• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Wasny deverá ser o próximo líder da bancada do PT na Câmara Legislativa

terça-feira, 12 de janeiro de 2016


Sem confirmar informação, distrital diz que partido enfrenta seu pior momento e a tarefa do líder é difícil
Isaac Marra
isaac.marra@jornaldebrasilia.com.br
O deputado Wasny de Roure será o próximo líder da bancada do Partido dos Trabalhadores na Câmara Legislativa. A decisão deverá ser consolidada nos primeiros dias de fevereiro, logo após o retorno do recesso parlamentar.
Ex-presidente do Legislativo local, Wasny de Roure não confirma, mas também não descarta a possibilidade. No entanto, enxerga obstáculos que precisam ser superados nessa caminhada da sigla para atravessar a crise política que vive, especialmente no plano nacional.
“Não é tarefa fácil assumir a liderança do partido, principalmente nesse que é o pior momento do PT,  mas, creio eu, é nas dificuldades que se forja uma maneira de ser e de dar sua contribuição para a cidade”, pondera. 
Em seu primeiro mandato como distrital, o secretário-geral do PT, deputado Ricardo Vale, acredita que a chegada de Wasny à liderança da bancada é um processo natural. “Ele tem uma característica muita positiva de ser uma pessoa que dialoga com todos os setores do PT, todas as tendências, que procura, antes de tomar uma decisão, conversar com as lideranças e com os deputados”, afirma. 
Embora se considere em condições de assumir a liderança do partido, Vale, que este ano completa 30 anos de filiação ao PT, destaca que  este é o momento de Wasny . 
Mesmo reconhecendo que o atual líder do PT na Câmara, deputado Chico Vigilante, fez um bom trabalho, Vale considera que faltou diálogo com bancada em determinadas ocasiões. “Não dá para o líder tomar todas as decisões partidárias sozinho e acho que, nesse quesito, o Chico falhou em certos momentos por não chamar os parlamentares para tomar um decisão melhor para o conjunto do partido”, considera.
Chico Vigilante, que está no quinto ano consecutivo como líder do PT, por sua vez, não declara preferência quanto ao nome do novo comandante da tropa petista. “Qualquer um dos meus dois companheiros de partido tem ampla capacidade e preparo político para liderar”, assegura Vigilante.
Reflexão sobre a questão ética e as críticas
A efetivação de Wasny de Roure como líder da bancada do PT na Câmara Legislativa é questão de tempo. Mas o deputado já sabe os desafios que enfrentará no cumprimento da missão. “Ser líder da bancada do PT passa pelo repactuamento de certos princípios que nortearam o caminhar do partido; não é simplesmente assumir uma decisão que a bancada toma, que o partido tome”, analisa. 
Enfrentamento
Wasny defende a necessidade de a sigla, que, em 2015, chegou a ter a maior bancada da Câmara, mas perdeu os deputados Chico Leite e Claudio Abrantes para a Rede Sustentabilidade, fazer uma reflexão sobre a questão ética e as críticas que têm enfrentado na sociedade, local e nacionalmente. “Existem muitas questões em que as queixas são pertinentes, como também há excessos quando se tenta imputar ao Partido dos Trabalhadores toda a crise política”, pondera. “Não podemos assistir aos erros de maneira silenciosa ou omissa”, avalia.
Priorizar mandato
1 - Parlamentar que por mais tempo ocupou a liderança do PT nas instâncias estadual, municipal e federal, Chico Vigilante admite que chegou a hora de passar o bastão.
2 - “Não queria ficar todo esse tempo, até porque, por me dedicar de corpo e alma a tudo que faço, termino prejudicando o mandato individual”, explica. 
3 - Chico se orgulha do trabalho que fez como líder da bancada petista na Câmara Legislativa. “Tiramos o PT da UTI e o colocamos para respirar sem auxílio de aparelhos”, finaliza.
Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot