• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Arruda, Agnelo e Filippelli são presos em operação da Polícia Federal

terça-feira, 23 de maio de 2017

Globo News/TVGlobo/Reprodução
A Polícia Federal deflagrou a Operação Panatenaico na manhã desta terça-feira (23), no Distrito Federal. Entre os alvos, estão os ex-governadores Agnelo Queiroz (PT), José Roberto Arruda (PR) e o ex-vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB). A ex-presidente da Terracap, Maruska Lima de Souza Holanda, também foi presa. Agentes e ex-agentes públicos, construturas e operadoras de propinas também são alvos da ação. São cumpridos 10 mandados de prisão temporária, 15 de busca e apreensão e três de condução coercitiva. Arruda chegou à sede da PF por volta das 8h40.
Os agentes federais investigam, com base na delação premiada dos empreiteiros da Andrade Gutierrez, desvios de recursos públicos na obra da reforma do Estádio Nacional Mané Garrincha para a Copa do Mundo de 2014. O estádio é o mais caro de todas as arenas reformadas para o mundial. O custo total saiu por mais de 1,8 bilhão, sendo que o orçamento inicial era de R$ 600 milhões. O superfaturamento, portanto, pode ter chegado a quase R$ 900 milhões.

Segundo a linha de investigação da PF, agentes públicos, intermediados por operadores de propinas, realizaram conluios para simular procedimentos previstos em edital de licitação. A reforma do Mané não foi financiada com recursos do BNDES, mas sim da Terracap mesmo que a estatal não tivesse este tipo de operação financeira prevista no rol de suas atividades.
Para recolher elementos que detalhem como operou o esquema criminoso que superfaturou a obra e lesou os cofres do GDF e da União, os cerca 80 policias envolvidos na operação foram divididos em 16 equipes. As medidas judiciais foram determinadas pela 10ª Vara da Justiça Federal no DF, todas as ações ocorrem em Brasília e arredores.
Panatenaico
O nome da operação é uma referência ao Stadium Panatenaico, sede dos jogos panatenaicos, competições realizadas na Grécia Antiga que foram anteriores aos jogos olímpicos. A história desta arena utilizada para a prática de esportes pelos helênicos, tida como uma das mais antigas do mundo, remonta à época clássica, quando estádio ainda tinha assentos de madeira. A construção foi toda remodelada em mármore, por Arconte Licurgo, no ano 329 a.C. e foi ampliado e renovado por Herodes Ático, no ano 140 d.C., com uma capacidade de 50 mil assentos. Os restos da antiga estrutura foram escavados e restaurados, com fundos proporcionados para o renascimento dos Jogos Olímpicos. O estádio foi renovado pela segunda vez em 1895 para os Jogos Olímpicos de 1896.               Fonte: Jornal de Brasília
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot