• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

“Irresponsável e inconsequente”, dispara ex-aliado sobre desistência de Frejat

terça-feira, 17 de julho de 2018
“Irresponsável e inconsequente”, dispara ex-aliado sobre desistência de Frejat
Myke Sena/Jornal de Brasília

Secretário-geral do MDB, deputado distrital Wellington Luiz soltou os cachorros contra Jofran e afirmou que o momento é de arrumar a casa


A decisão de Jofran Frejat (PR) de desistir da pré-candidatura para o Governo de Brasília não reverberou bem entre seus aliados. O secretário-geral do MDB, deputado distrital Wellington Luiz, disparou que a atitude foi “irresponsável e inconsequente” e que deixou todo um grupo político à deriva.
“Imaginava-se que o Frejat voltasse atrás. Ele tomou essa decisão unilateral e claro que agora todos os nomes serão discutidos (para substituí-lo)”, projeta. Ele emenda que o destino político do partido é incerto. “Mal enterramos o primeiro defunto. Para não errarmos de novo temos que ter juízo na próxima escolha. Vamos ter que fazer milagre para voltar ao status que estávamos anteriormente”, lamenta.
Do mesmo partido que Jofran, o deputado distrital Bispo Renato Andrade afirma que os correligionários da sigla não foram informados sobre o assunto. Por conta disso, ele diz até duvidar da saída do ex-médico da disputa pelo cargo de governador. “É o tipo de coisa que ele comunicaria para nós antes de ir à imprensa”, justifica.
Os últimos cinco dias, porém, provaram que Frejat estava mais preocupado em reafirmar suas posições do que deixar seus aliados bem informados. Isso, inclusive, suscitou a ira do postulante ao Senado em sua chapa, deputado federal Alberto Fraga (DEM), que colocou o nome à disposição para substituir o republicano em caso de desistência. Na manhã desta terça (17), o democrata voltou a falar sobre ser candidato ao governo, mas acrescentou ser preciso “conversar com todo mundo para definir.”
Negando as aparências
O ex-pré-candidato ao Buriti alegou sofrer pressões internas por indicações de nomes para a coligação e desejava ter mais autonomia para compor sua chapa. Fazem parte do grupo o PR, MDB, PP, Avante e DEM,portanto caciques como Tadeu Filippelli e o ex-governador José Roberto Arruda tinham influência nas tomadas de decisão. Na manhã desta terça-feira, o chefão do PR, Valdemar Costa Netto, se reuniu com o Frejat para tentar demovê-lo, sem sucesso.
Agora, as atenções se voltam para Rogério Rosso (PSD), que já vinha sendo cotado para assumir a pré-candidatura ao governo no lugar de Izalci Lucas (PSDB) na Aliança Alternativa. O deputado federal condicionou sua decisão ao rumo de Frejat e debate opções internamente com seu partido e aliados para oficializar uma posição    http://www.jornaldebrasilia.com.br/
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot