• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

COM VOCÊ / NOSSO GAMA

Partidos tentam ampliar bancada no Legislativo

domingo, 24 de janeiro de 2016


Retorno do recesso deve ter novidades em relação a deputados que pretendem conquistar espaços
Isaac Marra
isaac.marra@jornaldebrasilia.com.br
As especulações em torno da mudança de partido não param nem mesmo no recesso legislativo. Deputados distritais, com ou sem partido hoje, despertam o interesse de, no mínimo, meia dúzia de siglas. A mais cobiçada é a deputada Telma Rufino, sem partido desde sua expulsão do Pátria Livre. Outro parlamentar com passe disputado no campo de jogo partidário é o peemedebista Robério Negreiros, em rota de colisão com seu partido.   
A anunciada dança de cadeiras na Câmara Legislativa deverá alterar o cenário político na Casa, com determinadas legendas ganhando força e outras perdendo musculatura. O PSB, por exemplo, convidou a deputada Telma Rufino para compor seus quadros. A deputada Luzia de Paula também pode estar na mira dos socialistas. Com Luzia e Telma em suas fileiras, o partido de Rollemberg ficaria mais robusto, inclusive se tornando uma das duas maiores representações no Legislativo do DF.
Uma eventual filiação de Telma é uma equação bem mais fácil de ser resolvida. A adesão de Negreiros, no entanto, depende de seu afastamento do PMDB de forma que seu mandato não corra risco. 
Livre do processo movido pelo PPL, a deputada Telma Rufino pode se dar ao luxo de analisar, sem pressa, sua decisão de aderir a um novo partido. Em agosto, o Pátria Livre expulsou a parlamentar de seus quadros e pediu, na Justiça, a devolução do cargo. Por unanimidade, os desembargadores eleitorais votaram pela extinção do processo, mantendo o mandato da deputada. 
Desejada
Presidente da Comissão de Assuntos Fundiários, Telma Rufino estuda convites de seis siglas — PHS, PRB, PRTB, DEM, PMDB e PSB, mas ainda não sinalizou que destino irá escolher. De recesso, a distrital, segundo sua assessoria, “avalia, cuidadosamente, os convites para não voltar a errar na escolha do partido”.
Mudança com cautela
Apontado como futuro representante do recém-criado Partido da Mulher Brasileira na Câmara Legislativa do DF, Robério Negreiros mantém a decisão de pular do barco peemedebista, desde que não haja prejuízo ao seu mandato. 
O parlamentar, principal puxador de votos da legenda nas eleições passadas, não confirma nem nega sua filiação ao PMB. Garante que ainda não definiu seu novo ninho partidário, mas demonstra disposição de sair pela porta da frente. “Aguardarei  serenamente a decisão judicial ou a promulgação da Emenda Constitucional da janela partidária de 30 dias que deve ocorrer em breve”, assegura. 
Pretendido por, pelo menos, quatro partidos — PTB, PSD, PSDB e PP —, Robério Negreiros está em compasso de espera quanto ao seu futuro parlamentar. “Apesar de ter recebido algumas ligações e convites para ingressar em outros partidos, tenho me reservado a não tratar disso até uma decisão formalizada”, pondera o ainda peemedebista. “Não tenho conversado sobre ida a qualquer partido, somente sairei [do PMDB] sem colocar meu mandato em risco”, completa.  
O processo judicial de saída do distrital do PMDB está em fase de instrução.
Luzia de Paula nega ter ouvido sondagens
Eleita pelo Partido Ecológico Nacional, a deputada Luzia de Paula, hoje na Rede Sustentabilidade, tem um perfil que agrada ao PSB. Por meio de sua assessoria, a parlamentar informou que não houve qualquer sondagem ou convite para aderir aos socialistas, ao contrário do que garante uma liderança da legenda. “A Rede Sustentabilidade faz parte da base aliada do governo, o que, por si só, não justificaria a necessidade da troca de legenda.”
O presidente do PSB, Antônio Fúcio, também nega que a direção do partido tenha feito contato com parlamentares no sentido de adesão ou filiação, mas reconhece que “naturalmente, alguns tem mais sintonia com os propósitos da sigla”. Segundo Fúcio, a deputada Luzia de Paula, pela postura colaborativa que demonstra com o governo nas votações e por sua atuação parlamentar, teria lugar na agremiação. 
Satisfeita
A deputada também disse que não estuda ingressar em qualquer outro partido, pois, segundo sua assessoria, está satisfeita na Rede.
Saiba mais
O mais recente ciclo de filiações na Câmara acabou com a condições de maior bancada dos petistas na Casa. 
Até então com cinco parlamentares, o PT perdeu os deputados Chico Leite e Claudio Abrantes para a Rede Sustentabilidade, que também fisgou Luzia de Paula.
Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot