• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Peritos papiloscopistas recebem homenagem em sessão da CLDF

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016



A sessão solene aconteceu no Plenário da CLDF (Fotos: Paulo Cabral/Sinpol-DF)
A sessão solene aconteceu no Plenário da CLDF (Fotos: Paulo Cabral/Sinpol-DF)
Para comemorar o Dia do Perito Papiloscopista, celebrado em 5 de fevereiro, foi promovida na data uma sessão solene de homenagem a esses profissionais. O evento, realizado na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) foi organizado pela Associação Brasiliense de Peritos Papiloscopistas (Asbrapp) e contou com a presença do Sindicato dos Policiais Civis do DF (Sinpol-DF).
Na presidência da mesa, o deputado distrital Raimundo Ribeiro (PSDB), subscritor da sessão solene, abriu o momento observando que, apesar de atuarem nos bastidores, esses servidores são fundamentais para que a Polícia Civil obtenha êxito no cumprimento do seu papel central, a investigação.
“É muito importante homenageá-los porque nós sabemos que a população, em sua maioria, não tem ciência da altíssima qualificação e eficiência dos peritos papiloscopistas do Distrito Federal”, ponderou o parlamentar. “Além de tudo, são profissionais, que mesmo enfrentando grandes dificuldades no exercício da profissão, são fortemente dedicados à missão de servir”, reconheceu Raimundo Ribeiro.
Gaúcho voltou a cobrar o reconhecimentos dos papiloscopistas como peritos oficiais
Gaúcho voltou a cobrar o reconhecimentos dos papiloscopistas como peritos oficiais
Além da oportunidade para o poder público, sobretudo o legislativo local, reconhecer a importância e excelência do trabalho exercido pelos peritos papiloscopistas do DF, considerados referências nacionais na área, a solenidade também serviu de palco para categoria reverberar suas demandas.
PERÍCIA OFICIAL
Em seu discurso, o presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco, o Gaúcho, relembrou a luta que esses profissionais, há anos, travam para serem reconhecidos como peritos oficiais e destacou a necessidade de a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e a própria Direção Geral (DG) da Polícia Civil do DF (PCDF) valorizarem devidamente a categoria, reconhecendo-os de fato como peritos.
“Em 2015, fizemos essa cobrança aqui, no entanto um ano se passou e não houve avanços nesse sentido. Hoje, trazemos o pleito novamente para a discussão com os gestores, cobrando, sobretudo, que esse reconhecimento parta da própria instituição”, observou Gaúcho.
O presidente da (Asbrapp), Rodrigo Meneses, reiterou o pleito, ressaltando que os laudos desses profissionais instruem processos criminais da mesma forma que os laudos dos demais peritos. “Nossa categoria contribui sobremaneira para o trabalho de investigação da instituição. Não existe uma hierarquia entre laudos, por isso buscamos a isonomia dentro da Polícia Técnica”.
As autoridades presentes parabenizaram os profissionais pelo trabalho, que os torna referência em todo o país
“Hoje além contribuírem para as estatísticas elevadas na elucidação de crimes, os peritos papiloscopistas do DF também têm contribuído significativamente para a produção de ciência na área”, colocou o presidente da Abraspp. Rodrigo destacou ainda que, recentemente, um artigo produzido por peritos papiloscopistas brasilenses foi publicado no Forensic Science International, considerado o periódico de maior impacto para a ciência forense no mundo.
HOMENAGEM
Como forma de homenageá-los pelos serviços prestados na construção da categoria, foi feito um tributo especial a alguns peritos papiloscopistas aposentados. Com a entrega de placas, eles receberam o agradecimento pelos anos dedicados ao crescimento e consolidação da ciência papiloscópica.
Em razão dessas e do elevado número de novas aposentadorias previstas para os próximos anos – são 53 somente em 2016 e mais 40 até 2017, em meio a um quadro atual de 197 papiloscopistas –, os presidentes do Sinpol-DF e da Asbrapp declaram apoio ao pleito dos aprovados no último concurso para papiloscopista policial. Integrantes do grupo acompanharam a solenidade, reivindicando a convocação de todos os aprovados para o curso de formação.
Peritos papiloscopistas aposentados receberam uma homenagem especial
Aposentados receberam placas de agradecimento confeccionadas pela Asbrapp e o deputado Raimundo Ribeiro
Também participaram da solenidade a deputada federal Erika Kokay (PT) e a deputada distrital Sandra Faraj (SD). Ainda compuseram a mesa Sandra Gomes Melo, chefe de gabinete da SSP; Emilson Pereira, corregedor geral da PCDF; Fransbert Rodrigues Bijos, diretor-adjunto do II e Nilton Pfeifer, vice-presidente da Federação Nacional dos Profissionais em Papiloscopia e Identificação (Fenappi).
Além de parabenizarem a categoria pelo seu dia, também foi consenso entre os participantes que os papiloscopistas são peritos de fato e não devem ser considerados como uma linha auxiliar de outros seguimentos policiais. Foram destacados ainda diversos crimes recentes, e de grande repercussão, solucionados a partir da identificação obtida por esses profissionais por meio de impressões digitais
A importância dos laudos papiloscópicos, no sentido de tornar robustos os inquéritos policiais, contribuindo para a diminuição da impunidade, também foi ressaltada durante a sessão solene. Segundo dados da PCDF, somente em 2015 foram confeccionados cerca de 1700 laudos pelos peritos papiloscopistas do Distrito Federal.
LOGO-DO-SINPOL-300x294JUNTOS SOMOS FORTES!
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot