• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Roriz Perdoou Filippelli, Mas Nunca Esqueceu A Traição Do Ex-Pupilo

sexta-feira, 4 de agosto de 2017
Em 24 de maio de 2009, durante  encontro do PMDB-DF , houve um bate boca entre o ex-governador Joaquim Roriz com seu antigo aliado , o então deputado federal Nelson Tadeu Filippelli,  a quem Roriz chamou de “vagabundo” e “mentiroso”. A confusão aconteceu quando Filippelli resolveu discutir a vida política de Jaqueline Roriz, à época deputada distrital e filha do ex-governador,  que estava filiada no PSDB,  ao dizer que ela seria aliada do governador Arruda, do DEM.
No dia 16 de setembro de 2009, Roriz anunciou sua saída do PMDB e que seria candidato ao governo do Distrito Federal filiando-se ao PSC em 30 de setembro daquele ano.
Durante muito tempo  Roriz e Filippelli ficaram sem se falar. Recentemente,  Filippelli, que almejava disputar o Buriti em 2018, se reaproximou do clã Roriz, mas após ser preso na Lava Jato devido à denúncias de um  delator, o presidente do PMDB-DF perdeu força. Ele foi solto e vai tentar disputar uma vaga de federal em busca de foro privilegiado.
Segundo informações, Weslian Roriz, casada com Joaquim Roriz desde 1960, nunca perdoou Filippelli. Já Roriz, como bom político que é, perdoou,  mas nunca se esqueceu da traição do homem que ele transformou em político.
Foi graças a Roriz que o então desconhecido Tadeu Filippelli se tornou conhecido, virou político e presidente do PMDB no Distrito Federal. Mas a história atesta que políticos ingratos e ambiciosos não sobrevivem no meio político por todo o tempo.



Fonte: Donny Silva
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot