• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Do Alto da Torre Redação JBr (16/

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015
Em pratos limpos
O deputado Reginaldo Veras (PDT) garante que não é do seu feitio ficar em cima do muro, como foi sugerido na coluna do Alto da Torre de ontem. O parlamentar afirma sempre ter assumido posições claras durante as votações na Câmara Legislativa. “Apenas me abstive quando não me senti seguro, em razão da falta de tempo para análise de algumas matérias”.  Em relação à Proposta de Emenda à Lei Orgânica 33, que trata da reeleição da Mesa Diretora da Casa, Veras explica que “é contra a reeleição de cargos no Poder Executivo ou que exerçam funções de Poder Executivo, como é o caso da presidência da Câmara Legislativa”.

Dispensa de verbas
Seguindo a cartilha do senador Reguffe, seu colega de partido, o deputado Veras abriu mão “de forma irretratável e definitiva, de 100%  da verba indenizatória e da verba de correspondência a partir do exercício de 2016”. Tais  recursos custeiam os trabalhos dos gabinetes parlamentares, bem como as cotas mensais de franquia postal e telegráfica a que cada parlamentar tem direito. Ao abdicar dessas verbas, o distrital economizará aos cofres públicos quase meio milhão de reais anualmente — cerca de R$ 304 mil da verba indenizatória e R$ 168 mil da verba de gabinete. “Esse é um dos meus compromissos de campanha: não aceitar recursos e/ou verbas que não sejam imprescindíveis para o pleno funcionamento do mandato”, justifica. O distrital, um dos que menos gastaram este ano, entende que cada parlamentar tem uma maneira de trabalhar e enfatiza que preza pela economicidade.

 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot