• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Governo Rollemberg é reprovado por 72%

sexta-feira, 28 de abril de 2017

Foto: Breno Esaki
Francisco Dutra
francisco.dutra@jornaldebrasilia.com.br
A ausência de melhorias visíveis nos serviços públicos e na economia motiva o brasiliense a desaprovar cada vez mais a governo de Rodrigo Rollemberg (PSB). Segundo pesquisa do Instituto Exata de Opinião Pública (Exata OP), a desaprovação da forma como governador administra o Distrito Federal é crescente. Em dezembro de 2016, a reprovação era de 68% da população. Hoje 72% dos brasilienses rejeitam a gestão Rollemberg.

Publicada regularmente pelo Jornal de Brasília, a pesquisa de avaliação do governo entrevistou 2.135 pessoas entre os dias 18 e 21 de abril deste ano, comparando os dados com levantamentos anteriores. A margem de erro é de 2,5%, para cima ou para baixo e o estudo apresenta um intervalo de confiança de 95%.
Conforme o estudo, 67% da população considera o desempenho do governo negativo. Ou seja, praticamente sete em cada dez brasilienses avaliam negativamente os resultados da gestão Rollemberg até o momento, colocando na balança promessas cumpridas, não cumpridas, ações, omissões e posicionamentos políticos.
Os números não perdoam os deslizes constantes do governo. Para 49,1% dos brasilienses a gestão Rollemberg é péssima. Outros 18,2% taxam a administração do PSB como ruim.
“A degradação da imagem do governo ficou consolidada pelos dois primeiros anos de administração, que foram muito ruins. É difícil reverter este cenário no terceiro ano de mandato”, avalia o diretor do Exata OP, Marcus Caldas. A avaliação negativa é alimentada por decisões e posturas pontuais do chefe do Executivo, a exemplo do aumento das passagens do transporte coletivo e dificuldade de relacionamento com os servidores públicos.
Na análise do professor de Ciência Política da Universidade de Brasília (UnB) João Paulo Peixoto, os números sugerem queda das chances de reeleição de Rollemberg, assim como seu cacife para emplacar um sucessor.
Não pesam sobre os ombros de Rollemberg escândalos de corrupção, pelo menos até agora. Parte dos governistas calcula que este será um fator estratégico para que Rollemberg consiga vencer em 2018. No entanto, Peixoto considera a leitura equivocada. O eleitor se revolta com corruptos, mas na hora do voto prioriza a capacidade de gestão e a atitude dos candidatos. Além disso, o eleitorado está cansado dos políticos e partidos tradicionais. Carecterísticas bem distantes de Rollemberg até o momento.
Partido do governador avisa que reverte quadro até 2018
“O governo está com o bloco na rua. Não tenho dúvida que até 2018 vamos reverter este processo de rejeição”, afirma o presidente regional do PSB e secretário adjunto de Turismo, Jaime Recena. O dirigente alega que o governo Rollemberg deverá entregar uma série de obras e projetos neste ano. Conforme os resultados ficarem evidentes, a desaprovação será freada.
A lista de entregas inclui obras de mobilidade, em especial a Saída Norte de Brasília, o avanço do programa Cidades Limpas e melhorias em regiões carentes como Sol Nascente, em Ceilândia. Recena lembra que ao contrário de outras unidades da Federação, o GDF continua a pagar os salários dos servidores em dia e trabalha “diuturnamente” para equilibrar as contas públicas, nestes tempos de turbulência política e econômica no Brasil.
“Nosso governo está enfrentando problemas criados por governos passados. Políticas mal formuladas nas últimas décadas geraram a questão da falta de água. Estamos trabalhando com transparência para resolver tudo. Sem esconder ou maquiar coisa alguma”, afirma Recena. Procurado pela reportagem, o governo Rollemberg não quis comentar o estudo, alegando desconhecer a pesquisa.
Leia Mais....

Câmara em Movimento ouve reivindicações da Estrutural

FOTO: CARLOS GANDRA/CLDF
                              A população da Estrutural compareceu em peso ao ginásio de esportes do Centro de Ensino 01, onde foi realizada, na tarde desta quinta-feira (27), a primeira edição do projeto "Câmara em Movimento" que, em seu novo formato, além da realização de sessão ordinária, prevê o acompanhamento das prioridades apontadas pela população.
O deputado Joe Valle (PDT), presidente da Câmara Legislativa, anunciou, considerando o compromisso de fiscalizar as ações empreendidas para atender as demandas, que a CLDF estará de volta à Estrutural no dia 3 de junho próximo. Será realizada uma oficina com as lideranças comunitárias para uma avaliação e a prestação de contas. "Hoje, estamos apenas dando início, a conversa continua", declarou.
Catadores – Lideranças comunitárias e representantes de vários setores da cidade apresentaram reivindicações em diversas áreas – educação, saúde, segurança, cultura e esportes, entre elas. Contudo, a situação dos catadores de materiais recicláveis, principal atividade da localidade, foi o contexto que embasou a maioria das intervenções.
O representante, no Distrito Federal, do Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis, Roney Alves, juntamente com representantes da Defensoria Pública, apresentou à Casa denúncia formal contra o SLU, que estaria descumprindo a Política Nacional de Resíduos Sólidos no que se refere ao encerramento das atividades do Lixão da Estrutural, considerado o maior da América Latina.
Entre os pontos que constam da denúncia estão, por exemplo, a ausência de coleta seletiva e a falta de compensação ambiental na área que restará do lixão. "Pedimos que a Câmara Legislativa, no seu papel fiscalizador, cobre do SLU o cumprimento da lei", afirmou Alves.
Representantes de diversas cooperativas instaladas na cidade também chamaram a atenção para o fato de que a reciclagem é a principal atividade econômica da região. "A Estrutural é sustentada pelos catadores", justificaram.
Também foi dada atenção à situação dos moradores da comunidade conhecida como Santa Luzia, onde residem 5 mil famílias, cerca de 24 mil pessoas. A população vive em situação irregular e reivindica solução para a questão fundiária, que depende do Distrito Federal e da União, devido à proximidade com área de preservação ambiental.
Outro assunto bastante enfatizado foi a segurança, e a principal reivindicação, a instalação de uma delegacia de polícia. "Como pode uma cidade com 45 mil habitantes sem uma delegacia", indagou José Renato, do conselho comunitário de segurança.
Os jovens e os estudantes centraram suas solicitações, principalmente, nos espaços e equipamentos destinados à cultura e esportes. Sem esquecer as escolas, que faltam no local. Raquel Santos, 14 anos de idade, estudante do 8º ano do ensino fundamental, contou que levanta todos os dias às 5 horas para chegar no horário às aulas no colégio onde estuda, que fica no Guará. "Por que não podemos ter escolas aqui?", reclamou, sendo muito aplaudida.
Outra reivindicação é a finalização da ciclovia que liga a Estrutural ao Instituto Federal do Brasil (IFB), próximo à Cidade do Automóvel. No ano que vem, o IFB irá inaugurar o primeiro curso de ensino médio da região.
Creches – A falta de creches na cidade, que tem proporcionalmente a maior população infantil do DF, foi enfatizada por diversos líderes comunitários. Sobre este assunto, a deputada Luzia de Paula (PSB) sugeriu que a Administração Regional recupere um terreno destinado à instalação de creche, que estaria ocupado por outra atividade, para que seja construída, com apoio da população, uma unidade de atendimento infantil.
A deputada Telma Rufino (PROS) informou que destinou R$ 1 milhão em emendas para a região e listou os equipamentos que serão instalados com esses recursos, os quais já estão à disposição da Administração Regional.
A deputada Celina Leão (PPS) enfatizou que o "Câmara em Movimento" reforça o papel dos deputados distritais: estar junto da população. Rafael Prudente (PMDB) lembrou que a CLDF votará a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), ainda nesse semestre, e sugeriu que a comunidade use os serviços da Ouvidoria para apresentar sugestões. O deputado Lira (PHS) também apoiou as lutas dos moradores da Estrutural.
CLDF
Leia Mais....

Marcos Pereira comemora aprovação da reforma trabalhista em evento da ABIC

quinta-feira, 27 de abril de 2017
Durante o evento o ministro recebeu medalha e placa relativas ao Mérito Industrial do Café
Brasília (DF) – Ao participar como homenageado da “13ª Edição Especial dos Melhores Cafés do Brasil – Safra 2016”, da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC), na manhã desta quinta-feira (27), em Brasília, o ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB), comemorou a aprovação da reforma trabalhista. “Nós estamos empenhados em avançar na melhoria do ambiente de negócios no Brasil. Tivemos ontem uma grande vitória que é a modernização da legislação trabalhista”, afirmou.
Em relação à indústria do café, o ministro apresentou dados que mostram que o principal desafio hoje é aumentar o valor agregado do produto. “Passou da hora do Brasil investir pesado na agregação de valor do café e competir, por exemplo, com a Alemanha, que não cultiva o grão, mas é a maior exportadora dos processados”, enfatizou o ministro. Em 2016, o Brasil foi responsável por 34,64% da produção mundial de café, o equivalente a 51 milhões de sacas, sendo 34 milhões somente para a exportação. Este desempenho levou o café a ocupar a quinta posição nas exportações do agronegócio do Brasil, com cerca de US$ 5,5 bilhões.
“Apesar destes números surpreendentes quando o assunto é o grão, nosso país tem ainda pouca expressão na exportação do produto com valor agregado, sendo apenas 11,5% do total exportado. Para perceberem o tamanho da nossa perda, dos US$ 173 bilhões de valor agregado na cadeia do café até o consumidor final, os países produtores ficam com apenas US$ 11,3 bilhões”, declarou Marcos Pereira.
Para o ministro, o café brasileiro tem atributos como grãos de qualidade, cultivo em larga escala, baixo custo e fama internacional. “Devemos, portanto, enquanto governo, dar todo o apoio à indústria brasileira no desenvolvimento de novas tecnologias, na abertura de mercados e na desburocratização, para que as empresas se tornem mais competitivas e possam alcançar os patamares dos países desenvolvidos. Contem com meu apoio, com o Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços e nosso esforço junto aos colegas ministros”, declarou.
Durante o evento o ministro recebeu uma medalha e uma placa relativas ao Mérito Industrial do Café. Além disso, o ministro entregou a premiação para o Grupo Café do Moço, do Paraná, que venceu o leilão dos Melhores Cafés do Brasil.
Fonte:.prb10.org.br
Leia Mais....

DEUSA DA MENTIRA – A Renúncia De Sandra Faraj Pode Diminuir (Um Pouco) A Crise Que Atingiu Em Cheio A Igreja Ministério Da Fé, Presidida Por Fadi Faraj

A grave crise que atingiu a deputada Sandra Faraj (SD), alvo de várias denúncias, finalmente chegou à igreja fundada pelo irmão Fadi Faraj, suplente do senador Reguffe. Pela apreensão de US$ 10 mil e três cofres abarrotados de dinheiro encontrados no escritório da Igreja Ministério da Fé, a situação do clã Faraj ficou insustentável, e o comentário mais lido hoje nos grupos ligados à igreja, pedem a renúncia de Sandra Faraj imediatamente, antes que a denominação acabe de vez.
Fadi deve afirmar que o dinheiro é oriundo dos dízimos e ofertas, mas nenhuma denominação séria guarda dinheiro que tem origem em cofres. Deposita sempre em  banco. O que passa disso é procedência maligna (corrupção).
Se os membros são brasileiros e o dinheiro é o real, por quê guardar 10 mil dólares em espécie no escritório da igreja?


Fonte: Donny Silva
Leia Mais....

Ministério Público faz busca e apreensão no gabinete da deputada Sandra Faraj

FOTO: ROBERVAL EDUÃO
                            Na manhã desta quinta-feira (27), promotores de Justiça do Ministério Público do Distrito Federal (MPDFT) cumprem oito mandados de busca e apreensão e quatro mandados de condução coercitiva, no âmbito da Operação Heméra (o nome tem origem na mitologia grega e significa a deusa da mentira). Os alvos da operação são a Deputada Distrital Sandra Faraj; o suplente de Senador do DF e pastor evangélico da igreja Ministério da Fé, Fadi Faraj, e servidores comissionados do gabinete da deputada. Foram realizadas buscas na casa da distrital e em seu gabinete na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), e no escritório administrativo da Igreja Ministério da Fé.
A Deputada e o pastor, que são irmãos, são suspeitos de comandar esquema de corrupção envolvendo cobrança de um terço dos salários de servidores comissionados que nomearam para cargos na CLDF, SEJUS e Administração Regional de Taguatinga. Além disso, Sandra Faraj é suspeita de fraudar notas fiscais e assinaturas para recebimento de reembolso no valor de R$ 150 mil junto à CLDF referentes à prestação de serviços de publicidade e informática, mas que não foram pagos pela parlamentar à empresa Netpub Ltda.
A dupla também é investigada por ameaça a testemunhas durante a investigação do MPDFT. Os crimes investigados são de corrupção, falsidade ideológica e uso de documento falso, além da coação no curso do processo. Se forem confirmados, as penas podem ultrapassar 20 anos de reclusão e levar à perda do cargo público.
Segundo o MPDFT, a investigação acontece no âmbito da Vice Procuradoria-Geral de Justiça do MPDFT. A decisão pelo cumprimento dos mandados é do Conselho Especial do TJDFT, mas o processo investigativo prossegue em sigilo. Por isso, não serão divulgadas mais informações e não está confirmada entrevista coletiva.
Da redação do Alô
Leia Mais....

Taxistas se unem para criar uma nova cooperativa de transporte particular na capital federal

FOTO: ROBERVAL EDUÃO
                      Visando combater a concorrência dos serviços eletrônicos na área do transporte privado, como o Uber e o Yet Go, os taxistas do Distrito Federal têm se movimentado para a criação de uma nova cooperativa de condutores de táxi.
A organização se chamará COOPTAXI-DF, e está previsto que em maio aconteça uma assembleia para constituição da cooperativa. O serviço de táxi, durante muitos anos, manteve monopólio na prestação de serviços de transporte privado de passageiros para corridas pontuais. Com a chegada dos aplicativos de aparelhos de celular no setor houve um grande aumento na procura desses serviços, gerando uma queda gigantesca no uso dos tradicional ofício de táxi.
Uber ganhou fama por oferecer aos seus usuários, praticidade, comodidade, segurança no pagamento, carros limpos, motoristas muito bem vestidos e além de tudo, preços atrativos, gerando um caos na vida dos taxistas. Segundo fontes do setor, com a criação da cooperativa, os taxistas pretendem lançar no Distrito Federal um aplicativo semelhante ao usado pelo Uber, padronizar o atendimento ao usuário, criar categorias de serviços e voltar a usar tratamentos de gentileza como: Seja bem- vindo(a), bom dia, o(s) senhor(es)/ a(s) senhora(s) gostaria(m) que ligasse o ar?, dentre outros esquecidos e “desnecessários” quando não há concorrência.
Da redação do Alô
Leia Mais....

Corpo de empresário é encontrado às margens de lago em Luziânia

quarta-feira, 26 de abril de 2017
Reprodução/Facebook
A Polícia Civil de Goiás investiga a morte do empresário Élson Pereira de Abreu, de 36 anos. O corpo dele foi encontrado na segunda-feira (24), às margens do lago Corumbá 4, em Luziânia, Região Metropolitana do DF. O cadáver estava a cerca de dez metros de uma lancha, conforme informou o G1.
O Corpo de Bombeiros da região faz buscas no lago por uma segunda pessoa que estava com Élson. O delegado responsável pelas investigações, Rodrigo Mendes, diz que informações preliminares do Instituto Médico Legal (IML) apontaram uma lesão na cabeça do homem. Ele ressalta que ainda é cedo para determinar as causas da morte.
Mendes também lembra da necessidade de cautela, uma vez que ainda não é está claro se trata-se de um homicídio ou afogamento. Legistas confirmaram que o empresário ingeriu bebidas alcoólicas.
O corpo de Élson foi encaminhado ao IML de Formosa e em seguida liberado para a família. Ele morava em Anápolis, onde é proprietário do Vesúvio Restaurante & Chopperia.                                                                                                                      Fonte: Jornal de Brasília
Leia Mais....

Morre o jornalista Carlos Chagas, aos 79 anos


Reprodução
Morreu, no início da tarde desta quarta-feira (26), o advogado, professor e jornalista Carlos Chagas, aos 79 anos. A causa da morte ainda não foi divulgada.
Carlos Chagas era pai de Helena Chagas, ex-ministra-chefe da Secretaria de Comunicação Social do governo Dilma Rousseff. Formado em direito pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Janeiro (PUC-Rio), foi professor da Universidade de Brasília (UnB) durante 25 anos.
O veterano iniciou a carreira no jornal “O Globo”, em 1958. Em seguida passou pelo “O Estado de S. Paulo”, onde permaneceu durante 18 anos. Também atuou na TV, em emissoras como Manchete, Rede TV!, SBT e CNT. Foi porta-voz do governo Costa e Silva.
Entre outros livros, publicou “O Brasil sem Retoque: 1808 – 1964”, “Carlos Castelo Branco: o Jornalista do Brasil” e “Resistir é Preciso”.               Fonte:jornaldebrasilia.com.br/
Leia Mais....

Denunciado pelo MP, Agaciel nega autoria de emenda para evento sertanejo

Distrital é alvo de denúncia do Ministério Público
FOTO: CARLOS GRANDA/CLDF
                              O deputado Agaciel Maia (PR) desmentiu na sessão ordinária desta terça-feira (25) que seja o autor de emenda parlamentar direcionada ao evento Poynt Musyc Fest Car Sertanejo, realizado em 19 de novembro de 2011, conforme veiculado pela imprensa. De acordo com a reportagem, o parlamentar teria destinado R$ 100 mil à atividade e estaria sendo acusado pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de improbidade administrativa.
Agaciel disse que foi surpreendido com a notícia e ao analisar a emenda descobriu que ela não é de sua autoria. O deputado disse que no atual mandato preferiu não fazer mais nenhuma emenda para evento cultural para evitar problemas. Segundo ele, o parlamentar quando apresenta uma emenda só faz uma indicação ao Executivo, que é quem tem a responsabilidade de gerenciar, fiscalizar e executar o recurso.
O deputado Wasny de Roure (PT), em aparte ao colega, criticou o que chamou de "criminalização da atividade parlamentar" por parte de órgãos de controle como MPDFT. Para ele, o problema deveria ser debatido com profundidade pelos parlamentares. O distrital sugeriu ainda que a Mesa Diretora da Câmara procure a direção do MPDFT para buscar esclarecimentos.
Reforma – O deputado Chico Vigilante (PT) aproveitou a sessão para manifestar apoio à Greve Geral programada para o dia 28 de abril. Na avaliação do parlamentar, os trabalhadores brasileiros precisam demonstrar sua insatisfação com a perda de direitos promovida pelo governo Temer. Vigilante considerou que a "maldita" reforma trabalhista cria uma situação caótica para os trabalhadores. Para ele, os trabalhadores precisam mostrar que é hora de Temer deixar o governo.
Fonte:alo.com.br
Leia Mais....

Funcionamento irregular do Hospital do Gama é criticado em plenário

FOTO: CARLOS GRANDA/CLDF
                              O funcionamento irregular do Hospital do Gama, que tem desmarcado cirurgias "por falta de roupa limpa", entre outros motivos, foi criticado pelo deputado Rafael Prudente (PMDB), que esteve visitando o local no último final de semana. Enquanto o parlamentar discursava apontando as dificuldades do hospital, o plenário foi informado, pelo deputado Raimundo Ribeiro (PPS), do fechamento, nesta terça-feira (25) do pronto-socorro daquela unidade de saúde.
"É pena que um hospital bem cuidado, limpo e equipado se encontre nessa situação. A população não pode contar com os serviços médicos porque eles simplesmente não estão disponíveis", declarou Prudente, acrescentando que irá relatar o que percebeu durante a visita ao Ministério Público, Tribunal de Contas e ao GDF, entre outros órgãos. "É preciso responsabilizar quem de fato está sendo omisso nessa situação", concluiu.
Fonte:alo.com.br
Leia Mais....

ONs e OFFs Sandro Gianelli (26/04)

Gabinete do vice-governador do DF, Renato Santana (PSD), é o que mais gasta em todo o país                            ?Vice mais caro do país

Estudo realizado pelo site do jornal O Globo aponta o gabinete do vice-governador do DF, Renato Santana (PSD), como o que mais gasta em todo o país. Foram um pouco mais de R$ 13,6 milhões. Um dado comparativo aponta que o vice no DF contou com mais recursos do que a estrutura da Vice-Presidência da República. Os dados são referentes a 2016. As informações foram pesquisadas nos portais de transparência, além de informações dos próprios governos.
Estrutura
Em 2016, o vice-governador do DF teve a sua disposição cerca de cem servidores. Segundo a assessoria de Santana o alto custo, bem como, a quantidade de cargos, se deu pelo acumulo de funções. O vice acumulava as funções de administrador regional de Vicente Pires e secretário de Cidades. Hoje, ambas as funções são ocupadas por filiados do PSB, partido do governador Rodrigo Rollemberg. Para se ter uma ideia, o estado que menos gastou com a vice governadoria foi o Mato Grosso do Sul, apenas R$ 245 mil anuais.
No ninho tucano
O deputado federal Izalci Lucas (PSDB) foi até São Paulo para se reunir com o governador Geraldo Alckmin e com o prefeito João Dória. Izalci busca se firmar como uma via real nas eleições de 2018. Durante a visita, Izalci confirmou o apoio do PSDB para concorrer ao Palácio do Buriti nas próximas eleições. Nas inserções partidárias do PSDB de junho, o deputado Izalci terá a companhia de Dória. Ponto para os dois. Dória ficará mais conhecido no DF e Izalci colará sua imagem, num político, até então, sem rejeição. Izalci busca conhecer projetos, tanto do estado de São Paulo, quanto da capital, que tem dado certo por lá, para implementar em seu plano de governo.
Tragédia anunciada - Carro cai no buracão no Distrito do Lago Azul, em Novo Gama/GO. A erosão é antiga e esta em obra, o prazo para a finalização é de 90 dias.

Três perguntas para...
Cristovam Buarque
Senador (PPS/DF)
A faixa de pedestre é uma conquista de seu governo. Esse é o grande legado da sua gestão?
Sim, certamente é uma das conquistas mais importantes, mas não a única. Acredito que o conjunto dos programas implantados representa o legado da minha gestão. A campanha pelo respeito à faixa de pedestres e, principalmente, a lei que a instituiu, foi um símbolo da educação e civilidade na capital do país. Tenho muito orgulho de ter liderado esse importante exemplo de cidadania. Mas conseguimos implantar em todas as áreas diversos programas tão importantes quanto esse. Destaco alguns: o Bolsa-Escola, o Saúde em Casa, Não dê Esmola, dê Cidadania, Projeto Saber, Programa de Avaliação Seriada (PAS), Escola Candanga, Mala do Livro, Cada Criança uma Árvore, Saneamento Básico, Gestão Democrática nas Escolas, Brasília Legal, Orçamento Participativo, Temporadas Populares, entre outros.
O que o senador defende em relação à Reforma da Previdência?
As reformas são necessárias para retomar o crescimento do país, em especial a da Previdência. Defendo, entre outras coisas, que sejam mantidas as regras especiais para aposentadoria dos professores, assim como uma transição entre os que estão no mercado de trabalho e os que ainda vão começar. Uma política responsável e competente deve compatibilizar os propósitos sociais com os recursos disponíveis, sem esquecer os interesses das futuras gerações.
Qual é a sua avaliação entre a relação do Governo de Brasília e os professores?
É preciso levar em conta a diferença da relação do Governo com os professores e do Governo com o Sindicato dos Professores. Pelo que leio nos jornais, sinto que a relação com o Sindicato não é boa, já que prometeram o que não vão cumprir. Já em relação aos professores fica difícil avaliar porque essa a gente não percebe pelos jornais e desconheço pesquisas. Tenho a impressão que o governador Rodrigo Rollemberg não fez nenhum programa com o mesmo comprometimento e entusiasmo como fizemos entre 1995 e 1998. No entanto, não vejo nada que ele tenha feito que possa radicalizar a relação negativa como em outros estados onde houve enfrentamentos violentos.

ENTORNO
Política social
O prefeito de Valparaíso, Pábio Mossoró (PSDB), esteve em Goiânia participando do evento de lançamento do Cartão Reforma. O programa é uma repaginação do Cheque Mais Moradia, criado pelo governador Marconi Perillo (PSDB/GO) em 2000. O Cartão Reforma beneficiará famílias que precisam ampliar suas casas.
Rumo a Assembleia
A ex-prefeita de Valparaíso, Lucimar Nascimento (PT), tem percorrido vários municípios da região do Entorno e, ao que tudo indica, Lucimar deve ser candidata a deputada estadual nas eleições de 2018, podendo ser o nome do partido na região.
Presidente novo
Berilo Leão, esposo de Lucimar Nascimento, foi empossado presidente do diretório municipal do PT em Valparaíso. O evento de posse contou com a presença do presidente do PT do DF, o ex-deputado federal, Policarpo e do deputado federal Rubens Otoni (PT/GO).                                                         Fonte:alo.com.br
Leia Mais....

Distritais apoiam greve geral e sugerem adesão da Câmara Legislativa

FOTO: CARLOS GANDRA/CLDF
                              A greve geral marcada para esta sexta-feira (28) contra as reformas propostas pelo governo federal recebeu o apoio de deputados distritais. Na avaliação de Chico Vigilante (PT), os trabalhadores brasileiros precisam demonstrar sua insatisfação com a perda de direitos promovida pelo governo Temer. Vigilante considerou que a "maldita" reforma trabalhista cria uma situação caótica. Para ele, os trabalhadores precisam mostrar que é hora de Temer deixar o governo.
Por sua vez, o deputado Prof. Reginaldo Veras (PDT) sugeriu que a Câmara Legislativa fechasse as portas para protestar contra a retirada de direitos. "Somente há uma alternativa para manter as conquistas: a pressão dos trabalhadores", argumentou. O parlamentar relatou que pais de alunos têm enviado às escolas bilhetes nos quais afirmam o apoio à paralisação. "A CLDF não pode ficar alheia", defendeu, informando que o seu gabinete não funcionará na próxima sexta.
O deputado Ricardo Vale (PT) também defendeu a greve geral e listou várias categorias que já aprovaram a paralisação, como rodoviários, metroviários, aeronautas, vigilantes, servidores do Executivo, Legislativo e Judiciário. "Estamos propondo que todos parem nesta sexta-feira. Temos de dizer não a reformas que retiram direitos", declarou.
CLDF
Leia Mais....

Negreiros sugere lei com novo teste para recém-nascidos

terça-feira, 25 de abril de 2017
FOTO: CLDF
                         “Não há como falar de saúde vocal sem mencionar o teste da linguinha realizado em bebês recém nascidos, como uma das medidas de prevenção”, disse Robério Negreiros. O parlamentar é autor da lei 5.820/2017 que obriga a realização do teste da linguinha em todos os hospitais e maternidades do Distrito Federal. “A realização do teste da linguinha é extremamente importante para o desenvolvimento da criança, pois por meio desse exame poderá se detectar eventuais problemas de fala, como a língua presa, acredita.
Da redação do Alô
Leia Mais....

Brasil e Espanha buscam ampliar cooperação na área comercial

Marcos Pereira assinou Memorando de Entendimento em cerimônia no Palácio do Planalto
Brasília (DF) – O ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Pereira (PRB), assinou nesta segunda-feira (24) Memorando de Entendimento entre o MDIC e o Ministério da Economia, Indústria e Competitividade da Espanha para ampliar a cooperação entre os países na área econômico-comercial.
O documento, firmado em cerimônia no Palácio do Planalto, prevê a elevação dos investimentos espanhóis no Brasil, em especial envolvendo as micro e pequenas empresas. A aproximação entre os países é parte da agenda do presidente de Governo da Espanha, Mariano Rajoy, recebido hoje pelo presidente Michel Temer.
“Estamos trabalhando para estabelecer novas cooperações, de forma a adensar a relação econômica e comercial não somente com a Espanha, mas com todos os países com quem identifiquemos oportunidades de negócios”, afirmou Marcos Pereira.
O foco da cooperação econômica será na remoção de obstáculos ao desenvolvimento do comércio por meio do intercâmbio de informações e experiências e apoio aos contatos de negócios. Representantes dos dois países devem, ainda, participar de encontros, feiras e workshops, entre outros eventos. Atualmente, o Brasil é o terceiro maior destino de novos investimentos espanhóis no exterior.
“Há espaço para ampliação dos investimentos, principalmente no momento que vivemos no Brasil, em que estamos empenhados em tornar o ambiente de negócios mais favorável e confiável à atuação de investidores”, avalia o ministro Marcos Pereira.

Encontro empresarial

A agenda do ministro Marcos Pereira com a delegação espanhola segue nesta terça-feira (25), em São Paulo, onde ocorrerá o Encontro Empresarial Brasil-Espanha, do qual participam o presidente Temer, e o presidente de Governo da Espanha, Mariano Rajoy. Cerca de 150 empresas espanholas devem ter representantes no evento.
A Espanha detém o segundo maior estoque de investimento direto no Brasil. As empresas espanholas estão presentes em território brasileiro principalmente em setores como telecomunicações, energia, rodovias e ferrovias. Já o perfil dos investimentos é concentrado em grandes empresas. Por isso, a avaliação é que os investimentos das pequenas e médias empresas espanholas tem potencial para avançar, dinamizando a economia e aportando inovação no país.

Intercâmbio comercial

Entre janeiro e março de 2017 as exportações brasileiras para a Espanha cresceram 43% em relação a igual período do ano anterior, passando de US$ 573,3 milhões para US$ 819,5 milhões. A participação do país subiu de 1,4% para 1,6%, posicionando-o como o 11º destino das exportações brasileiras no acumulado do ano.
As importações brasileiras da Espanha atingiram US$ 638,1 milhões no primeiro trimestre de 2017, implicando acréscimo de 4,6% sobre o valor de igual intervalo do ano anterior, que totalizou US$ 609,9 milhões. A participação da Espanha caiu de 1,9% para 1,8. O país foi o 14º fornecedor estrangeiro ao Brasil no acumulado do ano.
Em 2016, a pauta das exportações brasileiras à Espanha compôs-se de 67,6% de produtos básicos, 9,9% de semimanufaturados, 20,5% de manufaturados e 1,9% em operações especiais. No ano, o desempenho das três principais categorias foi o seguinte: queda de 21,9% em básicos; aumento de 45,2% em semimanufaturados; e aumento de 13,3% em manufaturados.
No rol dos principais produtos exportados à Espanha estão soja em grãos, participação de 23%, petróleo em bruto (15,8%), farelo de soja (5,9%), minério de cobre (4,4%), café em grãos (4,2%), minério de ferro (4,1%), celulose (3,5%), semimanufaturados de ferro/aço (3,2%), polímeros plásticos (3%), milho em grãos (2,3%) e óleos combustíveis (1,8%).
Relativamente às importações brasileiras da Espanha, a pauta ficou distribuída da seguinte maneira: 6,5% de produtos básicos, 5% de semimanufaturados e 88,5% de manufaturados. No ano, as três categorias de produtos registraram os seguintes resultados: queda de 4,3% em básicos; queda de 21% em semimanufaturados; e queda de 28,2% em manufaturados.
Entre os produtos importados da Espanha, destacam-se os seguintes itens: naftas, participação de 7,9%, medicamentos para medicina humana e veterinária (4%), compostos organo-inorgânicos (3,8%), partes e peças de aviões, helicópteros (3,7%), motores e geradores elétricos (3,2%), polímeros plásticos (3%), rolamentos e engrenagens (2,8%), autopeças (2,7%), compostos heterocíclicos (2,4%), laminadores de metais e seus cilindros (2,3%) e azeite de oliva virgem (2,3%).
Fonte:http://www.prb10.org.br
Leia Mais....

Leila Barros vai integrar executiva do PRB Mulher DF

Convite foi feito pela coordenadora do PRB Mulher no DF, Tânia Maria, e pelo 2º secretário do PRB DF, Ziel Santos
Brasília (DF) – A coordenadora do PRB Mulher no Distrito Federal, Tânia Maria, e o 2º secretário do PRB DF, Ziel Santos, se reuniram no último dia 20 com a secretária de Esporte, Turismo e Lazer, Leila Barros, conhecida popularmente como Leila do Vôlei (PRB). Na pauta, o convite para que a gestora republicana integre a executiva do movimento feminino.
“Será um prazer participar e contribuir com o PRB Mulher no Distrito Federal”, afirmou Barros.
Na ocasião, Tânia Maria destacou a importância da participação da mulher na política, as dificuldades enfrentadas pelo segmento e as propostas e projetos que serão implantados. “Uma das primeiras ações que o PRB Mulher vai executar é o mapeamento de mulheres. O objetivo será descobrir o que aflige essa parcela da população e o que essas guerreiras desejam. Estamos nos preparando para defender nossas ideias e atender, dentro das nossas limitações, as necessidades de cada uma”, apontou a líder republicana.
Texto: Priscila Praxedes / Ascom – PRB Mulher Nacional
Leia Mais....

Deputado do PSC apresenta projeto de lei para fomentar a cultura no país

O deputado estadual Heber Santana (PSC-BA) apresentou um projeto de lei que assegura a não cobrança do o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) aos livros eletrônicos (e-books) e aparelhos eletrônicos (e-readers), utilizados para a leitura desses formatos de livros. À medida altera a Lei Estadual 7.014/1966 que permite a taxação para essas mercadorias.
Segundo Santana, a não incidência de impostos sobre essas mercadorias estimulará a leitura e fomentará a cultura. “A popularização dos livros eletrônicos é crescente, e nós precisamos torná-los acessíveis a todas as faixas econômicas da população”, diz o deputado.
Vale lembrar que o Supremo Tribunal Federal (STF) já reconheceu que a imunidade tributária que atinge os livros impressos aplica-se também aos e-books e aos e-readers.
Impostos sobre as lonas plásticas e geomantas
No mesmo projeto de lei, Heber Santana também propôs a isenção de impostos sobre as mercadorias para as lonas plásticas e geomantas – sistemas permeáveis de estrutura utilizadas no revestimento de solos para reforçar e proteger a vegetação da ação de intempéries em áreas suscetíveis à erosão.
Para Santana, isentar lonas e geomantas do ICMS é, antes de tudo, “uma questão de valor social”. Ele destaca, que em Salvador existem mais de 600 encostas em situação de risco, e que a ocupação desordenada é um problema complexo. Fonte:http://www.psc.org.br
Leia Mais....

Reforma trabalhista cria brecha para a redução dos salários


Foto: Valdecir Galor/SMCS
Eric Zambon
eric.zambon@jornaldebrasilia.com.br
Os governistas chamam a reforma trabalhista de “atualização”, enquanto os críticos falam em “retirada de direitos”. O polêmico projeto, que altera 100 pontos da CLT e tramita em regime de urgência na Câmara dos Deputados, deve ser votado até a quinta-feira, avisa o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), mas não existe consenso a respeito do assunto.
Uma das preocupações é com a possibilidade de os empregadores ganharem poderes para reduzir o salário de seus funcionários por meio de recontratação ou de acordos individuais e coletivos. Para o diretor de documentação do Departamento de Assessoria Parlamentar (DIAP), Antônio Augusto Queiroz, o texto salvaguarda a possibilidade de demissão para recontratar logo em seguida, mas permite a perda salarial de outro jeito.
“Quando se admite prevalência do negociado sobre legislado, na prática, haverá meios de fazer isso sem necessariamente demitir esse empregado”, argumenta. “O texto estimula acordos individuais e coletivos, que podem levar à situação de flexibilização”, prossegue.
Se as novas regras forem aprovadas, os empregadores poderão pressionar seus funcionários a aceitar acordos, sem possibilidade de interferência da Justiça do Trabalho. “O patronato vai exercer pressão redobrada sobre o trabalhador”, resume.
O especialista descontrói vários pontos do substitutivo que segue para votação e aponta a malícia do relator, o deputado Rogério Marinho (PMDB-RN). “Ele alega, por exemplo, que reduzindo o horário de almoço para uma hora, o trabalhador vai poder ir embora mais cedo. Não está escrito em lugar nenhum do texto que o empregador é obrigado a concordar com isso”, critica.
“O relator também diz que o funcionário vai poder parcelar as férias de acordo com sua conveniência. Qual a garantia que o empregador vai concordar com isso?”, questiona. Para Queiroz, a vontade de atualizar a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) não pode se sobrepor ao bom senso.
Saiba mais
  • O pedido de urgência aprovado da reforma trabalhista também acelera o processo, por impedir que os parlamentares façam pedidos de vistas, por exemplo.
  • Conforme o relator, o projeto já recebeu mais 850 emendas durante sua tramitação inicial, das quais 400 teriam sido acolhidas pelo relator.
  • A votação da reforma trabalhista será o segundo teste antes de o Governo Temer colocar a Reforma da Previdência, seu grande objetivo, em votação.
  • O primeiro teste foi a votação da Lei da Terceirização, no último mês. Apesar de a mudança ter sido aprovada na Câmara, a margem de vitória foi menor do que o esperado e o Planalto precisou reorganizar sua base.
  • Ainda esta semana, a Câmara retoma discussões sobre a reforma política, recuperação fiscal dos estados e Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2018.
Para relator, Constituição garante
O governo Temer sofreu uma derrota política na última quarta-feira, quando teve o pedido de urgência para a reforma trabalhista rejeitado na Câmara dos Deputados. No dia seguinte, porém, o Planalto manobrou para reinserir o assunto na pauta e, desta vez, o requerimento passou.
Assim, caso a intenção de Rodrigo Maia seja concretizada e a reforma seja apresentada na Casa hoje, os deputados terão apenas dois dias para apresentar emendas. A bancada de oposição alega que a articulação do Governo se deu justamente para evitar a interferência de quem discorda.
Enquanto isso, o relator Rogério Marinho dispara contra os críticos. Ele já chamou a atual CLT de “vaca sagrada”, por ter permanecido intocada desde sua criação, há 74 anos, e acusa a lei de atrasar o País. O tucano também tem se dedicado a rebater os argumentos contrários em redes sociais e por meio de notas a veículos de comunicação.
A reportagem do JBr não conseguiu contato com o deputado, mas em nota oficial Marinho rejeitou a possibilidade de redução salarial por meio de recontratações. Em nota ele teria esclarecido que “a Constituição Federal somente permite essa redução por meio de negociação coletiva, que é realizada pelo Sindicato da categoria.” Só que o projeto não inclui nada disso.
Ao defender as novas regras e garantir a continuidade da Justiça do Trabalho, porém, ele caiu em contradição. O relator da reforma teria dito que o judiciário trabalhista “mantém todas as suas competências”, mas, em seguida teria admitido que ele não poderá se intrometer no mérito das negociações individuais ou coletivas.
“Para isso já existe a Justiça comum. Para que uma Justiça especializada se ela só vai julgar acordo entre as partes?”, aponta Antônio Augusto Queiroz, diretor de documentação da DIAP. Até quinta-feira, a reforma deve ir a votação, com ou sem consenso a respeito.
Leia Mais....

Lei determina que boletos de impostos do DF devem informar parcelas em atraso

FOTO: CLDF
                          Uma lei publicada na última semana obriga o governo do Distrito Federal a informar em boletos de impostos se o contribuinte tem uma parcela de anos anteriores em atraso. Por exemplo, se o brasiliense se esqueceu de pagar uma conta de fevereiro de 2015, esse atraso deve constar em um campo próprio no boleto deste ano.
Autor do projeto, o deputado Chico Leite (Rede) disse que o objetivo é evitar que o contribuinte pague juros “astronômicos” e seja inscrito na dívida ativa do DF sem saber. “Essa ideia vem de sugestão de eleitores e está amparada no Código de Defesa do Consumidor”, afirmou.
Segundo ele, ainda dá tempo para que os boletos do imposto sobre imóveis, IPTU, venha com a novidade. Isso porque a lei passou a valer a partir da publicação, lembrou o parlamentar. No entanto, o governador vetou o trecho que diz que a norma deve ser regulamentada em 120 dias.
O cidadão que tem dívidas com o executivo local corre risco constante de ser protestado judicialmente e pode ser impossibilitado de assumir cargo público, por exemplo. As empresas, por sua vez, ficam impedidas de fornecer serviços e produtos a empresas, órgãos e instituições do governo.
Da redação do Alô
Leia Mais....

CLÃ RORIZ

Futuro da mais tradicional família política do DF é incerto
FOTO: REPRODUÇÃO DA INTERNET
                       Liliane Roriz (PTB) pode ficar inelegível por até 12 anos. Na semana passada, distrital foi condenada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE-DF) a 4 anos, 5 meses e 8 dias de prisão em regime semiaberto, além do pagamento de multa, Liliane está inelegível. A ampliação da pena se daria caso ela não consiga reverter a sentença em recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
Com a possibilidade de Liliane não tentar uma vaga na política local, o clã Roriz pode ficar sem representantes após as eleições de 2018. Apesar de ter ainda a simpatia de uma boa fatia do eleitorado brasiliense, o ex-governador Joaquim Roriz, pai da parlamentar, foi enquadrado na Lei da Ficha Limpa por ter renunciado ao cargo de senador para escapar da cassação. Assim, só poderá se candidatar em 2026, quando terá 90 anos.
A irmã de Liliane, Jaqueline, foi condenada por improbidade administrativa pelo Tribunal de Justiça do DF e Territórios devido à suposta participação no esquema de corrupção conhecido como mensalão do DEM e também está fora da disputa.
A provável principal aposta da família é Joaquim Roriz Neto. O filho de Jaqueline teve 29,4 mil votos e ficou em 14º lugar na votação para deputado federal. 
Da redação do Alô
Leia Mais....

Jerry Adriani, ídolo da geração de 1960, morre de câncer

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Foto divulgação/Facebook
Foto divulgação/Facebook

Ídolo da Jovem Guarda, o cantor Jerry Adriani, cuja música Doce Doce Amor despontou nas paradas de sucesso, vai deixar saudades, especialmente na geração dos Anos 1960. Ele faleceu neste domingo (23) depois de enfrentar um câncer. O músico estava internado no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Ele havia sofrido trombose nas pernas em março e feito uma bateria de exames que resultou no diagnóstico do câncer. Tinha 70 anos.

Além das músicas românticas, Jerry Adriani também ganhou fama por apresentar o programa “Excelsior a Go Go”m da TV Excelsior", na década de 1960, que contava com a participação de Luiz Aguiar. O programa era um musical com apresentações artísticas como Os Vips, Os Incríveis e Cidinha Santos. O falecimento foi confirmado ao Diario pela produção do artista. Os familiares também se pronunciaram pelo Facebook. "A família de Jerry Adriani tem o doloroso dever de comunicar aos seus amigos o seu falecimento. Agradecemos a todos pelo enorme carinho".

Na certidão de nascimento, ele se chamava Jair Alves de Souza e nasceu no dia 29 de janeiro de 1947, no Bairro de Brás, em São Paulo. Seu primeiro disco foi "Italianíssimo", no qual cantava músicas em italiano e o nome Jerry Adriani foi incorporado a sua carreira. Em 1965, ele começou a gravar músicas em português.                                                                     Fonte:diariodepernambuco.com.br
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot