• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bandidos registram fuga após matar taxista na Asa Norte; assista

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Breno Esaki/Jornal de Brasília
Criminosos que mataram o taxista Luis Eduardo dos Santos Lobo em um posto de combustíveis da 309 Norte foram audaciosos e até gravaram o momento da fuga após o homicídio. No vídeo, os envolvidos parecem bastante agitados e bradam: “matou o bicho”. Rafaela Teixeira de Souza, a primeira a ser presa, aparece com voz de choro: “Acertou em mim, Eduardo”. Um outro grita que é necessário ir ao hospital. Apesar do suposto ferimento, nenhum deles foi baleado, segundo a polícia.
De acordo com o delegado Laercio Rosseto, da 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), o crime ocorreu por vingança. Horas antes do assassinato, a vítima impediu os autores de assaltarem uma conveniência de um posto de combustíveis na 412 Norte. Revoltados, os criminosos fizeram uma caçada a Luis Eduardo.
O taxista conhecia a conveniência e, armado, disse que o grupo não faria nada ali. Depois do desentendimento, o grupo foi atrás de duas facas e uma espingarda. O delegado Rosseto acredita que o vídeo dos suspeitos fugindo deixa claro que o grupo foi de fato, responsável pelo homicídio. As investigações foram concluídas.

Assista
O envolvido Rafael Arcanjo Gomes de Abreu, de 22 anos, foi preso nessa quarta-feira (31), no Riacho Fundo. O outro, Eduardo Adrien Cunha Neto, de 26, foi encontrado em Samambaia, também ontem. O terceiro envolvido, Alan Matheus Menezes Rodrigues, 20 anos, foi preso no sábado, na Granja do Torto.
Rafaela Teixeira de Souza, de 28 anos, foi presa ainda no dia do homicídio. Ela havia ido à delegacia para prestar depoimento como testemunha. No entanto, o delegado responsável pelo caso não teve dúvidas da participação da mulher ao analisar o celular dela.
“Ela trocou mensagens com os comparsas. Reforçou que iam matá-lo juntos e foi quem tomou a iniciativa de ir atrás da arma. Inclusive, chegou a dizer que ‘não iria ficar no osso’. Além disso, depois do crime e antes de comparecer à delegacia, pediu para eles fugirem. Foi tudo premeditado”, enfatizou o delegado.
Os autores vão responder por homicídio qualificado e, se condenados, podem cumprir até 30 anos de prisão.                                                                                                           Fonte; Jornal de Brasília
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot