• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

GDF confirma Corrida de Reis para 31 de janeiro

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016
Podem participar 8 mil competidores a partir de 16 anos. Além da tradicional prova, ocorrerá versão voltada para crianças no dia 23
FOTO: MINERVINO JÚNIOR
                    Marcada para 31 de janeiro, a etapa deste ano da Corrida de Reis abrirá 8 mil vagas para competidores a partir de 16 anos. A largada será às 9 horas entre o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e o Ginásio Nilson Nelson, no Eixo Monumental. O anúncio da 46ª edição foi feito nesta quinta-feira (14), no estádio, pela secretária-adjunta do Esporte e Lazer, Leila Barros.
As inscrições são gratuitas e divididas em dois lotes: o primeiro em 15 de janeiro para 4 mil pessoas e o segundo no dia 20 para outras 4 mil. As fichas de inscrição estarão disponíveis no site da Secretaria-Adjunta do Esporte e Lazer, a partir das 9 horas.
Categorias
Assim como no ano passado, serão duas provas: categoria adaptada e prova popular de 6 quilômetros e de 10 quilômetros. Na corrida de 6 quilômetros, os participantes retornarão na altura da Rodoviária do Plano Piloto. Na prova de 10 quilômetros, os atletas passarão pela Rodoviária e voltarão perto da Alameda das Bandeiras, na Esplanada dos Ministérios.
Em razão da situação financeira do governo de Brasília, que passa por corte de gastos após rombo herdado da gestão passada e enquadramento nas regras da Lei de Responsabilidade Fiscal, não haverá premiação em dinheiro. Todos receberão medalhas e haverá troféus para os cinco primeiros colocados da categoria popular e os três primeiros da categoria adaptada.
A competição custará R$ 430 mil. Cerca de 17%, aproximadamente R$ 77 mil, vêm do governo local — recurso da própria Secretaria de Educação, Esporte e Lazer — destinado à estrutura como palco para a premiação, grades e banheiros químicos. O restante — R$ 353 mil — será financiado por dez patrocinadores.
São eles: a Associação Brasiliense de Construtores (Asbraco), Atacadão Dia a Dia, Brasal Refrigerantes, Banco de Brasília (BRB), Campeão da Construção, Federação das Indústrias do DF (Fibra), Hospital Home/Sportfisio, Laboratório Sabin, Sindicato da Construção Civil do DF (Sinduscon) e Supermercados SuperMaia.
Os kits com camiseta, número de identificação do corredor, chip eletrônico — que cronometra tempo e colocação — e instruções da competição serão entregues em 28 e 29 de janeiro, das 10 às 20 horas, no Ginásio Nilson Nelson. No dia da prova, os competidores receberão fruta, barra de cereal e isotônico. "Apesar das dificuldades, buscamos novamente parcerias para que a população pudesse ter esse momento de esporte e lazer, que é muito importante. Em especial, porque a Corrida de Reis é uma tradição na cidade", destacou a secretária-adjunta do Esporte e Lazer, Leila Barros.
A logística de trânsito para o dia da corrida principal ainda será divulgada. Outros órgãos, como a Polícia Militar e o Departamento de Trânsito (Detran), também atuarão no evento.
Corrida mirim
Neste ano, a novidade será a Corrida de Reis Mirim. A prova ocorrerá em 23 de janeiro, no estacionamento do Ginásio Nilson Nelson. As inscrições abrirão no dia 19, também no site da pasta. Haverá mil vagas para crianças de 5 a 12 anos.
Serão 50 baterias, todas com premiação — os primeiros de cada uma ganharão uma bicicleta, e o restante, medalhas. Os kits com camiseta, boné, squeeze, fruta e barra de cereal serão entregues no dia da corrida. A prova seguirá o modelo da primeira Corrida da Criança, promovida em 11 de outubro de 2015. Na prova mirim, os participantes disputarão corridas de 300 metros e serão separados por faixa etária.
"Neste ano temos menos recursos do que em 2015, mas conseguimos incluir a corrida mirim porque, com a experiência anterior, foi possível enxugar [os gastos] ainda mais", informou Leila. Os gastos com a Corrida de Reis Mirim estão dentro do orçamento total, de R$ 430 milhões.
Coordenador técnico da prova, Francisco Xavier, conhecido como Professor Xavier, orienta os pais a chegarem ao local uma hora antes do início da prova das crianças: "É um tempo necessário para pegar o kit e se organizar."
Doação de alimentos
Como é de costume, as doações de 1 quilo de alimentos não perecíveis feitas pelos participantes serão bem-vindas. Em 2015, foram arrecadadas 35 toneladas em dois dias.
A arrecadação será repassada a instituições sem fins lucrativos cadastradas pela comissão organizadora do evento.
Histórico
Criada com o objetivo de trazer à capital atletas de outras unidades da Federação e corredores internacionais que vinham ao Brasil disputar a São Silvestre, em São Paulo, a Corrida de Reis teve a primeira edição em 6 de janeiro de 1971.
A primeira largada ocorreu no fim do Eixo Rodoviário Sul, e a chegada, na W3 Sul, em frente à antiga sede da TV Brasília. Pelo trecho de 8 quilômetros, correram 42 atletas — quase metade deles estrangeiros, como os futuros campeões olímpicos Frank Shorter, dos Estados Unidos, e Lasse Viren, da Finlândia. No ano seguinte, a prova foi para a W3 e tempos depois ganhou o Eixo Monumental.
Em 2011, a data da prova, que sempre era no fim de semana mais próximo de 6 de janeiro (Dia de Reis), foi transferida para o último sábado do mês.
Agência Brasília
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot