• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Milionário e Marciano fazem show histórico em Brasília neste sábado (28)

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

Foto: Divulgação/Cadu Fernandes
Milionário e Marciano trazem para Brasília o projeto Lendas, neste sábado (28), a partir das 22h, na Bamboa Brasil. O ícones fazem um passeio por canções que marcaram história quando os dois ainda cantavam ao lado dos saudosos José Rico e João Mineiro, respectivamente. A dupla Boni & Belluco abre a noite, que se completa com o setlist do DJ Gusttavo Carvalho. Os ingressos para pista custam R$ 50 (unissex) e R$ 70 para camarote (unissex). A classificação indicativa é de 16 anos.
Tanto Milionário & José Rico, quanto João Mineiro & Marciano, são duplas que se consolidaram no início da década de 1970, quando a música sertaneja ainda era chamada de caipira. Os quatro cantores foram os precursores do romantismo mais urbano, que se modernizou, e influenciou nomes como Zezé di Camargo & Luciano, Leandro & Leonardo e João Paulo & Daniel, destaques na década de 1990.
Depois das difíceis perdas de João Mineiro, em 2012, e José Rico, em 2015, os veteranos se juntaram para uma inesquecível homenagem aos parceiros de palco. No projeto Lendas, a nova dupla Milionário & Marciano encanta os fãs com repertório repleto de clássicos como Se eu não puder te esquecer, Decida, Do mundo nada se leva e Ainda ontem chorei de saudade.
Gravado em São Paulo, no Citibank Hall, o CD e DVD Lendas deu novo fôlego aos cantores e experientes. “Voltar aos palcos é um desafio diário. Estou com a sensação de recomeço, ainda sinto àquele frio na barriga, como há 45 anos”, descreve Milionário. “Reencontrar nossos fãs e dividir o palco com um ídolo é uma sensação indescritível. Me sinto jovem novamente”, completa Marciano.
Mais atrações
Quem abre a noite romântica são os sertanejos Bonni & Belluco, que promete um show a altura da atração principal. A dupla brasiliense, que comemorou em 2016 nove anos de carreira, tem se destacado no cenário de música sertaneja local. O primeiro hit, Capital sertaneja, logo caiu no gosto dos fãs do ritmo universitário. De lá para cá, os artistas lançaram novos sucessos, entre eles, Amor, amor, amor e Joia falsa. Exímios compositores, Bonni & Belluco também promete apresentar um repertório autoral conhecido pelo público nacional nas vozes de artistas como Gusttavo Lima, Aviões do Forró, e César Menoti e Fabiano.
Com dez anos de carreira, DJ Gusttavo Carvalho esbanja experiência, personalidade e o famoso feeling de pista. Durante sua trajetória, já dividiu as picapes com nomes internacionais da música eletrônica como Steve Angelo, Fat Boy Slim, Richard Gray e Abel Ramos. Em seu setlist, o DJ passeia por estilos como o progressive house, deep house e low bpm. Atualmente Gusttavo Carvalho é DJ residente da Bamboa Brasil e já conquistou seu séquito entre os amantes da cena eletrônica.
SERVIÇO
Data: 28 de janeiro
Hora: 22h
Local: Bamboa Brasil (Setor Hípico Sul)
Ingressos: Pista: R$ 50 (unissex) | Camarote: R$ 70 (unissex)
Informações: (61) 3334-4450
Classificação indicativa 16 anos
Leia Mais....

Café, pães e críticas a Rollemberg

A reunião suprapartidária de parlamentares da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional para debater os rumos e chagas do governo de Rodrigo Rollemberg (PSB) começa a ganhar massa crítica. O movimento está sendo organizado a seis mãos pelo deputado federal Izalci Lucas (PSDB), senador Cristovam Buarque (PPS) e o presidente da Câmara Legislativa, o distrital Joe Valle (PDT). Pelas contas de Izalci, 18 dos 35 representantes do Legislativo confirmaram presença para o café da manhã previsto para a próxima terça-feira. Até lá, a tendência é de que mais nomes oficializem participação.
Controle de danos
“Queremos evitar o caos completo. Tem gente que diz que o Rodrigo não vai ser reeleito e que o próximo governo pode solucionar as coisas. Mas não é bem assim. Rodrigo está cometendo erros de médio e longo prazo. Ele está estragando os próximos 10 anos do DF. A eleição não resolve. Temos uma série de empresas deixando a cidade. Você acha que elas voltam em um ou dois anos? Nunca. Só voltam, e olhe lá, daqui a 15 anos. O Rodrigo não incentiva nenhuma. Olha o Parque Tecnológico. O governador veio com essa história de Biotic sem falar com ninguém, desagradando o todo o setor produtivo. Anote o que eu digo: ‘Goiás vai acabar fazendo um parque próprio e bem do nosso lado’”, critica Izalci.
Fragilidades aos quatro ventos
Sem muito esforço, Izalci elenca uma série de pontos frágeis da gestão Rollemberg. A começar pelo embate jurídico sobre uma recomposição do Fundo Constitucional. Pelo fato de não gastar todos os recursos encaminhados pela União, o GDF devolve o dinheiro residual ao final de cada ano. Parte dos parlamentares brasilienses passou a criticar a devolução dos repasses, pois o fundo foi criado para a capital federal. Se lograr exito, este movimento pode render mais de R$ 1 bilhão para o DF. A regularização fundiária é outro ponto de discussão. Para Izalci, o Executivo poderia firmar uma parceira com o Ministério da Defesa e a Polícia Federal para resolver o problema com celeridade e eficiência. “A Terracap é uma caixa-preta. As Forças Armadas e policia têm credibilidade e ferramentas para tanto”, completa. As contantes derrotas do DF na guerra fiscal e as polêmicas das passagens do transporte público e a crise hídrica também serão discutidas.
Agora com mestrado
O advogado Ibaneis Rocha, secretário-geral adjunto da OAB Nacional, não se deu direito a férias neste início de ano: aproveitou o recesso no Judiciário para cursar um mestrado em Gestão e Políticas Públicas no Instituto Superior de Ciências Sociais, da Universidade de Lisboa. Prevê um ano de muito trabalho pela frente.
Raio-x de oito grandes hospitais públicos
Membros dos conselhos regionais de medicina, enfermagem, farmácia, odontologia, engenharia, agronomia e do Ministério Público do DF produziram um relatório detalhados sobre oito grandes hospitais públicos. A lista inclui os regionais de Taguatinga, Gama, Sobradinho, Ceilândia, Paranoá, HRAN, HMIB e o Base. O estudo aponta todas condições das unidades, com destaque para os principais gargalos. O MP espera apresentar a documentação para a Câmara Legislativa.
Emergência para sempre?
O Ministério Público do DF pediu informações ao governador Rodrigo Rollemberg sobre a renovação do estado de emergência da saúde. A situação, que, conforme a Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde (Prosus), deveria ser transitória e motivar providências imediatas, já perdura por dois anos. O prazo é de dez dias para que o Palácio do Buriti encaminhe as justificativas. “O primeiro decreto que declarou estado de emergência na saúde local foi editado em 20 de janeiro de 2015 e vem sendo prorrogado desde então”, lembra o MP.
#TodosContraRollemberg
Listando “incompetência e atrocidades” da atual gestão, o SindSaúde-DF lançou, nas redes sociais, a campanha: #TodosContraRollemberg
Despachante de rolos
Mantendo a rotina de tentar desenrolar os seus muitos rolos no Tribunal de Contas da União, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, esteve na Côrte na quarta-feira, em audiência com o ministro Bruno Dantas. Atuando também como uma espécie de despachante para os seus parceiros de negócios, ele foi tentar justificar o que não tem muita explicação. Deve dar com a porta na cara. O ministro Dantas costuma dizer que “julgar é ato de razão e convicção, que não pode se converter em despreocupação com a realidade e em arbítrio”. Ou seja, estará de olho no ministro trapalhão.
Contratação sob medida
Paulo Octávio, empresário que responde a processos por irregularidade na locação do edifício PO 700 justamente ao Ministério da Saúde, tenta agora usar a influência do ministro Aroldo Cedraz no Tribunal de Contas da União para limpar a ficha. Contratou o advogado Tiago Cedraz, ele mesmo, para cuidar de seu caso.
Leia Mais....

Mulher morre após perder controle do carro e cair no Lago Paranoá

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017


FOTO: DIVULGAÇÃO/CBMDF
Uma motorista morreu depois de perder o controle do veículo, sair da pista e cair com o carro dentro do Lago Paranoá próximo a Ponte das Garças, na madrugada desta quinta-feira (26). A identidade da vítima ainda não foi revelada.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, o veículo ficou submerso em uma profundidade de 3 metros. Assim que os militares chegaram ao local, a vítima foi imediatamente retirada do veículo, conduzida até a margem onde o processo de reanimação foi iniciado.
Uma hora após iniciadas as tentativas de reanimação pelas equipes dos bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), a morte foi confirmada.
No total, 30 militares  atuaram na ocorrência. A 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) investiga o caso. 
Com informações do CBMDF
Leia Mais....

Partos no Hospital Regional de Santa Maria são suspensos


FOTO: DIVULGAÇÃO
                                    Por falta de médicos, os partos marcados entre esta quinta-feira (26) e o dia 13 de fevereiro no Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) foram cancelados. Durante o período, o Centro Obstétrico da unidade será restrito, apenas com serviço de orientação às grávidas que têm partos marcados no local. Segundo a Secretaria de Saúde, a situação é causada pelo “número insuficiente de profissionais para a execução do serviço”.
As gestantes que dariam à luz no hospital no período devem ser divididas entre o Hospital Universitário de Brasília (HUB), o Hospital Regional do Gama (HRG) e o Hospital Regional da Asa Norte (Hran). Ainda segundo a Secretaria de Saúde, a situação deve ser normalizada com a contratação de novos profissionais, por meio de processo seletivo.
Esta não é a primeira vez que o Centro Obstétrico do HRSM tem atendimento restrito. Entre 2015 e 2016, a unidade ficou fechada por oito meses. O problema também era a falta de médicos neonatologistas.                                            Fonte:http://www.alo.com.br/
Leia Mais....

Distritais Envolvidos Na Drácon Podem Perder O Mandato E Pegar Até 24 Anos De Prisão

Segundo o  promotor do Ministério Público do DF, Geraldo Macedo, há provas suficientes para pedir a condenação do grupo formado pelos cinco deputados distritais: Celina Leão (PPS), Julio Cesar (PRB), Cristiano Araújo (PSD), Raimundo Ribeiro (PPS) e Bispo Renato Andrade (PR) pelo crime de corrupção passiva. Os parlamentares são acusados pelo MP de receber propina em troca de emendas para educação e saúde.
Entre os elementos apontados pelo MP,  estão gravações, escutas ambientais, trocas de mensagens pelo celular, e-mails e fotografias. Se condenados, os distritais podem perder o mandato e pegar até 24 anos de prisão. O MP pediu o afastamento cautelar dos deputados até o fim do julgamento. Se a solicitação for atendida, os suplentes dos parlamentares devem assumir os mandatos nesse período.
Macedo afirma que os deputados usavam do mandato para benefício próprio. “Percebemos vários atos usando dos cargos expuriamente. Usaram o cargo não para exercício do que deveriam de fato fazer. Chegavam a acompanhar os passos do MP”, afirmou.
O caso será julgado em breve pela Justiça do DF.


Fonte: Donny Silva/Com informações do G1
Leia Mais....

Até O Líder Do Governo Reclama…

Ser líder do governo de Rodrigo Rollemberg (PSB) definitivamente não é uma tarefa fácil. Os deputados Raimundo Ribeiro e Julio Cesar já ocuparam o posto e guardam muitas recordações ruins sobre desgastes totalmente desnecessários.
E agora, o líder do governo na Câmara Legislativa do DF, deputado Rodrigo Delmasso, tem reclamado também do governador, que pede para marcar reuniões, ouve seus interlocutores e depois simplesmente desaparece. E para completar, do nada resolve nomear um novo interlocutor para cada assunto, que também nada resolve…
Não é à toa que o governo do PSB no Distrito Federal simplesmente não decola. Sem piloto, não decola mesmo! Desculpem. Existe piloto sim, mas sem brevê…




Fonte: Donny Silva
Leia Mais....

Cresce número de cirurgias de mudança de sexo

O atendimento ambulatorial para transgêneros no Ministério da Saúde teve um aumento de 32% entre 2015 e 2016. Ano passado, foram feitas 4.467 consultas, ante 3.388 em 2015. As cirurgias para mudança de sexo também avançaram. Dados da pasta indicam que em 2015, 23 pacientes fizeram a cirurgia para mudança de sexo masculino para feminino. Em 2016, foram 34. A terapia hormonal no processo transexualizador cresceu 187% no período. Em 2015, foram 52 procedimentos. Ano passado, 149. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Estadao Conteudo
Leia Mais....

Tribunal de Justiça vai analisar ação popular contra reajuste das tarifas de ônibus

Reajuste de tarifa
CRÉDITO: LUÍS NOVA/ESP. CB/D.A PRESS. BRASIL. BRASÍLIA - DF.


Publicado em CB.Poder
ANA VIRIATO
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) recebeu, nesta quarta-feira (25/1), a primeira ação popular contrária aos reajustes de até 25% nos valores das passagens do transporte público brasiliense, após a decisão do Conselho Especial, por 16 votos a 5, que autorizou o Executivo local a restabelecer a revisão tarifária.
Trata-se de uma ação popular com pedido de tutela antecipada, ajuizada por representantes de entidades sociais e partidos políticos. A petição argumenta que o Palácio do Buriti não cumpriu a diretriz de fixar o valor dos bilhetes “com base em estudos de custos e tarifas desenvolvidos pela unidade gestora, observadas as disposições legais e ouvido, previamente, o Conselho de Transporte Público Comunitário” — a mesa do grupo deliberativo em questão está desativada desde 2014. Acrescenta-se que não existe a “possibilidade de ser concedido aumento tarifário, pois a premissa básica do bom funcionamento do Estado é a observância a legislação”.
O documento é assinado por integrantes do Raiz Movimento Cidadanista, do Brigadas Populares, do Sindicato dos Economistas, da Juventude do PDT, além do PSol. Caso a Justiça acate o pedido de suspensão dos aumentos, o mérito do processo seria analisado apenas após a concessão da liminar.
De acordo com o Executivo local, o Conselho está desativado em razão de restrições impostas pelo Tribunal de Contas do DF (TCDF), porque o GDF estaria acima do limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).
A hipótese é refutada pelos responsáveis pela ação popular, que ressaltam o funcionamento de outros conselhos deliberativos, como o Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (CONPLAN) — a última reunião do grupo teria ocorrido em 24 de novembro de 2016. O CB.Poder contatou a Procuradoria-Geral do DF, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.
Vigência dos novos valores
A notificação oficial da decisão do Conselho Especial ainda não chegou à Procuradoria-Geral do DF ou à Casa Civil. Quando isso ocorrer, a Secretaria de Mobilidade terá até 72 horas para readequar a cobrança dos valores em catracas e validadores do transporte público. A estimativa da pasta é realizar o procedimento neste sábado, quando, então, o brasiliense já deve desembolsar mais pela viagem.
No meio tempo, entidades sociais prometem inflamar a pressão popular contra o chefe do Executivo local. Há um protesto contrário aos reajustes marcado para as 17h desta quinta-feira, na Rodoviária de Brasília.
Leia Mais....

Rollemberg: “Se a Câmara Legislativa apresentar alternativas viáveis, tarifa de ônibus pode ser revista”

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017
Crédito: Breno Fortes/CB/D.A. Press. Brasil. Brasília - DF
CRÉDITO: BRENO FORTES/CB/D.A. PRESS. BRASIL. BRASÍLIA - DF


Publicado em CB.Poder
O governador Rodrigo Rollemberg (PSB) comemorou o resultado do julgamento da ação direta de inconstitucionalidade contra o decreto-legislativo que sustou o reajuste das tarifas de ônibus. Por 15 votos a seis, o Conselho Especial do Tribunal de Justiça do DF considerou válido o decreto do governador, que havia sido derrubado por 18 votos a seis pela Câmara Legislativa.
Para Rollemberg, a Justiça reconheceu a interferência da Câmara em uma prerrogativa do Executivo, a de definir o valor das tarifas do transporte público do DF. “O Tribunal de Justiça reconheceu que houve uma interferência indevida e equivocada de atribuições legais de um poder sobre o outro. E decisão judicial se cumpre”, disse.
Sobre o reajuste, Rollemberg garante que está disposto a discutir soluções. “Em relação ao reajuste, vamos mantê-lo até que a Câmara encontre alternativas concretas e viáveis para ajudar o equilíbrio financeiro do sistema”, afirmou. E acrescentou: “Estamos abertos ao diálogo”.
O governador disse que a partir da próxima semana devem voltar a vigorar os novos valores.
Leia Mais....

“Concurso da Câmara Legislativa sai até junho”, revela Joe Valle, em entrevista ao CB.Poder

Concurso da Câmara Legislativa sai até junho, diz Joe Valle ao Cb.Poder
DIVULGAÇÃO/TV BRASÍLIA


Publicado em CB.Poder
O presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), foi o entrevistado da semana do programa CB.Poder. Durante a conversa, transmitida ao vivo pela TV Brasília, o parlamentar falou sobre a polêmica do reajuste das passagens e deu detalhes sobre novidades que pretende implantar em sua gestão. Segundo o pedetista, o esperado concurso público para selecionar novos servidores sairá até junho. A expectativa do presidente da Câmara é de abertura de 75 a 90 vagas.  









Leia Mais....

Racionamento atinge regiões abastecidas pela barragem de Santa Maria

Foto: Divulgação
A crise hídrica, que ainda não havia afetado todas as regiões do Distrito Federal, chega ao Plano Piloto, Lagos Norte e Sul, e demais localidades na próxima segunda-feira (30).
De acordo com a Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal (Caesb), as regiões que são abastecidas pelo sistema Santa Maria também irão passar pela medida de redução na pressão da água. Os detalhes como horários e revezamentos ainda não foram divulgados pela Companhia.
Regiões afetadas 
Ainda segundo a Caesb, cidades como Sudoeste, Octogonal, Cruzeiro, Setor de Clubes, Vila Planalto, Lago Sul, Condomínios do Jardim Botânico, Lago Norte, Varjão, Granja do Torto, Paranoá, Itapoã, Jardins Mangueiral, Setor Habitacional Taquari e Condomínio RK irão entrar no Rodízio. Fonte:JBr
Leia Mais....

Após decisão do TJDF, passagens devem aumentar na próxima segunda-feira


Divulgação
Da redação
redacao@jornaldebrasilia.com.br
Por 15 votos a favor e seis contrários, o Conselho Especial do Tribunal de Justiça do DF (TJDF) acolheu a ação de inconstitucionalidade impetrada pelo Governo do DF, que questionava o decreto legislativo que derrubou o reajuste das passagens de ônibus e metrô. Com isso, o reajuste das tarifas volta a valer assim que o governo for notificado da decisão e a Secretaria de Mobilidade do DF conseguir fazer as alterações dos valores nas catracas.
O entendimento dos desembargadores coincidiu com a posição do Ministério Público do DF, que não viu exorbitância na decisão de aumentar a passagem, por ser esta uma prerrogativa do chefe do executivo. Nas falas, os juízes do Conselho Especial do Tribunal de Justiça deixaram claro que não julgavam, ali, o reajuste, mas o instrumento utilizado pelos deputados distritais para sustar a decisão do Executivo – decreto legislativo.
O governador Rodrigo Rollemberg disse que já tinha consciência da “legalidade” do decreto que reajustou as tarifas. “Vamos esperar a comunicação formal do Tribunal. Entendo que o fim de semana será o momento adequado para ajustar o sistema”, disse, em entrevista coletiva, logo após a decisão.
Segundo o governador, as passagens de ônibus e metrô devem voltar aos preços entre R$ 2,50 e R$ 5 até segunda-feira (30). O prazo permite que a decisão seja publicada no Diário de Justiça e no Diário Oficial do DF e para que a mudança nos validadores seja feita no fim de semana.
Leia Mais....

Rômulo Neves, Ex-Chefe De Gabinete De Rollemberg, Está No BBB 201

sábado, 21 de janeiro de 2017
Conhecido por ser polêmico, Rômulo Neves, 39 anos, é o participante do Distrito Federal no “Big Brother Brasil” 2017. Ex-chefe de gabinete do governador Rodrigo Rollemberg (PSB), o diplomata deixou claro no vídeo de apresentação como vai atuar diante dos colegas: “Se o cara for arrogante e genial, eu tolero. Mas se for arrogante e burro, eu saio do sério”, disse.
E é mais ou menos assim mesmo. Dentro do Palácio do Buriti, onde atuou por pouco mais de um ano, Rômulo sempre foi conhecido por falar o que pensava. Saiu de um dos cargos mais importantes junto ao governador e, em seguida, deixou também o partido de Rollemberg. O diplomata filiou-se à Rede, ainda em 2016, com a intenção de concorrer ao cargo de deputado federal nas próximas eleições.
Mesmo com as opiniões duras, Rômulo é um nome querido por onde passa. Mestre em sociologia, diplomata e jornalista, não falta assunto para quem senta ao seu lado para bater-papo.
Literatura
Apaixonado por literatura, Neves é colunista do Metrópoles. Ele faz a coluna Dedo de Prosa, onde fala de novidades, dá dicas e faz reflexões sobre a literatura brasileira. A obra mais recente do colunista é o livro de poesias “O Terminal“.Ele nasceu em Anápolis (GO), em 1977. Como diplomata, morou na Venezuela, Suriname e Etiópia. Foi jornalista na “Folha de S. Paulo” e na “Gazeta Mercantil”.
Atualmente, além de seu trabalho como diplomata, apresenta o programa Jazz Brasil, transmitido pela Rádio Nacional, em Brasília, e pela Rádio MEC/FM, no Rio. A decisão tomada por Neves em participar do BBB foi o assunto do dia nos corredores do Itamaraty nesta quarta-feira (17/1). Todos querem saber como será a participação e o retorno do diplomata. A pergunta é: “Vai ser bom ou ruim para a carreira dele?”
Resistência
Além do humor sarcástico e da inteligência, Neves vai dar trabalho aos participantes no quesito resistência. Ele acorda cedo para correr, nadar e praticar outros esportes. Em abril, ele concluiu o Ironman 70.3, circuito também conhecido como Half Ironman (meio Ironman), em Palmas (TO).
Depois de pedalar 90km, correr 21,1km e nadar outro 1,9km, o ex-chefe de gabinete do governador Rodrigo Rollemberg ficou na 127ª posição. Ao todo, participaram 683 atletas.

Fonte: Metropoles
Leia Mais....

Sucessor terá de assumir processos polêmicos na Corte

Com a morte do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, três processos polêmicos terão de aguardar a nomeação de um substituto para ter andamento na Corte – um que trata da judicialização da saúde, um de descriminalização de drogas para usuários e outro que autoriza processo contra governadores sem autorização das Assembleias Legislativas. O ministro, que também era relator da Operação Lava Jato no STF, havia pedido vista nesses julgamentos.
Em setembro do ano passado, o julgamento de dois processos que tratam da obrigatoriedade de o poder público fornecer medicamentos de alto custo, mesmo que não estejam disponíveis na lista do Sistema Único de Saúde (SUS) ou não tenham sido registrados na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), foi suspenso após um pedido de Teori.
De relatoria do ministro Marco Aurélio Mello, as duas reclamações têm grande interesse do Palácio do Planalto, de Estados e de municípios por causa das consequências nas contas públicas.
Antes da análise do caso, o ministro da Saúde, Ricardo Barros, havia afirmado que decisões da Justiça obrigando a oferta de remédios poderiam levar os governos a gastar R$ 7 bilhões a mais somente em 2016.
Outro pedido de vista foi feito por Teori na ação que discute se é constitucional criminalizar o porte de drogas para consumo próprio, de relatoria do ministro Gilmar Mendes. À época, Gilmar, Luís Roberto Barroso e Edson Fachin já haviam se posicionado a favor da descriminalização nesses casos.
Em um processo que discute se o Superior Tribunal de Justiça (STJ) precisa de autorização da Assembleia de Minas Gerais para instaurar ação penal contra o governador do Estado, Fernando Pimentel (PT), três ministros votaram no sentido de que não é preciso do aval, mas Teori pediu vista.
A ação, em que se questiona um item da constituição estadual de Minas, vai basear o trâmite e a consequência das denúncias contra o governador petista, alvo de uma denúncia (acusação formal) do Ministério Público Federal feita ao STJ. A corte que aguarda a decisão do STF. Pimentel pode perder o mandato se o STJ receber a denúncia.
Teles
Um dos processos de relatoria de Teori Zavascki que requerem urgência, mas não estão relacionados à área criminal é a análise do pedido feito por senadores da oposição para que o projeto de lei que modifica a Lei Geral das Telecomunicações seja votado no plenário do Senado antes de sanção definitiva. O projeto fora aprovado em dezembro na Comissão de Desenvolvimento do Senado em caráter terminativo.
No plantão judiciário, a presidente do Supremo, Cármen Lúcia, decidiu que só o relator poderia julgar o pedido, e que não haveria problema de isso acontecer após o recesso, “em especial pela judicialização da questão no presente mandado de segurança”.
Na pauta da primeira sessão do STF em 2017, em 1.º de fevereiro, há dez ações da relatoria de Teori sobre matérias orçamentárias, financeiras e repartição de receitas. Cármen Lúcia terá de decidir se assumirá a relatoria, se distribuirá os processos ou os removerá da pauta.
Também há recursos da Lava Jato previstos para julgamento entre as primeiras sessões do ano. Um recurso do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que quer anular a prisão preventiva determinada pelo juiz Sérgio Moro, está marcado para a 2.ª Turma do STF, no dia 8 de fevereiro. Ele alega que o juiz da 13.ª Vara Federal de Curitiba descumpriu decisão do próprio Teori, que havia arquivado um pedido de prisão feito pela Procuradoria-Geral da República logo após a cassação do peemedebista.
O ex-tesoureiro do PP João Cláudio Genu também terá um pedido de revogamento de prisão analisado, no dia 7 de fevereiro. Nestes dois casos, como nos inquéritos da Lava Jato, ainda não se sabe se o relator será o novo ministro a ser indicado ou se a relatoria dos processos ligados à operação será redistribuída por decisão de Cármen Lúcia, dentre os ministros do Supremo. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.
Fonte: Estadao Conteudo
Leia Mais....

Motociclista morre após bater em ônibus na Epia Sul


Foto: Divulgação/CBMDF
Um motociclista morreu após uma colisão entre uma moto e um ônibus na noite desta sexta-feira (20), na Epia Sul, próximo à estação do metrô Shopping. Jorge Paula Noronha Mafra, de 23 anos, colidiu contra a traseira do ônibus por volta das 19h22. O coletivo, que fazia a linha Valparaiso II/Brasília, transportava cerca de 50 passageiros, que não sofreram ferimentos.
Segundo o Corpo de Bombeiros, após o impacto, o motociclista ficou no chão, a cerca de 150 metros de onde a moto havia parado. A moto chegou a pegar fogo após a colisão. Os bombeiros atenderam a vítima, que apresentava parada cardiorrespiratória, trauma na cabeça e múltiplas fraturas fechadas e expostas nos braços e nas pernas, tendo uma grave laceração na perna esquerda.
Os bombeiros tiveram apoio do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e da Polícia Militar. Porém, apesar dos esforços das guarnições para estabilizar o paciente, após cerca de uma hora de manobras de reanimação, foi declarado o óbito pelo médico do Samu.
Toda a via, sentido centro, precisou ser fechada. O trânsito foi desviado para a via marginal, gerando um grande congestionamento. Familiares e amigos ficaram muito abalados e foram amparados pela equipe dos bombeiros que estava no local. A área ficou aos cuidados do  Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv), aguardando a perícia.
Jornal de Brasília
Leia Mais....

Record demite apresentador Marcão após polêmica com Ludmilla

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

http://natelinha.uol.com.br/


Record demite apresentador Marcão após polêmica com LudmillaA cabeça de rede da RecordTV, em São Paulo, acaba de emitir um comunicado informando que o apresentador Marcão teve seu contrato rescindido pela emissora, após polêmica com a cantora Ludmilla.

Confira na íntegra:

"A Record TV vem a público lamentar os transtornos causados à cantora Ludmilla, sua família e seus fãs motivados por um comentário feito pelo apresentador Marcão no Balanço Geral DF.

A Emissora repudia qualquer ato dessa natureza e afirma que este tipo de conduta não está na linha editorial de nosso Jornalismo. Por este motivo, a Record TV Brasília optou por rescindir o contrato do apresentador Marcão".
O caso:
Nesta terça-feira (17), o NaTelinha trouxe à tona um vídeo do programa "Balanço Geral DF" da semana passada, em que o apresentador Marcão diz, em conversa durante o quadro "A Hora da Venenosa", que Ludmilla é uma "pobre macaca".
A reportagem teve acesso ao vídeo por intermédio de um espectador, que enviou para a redação pelas redes sociais. Nas imagens, a venenosa de Brasília, Sabrinna Albert, comenta uma notícia da cantora, que não tem tirado fotos com fãs porque estaria resfriada.

"Um garçom lá da Ilha do Governador, lá no Rio de Janeiro, entregou a Ludmilla. Se você perguntar para o garçom se pode tirar foto com a Ludmilla, numa conversa combinada, eles vão dizer que ela está resfriada. Isso para não se aproximar dos fãs", disse a venenosa.

Ao comentar a notícia, Marcão falou que era inacreditável o fato, e se referiu à cantora como "pobre e macaca". Ao site, o apresentador se defendeu em nota, dizendo que a fala é uma gíria do seu estado, Tocantins.
Mas não adiantou. Na manhã desta quarta (18), ele já havia sido suspenso do programa de hoje, que foi assumido por Dionísio Freitas. E à tarde, teve o contrato rescindido.
Assim, Marcão deixa a RecordTV Brasília após apenas cinco meses de sua contratação. Ele fechou com a emissora em agosto do ano passado, vindo da TV Goiânia/Band, e estreou o novo "Balanço Geral" em setembro do ano passado - há apenas quatro meses.
Ludmilla irá entrar com um processo contra Marcão e se pronunciou apenas no Instagram. Ela lamentou o fato de algumas pessoas não entenderem que racismo é crime e ainda por cima "usar a mídia para ofender e propagar o ódio".

A funkeira reafirmou que não deixará tais atos impunes e marcou o jornalista na publicação, dizendo que ele "não possui pudor ou constrangimento em ofender alguém em rede nacional".
Afinal, quem é Marcão?
Marcão, na verdade, é Marcos Paulo Ribeiro de Moraes, natural do interior do Tocantins, mais exatamente da cidade de Gurupi.
Começou sua carreira na televisão na década passada, e fez fama localmente com programas de TV nas afiliadas do SBT e da Band na localidade, como "O Povo na TV", onde se dizia "o programa de maior assistência social do Tocantins" e o policial "Gurupi Urgente", onde apresentava crimes e cadáveres decompostos no ar.
Por lá, começou a dar certo e decidiu por entrar na política. Conseguiu se eleger vereador por Gurupi em 2008. Vendo sua popularidade subir, tentou ser deputado estadual em 2010, mas não conseguiu. E foi aí que sua carreira de polêmicas começou.
Leia Mais....

CCJ pode acabar no colo de celina leão

Cotado pelo presidente da Câmara Legislativa, Joe Valle (PDT), para comandar a cobiçada Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Chico Leite (Rede) está longe de ser um nome de consenso na Casa. Na última sessão de 2016, que consagrou Joe na presidência, o ex-petista fez questão de se ausentar do Plenário quando foram eleitos os demais membros da Mesa Diretora. E, também por isso, tem colecionado desafetos. Tem deputado que não quer aceitar nem a simples indicação de Leite para o cargo. Enquanto o governo insiste nos nomes de Julio Cesar (PRB) e Israel Batista (PV), quem pode acabar levando a principal comissão da Câmara é a ex-presidente Celina Leão (PPS). E, se isso acontecer, a articulação do governo deve ter muito trabalho em 2017.
Já é 2018
Para o secretário das Cidades, Marcos Dantas, o dia de ontem foi “histórico”, depois da inauguração do aterro sanitário de Samambaia. “Um passo definitivo para que o Distrito Federal se torne um local mais sustentável”, escreveu ele, no Facebook, antes da hashtag #BrasíliaNoRumoCerto. E segue o ritmo de campanha.
Crise, só para o povo
Foi de helicóptero que o governador se locomoveu do Palácio do Buriti para a inauguração do aterro. Ignorou todo o discurso que ele tem pregado por aí, de arrocho financeiro, e resolveu usar e abusar da prerrogativa de chefe do Executivo que tem uma aeronave à disposição. Trânsito para chegar a Samambaia, não tinha. O evento foi pela manhã e o maior fluxo de carros é na rota contrária.
Para onde irei?
Atual administradora de Sobradinho, a delegada e ex-secretária da Criança, Jane Klébia Reis, deve circular de novo, na dança das cadeiras que o governador Rodrigo Rollemberg promete para breve. Na reforma administrativa, a ela foi oferecida outra administração regional, para que, neste cenário, o deputado Ricardo Vale (PT) seja contemplado com mais espaço na atual gestão. Outra hipótese é que ela encabece uma reedição da Secretaria de Mulher. Em tempos de contenção de gastos, reajuste de passagens e passeios de helicóptero, o chefe do Executivo pretende jogar luz sobre a pasta que foi fundida à do Trabalho.
Visita a São Paulo
A secretária de Planejamento, Leany Lemos, vai a São Paulo visitar o projeto Vetor Brasil, que tem como missão levar recém-formados a atuarem como trainees em governos estaduais e municipais de todo o Brasil. A viagem, que será por conta do governo, está marcada para o dia 31 de janeiro.
Lerdo
Na sessão em que foi aprovado o decreto legislativo para derrubar o aumento das passagens do transporte público, o ex-líder do governo – e atual deputado de oposição – Raimundo Ribeiro (PPS) chamou o governador de “lerdo”, “naturalmente lerdo”.
Será que isso vai dar certo?
A deputada Sandra Faraj (SD) é autora de uma lei que cria um sistema de prevenção ao roubo de bicicletas e prevê a criação de um site para cadastro dos proprietários, que vai funcionar, segundo ela, com uma espécie de “chassi”.
Foco!
Quem tudo quer, tudo perde. Bem diz o ditado popular. Segundo o presidente da Fecomércio-DF, Adelmir Santana, no caso BioTic – Parque Tecnológico, estas palavras devem ser considerados com atenção pelo governador Rodrigo Rollemberg. Ao abrir as portas da até então conhecida Cidade Digital para a biotecnologia e nanotecnologia, o Executivo também deixou um perigosa fresta para a vinda de outros setores que tem o potencial de desvirtuar o projeto original. Dessa maneira, o governo está diante de um impasse: mantém o texto original ou abre espaço para mais setores ocuparem a tão sonhada Cidade Digital”, argumenta.
Pés no chão
O secretário de Meio Ambiente, André Lima, comemorou a inauguração do novo aterro sanitário com os pés no chão. Pelo Facebook, postou um vídeo com a abertura, mas fez questão de afirmar que o governo ainda precisa vencer desafios e cumprir compromissos para poder fechar o Lixão da Estrutural. Listou nove pendências, entre a necessidade de construção de galpões de triagem até a aprovação do plano distrital de gestão de resíduos sólidos. Jogou limpo.
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot