• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

COM VOCÊ / NOSSO GAMA

GDF blinda caixa-preta

quinta-feira, 10 de novembro de 2016
O Governo do Distrito Federal vetou tentativa de abertura da caixa-preta orçamentária das empresas públicas. O líder do PT na Câmara Legislativa, Wasny de Roure, propôs o fim da cortina de ferro nas contas das estatais com uma emenda, aprovada pelo plenário da Casa em 25 de outubro deste ano.
Silêncio suspeito
O orçamento destas empresas corre silenciosamente e é impossível fiscalizar o destino de cada centavo brasiliense. Muitas arrecadam diretamente pela cobrança de serviços. Em alguns casos específicos, estes órgãos ainda são vitaminados por impostos e pelo Tesouro.
2º round
Wasny não planeja abandonar a discussão. Além de ressuscitar o debate na Câmara, o parlamentar discutirá a questão com a população e o setor empresarial em audiência pública e reuniões. Outro argumento do distrital parte da própria União: no plano federal, os orçamentos das estatais estão em processo de franca abertura.
Prejuízo
“O veto do governador é um prejuízo para o DF. Todas as empresas públicas precisam de total transparência. Os parlamentares vão derrubar o veto dele. É muito importante acompanhar a execução orçamentária. É um direito da população. O que vemos hoje é insustentável. As empresas navegam à revelia de tetos salariais e da Lei de Responsabilidade Fiscal. Não podemos permitir este tipo de liberdade”, critica Wasny.
Quórum
A deputada distrital Telma Rufino (sem partido) está com mais moral do que o próprio governador Rollemberg. Para um almoço descontraído, na casa dela em Arniqueiras, a parlamentar reuniu 21 colegas de Câmara Legislativa. Telma conseguiu reunir nomes da base e da oposição para uma conversa amistosa. “Ê Telma, está mais prestigiada do que o governador”, brincou um distrital. Apenas dois colegas deixaram de participar: Liliane Roriz (PTB) estava em reunião com o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB); e Robério Negreiros (PSDB) não compareceu por problemas de saúde na família.
Cardápio
O conselheiro do Tribunal de Contas do DF e ex-distrital Márcio Michel também compareceu. A discussão sobre a futura presidência da Câmara também foi parte do cardápio. Foi apenas um aperitivo. Quem puxou o assunto foi Agaciel Maia (PR), um dos principais concorrentes da disputa. E para quem gosta de uma pimentinha, não faltou opção. Sobre a mesa havia um queijo. Um dos distritais presentes disparou: “Esse queijo veio de qual fazenda? Dependendo de onde vem, tem que olhar para ver se tem um gravador nele. Alguém come antes para checar”. Todos gargalharam. A alfinetada foi claramente direcionada a Liliane Roriz, que gravou e denunciou colegas ao Ministério Público, o que desencadeou a Operação Drácon. O clã Roriz é notoriamente reconhecido no DF pelos empreendimentos rurais.
Enquanto isso…
Longe das farpas dos colegas, Liliane apoiava o prefeito de Santo Antônio do Descoberto (GO), Dr. Adolpho, e os vereadores recém-eleitos do município nas negociações com Marconi Perillo para a realização de uma série de projetos na cidade, principalmente para a construção de uma hospital para a cidade. Pela manhã, a conversa foi com o próprio governador de Goiás. À tarde, a prosa foi com o vice-governador, José Eliton.
PSB traçará futuro em 15 de novembro
A data é simbólica e o momento também. No feriado da Proclamação da República, o diretório regional do PSB fará uma reunião decisiva para a futuro da legenda. Segundo os socialistas, a prioridade da conversa é definir estratégias para alavancar o governo Rollemberg em 2017. Do ponto de vista de militantes, antes de estabelecer táticas e planejamento para as eleições de 2018, é preciso fazer esforço para reverter a baixa aprovação da gestão do partido no GDF.
Mea culpa
O grupo político do governador reconhece que o partido deixou a política dentro e fora do Executivo em segundo plano por uma série de fatores, especialmente em função da crise. Nos bastidores, alguns personagens admitem que esta escolha foi equivocada. Isso deve mudar. Para aliados de Rollemberg, a legenda deve voltar a falar, ouvir e participar dos debates políticos.
Gutemberg negocia filiação com PTB
Ex-filiado do PSB e presidente do Sindicato dos Médicos do DF, Gutemberg Fialho está em negociação para filiar-se ao PTB. O sindicalista, opositor declarado da gestão Rollemberg, está em tratativas com o novo presidente regional da legenda, Alírio Neto.
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot