• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Sinpol-DF acompanha audiência pública sobre o PLP 257/16

sexta-feira, 15 de julho de 2016


Durante a audiência, deputados se mostraram favoráveis aos servidores (Fotos: Arquivo Pessoal)
Durante a audiência, deputados se mostraram favoráveis aos servidores (Fotos: Arquivo Pessoal)
Da Comunicação Sinpol-DF
A diretoria do Sinpol-DF, representada pelo secretário geral Paulo Sousa, acompanhou nesta terça, 13, a audiência pública que debateu o PLP 257/16, que trata da renegociação da dívida dos estados com a União, mas traz em seu bojo um capítulo que retira diversos direitos dos servidores públicos.
A reunião ocorreu no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. O projeto tem previsão de ser apreciado em agosto, quando do retorno das atividades após o recesso parlamentar.
DEFESA DOS SERVIDORES
Servidores foram conclamados a pressionar deputados de cada estado
Servidores foram conclamados a pressionar deputados de cada estado
O deputado Wolney Queiroz (PDT-PE), presidente da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público (CTASP), onde o PLP tramita, reiterou que embora preveja o refinanciamento da dívida dos estados, o projeto tem um caráter nefasto para os servidores públicos.
Wolney disse ser defensor desses trabalhadores e avisou, ainda, que é o relator. O discurso do parlamentar encontrou eco em outros deputados: Arnaldo Faria (PTB-SP) mencionou que o regime de urgência desse projeto foi aprovado na última terça, 12, e informou que trabalhará para que o trecho que trata dos impactos nos servidores públicos seja retirado.
Nesse sentido, Roney Nemer (PP-DF) conclamou os servidores a fazer pressão nos deputados de cada estado, para que a parte que afeta os trabalhadores seja retirada ou rejeitada.
PRESSÃO
Com o prosseguimento dos debates, chegou-se à conclusão de que a dívida dos estados com a União é impagável da maneira em que ela se encontra. Porém, ressaltou-se a necessidade de pedir a auditoria nas contas União, Estados e Municípios.
O consenso é de que todos os servidores públicos, por meio dos sindicatos, federações, confederações e centrais sindicais que lhes representam, precisam continuar mobilizados e unidos com o objetivo de conseguir a rejeição do trecho do PLP que se refere aos servidores públicos.
O Sinpol-DF continuará acompanhando as discussões e informando a categoria, ressaltando a todos os policiais civis que se mantenham atentos aos chamados do seu sindicato.
LOGO-DO-SINPOL-e1449872500638JUNTOS SOMOS FORTES!
O Sinpol-DF também está no WhatsApp. Adicione: (61) 999 197 197! Saiba mais.
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot