• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Manifestação em frente à casa de Frejat pede que ele volte a ser pré-candidato

quarta-feira, 18 de julho de 2018
Manifestação em frente à casa de Frejat pede que ele volte a ser pré-candidato
Foto: Rayra Paiva Franco/Jornal de Brasília
Desde sexta-feira (13), quando cogitou desistir da pré-candidatura ao Governo de Brasília, Jofran Frejat (PR) tem recebido políticos diversos em sua residência na QL 08 do Lago Sul. Na noite desta quarta-feira (18), um dia após ele confirmar a saída da disputa, foi a vez de militantes do PR e de admiradores vistarem-no.

A Polícia Militar do DF (PMDF) acompanha a manifestação com quatro viaturas no local. Segundo a corporação, 120 pessoas se concentram em frente ao lar do ex-pré-candidato, que até as 18h30 não havia dado as caras. “Nós organizamos isso aqui espontaneamente porque gostamos da figura do Frejat”, assegura Célia Maria Gonçalves, aposentada de 61 anos que diz ter coordenado o transporte de 80 pessoas de Brazlândia e Ceilândia ao Lago Sul.
Grupos políticos do Partido da República também marcam presença, dentre eles a Força Azul, que é a juventude da legenda no DF. A pré-candidata a deputada distrital pelo PR, Raquel Costa Ribeiro, levou o filho João Fernando Costa Ribeiro Dinofre, 15 anos, e o funcionário Thiago de Melo Bonfim, 34 anos, para pedir o retorno de Jofran à corrida pelo Buriti.
“O poder emana do povo e o povo quer que ele volte”, diz Raquel. Perguntada sobre os verdadeiros motivos de Frejat ter desistido, ela desconversa. “Com fé em Deus tudo vai dar certo”, despista.
Desistência de candidatura
Nessa terça-feira (17), Jofran Frejat (PR) desistiu da candidatura GDF. Após reunião com o presidente nacional do Partido Republicano, Valdemar Costa Neto, o personagem, até então, líder nas pesquisas de intenção de voto na briga pela caseira de governador jogou a toalha.
Sem dar nomes, Frejat alegou que não queria mais disputar em função de interferências de aliados na estratégia de campanha. Nos bastidores do grupo, comenta-se que ele lutou contra pressões por um loteamento de cargos dentro de um eventual governo. Em sigilo, personagens também alegam que o ex-governador José Roberto Arruda teria tentado interferir no planejamento de Frejat.
Com a saída de Frejat, o atual pré-candidato ao Senado Federal, deputado federal Alberto Fraga (DEM) tentará assumir a cabeça de chapa da coligação após a reviravolta.                                                   http://www.jornaldebrasilia.com.br
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot