• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

CAPETA SOLTO NO DF: AGEFIS SE PREPARA PARA PASSAR O TRATOR POR CIMA DE 98 TEMPLOS EVANGÉLICOS. ROLLEMBERG JURA QUE NÃO SABE DE NADA

sábado, 18 de junho de 2016
1AIGREJAApesar de ser convertida como evangélica e frequentadora assídua de uma igreja no Guará, a presidente da Agefis, Bruna Pinheiro, não quer saber dos apelos dos que clamam pela misericórdia de Deus. Cerca de 98 templos de orações, de várias denominações evangélicas do Distrito Federal,estariam  em uma longa lista de derrubadas que iniciou pelo Sol Nascente, passará por Ceilândia e Samambaia.

1aLETRA1 Ogovernador Rodrigo Rollemberg negou que tenha mandado a Agefis derrubar igrejas evangélicas e que vai pedir explicações à presidente do órgão, Bruna Pinheiro. A garantia foi dada nesta quinta-feira (16), durante um encontro entre o governador e 11 deputados distritais no palácio do Buriti, onde foram tratados assuntos diversos como o projeto de lei que cria o programa de contratação de Organizações Sociais (OSs) para administrar o Sistema de Saúde do Distrito Federal.
O assunto das derrubada de casas e de templos religiosos entrou na pauta da reunião com o governador após os deputados distritais terem sido abordados por grupos de moradores da Chácara 200 de Vicente Pires, e por diversos pastores de igrejas evangélicas que ocuparam os gabinetes dos parlamentares na CLDF, pedindo a eles para conter as operações desenfreadas que vem sendo promovidas pelo Agencia de Fiscalização.
No caso da Chácara 200 da Rua 8, de Vicente Pires, a operação de derrubada programada pela Agefis, que ocorreria nesta sexta-feira, o governador prometeu interromper momentaneamente o que deu certo alivio aos deputados e principalmente aos moradores. Já a questão dos templos evangélicos, Rollemberg jurou que não tinha conhecimento da suposta agenda de demolições de 98 igrejas de denominações diferentes.
Coube ao deputado evangélico Bispo Renato Andrade, que integrava a comissão de deputados que foi ao Buriti, a externar as suas preocupações com a agenda demolidora da Agefis contra a Chácara 200 e contra os templos evangélicos.
Renato Andrade que é presidente da Federação Nacional das Igrejas Cristãs apontou a existência de duas leis que garantem o funcionamento desses templos construídos até 2010, não podendo, segundo ele, ser demolidos por estarem em processos de regularização.
“Não podemos deixar na instabilidade e na ilegalidade essas igrejas que prestam um serviço de grande importância para a população e que passam por momentos constrangedores todas as vezes que chega a fiscalização”, disse o deputado ao Radar. O parlamentar defendeu o relevante trabalho social feito pelas igrejas evangélicas nas comunidades carentes onde a presença do Estado é pífia e afirmou que a situação preocupa a Federação que preside, bem como os Conselhos de Pastores Evangélicos, instituições que representam mais de três mil igrejas no DF.
Já os pastores da União das Igrejas Evangélicas Independentes do Distrito Federal que também estiveram nesta quinta-feira na Câmara Legislativa denunciando a onda demolidora da Agefis afirmaram ao Radar que irão fazer um culto campal de desagravo no Sol Nascente onde foram demolidas na semana passada cerca de dez igrejas. Eles enviaram um vídeo das derrubadas das igrejas.
Da Redação Radar
VEJA VÍDEO:
Fonte: Radar Condomínios
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot