• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

ONS e OFFs Celson Bianchi (29/02)

segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

?Metralhadora

“Absurdo. Muitos pais e filhos têm formado filas, que começam no sábado e terminam na segunda-feira, para conseguirem matrículas nas escolas”. Deputado Lira ( PHS) - deputado distrital

Reprodução

A mudança veio

O distrital Juarezão deu entrada no pedido de desfiliação do atual partido o PRTB. No mesmo dia, o deputado fez o comunicado no Tribunal Regional Eleitoral e reiterou sua permanência na base governista. Ele diz que apesar de inúmeros convites ainda não definiu sua nova casa política. 

Mais segurança

Garantir a presença de profissionais licenciados em Educação Física no sistema de ensino do Distrito Federal, especialmente no ensino infantil e nos quatro primeiros anos do Fundamental é o que dispõe o projeto de autoria do deputado Julio Cesar (PRB) que está em tramitação na Câmara Legislativa. Desde  do início dessa legislatura o parlamentar vem criando mecanismos para contribuir para o crescimento e fortalecimento do esporte em Brasília.

Na bronca

O deputado Chico Vigilante (PT) apresentou representação, junto ao Ministério Público, contra o GDF por descumprimento de decisão judicial do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios. A Justiça estabeleceu prazo até agosto de 2015 para o GDF apresentar projeto de lei que defina os critérios da participação da sociedade na escolha dos administradores regionais. Para o distrital, o caso é emblemático por tratar-se de uma das principais promessas de campanha do então candidato ao governo e que continua sem cumprimento. “Não foi apresentado até o momento qualquer projeto de lei sobre a matéria, o que deixa claro que o governador do DF descumpriu a decisão judicial”, afirma Vigilante.

Na bronca 2

Em janeiro de 2014, ao julgar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade, o TJDFT determinou prazo de 18 meses para o Poder Executivo enviar projeto de lei à Câmara Legislativa visando sobre a participação popular no processo de escolha dos administradores regionais e na formação de conselho de representantes comunitários em cada região administrativa. Esse prazo venceu em 3 de agosto de 2015. Passados seis meses, o GDF ainda não apresentou o projeto em questão, o que é um desrespeito à decisão judicial.

Xô Zika!

O GDF, por meio da Administração Regional de Águas Claras, Vigilância Ambiental, Secretária de Saúde e Corpo de Bombeiros, em parceria com o Governo Federal  (Exército, Marinha, Aeronáutica e Ministério da Saúde ), reiniciou o combate ao Aedes aegypti, com mais de 100  pessoas. Os alvos são obras abandonadas, buracos, avenidas e ruas da região.

Em prol da limpeza

O deputado Agaciel Maia, apresentou projeto de lei, que reduz de 30 dias para 48 horas o prazo máximo que os proprietários de imóveis terão para fazer a limpeza de seus terrenos vazios após notificados. Caso contrário serão multados de imediato. O projeto de lei, após sancionado, permitirá que a  Administração Pública do Distrito Federal reduza a burocracia no processo de autuação durante o período de estado de emergência, como ocorre agora contra a dengue, ou em casos de calamidade pública.


Em prol da limpeza 2

O projeto de lei tornará mais eficaz a legislação que já trata do assunto, que estabelece até 30 dias para a limpeza do terreno, uma vez intimado o proprietário. Este tempo valerá apenas em períodos de normalidade, ao contrário do atual, em que o Distrito Federal está infestado de mosquitos Aedes Aegypti, transmissor da dengue. “Numa situação como a atual, o prazo de 30 dias se mostra significativamente excessivo”, justifica Agaciel. 

Relacionamento

O líder do Partido dos trabalhadores na Câmara Legislativa, deputado Wasny de Roure, se reuniu com o reitor do Instituto Federal de Brasília, Wilson Conciani. Na pauta da audiência, o estreitamento das relações entre o instituto e a bancada petista na Câmara. “O propósito dessa conversa é para aproximar, termos um acompanhamento, e também ter informações que possibilitem a gente dar a contribuição que nos cabe como representante da população”, afirmou o líder petista.

Relacionamento 2

Para o reitor do IFB, a aproximação com o parlamento distrital é fundamental e necessária. “Os parlamentares representam a população, conhecem a população em suas diversas demandas e situações e podem, junto com o IFB, construir formas de viabilizar e de atender a estas demandas”, analisou Wilson Conciani. Dentre as iniciativas apresentadas ao deputado Wasny, destaque para o embrião de uma nova unidade no Recanto das Emas em um local de ensino em desuso na cidade. “Havia uma demanda da população para que fosse transformada em uma escola técnica profissionalizante”, explicou o parlamentar.

Reflexão do dia...

“O Brasil precisa dar um basta na ineficiência na saúde pública. A população não pode continuar sofrendo e morrendo à míngua. A incompetência e a corrupção devem ser expulsas do serviço público, especialmente dessa área”. Renato Rainha - presidente Tribunal de Contas do DF

Reprodução 

Pra finalizar... A Secretaria de Saúde do DF registrou 1198 casos de dengue nas cinco primeiras semanas de 2015. No ano passado foram 339, no mesmo período.
Leia Mais....

Em prol da limpeza



O deputado Agaciel Maia, apresentou projeto de lei, que reduz de 30 dias para 48 horas o prazo máximo que os proprietários de imóveis terão para fazer a limpeza de seus terrenos vazios após notificados. Caso contrário serão multados de imediato. O projeto de lei, após sancionado, permitirá que a  Administração Pública do Distrito Federal reduza a burocracia no processo de autuação durante o período de estado de emergência, como ocorre agora contra a dengue, ou em casos de calamidade pública.


Em prol da limpeza 2

O projeto de lei tornará mais eficaz a legislação que já trata do assunto, que estabelece até 30 dias para a limpeza do terreno, uma vez intimado o proprietário. Este tempo valerá apenas em períodos de normalidade, ao contrário do atual, em que o Distrito Federal está infestado de mosquitos Aedes Aegypti, transmissor da dengue. “Numa situação como a atual, o prazo de 30 dias se mostra significativamente excessivo”, justifica Agaciel.                                                   Fonte:http://www.alo.com.br/colunas/ons-e-offs/coluna-ons-e-offs-4745
Leia Mais....

Oscar: Leonardo Di Caprio é finalmente reconhecido por Hollywood



As atenções se voltaram nesse domingo (28), na cerimônia de entrega do Oscar, realizada no Teatro Dolby, em Los Angeles, nos Estados Unidos, para o prêmio de melhor ator, que finalmente fez justiça a Leonardo Di Caprio, após quatro indicações frustradas. O ator foi laureado por sua performance em O Regresso, em que incorpora o explorador vingativo Hugh Glass.
A entrega do Oscar aos melhores atores, técnicos e filmes de 2015 foi transmitida para todo o mundo, ao vivo, pela emissora de televisão norte-americana ABC.,
Ao receber a premiação, Di Caprio deu um tom ambientalista ao seu discurso. "A mudança climática é real. Isso está acontecendo agora. Esta é a ameaça mais urgente para toda a nossa espécie", disse. "Precisamos apoiar os líderes de todo o mundo que falam para os povos indígenas, para a humanidade, as vozes que foram abafadas pela política de ganância”, completou.
O Regresso também rendeu o prêmio de melhor diretor a Alejandro González, que recebeu seu segundo Oscar, e o de melhor fotografia a Emanual Lubezki, único na história da premiação a receber a estatueta por três anos consecutivos.
O título de melhor filme ficou para Spotlight – segredos revelados, de Tom McCarthy. também foi considerado o melhor roteiro original. "Este filme deu voz aos sobreviventes", disse o produtor Michael Sugar, ao comentar a denúncia feita pelo filme que conta a história de um grupo de jornalistas, em Boston, que consegue levantar documentos comprovando a prática de pedofilia praticada por padres católicos. "Esse filme amplifica essa voz que, esperamos, venha a se tornar um coro que vai ressoar por todo o caminho até o Vaticano", acrescentou.
Ennio Morricone, o lendário compositor de trilhas sonoras de filmes como O Bom, o Mau e o Feio e Os Intocáveis, finalmente ganhou um Oscar, seu primeiro em seis indicações. Aos 87 anos, Morricone se tornou o mais idoso vencedor na história do Oscar, pela trilha do filme Os 8 Odiados, de Quentin Tarantino.
Indicada pela primeira vez, Brie Larson levou a estatueta de melhor atriz por O Quarto de Jack. A sueca Alicia Vikander foi melhor atriz coadjuvante por A Garota Dinamarquesa. Mark Rylance foi melhor coadjuvante por Ponte dos Espiões.
Mad Max: Estrada da Fúria, de George Miller, foi o mais contemplado, com seis prêmios: mixagem de som, edição de som, montagem, cabelo e maquiagem, design de produção e figurino.
O anfitrião, o comediante negro Chris Rock, tratou com piadas irônicas os protestos feitos à academia de cinema pela ausência de negros nas principais indicações. “A grande questão é: por que estamos protestando? Por que neste Oscar? É a 88ª edição do prêmio. Quer dizer que essa coisa toda de não indicarem negros aconteceu pelo menos outras 71 vezes. Você imagina que poderia ter acontecido nos anos 50, nos 60... e tenho certeza de que não houve indicações. Sabe por quê? Porque nós tínhamos coisas de verdade para protestar naquela época", disse Rock em sua fala inicial.
Fonte: Agência Brasil
Leia Mais....

Familiares, amigos e fãs dão adeus a Chico Rey em enterro em Taguatinga


Sob muita emoção, música e aplausos o corpo do cantor Chico Rey foi sepultado no cemitério Campo da Esperança
Sob muita emoção, música e aplausos o corpo do cantor Chico Rey foi sepultado no cemitério Campo da Esperança de Taguatinga. 
Francisco Aparecido Gomes, o Chico Rey, faleceu na sexta (26) aos 63 anos em Maceió.  O músico é paciente renal há anos e há alguns dias apresentou um sangramento na fístula. Com o aumento da hemorragia, o cantor foi levado para o hospital onde teve sucessivas paradas cardiorrespiratórias. 
Velório
O corpo foi velado no Centro Cultural do Taguaparque. Famíliares e amigos estavam em uma área reservada próximo ao caixão. 
O velório foi aberto ao público por volta das 10h. Os fãs faziam filas para as últimas homenagens a Chico Rey. 

Sepultamento
No cemitério, muitos colegas exaltavam o talento e as qualidades pessoais do cantor. Sob gritos de "Obrigado, Chico Rey" o corpo foi sepultado. 
O irmão e companheiro de palco Paraná agradeceu aos presentes pelo carinho e elogiou Chico Rey. "Ele cumpriu muito bem todos os papéis que exercia", afirmou. 

Estruturas de túmulos cedem 
As tampas de dois túmulos desabaram durante o enterro do cantor Chico Rey. Várias pessoas queriam dar o último adeus ao músico e muitas delas subiram nos túmulos, que acabaram cedendo. Ninguém ficou ferido. 


Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
Leia Mais....

Última homenagem


Acompanhado da mulher Flávia e do deputado federal Laerte Bessa (PR-DF), o ex-governador José Roberto Arruda foi ao velório do cantor sertanejo Chico Rey, ontem, no Taguaparque. Desde a campanha eleitoral, Arruda não era visto em público. Fonte:http://www.jornaldebrasilia.com.br/coluna/noticias/3/do-alto-da-torre/

Leia Mais....

Do Alto da Torre Redação JBr (29/02)

Novo fôlego para a força-tarefa  do Ministério Público
Criada para  apurar as responsabilidades que levaram ao descontrole nas contas do Distrito Federal, a força-tarefa do Ministério Público do Distrito Federal deve ganhar novo fôlego. O procurador-geral de Justiça Leonardo Bessa disse que se reuniu, na semana passada, com a procuradora Maria Rosynete de Oliveira Lima, que coordena a força-tarefa. A intenção é priorizar os trabalhos e dinamizar o grupo, que já ajuizou pelo menos sete ações de improbidade administrativa para responsabilizar o ex-governador Agnelo Queiroz e gestores do governo passado. 

Trabalho contínuo e permanente
O grupo de trabalho formado por sete promotores foi criado no início da gestão de Bessa, para analisar justamente a questão financeira-orçamentária. O trabalho, ele diz, agora é contínuo e permanente. “O que o Ministério Público percebeu é que tem que agir preventivamente. Foi criado um Núcleo de Controle e Orçamento para que haja um acompanhamento constante, de modo a evitar o problema”, explicou o procurador. Ele diz que o MPDFT tem trabalhado para punir quem errou, mas já entendeu que o ideal é prevenir, “por que a consequência é muito grave para saúde, educação, transporte coletivo etc”, citou. 

Mané Garrincha na mira
Leonardo Bessa explica que os gastos para a construção do Mané Garrincha não foram esquecidos pelos procuradores. “Por enquanto, houve apenas uma avaliação parcial do Estádio Nacional de Brasília. Analisar a questão financeira é um dos nossos focos”, esclareceu, citando que o Ministério Público do DF trabalhará para responder à seguinte questão: “Por que este foi um dos estádios ou talvez o estádio mais caro do Brasil?” 

Última homenagem
Acompanhado da mulher Flávia e do deputado federal Laerte Bessa (PR-DF), o ex-governador José Roberto Arruda foi ao velório do cantor sertanejo Chico Rey, ontem, no Taguaparque. Desde a campanha eleitoral, Arruda não era visto em público. 

Ele quer expulsar o governador
Gutemberg Fialho, presidente do Sindicato dos Médicos e hoje primeiro suplente do PSB na Câmara Legislativa, tenta dar o troco no pedido da expulsão dele do partido, que atribui ao Buriti. Requereu ao presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, a saída de ninguém menos do que o governador Rodrigo Rollemberg. Assegura que ele descumpriu os compromissos de campanha. Não teria honrado os reajustes e o pagamento em dia do funcionalismo público. Afirma ainda que Rollemberg cometeu erro estratégico nas coligações que montou, já que o PSB recebeu 85 mil votos, mas não elegeu qualquer deputado, federal ou distrital.

Despedida
A deputada Liliane Roriz dá adeus, hoje, ao PRTB. A distrital assinará a filiação ao  Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), atendendo convite da presidente nacional da legenda, deputada federal pelo Rio de Janeiro, Cristiane Brasil. A solenidade ocorrerá na sede nacional do PTB, na Asa Norte, a partir de 19h. Além de Liliane, o PRTB sofreu outra baixa e agora está sem representante na Câmara Legislativa: o deputado Juarezão também desligou-se da sigla e estuda convites de outras agremiações.

Pingue pongue
Prestes a anunciar passos de uma mini-reforma administrativa, o governador Rodrigo Rollemberg nega que os arranjos sejam para reorganizar a base aliada na Câmara Legislativa. E diz que espera continuar a contar com a compreensão da Casa, independentemente das posições dos deputados, se são base ou oposição. Com a recriação da Secretaria de Turismo (e Esporte), ele diz que pretende, agora, dar mais atenção à área.  
O senhor acredita que o fórum produtivo está satisfeito com o seu governo?
 A gente reconhece inúmeras deficiências no governo, inúmeras dificuldades, assim como também reconhecemos inúmeros avanços realizados, que, certamente, contribuirão para um ano melhor em 2016. 
A Secretaria de Esporte e Turismo é extraordinária? Será extinta após a Olimpíada?
Não necessariamente, mas, neste momento, estamos criando como uma secretaria extraordinária. O turismo, no nosso governo, sempre terá um papel estratégico. Entendemos que educação, turismo, ciência e tecnologia, cultura e meio ambiente são temas que garantem uma nova concepção de desenvolvimento, que, no meu entendimento, é a vocação de Brasília. Portanto, nós queremos  dar, ao longo deste ano, mais atenção ao turismo.
A criação desta pasta, assim como a  de Cidades, faz parte de uma reforma que servirá para redividir os espaços no governo e restabelecer a base aliada na Câmara Legislativa?
Não. A Secretaria de Cidades é uma reivindicação dos administradores regionais que se sentem muito distantes do governo e como as administrações são muito dependentes dos serviços públicos centrais - oferecidos pela Novacap, CEB, Caesb e SLU - é muito importante ter uma secretaria de articulação, que vai garantir unidade e maior eficiência na prestação de serviços para a população, lá na ponta.
Com as mudanças de partidos dos deputados e a saída de Raimundo Ribeiro, que já foi seu líder, indica que  será um ano difícil para a articulação? 
Por isso, não. Entendo que as relações políticas são dinâmicas. Sai um deputado da base e entra outro. E não sei nem se, necessariamente, o Raimundo Ribeiro vai sair da base. Estamos abertos ao diálogo. A Câmara Legislativa teve uma postura bastante responsável no ano passado, entendeu o momento que a cidade estava vivendo e foi uma grande colaboradora. Espero que, independentemente das posições políticas, se são governo ou oposição, que a Câmara continue colaborando com a cidade. Por que, colaborando com a cidade, estará colaborando com o governo. 
Leia Mais....

Foragido da Papuda é morto em Brazlândia ao trocar tiros com a PM

domingo, 28 de fevereiro de 2016



Dos dez foragidos da última fuga de presos da Papuda no último domingo (21), seis foram recapturados e, Levino Pereira de Brito, 37 anos, que ainda estava sendo procurado morre ao trocar tiros com a Polícia Militar. Três ainda estão nas ruas, Gerson Inácio Ferreira, Marcos Antônio Moreira dos Santos e Michael da Mata Silva. 
O fugitivo foi abordado pela polícia ao ser avistado pela corporação dirigindo carro roubado. Foi dada a ordem para que o foragido parasse, mas o mesmo continuo em alta velocidade e perdeu o controle na quadra 38, de frente para BR-080, na Vila São José, em Brazlândia.
Levino, ao colidir o veículo, fugiu a pé e trocou tiros com a Polícia Militar, que efetuou novos disparos. A vítima foi atingida na perna esquerda e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas o foragido morreu no local.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
Leia Mais....

Reguffe sobe o tom nas críticas


Ele garante, no entanto, que não será candidato ao Buriti. Ao menos dois partidos tentam convencê-lo
Millena Lopes
millena.lopes@jornaldebrasilia.com.br
Político aclamado, de eleitorado fiel, o senador José Antônio Reguffe tem subido os tons nas críticas - tanto ao governo local quanto ao Governo Federal. Nega, com todas as letras, com “clareza absoluta” e repetidas vezes, que não se candidatará em 2018 e deve cumprir o mandato no Senado até o fim, em 2023. 
Nas redes sociais, no entanto, os seguidores são categóricos: querem que ele assuma o governo do DF e até do País. São inúmeros os apelos para que se candidate até a presidente da República.
“Meu papel é cobrar que o governo esteja à altura do que a população espera. Mas toda vez que se faz uma crítica, as pessoas acham que você faz por que é candidato”, desabafou o senador.
Na capital federal, as legendas disputam a filiação dele, que também já se cansou de repetir: pretende ficar passar um ano sabático, sem partido político, depois de se desfiliar do PDT. “Agradeço os convites que recebi, agradeço o carinho, mas vou ficar pelo menos um ano sem partido”, disse, repetidas vezes.
Disputa 
Tanto a Rede quanto o PPS, no entanto, esperam, com ansiedade, que Reguffe mude de ideia. Chico Andrade, que preside o novo partido do senador Cristovam Buarque e da deputada distrital Celina Leão no DF, diz que o partido trabalha, sim, com a possibilidade de lançar o trio nas próximas eleições. “Temos expectativa favorável pela vinda dele”, resumiu Andrade.
A Rede diz ter um projeto político para o Distrito Federal, que contemplaria o  distrital Chico Leite como mais provável candidato ao Palácio do Buriti. Mas o próprio deputado já disse que o partido da ex-senadora Marina Silva tem o maior empenho em receber Reguffe, que, inclusive, participou  das articulações para criação da Rede.
Nem o PDT desistiu do senador. O distrital Reginaldo Veras diz que, quando acabar o período sabático, Reguffe avaliará que a antiga casa ainda é a melhor que poderia ter. “Quando  ele precisar  concorrer, que outro partido ele encontrará com  mais credibilidade que o PDT?”, disse ao Jornal de Brasília.
Está na hora de tocar o mandato
Cumprir o mandato inteiro no Senado é “honrar a procuração que o eleitor passou”, nas palavras de Reguffe. “Vou ficar no Senado até o fim, assim como cumpri os mandatos de deputado distrital e deputado federal”, reiterou o senador.
Agora, que o assunto “partido” está superado, ele diz que vai seguir tocando o mandato. “Vou continuar do mesmo jeito, fazendo as mesmas coisas”. A relação com os governos local e federal não muda em nada, já que, mesmo enquanto esteve no PDT, agiu sempre com independência. “Meu lado nunca foi o do partido, nunca foi o do governo. Meu lado é o lado da sociedade e do contribuinte. Meus votos falam por mim”, completou.
Cobranças
As críticas, no entanto, são inevitáveis. “Eu sou contra propostas como a recriação da CPMF”. E as cobranças também, quando o assunto é governo local: “Vou continuar fazendo como tenho feito no Plenário do Senado, cobrando para que o programa de governo feito na campanha seja honrado”.
Apesar de torcer para que a gestão do governador Rodrigo Rollemberg dê certo, ele disse que cumpre o papel de cobrar. “Não tenho cargo e não quero ter. Espero que o governo melhore, para o bem de todos. Essa é minha torcida”, finalizou.
Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
Leia Mais....

Lira sonha com um milagre para que crianças de São Sebastião tenham escola

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016
O deputado Lira (PHS) tem lamentado pelo plenário e corredores da Câmara Legislativa a falta de escolas e creches em São Sebastião. “Muitos pais e filhos formam filas, que começam no sábado e terminam na segunda-feira, para conseguirem matrículas nas escolas”, afirma o distrital. Ele lembra que a cidade precisa de, pelo menos, mais cinco escolas públicas para atender a demanda crescente e reclama da necessidade de os alunos da área rural serem transportados para outras cidades, como do Lago Sul, para conseguirem estudar.(notibras.com)
Leia Mais....

ONS e OFFs Celson Bianchi (26/02)

Três perguntas para... Raimundo Ribeiro

Três perguntas para... 
Raimundo Ribeiro - deputado distrital PSDB




Celson Bianchi: Qual o verdadeiro motivo que levou você e o seu grupo a romperem com o atual governo?

A forma desrespeitosa com que o governador demitiu três servidores [o secretário de Justiça, o subsecretário do Sistema Prisional e o diretor da Penitenciária DF1]. O governador não pode responsabilizá-los pela fuga que ocorreu na Papuda.

O Deputado Raimundo Ribeiro tem 650 cargos no governo?

Nunca tive essa quantidade. Peça ao governo para dizer quais são.

Você agora é oposição ou da bancada dos independentes?

Continuarei com sempre estive, de forma independente e a favor de Brasília.?

SEM LICITAÇÃO 1

O estudo realizado pelo mandato do deputado Chico Leite (Rede) mostra que este ano a Secretaria de Saúde empenhou mais de R$ 16,8 milhões em processos de dispensa de licitação. A maior parte do valor usada em processos de contratação de empresas prestadoras de serviços e compra de material de consumo e permanente.

SEM LICITAÇÃO 2

De acordo com o levantamento, baseado nos dados disponíveis no Sistema Integrado de Gestão Governamental (SIGGO), até fevereiro de 2016, dos R$ 16,8 milhões empenhados este ano, R$ 6,6 milhões já foram liquidados. Chico Leite alerta que o GDF deve ser cauteloso com processos dessa natureza para evitar que a exceção se torne regra. “Essa modalidade de aquisição de serviços e materiais dispensa a obrigação de análise da concorrência e a garantia de busca por melhor preço, tornando o processo frágil e dificultando a transparência na contratação”, ressalta.

HAJA COMIDA 1

A Casa Civil do GDF adquiriu, após Pregão Eletrônico, da empresa GJ Comércio de GLP Ltda, 500 botijões de GLP para abastecimento da copa do gabinete do Governador, Palácio do Buriti, Residência Oficial de Águas Claras, Pira do Panteão da Liberdade e demais Secretarias e Coordenadorias que compõem a Casa Civil. O valor total do contrato é de R$ 110 mil e terá vigência de 12 meses.

HAJA COMIDA 2

A Secretaria de Educação, Esporte e Lazer abriu pregão para aquisição de gêneros alimentícios perecíveis para o Programa de Alimentação Escolar do Distrito Federal (PAE-DF), conforme especificações e condições estabelecidas no termo de referência constante, no valor global estimado de cerca de R$ 29 milhões.

VAI A LEILÃO

A Novacap decidiu leiloar as madeiras das árvores que caíram com a chuva ou foram podadas no DF. A expectativa é de arrecadar R$ 300 mil. O dinheiro deve ser usado para custear a manutenção das podas e o corte de grama. Atualmente, a quantidade de madeira no depósito da autarquia consegue encher 2,5 mil caminhões. O menor lance inicial de metro cúbico das madeiras a serem leiloadas é de R$ 5. Os galhos e pedaços menores servem como lenha. Os de maiores podem ser usados como vigas.

CAIU NA REDE?


As trocas de partidos estão rendendo capítulos emocionantes. A reviravolta da vez é que a Rede Sustentabilidade está negociando com os deputados Joe Valle (foto) e Reginaldo Veras. As negociações estão avançadas. Caso as filiações se concretizem, a Rede ficaria com cinco deputados distritais.

DE VOLTA

O governador Rodrigo Rollemberg vai corrigir uma erro meio à força. A Pasta de Esportes deixará de ser subsecretaria e voltará a ser secretaria. O comando continuará com Leila Barros. A pasta de Turismo será incorporada à secretaria.

Reflexão do dia



“Acredito que a força da campanha da fraternidade impulsionará o poder público a priorizar ainda mais sua atuação nas comunidades que ainda vivem sem as mínimas condições sanitárias. Nosso gabinete estará sempre às ordens para atuar em defesa das famílias”, Rôney Nemer - deputado federal.
Leia Mais....

Do Alto da Torre Redação JBr (26/02)

Distritais que podem ser governadores
Quando falava sobre as responsabilidades que recaem sobre o ocupante do Buriti, no Visão Capital do Jornal de Brasília, Rodrigo Rollemberg dirigiu-se aos distritais como “deputadas e deputados, que poderão ser governadores no futuro”. Todos os olhares voltaram-se para a presidente da Câmara, Celina Leão (foto). Os demais comensais da mesa em que ela estava cumprimentaram-na. Até a primeira dama Márcia Rollemberg, sorrindo, virou-se para ela com o punho cerrado e disse: “vamos lá”.
À espera de um tucano
O deputado distrital que o PPS espera para engrossar as fileiras do partido na Câmara Legislativa é Raimundo Ribeiro. A filiação depende apenas das prévias do PSDB. "Se o PSDB fizer as prévias para garantir a eleição de presidente, ele vai permanecer. Se não, o PPS é uma das possibilidades dele. Mas ele deve ter outros convites", revelou Celina Leão.  

Contribuinte paga 72% mais de Imposto de Renda
Andou fazendo contas o senador brasiliense José Antônio Reguffe. Constatou que  nos últimos 20 anos, de 1996 até 2015, portanto, sete anos de governo Fernando Henrique, oito anos de governo Lula e cinco anos de governo Dilma, os limites de isenção da tabela do Imposto de Renda estão defasados, tomando como base a inflação oficial do período, em 72,2%. “Isso significa”, diz Reguffe, “que ano após ano, o governo aumenta a carga tributária de uma forma disfarçada”.

É só conferir o limite de isenção
Pelos cálculos de Reguffe, hoje, com o limite de isenção da tabela do Imposto de Renda, o primeiro limite, paga Imposto de Renda quem recebe acima de R$ 1.903,98. Se os limites de isenção da tabela do Imposto de Renda tivessem sido corrigidos tomando como base a inflação do período, só pagaria Imposto de Renda quem recebe acima de R$ 3.250,38. Como há aí um efeito cascata, todos os demais sobem de faixa e quem fica com o ganho é o governo.

Para onde irei?
No meio de uma roda de deputados distritais, no Visão Capital, o ex-vice-governador Paulo Octávio listava os convites que deles recebia para se filiar a seus partidos. O bispo Renato Andrade, por exemplo, insistia para que ingressasse no PR. Paulo Octávio até comentou que, com tantas propostas, poderia sentir-se tentado. Parecia brincadeira. Nem tanto. O caminho até pode não ser esse, mas parece improvável que, caso deixe o PP, Paulo Octávio nutrisse muitas saudades.

Não passa de brincadeira
Terceiro secretário da Mesa Diretora da Câmara Legislativa, o bispo Renato Andrade recebeu no Visão Capital um crachá identificando-o como deputado. Mais abaixo, em maiúsculas, lá estava: SECRETÁRIO. Os colegas fizeram a festa, ainda mais porque Renato Andrade faz forte oposição ao governador Rollemberg. O distrital Cláudio Abrantes  chegou a fotografar o crachá como prova de que o bispo iria para o governo. Queria saber qual a secretaria. Antecipava, porém, que seria uma pasta poderosa. Afinal, para acalmar o fervor oposicionista do deputado não bastaria qualquer coisa. 

Sequência de trapalhadas
Foi derrubado, antes mesmo de se tornar público, um projeto de resolução que abria uma janela de cinco dias para servidores da Câmara Legislativa (incluindo deputados) ingressarem no Fundo de Assistência à Saúde dos Servidores da Câmara Legislativa (Fascal) sem carência. Um precedente sério que tinha todo o jeito de ser formatado para atender a interesses específicos. Ocorre que o texto, que tramitou a toque de caixa na Casa, não foi votado em segundo turno. E teria de ser reapresentado para que voltasse à pauta. Depois, descobriu-se que a Resolução 155/199, que criou o Fascal, diz que as alterações propostas para o Fundo devem ser decididas pela Mesa Diretora, mas o Conselho de Administração deve ser ouvido.

Rede está de olho nos remanescentes do PDT 
A Rede Sustentabilidade convidou o deputado distrital Reginaldo Veras e o secretário do Trabalho Joe Valle para se filiarem ao partido. “Avaliando o quadro nacional, ainda mais agora que o marqueteiro de Dilma está sendo investigado, vemos que a situação do governo só se agrava. E o PDT insiste em ficar na base. Resolvemos então chamar Veras e Valle, pois entendemos que eles têm valores que são muito próximos aos nossos. O PDT perdeu potência para construir em Brasília uma alternativa”, comentou o porta-voz da Rede, Pedro Ivo. A sigla, marcada pela passagem de Leonel Brizola, sofreu três grandes baixas com as desfiliações dos senadores Cristovam Buarque, José Antônio Reguffe e da deputada distrital Celina Leão. Por enquanto, os dois remanescentes dizem que não vão mudar de legenda.

Nada de ficar em cima de muro
Além de buscar novos nomes, a Rede também mudou o tom das relações com Buriti. “O governo tem que escolher um lado. Ou fica com os conservadores ou com os progressistas. O governador deveria aglutinar as forças democratas e progressistas do DF e se afastar dos conservadores”, afirmou Pedro Ivo. As críticas da legenda partem de uma série de conflitos internos do governo, como o futuro da orla do lago. Segundo o porta-voz da Rede, grupos conservadores desejam que o Buriti abandone o projeto de desocupação das margens do Paranoá, bem como a criação de parques na região.
Leia Mais....

Exclusivo: Presidente do Sindicato dos Médicos pede expulsão de governador do DF do PSB

 
Após apresentar defesa de pedido de expulsão, presidente de Sindicato dos Médicos  faz representação contra governador do DF. Revanche?
Por Kleber Karpov
O presidente do Sindicato dos Médicos do DF (SindMédico-DF), Gutemberg Fialho, entrou com representação em que pede a expulsão do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB),  junto ao Conselho de Ética e Fidelidade Partidária do Partido. Entre os motivos elencados o Sindicalista, alega descumprimento do Manifesto, Programa, Estatuto e Código de Ética e Fidelidade Partidária. A medida ocorre após o ex-chefe de gabinete de Rollemberg, Rômulo Neves, (ex-PSB, recém-filiado à Rede Sustentabilidade), representar contra Fialho, junto ao PSB-DF.
Dentre as alegações, Filho sustenta que na condição de governador do DF, Rollemberg, descumpre, sistematicamente: o programa de governo, declarado junto ao Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF); as promessas de campanha.
be270b23-d292-4131-bafd-56f663e3c000
O Sindicalista aponta ainda descumprimento o Programa e Estatuto do PSB por: Não integrar filiados pessebistas à equipe do governo; Promover a privatização por meio das Parcerias Público-Privadas e Organizações Sociais; Patrocinar programa pessoal em detrimento das diretrizes do PSB que veda a privatização na Saúde, Educação e Transporte; Violação dos princípios de respeito sindical e perseguição à classe médica e líderes sindicais; Descumprimento de reposição salarial e omissão para viabilizar pagamentos previstos em Lei para o funcionalismo público do DF em que aplica a redutibilidade salarial, vedada pela Constituição Federal e pela Lei Orgânica do Distrito Federal.;   Prejuízo à legenda do PSB, na composição de coligações proporcionais para disputas eleitorais à deputado distrital e federal;
Na representação, Fialho alega que tais descumprimentos de promessas, por parte do Governador, prejudica não apenas a população do DF, além de repercutir nacionalmente, o que segundo o Sindicalista, atinge a imagem do partido como um todo.
Repercussão nacional
Segundo suplente a uma vaga para deputado distrital pelo PSB com 8.858 votos, além de representar contra Rollemberg junto ao PSB-DF, Fialho também notificou o PSB Nacional, para que tomem conhecimento da ação na Capital Federal. Isso porque de acordo com o Sindicalista, na representação, além de repercutir nacionalmente, os descumprimentos de promessas e demais arbitrariedades apontadas, atingem a imagem do partido como um todo.

8b1518ba-5c2c-4785-b12c-32342d45ef8e
Entenda o caso
Desde outubro de 2015 ocasião em que Fialho, na condição e presidente do SindMédico e representante da classe médica, compôs o Movimento em Defesa do Servidor Público e em conjunto com outras 16 entidades sindicais  houve a deflagração da greve de 33 categorias representantes de mais de 100 mil servidores públicos do GDF, a relação entre o Sindicalista e Rollemberg começou a ‘azedar’.
Isso porque durante uma reunião na Câmara Legislativa do DF (CLDF)(Nov/2015), houve o vazamento de um vídeo onde Fialho ‘supostamente’ teria incitado os médicos a boicotar a gestão Rollemberg. No trecho que viralizou nas rede sociais, o Sindicalista pronuncia a frase: “Os servidores públicos podem voltar sem nada, mas vai ser quatro anos travando a máquina pública e boicotando o governo”, afirmou no trecho que vazou na internet, que foi interpretado por uma ‘declaração de guerra’ do dirigente sindical para com o Chefe do Executivo.
Em novembro de 2015, o ex-pessebista, Rômulo Neves, entrou com representação junto à Comissão de Ética e Fidelidade Partidária do PSB, pedindo a expulsão de Fialho. Este por sua vez se apresentou defesa, conforme matéria publicada com exclusividade por Política Distrital (13/Fev), sob o título Presidente de SindMédico-DF apresenta defesa e questiona consistência de pedido de expulsão do PSB.
E episódio também resultou em uma suposta ‘exclusão’ do abono dos dias faltados dos médicos, durante a greve dos médicos ocorrida em 2015, sob o argumento que a greve comandada por parte do SindMédico, ser decretada ilegal no Tribunal de Justiça do DF e Territórios (TJDFT). Porém, na última quarta-feira (24/Fev), ao anunciar que abonaria o ponto dos servidores, mediante reposição as horas, Rollemberg voltou atrás e estendeu a bonificação, também, à categoria médica.

Rollemberg não se pronuncia
Politica Distrital tentou ouvir a versão de Rollemberg sobre a representação de Fialho, porém, por meio da Assessoria de Comunicação, foi informado que o Governador não opinará sobre o assunto.
O Blog conversou ainda com o presidente do PSB-DF, Antonio Fucio que esclareceu: “Nós recebemos a representação e vamos encaminhar para o Conselho de Ética que vai apurar o caso e só então o partido deve se deliberar sobre o assunto.”, afirmou ao explicar que o Governador, não poderia se manifestar por ser uma representação partidária.
Confira a representação na íntegra


Fonte: Política Distrital
Leia Mais....

Em visita às delegacias, diretoria fortalece diálogo com a base

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

As primeiras visitam foram feitas nas 12ª e 17ª DPs, em Taguatinga (Fotos: Paulo Cabra/Sinpol-DF)
As primeiras visitam foram feitas nas 12ª e 17ª DPs, em Taguatinga (Fotos: Paulo Cabra/Sinpol-DF)
Começou nesta segunda, 22, mais um ciclo de visitas da diretoria do Sinpol-DF às delegacias. A iniciativa reforça o estreitamento da relação entre o sindicato e a base, a fim de fortalecer o diálogo com os colegas policiais civis, buscando ouvi-los sobre as necessidades e informá-los da luta sindical.
As primeiras delegacias visitadas foram a 12ª e a 17ª, ambas em Taguatinga. Na conversa com os policiais civis, o presidente do Sinpol-DF, Rodrigo Franco “Gaúcho”, fez um panorama sobre a atuação da entidade no último ano, além de destacar quais serão as bandeiras de luta para 2016.
Gaúcho voltou a reforçar que este ano será de “muitas lutas”, o que demandará a mesma união que a categoria demonstrou durante a greve de 22 dias deflagrada em setembro do ano passado.
Vistia a 12ª DP Tagauatinga Centro - Paulo Cabral (19)
Segundo Gaúcho, a união da categoria é essencial para que, em 2016, as lutas tragam resultados positivos
“O cenário é ruim. Será necessário nos mobilizarmos de todas as formas e nós faremos tudo conforme a categoria decidir: seja por uma paralisação, greve ou uma operação legalidade. Nós estamos no Sinpol-DF para lutar por melhores condições de trabalho para todos”, destaca Gaúcho.
Nos dois encontros, a diretoria expôs o posicionamento e o andamento das principais reivindicações da categoria, falando sobre o reajuste salarial, o auxílio-moradia previsto pela ELO 90/15, os grupos de trabalho de redefinição das atribuições e do concurso de remoção, a adesão ao plano de saúde Geap, a progressão funcional, a nomeação dos aprovados e os impactos da saída dos agentes policiais de custódia para o sistema prisional.
AUXÍLIO-MORARIA E SALÁRIO
Durante o encontro, a diretoria discutiu pleitos como o reajuste salarial, isonomia com a PF e auxílio-moradia
Durante os encontros, são abordadas questões como o reajuste salarial, a isonomia com a PF e o auxílio-moradia
O presidente do sindicato lembrou que o GDF não fez qualquer previsão de reajuste para a categoria. Até mesmo a emenda ao orçamento do governo, no valor de R$ 130 milhões, que o Sinpol-DF, após um intenso trabalho de articulação política, conseguiu que fosse aprovada pela Câmara Legislativa do DF para garantir o reajuste assim que o governo federal coloque a proposta à mesa está ameaçada.
“O Ministério do Planejamento está fechando a negociação com todas as categorias. A Polícia Federal já recebeu uma proposta. O GDF precisa abrir a porta para a nossa negociação, mas para isso nós teremos que forçar muito”, afirma Gaúcho.
Os diretores que participaram da visita reiteraram que a posição do grupo é pela manutenção da isonomia, sem deixar de lado a luta pelo auxílio-moradia.
Além da discussão jurídica, a ELO precisa ainda de uma regulamentação do GDF – que deve ser feita por decreto, onde estarão definidos valores e beneficiários. O sindicato insiste que só aceitará valores iguais para todos e não abrirá mão da inclusão dos aposentados.
ISONOMIA COM A PF
Entre outras reivindicações, também voltaram a ser discutidos o déficit no efetivo e o concurso de remoções
Entre outras reivindicações, o déficit no efetivo, o concurso de remoções e a progressão funcional também são discutidas
Os diretores ressaltaram que nada pode afastar a isonomia da Polícia Civil com a Polícia Federal. “Nós queremos a isonomia, o auxílio-moradia e todos os demais benéficos propostos. Mas em algum momento nós vamos ter que priorizar. Temos que refletir sobre isso”, sugeriu a diretora de Comunicação Celma Lima.
A diretoria ainda teceu críticas ao GDF em relação ao descaso com o déficit no efetivo – que com a saída dos agentes policiais de custódia agravará ainda mais a sobrecarga de trabalho. Essa foi, inclusive, uma preocupação recorrente dos policiais das unidades visitadas.
O sindicato tem buscado o avanço dos pleitos – desde os mais simples, como o ônibus que transportaria servidores do metrô até o Complexo da PCDF, aos mais elaborados, como o concurso de remoções. Nesta terça, 23, o Sinpol-DF voltou a cobrar cada ponto em uma reunião com Eric Seba.
“Estamos fazendo o nosso papel. Mas quando se fecha uma porta para o sindicato, fecha-se para toda a categoria. Isso não vai nos impedir de desempenhar o nosso papel; o sindicato não vai deixar de ser crítico”, assegura Gaúcho.
DIÁLOGO
Vistia a 12ª DP Tagauatinga Centro - Paulo Cabral (31)
As visitas acontecem sempre no turno vespertino e seguem até o dia 15 de março
A iniciativa do sindicato foi bem recebida pela categoria. O agente de polícia Janes Dean disse que a ação é positiva. “Essa conversa é importante para que a gente se prepare para o ano que começa. A polícia está carente de efetivo e de salário e nós teremos que ir à luta”, afirma.
A também agente de polícia Weslene de Barros considerou a visita como “produtiva e esclarecedora”. “Isso nos reanima, reacende a categoria e nos lembra da necessidade de nos mantermos unidos e prontos para a luta que teremos que enfrentar”, disse.
As visitas prosseguem durante toda a semana. Veja aqui o calendário com todas as datas.
LOGO-DO-SINPOL-300x294JUNTOS SOMOS FORTES!
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot