• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Câmara Legislativa: Celina sai à frente nas eleições para 2017

terça-feira, 22 de dezembro de 2015


Aprovação da emenda que permite reeleição e pesquisa com avaliação positiva são trunfos da presidente
Isaac Marra
isaac.marra@jornaldebrasilia.com.br
Em time que está ganhando não se mexe. O ditado popular, usado com frequência no futebol, mas também aplicado em outros esportes coletivos, poderá ser incorporado ao campo político no ano que vem, especificamente na eleição do presidente da Câmara Legislativa.
Tendo a favor uma gestão aprovada até  por parlamentares da oposição e uma pesquisa que aponta o desempenho da Câmara, em 2015, como o melhor em 20 anos, a deputada Celina Leão (PDT), atual presidente, larga na frente na corrida para ocupar novamente o cargo. No início da semana, foi aprovada em primeiro turno uma proposta de emenda à Lei Orgânica do Distrito Federal  que permite a recondução do chefe do Legislativo ao cargo.
Principal articuladora da emenda da reeleição, votada sob pesadas críticas de oposicionistas, é natural que seu nome se fortaleça no processo eleitoral. É bem verdade que a vitória obtida recentemente é apenas parcial, já que ainda haverá o segundo turno da votação, etapa que pode trazer surpresas. De quebra, a eleição só ocorrerá em dezembro do ano que vem.
Embora não admita publicamente que se candidatará novamente à presidência da Casa, a pedetista também não descarta a possibilidade. Ela diz frequentemente que o próximo presidente está entre os 16 parlamentares que aprovaram a emenda que permite a recondução ao cargo.
“Nunca falei que sou candidata novamente, nem falamos em segundo turno”, afirma Celina. “Vamos escutar os demais deputados para saber que decisão tomaremos, será uma decisão coletiva”, completa.
O peemedebista Wellington Luiz discorda de Celina quanto à afirmação de que o próximo presidente da Câmara será um dos deputados que votaram a favor da reeleição. “Tudo pode acontecer daqui pra frente, é prematuro dizer  isso pois ainda há muita água para passar debaixo dessa ponte”, pondera. “Para mim, por exemplo, o deputado Agaciel Maia [PTC] sempre foi um dos mais bem preparados”,  finaliza.
Proposta divide oposicionistas
1 A votação da emenda da reeleição dividiu a bancada de oposição. Wellington Luiz (PMDB) reagiu duramente à  declaração de Chico Vigilante (PT), que classificou o processo como golpe. Ricardo Vale, petista apoiou Celina.
2 Já o deputado Agaciel Maia, mais comedido, criticou o atropelamento do ritual legislativo sob alegação de que etapas do procedimento foram suprimidas.
3 A relação entre Vigilante e Celina, até então em  aparente armistício após anos de conflitos, também ficou estremecida.
4 Nos bastidores, os comentários são de que a eventual recondução de Celina à presidência da Câmara fortalecerá seu nome como candidata ao governo do DF nas eleições de 2018 ou 2022.
Alternativas já se colocam
O time conduzido por Celina Leão reúne deputados da base do governo e outros declaradamente de oposição. Fazem parte do grupo, por exemplo, os distritais Julio Cesar (PRTB) e Bispo Renato Andrade (PR), apontados por seus pares como possíveis candidatos à presidência da Câmara.
“Ser a favor da emenda da reeleição não quer dizer que votarei na deputada Celina Leão”, disse o bispo Renato, colocando mais lenha na fogueira da eleição presidencial no Legislativo. O deputado Ricardo Vale (PT), também favorável à emenda, adotou posicionamento semelhante ao colega oposicionista.
Entre os seis distritais que votaram contra a emenda, Joe Valle (PDT) e Agaciel Maia recorrentemente são citados como eventuais candidatos à presidir o Legislativo.

Fonte: Jornal de Brasília
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot