• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Jofran Frejat confirma desistência de candidatura ao GDF

terça-feira, 24 de julho de 2018
Jofran Frejat confirma desistência de candidatura ao GDF
Foram dez dias de suspense, mas o ex-secretário de Saúde Jofran Frejat (PR) não é mais pré-candidato ao Governo de Brasília. Agora, em definitivo. A informação foi confirmada pelo deputado Laerte Bessa (PR), que, por meio de nota, lamentou a saída de cena do colega, até então líder das pesquisas de intenção de votos.“Tentamos de todas as formas convencê-lo a permanecer na campanha, mas essa foi uma decisão pessoal e teve o apoio da família. Muito triste ver uma pessoa tão comprometida com a capital, que dedicou anos de sua vida ao povo, transformando a realidade daqueles que mais precisam, sair de cena. Mas seguiremos firmes no propósito de resgatar a dignidade do Distrito Federal”, afirmou Bessa.
Ao Jornal de Brasília, Bessa deu mais detalhes da decisão. “Olha, o Frejat já estava com a decisão havia muito tempo. Só não anunciou por conta da pressão de amigos. Ele conversou muito com família para chegar a esta decisão. E a opinião da família está preponderante neste momento”, contou. A reunião para saber a palavra final do ex-secretario de Saúde, líder nas pesquisas, foi na própria casa dele, no Lago Sul. Foram 40 minutos de conversa.
Frejat anunciou a intenção de deixar a disputa, pela primeira vez, em 13 de julho. Disse que não queria “vender a alma ao diabo” e nem transformar sua eventual gestão em “balcão de negócios”. Pressionado por aliados e até potenciais oponentes a reconsiderar, ele refletiu sobre o tema desde então e até ensaiou uma volta, mas suas conversas com o manda-chuva do PR, Valdemar Costa Neto, não foram suficientes para que permanecesse. Para reverter a desistência, Valdemar Costa Neto ofereceu a Frejat carta branca e comando total da candidatura. “Mas Frejat disse: ‘Não, não quero nada. Eu desisto. Mas se precisar da minha ajuda estarei a disposição'”, relatou Bessa.
A decisão pegou de surpresa o presidente do PR-DF,  Alexandre Bispo. “Conversei com ele ontem (segunda-feira) e ficou de dar uma posição para nós depois de acertar mais uns detalhes com o Valdemar (Costa Neto). De minha parte, não fui comunicado por ele nem ninguém. Estamos aguardando mais um pouco”, disse.
Vice-governador, vaga polêmica
Nos bastidores, comenta-se que a desistência de Frejat deve-se a fortes pressões que sofreu de seu ex-aliado José Roberto Arruda. Os dois chegaram a formar uma chapa para a eleição de 2014, com o ex-secretário de Saúde como vice do ex-governador do DF entre 2007 e 2010. Quando Arruda teve sua candidatura inviabilizada, Frejat assumiu a cabeça da chapa, com Flávia Arruda, esposa do ex-cabeça de chapa, como vice. Os dois chegaram ao segundo turno, mas perderam para Rodrigo Rollemberg (PSB).
Na pré-campanha às eleições deste ano, a vaga de vice-governador na chapa de Jofran Frejat era disputada por vários grupos. O que é comandado pelo ex-deputado federal Tadeu Filippelli (MDB) trabalhava para ter na vaga o advogado Ibaneis Rocha, ex-presidente da OAB/DF, nome com certa aceitação por Frejat. Já o grupo arrudista insistia na composição com Izalci Lucas, pré-candidato pelo PSDB ao GDF, rejeitada pelo ex-secretário de Saúde.
Nem mesmo uma reunião na semana passada com o presidente nacional do PR, Valdemar Costa Neto, mudou a intenção de Frejat de desistir da disputa, que não queria interferência na escolha do vice-governador e nem em nomes de seu secretariado. Na sabatina realizada com ele pelo Jornal de Brasília, Frejat foi categórico ao dizer que rejeitaria pressões, e chegou a afirmar que seu vice era “o Vasco da Gama”, time pelo qual torce (veja vídeo abaixo).
Agora, a coligação formada pelo PR, MDB, PP, DEM e Avante deve procurar um novo nome para se candidatar ao GDF, e o deputado federal e ex-governador Rogério Rosso (PSD) ganha força. O atual pré-candidato ao Senado pela chapa, deputado federal Alberto Fraga (DEM), também é cotado para assumir a cabeça de chapa da coligação após a reviravolta, assim como o advogado Ibaneis Rocha (MDB). Os partidos que estavam fechados com Frejat farão reuniões de emergência ao longo desta terça-feira.                                               http://www.jornaldebrasilia.com.br
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot