• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Fim de semana foi marcado pela violência no DF

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Hugo Barreto
Manuela Rolim e Ícaro Andrade
redacao@jornaldebrasilia.com.br
A violência dominou o Distrito Federal no último fim de semana. Foram registrados nove homicídios em apenas dois dias, segundo a Polícia Civil. O dado supera a média diária de assassinatos, de 1,66. O cenário se agrava se somadas as tentativas do mesmo crime: houve mais nove ocorrências dessa natureza no mesmo período. Como se não bastasse, a semana também começou com mais uma morte no centro de Taguatinga, ontem.
Apesar da realidade expressa em números, a Secretaria de Segurança Pública minimiza a situação ao alegar que “os fatos foram casos isolados”. Para o subsecretário de Gestão da Informação, Marcelo Durante, os homicídios não “representam uma tendência de crescimento. No fim de semana, de fato, a concentração é maior”. No entanto, a pasta afirmou não ter este levantamento.
Pelo contrário, ele ressalta que os índices estão cada vez menores. “Graças à qualidade da gestão, bem como a aposta na prevenção dos crimes. Além disso, fazemos o mapeamento das regiões mais perigosas e intensificamos o policiamento de acordo com a necessidade. O processo de investigação da Polícia Civil, na busca para identificar os culpados, e a melhora do ambiente e da iluminação contribuem para o trabalho”, completa.
De acordo com a pasta, até agora, foram computados 300 homicídios em todo o DF, o que representa uma redução de 6,3% no índice do mesmo período do ano passado, quando ocorreram 320 casos do gênero. Em todo o ano de 2015, foram 614 ocorrências, 11,4% a menos se comparado a 2014, que totalizou 693.
Suspeito é procurado
Um dos crimes que mais chocaram a população aconteceu no Sudoeste, por volta de meia-noite de domingo. Jerry Omar Correia, de 45 anos, dono de um food truck, foi assassinado a facadas na Quadra 103. Segundo a Polícia Militar, o principal suspeito é o morador de rua Hugo Tácio de Oliveira Soares, 30. Até o fechamento desta edição, ele permanecia foragido.
Segundo a corporação, a vítima e o suspeito discutiram após Hugo reclamar do barulho do gerador do caminhão. Durante a briga, a vítima levou uma facada no peito. O funcionário do food truck Sérgio Henrique de Jesus, 23, conseguiu fugir antes de ser atingido.
Moradores e comerciantes informaram que o autor vigiava carros na quadra e morava dentro de uma Kombi. De acordo com testemunhas, Hugo vinha reclamando há alguns dias do barulho ocasionado pelo caminhão. Antes do ocorrido, ele chegou a ser levado para a 3ª DP (Cruzeiro) por perturbar transeuntes em frente a uma drogaria na Quadra 103, mas foi liberado em seguida.
A delegada responsável pelo caso, Cláudia Alcântara, disse que o morador de rua chegou à delegacia muito alterado, com sinais de embriaguez, após discutir com uma funcionária da farmácia. “Ele só foi intimado para averiguar se tinha passagem criminal. Até então, ninguém havia procurado a corporação para dar queixa”, pontuou.
Ele tem antecedentes por furtos, assalto, ameaça e porte de drogas. Contudo, já havia cumprido pena.
Crimes em vários pontos da capital
Na tarde de domingo, um homem também foi assassinado com mais de dez tiros na QNO 19 de Ceilândia, expansão do Setor O, por volta da 16h. De acordo com testemunhas, o rapaz estava sentado no meio-fio com amigos quando três homens desceram de um GM Corsa verde e começaram a disparar. Ele foi socorrido por populares e levado a um posto policial, onde o óbito foi constatado.
Já no sábado, foram registrados três homicídios apenas na região do Paranoá. O primeiro aconteceu em uma casa de shows na Fazendinha/Itapoã. A PM foi acionada depois de haver disparos no estabelecimento. Duas pessoas foram atingidas, sendo que uma, Josenilton Andrade Verissimo da Silva, de 22 anos, morreu no local. A segunda foi socorrida e levada ao hospital da cidade. Josenilton estava em prisão domiciliar.
Por volta das 3h, um homem de 27 anos também morreu após levar um facada no peito. Klauber Benedito Carvalho Santos estava em um bar na Quadra 27 e tentou apartar uma briga entre dois rapazes quando foi golpeado. Ele não tinha passagens pela polícia. A 6ª DP investiga .
O terceiro homicídio ocorreu por volta das 4h30 na Quadra 19, em frente ao Skate Park do Paranoá. A vítima é Walysson Santos Alves da Silva, 19 anos, que tinha passagem por roubo e estava em liberdade provisória. Ele foi baleado e ainda não se sabe a motivação do crime.
Usuária de crack morta
Além dos crimes do fim de semana, ontem, por volta das 19h, uma mulher foi morta a facadas em frente ao Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, em Taguatinga Centro. Segundo agentes do 2° Batalhão da Polícia Militar, a vítima – moradora de rua e usuária de crack – foi ferida com um golpe próximo ao coração.
Boletins de ocorrência 
Segundo a Polícia Civil, foram registrados:
4 homicídios no Paranoá
3 em Ceilândia
1 em Santa Maria
1 no Sudoeste
Segundo a Polícia Militar do DF, ainda foram registrados no mesmo período:
1 homicídio em Taguatinga
1 em Sobradinho
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot