar em todo país, Rodovalho tem se mostrado favorável às alianças com o deputado em almoços e reuniões com grupos religiosos. O acordo está tão solidificado que, na próxima semana, o líder da Sara vai compartilhar vídeos pedindo votos para o PSL nas redes sociais.
Representantes da Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil (Concepab),  presidida por Rodovalho, dizem que a população evangélica corresponde a 40% dos eleitores brasileiros — 58,8 milhões de pessoas. O último número oficial é de 2010, retirado do Censo Demográfico do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que registra 42,2 milhões de evangélicos no país. “Temos mais de dois mil pastores apenas no Distrito Federal. Mais de quatro mil em São Paulo. Somos uma força importante nas eleições”, diz o secretário-nacional da Concepab, pastor Valdery Alves.
A Confederação de pastores congrega as principais agremiações neopentecostais do Brasil, e é vista como uma das mais prestigiadas instituições evangélicas que existem. “A tendência é de que a gente siga o bispo. Mas ainda não dá para bater o martelo. Cada cidade, cada município tem um conselho de pastores. Eles precisam estar de acordo com essa iniciativa”, complementa o pastor Valdery. Não é permitido falar de política no púlpito das igrejas. Por isso, essa articulação em favor de Bolsonaro tem de ser feita mais discretamente, em encontros da igreja e reuniões religiosas. Muitos consideram, até mesmo, a ideia de publicar vídeos do bispo Rodovalho apoiando o capitão nas redes sociais “uma manobra arriscada”.
O que pode ser um divisor de águas também pode começar uma guerra ideológica na igreja, ainda dividida entre Alckmin e Bolsonaro. O tucano desponta entre os eleitores mais moderados, explicam parlamentares da bancada evangélica. “O discurso do Bolsonaro é muito agressivo, muito cheio de radicalismos. Nessa hora, ele perde a razão contra o Alckmin. A grande questão é a seguinte: se Jair Bolsonaro for para o segundo turno com Fernando Haddad (PT), o que é uma possibilidade, aí sim, todos nós devemos ir às urnas em favor dele”, conta um aliado de Rodovalho no Congresso.
Disputa
Pesquisa da XP Investimentos divulgada ontem mostra que foi entre esse público que o capitão reformado cresceu mais na última semana no Sudeste, a região mais populosa do país, de 26% para 39%. Há uma ala de evangélicos contra a mistura de política com religião. O nível de aceitação de Bolsonaro é 17% maior que Haddad nesse meio em outros levantamentos. Enquanto o deputado tem 51% de apoio, o petista tem 34%. Em 2012, quando foi eleito prefeito de São Paulo, Fernando Haddad conseguiu aliar-se à igreja evangélica, especialmente ao bispo Rodovalho. Seis anos depois, o religioso afirma que “só Bolsonaro é capaz de colocar um freio de arrumação no Brasil”. O bispo cumpriu agenda fechada, ontem, em São Paulo.
Abraçada pelos evangélicos em 2014, hoje Marina Silva só tem 12% das intenções de voto entre os fiéis dessas igrejas. Ela foi a opção de 43% dos eleitores que migraram para Bolsonaro. Questões como aborto e casamento gay esfriaram o desempenho da ex-senadora na corrida eleitoral. “A falta de posicionamento da candidata, que falou sobre um plebiscito para resolver esses temas, foi considerada uma traição às questões evangélicas”, criticou o deputado Marco Feliciano (Podemos), ainda na pré-campanha.
Três perguntas para Robson Rodovalho, presidente da Igreja Sara Nossa Terra
Os evangélicos estão divididos entre Alckmin e Bolsonaro?
Já estiveram mais. Mas faltou posicionamento incisivo do Geraldo Alckmin. O Bolsonaro é mais decidido, mais explícito em relação às nossas bandeiras. Com essa história de voto útil, coerência… Queremos compromisso com as nossas bandeiras.
Pesa o fato de o Alckmin ser católico? A Marina é evangélica.
Nesse ponto, não. A Marina se diz evangélica e está extremamente longe do nosso posicionamento. Falta ela falar das reivindicações, tratar de ideologia de gênero, casamento tradicional… Ela não fala da nada. É melhor um católico que tenha convicções alinhadas com os evangélicos.
O senhor apoiou Fernando Haddad em 2012 e Dilma Rousseff em 2010. Não vai mais investir no PT?
Quando Haddad ganhou a eleição para a prefeitura, era um discurso mais tolerante, inclusivo. Mas ele criou o kit gay. Aí, meu caro, não tem como. A performance do PT é essa: faz um compromisso mas, não o executa. O partido atropela e acaba tudo. Vamos de Bolsonaro.                                                                          http://agendacapital.com.br/
Leia Mais....

O Padrinho do Projeto Jovem Candango

sábado, 22 de setembro de 2018
Projeto Jovem Candango já foi copiado por vários estados brasileiros e até por outros países.

 Mesmo antes de assumir seu primeiro mandato como deputado distrital na Câmara Legislativa, em 2010, Agaciel Maia já tinha história para contar sobre seu trabalho em favor dos jovens. Quando esteve à frente da Gráfica do Senado Federal, Agaciel Maia desenvolveu um trabalho que acolheu diversos adolescentes.
Segundo conta o parlamentar, muitos eram jovens que estavam em vias de cair na marginalidade. Com o trabalho na gráfica, como aprendizes gráficos, muitos daqueles jovens hoje são gráficos de alta tecnologia, formados através de cursos e pais de família.
E o trabalho de Agaciel Maia não parou por aí. Assim que assumiu seu mandato na Câmara Legislativa do DF Agaciel  se empenhou para que o governo implantasse o Jovem Candango, programa que teve início em 2013 e agora dá oportunidade do primeiro emprego e continuação dos estudos há muitos jovens entre 14 e 18 anos das diversas cidades do DF.



 "Proporcionar experiência profissional aos jovens de pouca idade, fazer com que continuem seus estudos e que tenham ainda uma renda é muito importante para incentivá-los e não deixar que se desviem para o caminho das drogas, por exemplo. São medidas muito importantes, principalmente para os jovens de famílias de baixa renda, que ganham a chance de melhorar de vida", disse o deputado.
O deputado fazendo acompanhamento do Projeto



nossogama.com.br / Pr. Ronne do Gama 
Leia Mais....

VC 385 DE LIGAÇÃO DO ELDORADO AO GAMA SERÁ ASFALTADA

sábado, 15 de setembro de 2018
                                                                                              
 O DEPUTADO AGACIEL MAIA  ATENDEU OS LÍDERES DO ELDORADO, PASTOR EDIVALDO E O DOUTOR PETRÔNILO QUE PROCURARAM O DEPUTADO EM BUSCA DE AJUDA PARA UMA ANTIGA REIVINDICAÇÃO DA COMUNIDADE DO ELDORADO QUE É A PAVIMENTAÇÃO ASFÁLTICA DA VC 385 QUE LIGA O GAMA AO ELDORADO. O DEPUTADO AO SABER DA NECESSIDADE E DO ANSEIO DO POVO POR ESTA CAUSA PROCUROU DE IMEDIATO O SENHOR MÁRCIO BUZAR (DIRETOR DO DER) E O FEZ  SABER DA URGÊNCIA NA OBRA. A OBRA SERÁ REALIZADA ATRAVÉS DE UMA EMENDA PARLAMENTAR COM VERBA DESTINADA PELO DEPUTADO AGACIEL  MAIA.    

  " Precisamos ajudar o setor e essa comunidade para ter condição de progresso na região", disse o deputado Agaciel Maia.  "A atuação do deputado Agaciel Maia e o apoio do Diretor Geral do DER (Márcio Buzar) nunca será esquecida por nossa comunidade", afirmou o pastor Edivaldo.
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot