• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Wellington Luiz recua: não vai relatar Sandra Faraj

sexta-feira, 17 de março de 2017

Ao dizer que a figura deste tipo de relator não está prevista no regimento interno da Câmara Legislativa, o deputado distrital Wellington Luiz (PMDB) conta que não irá analisar previamente a representação contra a colega Sandra Faraj (SD). A ideia foi do presidente da Casa, Joe Valle (PDT), que queria que um parlamentar da Mesa Diretora analisasse o caso antes dos demais membros do comando. Era esperado que o peemedebista apresentasse, na próxima segunda-feira, os achados da representação de autorial da ONG Adote um Distrital. É a Mesa que tem de decidir pela admissibilidade – ou não – do processo que pode culminar na perda de mandato da deputada evangélica.
Decisão colegiada
Para Wellington, não faz sentido relatar o processo neste momento. “É a Corregedoria que deve fazê-lo”, frisa, ao lembrar que a Mesa tem que dizer somente se o processo deve ou não tramitar na Casa.
Agora é lei!
O repasse da gorjeta a garçons e atendentes de todo o País virou lei. Relatada na Câmara dos Deputados pelo deputado brasiliense Laerte Bessa (PR), o texto garante que estes trabalhadores terão direito a receber obrigatoriamente parte dos 10% da taxa de serviço paga por clientes em restaurantes e bares. “Um justo reconhecimento ao trabalho dos garçons, já que é um direito deles. Uma reivindicação antiga, que demorou dez anos para finalmente ser aprovada” frisa o parlamentar.
Mais de 40 supersalários na Câmara Legislativa
O levantamento preliminar da Mesa Diretora da Câmara Legislativa flagrou mais de 40 supersalários no quadro de pessoal da Casa. Além da ex-vice-governadora Maria de Lourdes Abadia, pelo menos quatro dezenas de nomes recebiam contracheques míticos. Grande parte com raízes na área da Segurança Pública. Recebiam no pretérito perfeito. Embasado em uma decisão judicial sobre o caso pontual de um servidor e, obviamente, pelo escândalo dos vencimentos inflados nas estatais do Governo do DF, o Legislativo aplicou o teto salarial do Distrito Federal na folha.
Vencimentos míticos das estatais: PT analisará cada caso
A bancada do PT na Casa definiu posição sobre os suspersalários nas estatais. Segundo o líder da legenda na Casa, deputado distrital Ricardo Vale, o grupo apoiará o teto nos casos em que os contracheques foram engordados por canetadas ilegais. Nos casos em que as categorias ganharam legalmente aumentos e recomposições, o partido votará contra os cortes. O PT mobilizou a assessoria jurídica e técnica para mapear o histórico salarial de cada categoria. Na próxima semana, a legenda fará uma nova reunião para discutir o assunto. “Vamos pedir mais tempo na Câmara para podermos concluir os estudos. A Casa quer votar este assunto na próxima semana. Mas não dá para levar para o plenário antes de sabermos em detalhes tudo sobre o salário destes trabalhadores. Não podemos cometer injustiças”, argumenta Vale.
Conselho de Saúde desaprova corte nas gratificações de titulação
Por decisão unânime, o Conselho de Saúde do DF desaprova a tentativa de corte das gratificações dos servidores da saúde encampada pelo GDF. Alegando distorções nos pagamentos de benefício concedido para profissionais com especializações, pós-graduações, mestrados e doutorados, o Executivo defende a suspensão dos pagamentos. “Isso é terrorismo. Os profissionais estudarão e se capacitarão. Eles merecem a gratificação. Se existe irregularidade, ela deve ser investigada e combatida caso a caso”, afirma o presidente do conselho, Helvécio Ferreira.
Desconto na economia de água é direito
Depois de muito cobrar a taxa de contingência, somente agora a Caesb começou a falar de desconto para quem poupa água. Ocorre que a empresa não deixa claro uma coisa: o desconto na conta de água para quem economizar já é garantido pela lei de autoria do senador Reguffe (sem partido), dos tempos em que ele era parlamentar na Câmara Legislativa. Ou seja, a empresa está anunciando algo que já é garantido e aplicado por lei, mas não era divulgado.
Reguffe cobrava desde 2016
Reguffe disse que vinha cobrando publicamente que o Governo do DF divulgasse o benefício para que as pessoas fossem incentivadas a economizar. “Não fizeram campanha educativa para avisar à população que essa lei está em vigor. Em vez de penalizar o consumidor, deveriam primeiro ter divulgado o benefício a que ele teria direito se economizasse”, comenta o parlamentar.
Brasília viva
Anfitriã da 60ª edição do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários (Encat), que termina hoje, a Secretaria de Fazenda do DF procurou mostrar uma Brasília viva, pulsante, que vai além do espectro político e administrativo. A decoração e entretenimento destacam o cerrado e a produção local de artistas independentes.
No romper da aurora
Quando o relógio marcar 7h da manhã, hoje, o governador Rodrigo Rollemberg estará em Vicente Pires para verificar, in loco, os estragos causados pelas fortes chuvas de ontem.
Enfim, um cronograma
Às 9h, ele reúne a imprensa no Palácio do Buriti para anunciar um cronograma de pagamentos dos fornecedores da Secretaria de Saúde. E já avisou: vai quitar as dívidas deixadas pelas gestões anteriores que somam mais de R$ 350 milhões.
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot