• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Coluna ONS e OFFs (09/05)

segunda-feira, 9 de maio de 2016
?Empresário da saúde  

A Polícia Federal encontrou indícios de que o ex-senador Gim Argello articulou com criador da “pílula do câncer” para serem sócios na produção do medicamento. O projeto de lei, nascido no Senado, que libera o uso da substância no país foi sancionado recentemente pela presidente Dilma. Pelo suposto acordo, Gim ficaria com 1/3 do lucro do negócio, enquanto o criador da fórmula ficaria com mais 1/3 e o restante iria para um laboratório farmacêutico. Segundo consta do inquérito da PF, Gim usaria a empresa HTS Gestão de Investimentos Ltda para tocar o negócio ao lado do herdeiro Jorge Argello Filho. O ex-senador, conforme a investigação, teria feito lobby, mesmo depois de deixar o mandato, para que o projeto tramitasse rapidamente e fosse sancionado.

Na Alça de Mira

O distrital Chico Vigilante (PT) vai entrar com representação junto ao MPDFT e ao Tribunal de Contas, contra a Secretária de Segurança e Paz Social, Márcia de Alencar, que admitiu ter “sobrevoado Brasília” com o filho no helicóptero do DETRAN no dia da votação do impeachment da presidente Dilma, no domingo, dia 17 de março. Para o parlamentar a improbidade é clara. 

Fazendo a diferença

Foi promulgado a emenda n. 96, que altera a Lei Orgânica do Distrito Federal. Agora, os servidores públicos que têm familiares com alguma deficiência poderão solicitar a redução na carga horária de trabalho. “É uma conquista importantíssima e eu me orgulho muito de ter sido relator e um dos apoiadores da proposta na Câmara Legislativa.” - disse Robério Negreiros, ao projeto  de iniciativa da presidente Celina Leão.

Saúde na berlinda

A Câmara Legislativa do Distrito Federal realiza audiência pública na noite desta segunda-feira (9) para debater o Panorama do Direito Fundamental à Saúde no DF. Iniciativa do deputado Júlio César (PRB), o evento acontece a partir das 19h no plenário da Casa. Polêmicas como as Organizações Sociais e o péssimo atendimento à população, num setor com quase 40 mil servidores e que gastou mais de 32 bilhões nos últimos cinco anos, devem dominar os debates. 

Saúde 2

Segundo o deputado Júlio César, a audiência tem por objetivo apresentar à população do Distrito Federal temas relevantes na área da saúde, com enfoque na garantia do direito da população à saúde e à vida digna. “Iremos apresentar questões importantes para prevenção, tratamento e acompanhamento das doenças crônicas e seu impacto na saúde, assim, como as dificuldades e os desafios do tratamento na rede pública do DF”, comentou o parlamentar. A idéia é transformar as discussões em medidas efetivas em favor da população. 

Saúde 3

Júlio Cesar adiantou que serão ouvidos especialistas na área da saúde, que irão tratar do tema específico das doenças crônicas, além de outros profissionais que abordarão o tema sob o ponto de vista jurídico. “É muito importante estarmos informados sobre como prevenir doenças, principalmente as crônicas. O intuito é esclarecer sobre como evitar e, principalmente, detectar a possibilidade de estar doente e como buscar tratamento”, afirmou o deputado.

Pandora

Ouvido como testemunha de acusação, na última sexta-feira, num dos processos da Caixa de Pandora, que corre no TJDF, o delator, não mediu palavras para atacar o Ministério Público Federal, que o acusa de extorsão juntamente com dois promotores do MPDFT, sendo um deles o ex procurador geral de justiça do DF, só que perante o Tribunal Regional Federal. 
A vítima no processo em questão, seria o então governador José Roberto Arruda. 
Irado, Durval Barbosa não teve papas na língua e se mostrou irritado com o tratamento pouco amistoso na justiça federal. Aonde estará a verdade?

Audiência Pública 

A melhoria da qualidade do ensino nas unidades de internação foi uma das reivindicações feitas pelos participantes da audiência pública que debateu a situação dos adolescentes no sistema socioeducativo do DF, na sexta-feira (6), no auditório da Casa. “Foi a educação que me ajudou a sair da criminalidade; é a escola o principal caminho da mudança”, afirmou a ex-detenta do Caje, Ravena Carmo, que atualmente cursa Ciência Naturais na Universidade de Brasília (UnB).  Ao narrar sua experiência no antigo Caje, como era conhecida a Unidade de Internação do Plano Piloto, Rovena defendeu o investimento em professores qualificados para atuar com os internos. Segundo ela, houve retrocesso nas escolas das unidades de internação. “Onde está o sócio e onde está o educativo?”, questionou a estudante, que pretende pesquisar medidas socioeducativas em curso de mestrado na UnB. Porque será que as políticas públicas estão andando para trás?

Reflexão do dia

Estamos unindo forças para evitar que mais de 21 mil servidores do GDF sejam prejudicados com a decisão da justiça que considerou inconstitucional o artigo 5º da Lei que transformou em Vantagem Pessoal Nominalmente Identificada (VPNI), a sua incorporação na remuneração dos servidores pelo exercício de cargo em comissão e determinou a aplicação do mesmo índice de reajuste do salário. Quem sofre, além dos servidores, é a economia do DF. Rafael prudente – deputado..
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot