• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

O fenômeno Bolsonaro

quinta-feira, 21 de setembro de 2017



A corrida presidencial começa a ganhar a sua forma. As pesquisas de opinião colocam o ex-presidente Lula como líder. Mas esse não é o ponto. O protagonista das pesquisas é o deputado federal, Jair Bolsonaro (PSC) sem sombra de dúvidas. 

No começo da corrida presidencial poucos notavam Jair Bolsonaro, mas o tempo foi passando e o cenário tomou outro rumo. Os analistas  diziam que sua capacidade eleitoral não passaria dos 5%. Os números mostraram que essa teoria foi um ledo engano. O deputado é  assumidamente conservador e não rejeita o rotulo. Com esse discurso ele já alcança os 20% de intenção de votos e é o representante da direita. Não adianta torcer o nariz, Bolsonaro é um dos favoritos a corrida presidencial. 

Não há o que discutir Jair Bolsonaro é um fenômeno das redes sociais um território até então dominado pela esquerda. Mesmo assim, o parlamentar nada de braçada.  Conforme cresce nas pesquisas seu nome ganha mais força nas mídias digitais.

A pergunta é: quem impulsiona Bolsonaro? É muito fácil de responder:  a própria esquerda. Nos últimos tempos, o discurso da esquerda é só "Fora Temer,"  e chamar quem discorda de suas ideologias de "fascista."

Sem contar pautas feministas e LGBTs que a sociedade não "compra". As causas são justas, mas o jeito que a esquerda as conduz só traz rejeição. As bandeiras da esquerda só estão servindo para aumentar a própria rejeição. Assim Bolsonaro cresce sem parar. 

Quanto mais a esquerda e até mesmo a imprensa atacam Bolsonaro mais sua popularidade aumenta. Portanto, desconstruir Bolsonaro é um grande erro não precisa ser estudioso, os números mais uma vez dão as respostas.  

Quando o deputado começou a sua empreitada ele tinha entre 4 e 5% das intenções de votos. Ninguém o achava uma ameaça. Hoje seus índices batem na casa dos 20% e com toda a certeza não irão parar por aí. 

E mais: Se as eleições fossem hoje e Lula fosse impedido de concorrer as eleições, Bolsonaro seria o presidente da República e não adianta a esquerda e muito menos a imprensa espernear. 

Enquanto a esquerda e a imprensa erram Jair Bolsonaro pavimenta seu caminho rumo a presidência da República. 

Fonte:http://www.radiocorredor.com.br
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot