• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Acidente na Esplanada: motociclista era segundo-tenente do Exército

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Rogério Soares Carvalho Silva, 38 anos, atropelou e matou uma mulher em frente ao Palácio do Planalto; ele chegou a ser socorrido, mas também morreu no Hospital de Base

Ed Alves/CB/D.A Press

A Polícia Civil apura a tragédia ocorrida em frente ao Palácio do Planalto, no fim da tarde de ontem. Os investigadores querem saber como uma moto matou uma pedestre atropelada, destruiu parte da uma parada de ônibus e só parou após passar por um bueiro. Socorrido, o motociclista morreu logo após dar entrada no Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), com ferimentos por todo o corpo.

 
Testemunhas disseram aos investigadores que o veículo seguia em alta velocidade, em direção à Rodoviária do Plano Piloto, bem acima do limite da via, 60km/h. Mas só a perícia vai dizer a velocidade exata em que a Kawasaki 1000 estava no momento da colisão. Não há prazo para o resultado do exame. 

Legistas do Instituto de Medicina Legal (IML) vão fazer teste no corpo do motociclista para saber se ele havia ingerido bebida alcoólica. Também não há uma data para o resultado. O caso está sob responsabilidade da equipe da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), que abriu um inquérito ontem. Testemunhas devem prestar depoimento hoje. 

Servidora do GDF

O acidente ocorreu por volta das 18h, quando havia muita luz natural e era pequeno o movimento de veículos e pedestres na região. Beatriz de Souza Santos, 56 anos, tentava atravessar do Palácio do Planalto para o lado sul do Eixo Monumental. Ao avistar a moto, ela ensaiou uma corrida, mas não conseguiu escapar do veículo. O impacto do atropelamento foi tão forte que a mulher teve a perna direita arrancada. Ela morreu na hora.

Servidora da Secretaria de Turismo do Distrito Federal, Beatriz havia acabado de sair do trabalho. Natural de Formosa do Rio Preto (BA), formada em gestão pública pelo Centro Universitário Iesb, ela morava em Águas Claras. Até o fechamento desta edição, o órgão em que estava lotada não havia se manifestado sobre a perda da funcionária.

Militar do Exército

Depois de atropelar a mulher, o motociclista, identificado como Rogério Soares Carvalho Silva, 38 anos, perdeu o controle do veículo e atingiu a parada de ônibus entre o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional. Segundo-tenente do Exército, ele só conseguiu parar a motocicleta após ela atingir um bueiro.

Com o impacto, a vidraça do ponto de ônibus ficou totalmente danificada. Bombeiros interditaram a estrutura. Pela via ficaram espalhados os vestígios da moto. Entre outros, ela perdeu o pneu traseiro. A parte maior do veículo parou a 130m de distância do ponto onde atingiu a pedestre. Não havia ninguém na garupa da motocicleta. 

Uma equipe do Corpo de Bombeiros chegou ao local da tragédia logo em seguida e levou Rogério Silva, em estado gravíssimo, para o HBDF. O segundo-tenente deu entrada na unidade de saúde inconsciente, com fratura no braço esquerdo, parada cardiorrespiratória, traumatismo crânio-encefálico e suspeita de traumatismo na medula. Os bombeiros tentaram ressuscitar o colega do Exército, que não resistiu aos ferimentos. Rogério era lotado no Hospital das Forças Armadas (HFA).

Todas as faixas do Eixo Monumental, nas proximidades do Palácio do Planalto e do Congresso Nacional, no sentido Rodoviária, permeneceram interditadas até 21h20.    http://www.correiobraziliense.com.br
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot