• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Pingue Pongue

quarta-feira, 17 de fevereiro de 2016
Deputada Celina Leão
De saída do PDT, a presidente da Câmara Legislativa, deputada  Celina Leão confirma que se filiará ao PPS, assim que a Proposta de Emenda à Constituição que institui a janela para a mudança partidária for promulgada. Sobre a entrevista do ex-chefe da Casa Civil, Hélio Doyle, à coluna, ontem, ela diz que, para a Justiça, ele elogia o Legislativo local. 
A senhora se sentiu afrontada pelo ex-chefe da Casa Civil do DF, Hélio Doyle, que disse que a Câmara Legislativa em nada acrescenta ao Executivo?
O que ele falou sobre a Câmara no Judiciário é bem diferente: ele disse  que esta Casa  é ilibada, que  só tem gente competente. O que ele fala não tem relevância, nem no campo político, nem  ideológico. Ele não é ninguém. 
Sua ida para o PPS é certa?
Sim. Vou  acompanhar os senadores Cristovam Buarque e Reguffe. Vamos tentar fazer uma política diferente.
Com a saída do PDT, a senhora já começa a se articular para 2018?
Acho que nenhum político fará uma movimentação partidária sem pensar em 2018. É claro que tem a ver com 2018, mas o que contou muito neste momento é que  eu fui convidada para ir para o PDT pelo Cristovam e pelo Reguffe e eu não posso, com a saída deles, permanecer lá. Ainda mais com essa distância ideológica e o apoiamento ao PT, que se posiciona contrário a mim. Agora, eu tenho muito respeito pelo partido, fui muito bem acolhida no PDT, fiz amigos no partido. Saio com as portas abertas. Não tenho o que reclamar do PDT.
O PDT  tenta convencê-la a mudar de ideia?
O presidente nacional Carlos Lupi  me ligou, me fez um apelo e pediu que eu fizesse uma reflexão. E eu tenho muito carinho por ele, porque ele sempre foi muito correto comigo, me deu independência para trabalhar, me apoiou em um dos momentos mais difíceis, que foi na votação da proposta da reeleição. Eu não tive os votos de todos os deputados do PDT, mas tive o apoio dele, interno. 
O fato de o deputado licenciado Joe Valle ter assumido uma super secretaria e, com isso, ter se fortalecido politicamente, influenciou na sua decisão?
Não faço política por cargos. Eu tenho a presidência da Câmara Legislativa e poderia ter o dobro de cargos que o Joe tem. Mas eu não acredito que este seja o caminho. 
No PPS, como será a relação com o governo Rollemberg?
Vai ser construída, em cima de projetos políticos para a cidade. O PPS quer que a cidade funcione. Fonte:http://www.jornaldebrasilia.com.br/coluna/noticias/3/do-alto-da-torre/
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot