• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Quase tudo às claras

terça-feira, 11 de abril de 2017
Na reunião de líderes da Câmara Legislativa, ontem, alguns papéis se mostraram invertidos. Enquanto tinha deputado da base insistindo na obstrução das votações de matérias do Executivo, mesmo com todas as investidas do governo em reverter a situação, parte da oposição estava claramente ao lado do Palácio do Buriti. Foi o petista Ricardo Vale que disse aceitar o fim da obstrução, em manifestação favorável ao Executivo, sob a justificativa de que “a Câmara não pode ficar parada”. Foi advertido pelos colegas: a Casa tem votado, nas últimas semanas, projetos de deputados e até do Executivo considerados de relevância para a população, a exemplo do texto que regulariza a situação dos cantineiros no DF. Mas ele reiterou: “Minha posição já está clara.”
Quase líder do governo
Quem tomou a frente para defender os interesses do governo foi o deputado Agaciel Maia (PR), em detrimento do deputado Rodrigo Delmasso (Podemos), que é oficialmente o líder do governo. Depois de ler a cartilha enviada pelo Buriti aos colegas, é o próprio Agaciel, que também é presidente da Comissão de Orçamento e Finanças (Ceof), quem está elaborando o estudo para convencer os deputados que querem manter a obstrução. Antes do fim da reunião, o parlamentar do PR pediu licença aos pares para sair mais cedo e levou consigo José Flávio, o secretário adjunto de Relações Legislativas, com ele. Delmasso ficou.
Que tempos!
Perdeu o comando da zonal do PT em Planaltina o ex-secretário de Administração Pública, Wilmar Lacerda.
Antecedência
O deputado Wasny de Roure promete entregar ainda hoje o relatório da parte que lhe coube investigar na CPI da Saúde.
Comerciário só com crachá
Funcionários de lojas, boutiques, sapatarias e outros estabelecimentos do comércio varejista de rua e de shoppings de todo o País deverão usar crachá com a identificação para facilitar o contato com os consumidores. É o que determina projeto de lei 2254/2015, apresentado pelo deputado federal Vinícius Carvalho (PRB-SP). Estabelece que o atendimento ao público deverá ser prestado por profissionais portando crachás com seus nomes completos, em local de fácil identificação e visualização. O parlamentar argumenta que, em vários balcões de atendimento de empresas, o funcionário atendente é identificado com um nome falso, considerando este procedimento altamente danoso aos interesses do consumidor. A matéria já foi aprovada pela Comissão de Desenvolvimento Econômico.
Lojistas apoiam
O presidente do Sindicato do Comércio Varejista do Distrito Federal, Edson de Castro, disse que apoia o projeto “porque uma das principais finalidades é identificar para o consumidor quem está atendendo nas lojas.” O atendimento, explica Edson, “tende a melhorar ainda mais porque haverá mais transparência. O consumidor saberá o nome de quem está atendendo e todos têm a ganhar”.
Desmonte
O bloco dos 14 parlamentares que fizeram uma super base aliada para a composição das comissões permanentes da Câmara Legislativa já se desfez. Depois que os três petistas saíram, foi a vez do líder Israel Batista (PV) abandonar o barco para voltar a compor com a Rede e o PDT. Ontem, os outros dez remanescentes entregaram memorandos na Presidência da Casa informando da saída do colegiado. Agora, começam a negociar as recomposições. Até lá, serão mais oito líderes nas reuniões antes das votações em Plenário.
Sem manobra
Tem deputado que aposta em estratégia do Executivo para ganhar mais voz na Casa. O líder do governo, Rodrigo Delmasso, rechaça qualquer manobra do Palácio do Buriti: “Não há desmonte. Não tem manobra.”
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot