• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

ONS e OFFs Por Celson Bianchi (13/10)

terça-feira, 13 de outubro de 2015

Três perguntas para... Francisco Caputo

CB - Como você avalia a atual gestão da OAB?
Caputo: A OAB é uma obra coletiva, que não acaba nunca. Nesse passo, todos aqueles que têm a honra de presidir nossa Casa contribuem para o seu aperfeiçoamento institucional. Isso não é diferente com a atual gestão, que deixará sua contribuição para a Ordem.

CB - Na sua avaliação o legado deixado a frente da ordem ainda permanece?

Caputo: Com certeza! Precisávamos resgatar o protagonismo da OAB na luta pelos interesses da sociedade. No episódio do pedido de intervenção federal feito pela PGR, a Ordem mobilizou mais de sessenta entidades da sociedade civil e conseguiu afastar esse fantasma que ameaçava a autonomia político-administrativa do DF. Ao assim proceder, a Ordem resgatou seu prestígio perante a sociedade e voltou a ser demandada a intervir nos assuntos do DF.

CB - O que deu errado para você não vencer as últimas eleições da ordem?
Caputo: Faltou voto, como disse meu ilustre conterrâneo, Milton Campos. Além disso, cometemos alguns erros políticos e não conseguimos passar para os advogados a grande revolução que empreendemos na OAB. Achamos que o trabalho realizado nos três anos de gestão seria suficiente para sensibilizar o eleitor. Não foi.
Reprodução da Internet - Caputo foi presidente da OAB/DF
Bem na foto
A campanha pela aprovação das 10 medidas contra a Corrupção ganha cada vez mais adeptos na capital do País. Em todo o Brasil, até o momento já foram coletadas cerca de 390 mil assinaturas. Somente do Distrito Federal são 26,5 mil. Proporcionalmente, considerando o número de habitantes, é o estado que mais contribuiu. Os resultados são obtidos graças ao envolvimento de diversos órgãos que apoiam a iniciativa.
Sem crise
O Tribunal de Justiça do Distrito Federal abriu concurso para os cargos de Analista Judiciário e de Técnico Judiciário. A banca será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção (Cebraspe), o antigo Cespe. Serão oferecidas 80 vagas distribuídas em 15 cargos, com reserva para pessoas com deficiência e candidatos negros.
Ouvir melhor
A Câmara dos Deputados não economizou no quesito fones de ouvido. Na semana passada a Casa empenhou R$ 102,6 mil para adquirir os acessórios. Do total, R$ 7,6 mil são para o fornecimento de 64 unidades de fone de ouvido com microfone com fio para o Centro de Informática. O Departamento de Taquigrafia, Revisão e Redação da Casa, no entanto, elevou o nível nos equipamentos. Foram gastos R$ 95 mil em 180 fones de ouvido profissionais. Cada fone tem custo de mais de R$ 500.
Mais compras
O Superior Tribunal de Justiça renovou o estoque de poltronas giratórias. A Corte empenhou R$ 543,6 mil para a aquisição de 1.080 “assentos”. Do total, 1.000 poltronas giratórias são com braços, espaldar médio. A base possui cinco patas em aço tubular, peças soldadas pelo sistema MIG, com pintura epóxi na cor preta, pelo sistema eletrostático e com tratamento antiferruginoso. A capa de proteção de polipropileno injetado ou nylon injetado com fibra de vidro, superfície texturizada e sem emendas, na cor preta.
Mais compras 2
O Tribunal Superior do Trabalho (TST) desembolsou R$ 18,5 mil para a compra de 5 mil pacotes de café em pó. A bebida é em pó homogêneo, torrado e moído, tipo tradicional, constituído de grãos de café tipo 08 COB ou melhores, com nota de qualidade global igual ou superior a 4,5 pontos na escala sensorial. O TST gastou R$ 56,9 mil para a compra de máquina de lavar louças do tipo industrial, em aço inoxidável, com capacidade mecânica de 200 gavetas por horas, ou superior. Os levantamentos são da ONG Contas Abertas.
Nem tão longe
A isenção de Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) na aquisição de automóveis, por titulares de permissão ou concessão governamental para instalar quiosque, trailer ou feira e que os utilizem como instrumento de trabalho ou apoio, para a montagem de food trucks, por exemplo, esteve em ebate na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. A audiência pública foi solicitada para instruir a análise do projeto que estende a isenção — hoje prevista apenas para veículos de motoristas de táxi, cooperativas de táxi e pessoas com deficiência — a esse outro segmento. A proposta é de autoria do ex-senador Gim Argello.
Reflexão do dia
“Democracia se faz com participação”
Divulgação - Eliana Pedrosa - ex-deputada distrital
Para finalizar: Mais de 2,4 mil atletas disputam os Jogos Abertos de Brasília. Esportistas vão competir até 31 de outubro em seis modalidades. Também haverá torneios paralímpicos.
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot