• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Do Alto da Torre Redação JBr (15/12)

terça-feira, 15 de dezembro de 2015
De olho na folhinha
Em reunião na Casa Civil da Presidência da República, convocada para discutir o andamento do processo de impeachment, apresentou-se aos participantes um calendário. Assinalava-se em vermelho o mês de março. A explicação foi dada em seguida. O desemprego começou a se agravar a partir de junho deste ano. Piorou a partir daí. O número de pessoas que perderam a colocação no mercado de trabalho já chegou a 9 milhões. O problema mais crítico é que o seguro-desemprego tem a duração de seis meses. A maioria dos demitidos começou a recebê-lo a partir de agosto. A turma acha que essa é a razão pela qual os oposicionistas pretendem retomar as manifestações de rua em março. Com cada vez mais desempregados sem chances de encontrar novo posto de trabalho e sem o dinheiro do seguro, a coisa ficará crítica.

Correndo por fora 
A deputada Celina Leão (PDT) continua defendendo que do grupo de 16 deputados que votaram a favor da emenda da reeleição sairá o próximo presidente da Casa.  A afirmação tem tudo para se concretizar, mas vale lembrar que entre os distritais contrários à medida aprovada ontem dois nomes despontam como candidatos à chefia do Legislativo local. Os deputados Joe Valle (PDT) e Agaciel Maia (PTC), que têm bom trânsito entre os parlamentares e desfrutam da simpatia do governador Rodrigo Rollemberg.

Primeira pedra
Embora não tenham feito referência nominal um ao outro, o clima definitivamente azedou entre a presidente da Câmara, Celina Leão (PDT), e o líder do PT, Chico Vigilante. Mesmo depois de encerrada a votação da emenda que permite a reeleição do presidente da Câmara, a pedetista ocupou a tribuna do plenário para criticar a postura do petista. “Teve deputado que gritou aqui, deu show,  falou que [essa votação] é golpe, mas eu nunca fui ao Buriti quando o Agnelo foi governador, eu nunca tive duas caras”, disparou Celina.

Guerra é guerra
A resposta veio tão logo a pedetista encerrou seu pronunciamento. Vigilante começou dizendo que, em defesa dos trabalhadores, conversará com Rollemberg quantas vezes for preciso. Subiu o tom ao afirmar que não faz política em cima de cargos e que não cria dificuldades para vender facilidades. Terminou dizendo que a presidente, nesse episódio da reeleição, não se comportou como tal, mas como chefe de facção. Celina precisou ser contida por Wellington Luiz (PMDB) para não tirar satisfações com Chico.

Em nome da paz 
A relação pós-votação de Celina com o deputado Agaciel Maia (PTC) foi bem mais amigável. Um longo abraço entre os dois parece ter selado a paz abalada pelo que Agaciel considerou uma manobra perigosa, mas defendida ardorosamente pela pedetista.

Em cima do muro
Defendendo a “alternância de poder”, o deputado distrital Reginaldo Veras (PDT) votou contra a Proposta de Emenda à Lei Orgânica (Pelo) que permite reeleição para a Câmara Legislativa. Nos bastidores, no entanto, dizem que, se a conta fosse um pouco mais apertada, ele declararia apoio à colega de partido, que conseguiu feito histórico ontem na Casa. Todos tentaram, mas, ao que tudo indica - se a proposta for aprovada em segundo turno -, somente a leoa conseguirá.

Questões de gênero
Deputados distritais derrubaram, ontem, 31 vetos ao Plano Distrital de Educação (PDE). Rodrigo Delmasso (PTN) comemorou o acordo entre as lideranças partidárias da Câmara Legislativa e o Governo do DF, por ter mantido as questões de gênero fora da proposta. Para ele, que é pastor evangélico, essas questões devem ficar a cargo das famílias.

Cowboys do cerrado
Feliz da vida ficou o deputado Juarezão (PRTB/foto) com a derrubada do veto do governador Rodrigo Rollemberg ao projeto de sua autoria que reconhece a vaquejada como esporte. Sem entrar na briga da emenda da reeleição — o deputado se absteve de votar o tema–, Juarezão vibrou com o coro dos defensores do texto, que fizeram muito barulho nas galerias do Plenário.

 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot