• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Apreciação de vetos que permitem nomear servidores é adiada

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Aprovados nos concursos da Secretaria de Cultura e da Companhia do Metropolitano (Metrô-DF) lotaram a galeria do plenário da Câmara Legislativa nesta terça-feira (19), para pressionar os deputados a derrubarem os vetos ao projeto de lei nº 2035/2014, que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias para 2015. As emendas vetadas pelo governador asseguram a possibilidade de nomeações de servidores. A matéria começou a ser apreciada mas, apesar do barulho na galeria, não pôde ser votada por falta de quórum. 
Diversos deputados se revezaram na tribuna em apoio aos que aguardam nomeação. Conforme explicou o deputado Wasny de Roure (PT), a derrubada dos vetos não obriga o governo a contratar os servidores aprovados nos concursos em questão, mas autoriza as contratações.
O deputado Wellington Luiz (PMDB) foi além, defendendo as nomeações: "É a oportunidade de o governo mostrar seu compromisso com Brasília". E a deputada da Liliane Roriz (PRTB) reforçou a necessidade de se "renovar" o quadro de empregados do Metrô-DF. "É um transporte eficiente e que não gera poluição. Cortar na carne agora pode ser pior no futuro", argumentou.
Condomínios – Moradores do condomínio 26 de Setembro, em Vicente Pires, que tiveram suas casas derrubadas pela Agefis também acompanharam a sessão nesta tarde. O deputado Lira (PHS) lamentou o ocorrido e pediu a regularização da área, bem como dos condomínios verticais. Assim como ele, outros distritais prestaram solidariedade aos presentes. "Enquanto tiver invasão de rico, não se pode tirar o pobre", desafiou o deputado Dr. Michel (PP).
Estudo realizado pela Casa mostra que a maior parte das invasões do Distrito Federal está nas margens do Lago Paranoá. São 1,5 mil hectares, segundo informou o deputado Joe Valle (PDT). "As invasões acontecem mais no Lago do que no Sol Nascente. O governo tem que, no mínimo, cobrar por isso", disse Valle.

Denise Caputo - Coordenadoria de Comunicação Social  (CLDF)
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot