• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Indicadores poderão auxiliar no controle da saúde

terça-feira, 31 de março de 2015


Governo poderá trabalhar de forma a antecipar as necessidades da área

O GDF deverá divulgar informações acerca dos recursos do Sistema Público de Saúde do Distrito Federal. É o que propõe um Projeto de Lei, em tramitação na Câmara Legislativa, de autoria do deputado Rodrigo Delmasso (PTN). A proposição pede ainda que sejam apresentados os índices demográficos, econômicos, de mortalidade e morbidade, e de fatores de risco e de proteção.

Pela proposta, o GDF deve atualizar os dados básicos de saúde constantemente, que serão sempre divulgados em página eletrônica do Governo do Distrito Federal (www.transparencia.df.gov.br) para acesso de qualquer cidadão. Para o deputado os dados são importantes para um melhor controle das necessidades do setor. “Esses indicadores serão importantes para manter um controle acerca do estado da saúde das nossas cidades. Com os dados, o governo poderá agir preventivamente para não deixar faltar qualquer item e trabalhar para que índices não desejáveis continuem acima do esperado”, explicou o distrital.

Saúde no DF

Em visitas a alguns hospitais da rede pública de saúde do Distrito Federal no início do ano, o parlamentar flagrou a falta de remédios, insumos e profissionais. As visitas geraram um relatório que foi encaminhado ao GDF cobrando medidas urgentes para atender as necessidades da área. Seis hospitais da rede foram visitados e em todos foram encontrados diversos problemas pelos quais a população passa diariamente.     Fonte:gabinete do deputado Rodrigo Delmasso
Leia Mais....

Regularização de áreas ocupadas por igrejas é tema de audiência





 Com plenário e galeria lotados,representantes de igrejas e do GDF se reuniram nesta segunda-feira (30),no Plenário da Câmara Legislativa, para discutir a regularização das áreas ocupadas por instituições sociais e templos religiosos. Segundo o autor da proposta, o deputado Rodrigo Delmasso (PTN), o objetivo da audiência Pública foi de cobrar celeridade no processo de regularização das áreas. 

A estimativa é de que mais de 1200 terrenos possam ser regularizados, conforme levantamento do deputado Rodrigo Delmasso. "Igreja não faz mal a ninguém. Muito pelo contrário, exerce um papel social fundamental e precisa ser valorizada. Por isso temos que regularizar essas áreas”, justifica o parlamentar. A proposta de regularização beneficia templos católicos, evangélicos, centros espíritas e outras religiões de matriz africana.
  Estão em tramitação na Câmara Legislativa outras propostas que vão gerar benefícios aos templos religiosos. Entre elas um Projeto de Lei que institui um Cadastro de Templos Religiosos (CTR), que visa facilitar o reconhecimento do direito à isenção de impostos às organizações ou associações religiosas do Distrito Federal. A proposta é do deputado Rodrigo Delmasso (PTN).

Segundo o deputado, a criação do CTR vai assegurar que o estabelecido pela Constituição Federal seja cumprido de forma prática. “A burocracia acaba impedindo que o cidadão usufrua do seu direito, que acaba ajuizando medidas judiciais para que o direito seja reconhecido. O Cadastro vai desburocratizar esse processo”, explica o parlamentar.

Os templos que tiverem o cadastro deferido, terão automaticamente o reconhecimento do direito de isenção de tributos como IPTU, IPVA, Taxa de Limpeza Pública (TLP), Contribuição de Iluminação Pública (CIP) e demais impostos. Pela proposta, a inscrição seria válida por três anos, devendo ser renovada com seis meses de antecedência ao vencimento. A análise da inscrição ou renovação ao CTR será examinado pela Secretaria de Fazenda, no prazo máximo de 60 dias.

Entre alguns dos requisitos necessários para inscrição no CTR, as entidades deverão estar regularmente constituídas como pessoa jurídica, possuir certidão negativa dos débitos fiscais para com a Secretaria da Fazenda, entre outros. Os templos que não estiverem cadastrados não correm o risco de perder os direitos já previstos na Constituição.

 Fonte:Blog Nosso Gama- Gabinete do dep. Rodrigo Delmasso


Leia Mais....

BRB abre crédito de até 220 mil reais para os servidores da Câmara


dinheiro30
Os servidores da Câmara dos Deputados podem contar a partir de agora com créditos de até 220 mil reais do Banco de Brasília. O empréstimo será na modalidade de consignação, com desconto direto no contra cheque.
Essa facilidade é permitida em função de convênio firmado entre o BRB e a Câmara, para a ciontratção de operações via o BRBServ.
Os servidores da Câmara interessados em contratar o crédito e que já forem correntistas do BRB, devem apresentar, apenas, cópia do último contracheque. Os valores disponíveis para contratação variam entre R$ 350 e R$ 220 mil, com prazo para pagamento de até 90 parcelas.
De acordo com o presidente do BRB, Vasco Gonçalves, o novo convênio reflete a preocupação do BRB em atender, cada vez melhor, todos os seus clientes. “Nosso objetivo é oferecer aos clientes os melhores produtos e as melhores condições na contratação de operações de crédito, de acordo com a necessidade de cada um”, disse.
– Agora, o consignado passa a valer, também, para os servidores da Câmara dos Deputados e nossa expectativa é ampliar esse leque e fortalecer a atuação do BRB junto aos servidores públicos federais”, acrescentou.
O superintendente de Financiamentos e Empréstimos do BRB, Alino Donizetti, destaca, por sua vez, que todo o corpo funcional do BRB está devidamente orientado para oferecer um atendimento célere aos clientes. “Oferecemos condições bastante competitivas, além de um atendimento de excelência, característico do BRB”, completou.                                                                                                                                 (notibras.com)
Leia Mais....

Maior transparência no boleto do IPVA

De acordo com projeto alíquota deve vir discriminada.

Projeto de Lei 19/2015, de autoria do deputado distrital Robério Negreiros (PMDB), torna obrigatória a inclusão no boleto de cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) a alíquota adotada para cálculo e o valor atribuído. A medida garante ao cidadão que ele veja como o Governo chega ao valor cobrado.
Para o parlamentar o fato dos dados estarem disponíveis na internet não é suficiente para dar transparência ao processo. “O cidadão tem o direto de ter essas informações à mão. Disponibilizar esses dados no boleto não vai gerar nenhum custo extra e muito menos trabalho ao Estado, já que ele já possui as informações solicitadas”, esclareceu Negreiros.
Assim que aprovada pelos deputados a Lei entrará em vigor na data de sua publicação. Fonte:renovacaofaztodadiferenca.com.br
Leia Mais....

Planos de saúde do DF deverão avisar conveniados sobre descredenciamento de médicos

Projeto de lei obriga operadoras a prestarem informações aos consumidores sobre o descredenciamento de profissionais e hospitais dentro de sua rede credenciada


Projeto de lei 29/2015, de autoria do deputado distrital Robério Negreiros (PMDB), obriga as operadoras de planos de saúde, que atuam no âmbito do Distrito Federal, a avisar previamente e individualmente aos consumidores sobre o descredenciamento de hospitais e médicos.

Robério Negreiros afirma que a medida visa proteger os consumidores. “O paciente não pode ser surpreendido ao chegar a um hospital e descobrir que o médico e/ou estabelecimento foram descredenciados por seu plano de saúde. Isso não pode acontecer”, declarou.
De acordo com a proposta, o comunicado se dará através de carta registrada com aviso de recebimento ou outros meios, tais como contato telefônico ou e-mails. E deverá ser enviado no mínimo 15 dias antes do desligamento do médico ou instituição do plano.
Na notificação também deverá constar os endereços de médicos e hospitais da mesma especialidade mais próximos dos descredenciados.
O descumprimento da lei acarretará em sansões previstas no Código de Defesa do Consumidor.                                                                          Fonte:renovacaofaztodadiferenca.com.br
Leia Mais....

Dormir mais que oito horas pode te matar



Dados remetem a estudos de longo prazo sobre o assunto

REPRODUÇÃO DA INTERNET
Excesso de sono pode estar relacionado a alguma doença grave
Muitos de nós passamos nossas vidas preocupados por não dormirmos o suficiente, mas dormir demais pode ser ainda mais perigoso.
Pesquisadores da Universidade de Warwick, Inglaterra, analisaram 16 estudos, incluindo dados de sono de mais de um milhão de pessoas e descobriram que aqueles que dormem mais de oito horas por dia têm um risco maior de morrerem mais cedo do que aquelas que dormem entre seis e oito horas.
O professor Franco Cappuccio, coordenador do levantamento, recolheu dados de estudos de longo prazo que analisam a mortalidade das pessoas de acordo com o quanto elas dormiam. Depois de dez anos, 12% das pessoas que passavam menos de seis horas sonhando tinham morrido, mas 30% das pessoas que dormiam mais de oito horas tinham morrido.
Cappuccio tem corrigido seus dados para selecionar as pessoas que estão deprimidas e utilizam medicamentos para dormir, mas acredita que as pessoas que dormem mais de oito horas por noite podem ter uma doença grave subjacente, que as leva a ter mais sono que o normal.
Da redação do Alô
Leia Mais....

Redução nas administrações ganha sobrevida


Técnicos da Câmara tentarão chegar a uma redação que garanta o corte e também agrade aos parlamentares

Com a possibilidade de rejeição da proposta de enxugar o número de administrações regionais, o governo pode ganhar mais uma oportunidade para aprovar a matéria. Os deputados estudarão hoje a criação de um novo projeto, com o mesmo objetivo, só que com  redação mais aceitável pelos parlamentares. 
 Na semana passada, o  Buriti passou a reconhecer a provável derrota no projeto, que traz também a criação dos conselhos populares nas administrações. A ordem era deixar com a Câmara Legislativa o ônus de  rejeitar uma proposta que poderia trazer economia de custos. 
No entanto, a redução das administrações ganhou uma nova esperança. O líder do governo na Câmara, Júlio César Ribeiro (PRB), tentará emplacar no colégio de líderes a ideia de redigir novo projeto. A decisão foi tomada ontem, em reunião do governador Rodrigo Rollemberg com Júlio César e a presidente da Câmara, Celina Leão.
 “Chamaremos um técnico de cada liderança para chegar a um texto com mais chances de ser aprovado. Expliquei ao governador que a casa não está propensa a aprovar a proposta atual ”, afirmou.
Será criado  grupo de trabalho que deve durar pelo menos duas semanas. Isso evitaria os votos contrários até de deputados que estão na base e não seria necessário retirar a proposta que tramita no Legislativo. 
Menos poder
Ao se posicionarem contra o projeto, parlamentares chegaram a reclamar da redação criada pelo Executivo. Reduzir o número de administrações significaria uma baixa no poder de barganha, já que os parlamentares costumam preencher os cargos. Se aprovados, os conselhos populares devem ser os responsáveis por discutir o modelo de eleições  para administradores.
Saiba mais
A partir de agora, segunda-feira é dia de reunião entre o governador Rodrigo Rollemberg (PSB), a presidente da Câmara, Celina Leão (PDT) e o líder do governo, Júlio César.
A pauta da semana deve ser discutida entre os três antes de chegar à reunião do colégio de líderes da Câmara, que ocorre todas as terças, antes da sessão ordinária.
A iniciativa envolve ação preventiva, uma vez que a base de apoio de Rollemberg tem se mostrado inconstante.
Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
Leia Mais....

LANÇADA A OPERAÇÃO KRATOS

segunda-feira, 30 de março de 2015
Policiais militares formandos do IV Curso de Formação de Praças vão reforçar os quatro comandos de policiamento regional entre os dias 28 de março e 1º de abril. Esta é uma das missões da “Operação Kratos” divulgada em entrevista coletiva no auditório do QCG, às 10h de hoje (27).
O Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, esteve presente na coletiva e destacou a ação da Polícia Militar. “Fiz questão de estar aqui para elogiar o excelente trabalho que a PMDF está fazendo”, exaltou o governador.
O objetivo da operação é reduzir os índices de criminalidade e proporcionar maior segurança à população do Distrito Federal.
Os alunos do CFP IV serão distribuídos em cinco companhias operacionais, cada uma com 150 policiais, com apoio de seis adjuntos e dois oficiais supervisores. Ao todo, 795 policiais estarão envolvidos nos cinco dias de operação que abrangerá todo o Distrito Federal. Ao todo 50 viaturas apoiarão por dia a operação, que terá início às 14h do dia 28.
A Operação Kratos recebeu este nome em referência ao Deus grego que personifica força e poder.

PMDF
Leia Mais....

FAIXA DE PEDESTRE: 18 ANOS DE RESPEITO E CIDADANIA

O 1º Batalhão de Policiamento de Trânsito (BPTran) realiza, no período de 27 de março a 1º de abril, a campanha "Operação presença nas faixas de pedestres".
A campanha destaca os 18 anos de implantação da faixa de pedestre, que contribuiu para a redução de acidentes de trânsito na capital federal.
Durante toda semana o 1º BPTran e o CPCDH (Centro de Polícia Comunitária e Direitos Humanos), através do Teatro Rodovia, realizarão as blitzes educativas conforme programação abaixo.
PMDF
Leia Mais....

Todos com os corações desarmados


O programa Câmara em Movimento, que pretende aproximar os deputados distritais da população, pode até avançar nesse objetivo, mas já conseguiu muito mais em outra aproximação. Os próprios distritais estão transformando as visitas às cidades em uma espécie de confraternização. Em Ceilândia, Chico Leite e Telma Rufino estavam próximos como nunca. Também Liliane Roriz, de família historicamente adversária do PT, trocava informações com o petista Ricardo Vale.                                                                                                                             Fonte:(do alto da torre)
Leia Mais....

Delmasso abre o jogo. É nota zero em fisiologismo, sujeira e sordidez


Delmasso29
Fisiologismo. A definição, em linhas gerais, é de quando um político usa seu status com o objetivo de fazer barganhas para benefício próprio ou de terceiros, mas a despeito do interesse republicano da sociedade. Quem, no entanto, mais sabe explicar essa disciplina são os próprios agentes políticos. Nisso, são nota 10.
Mas, para o bem da sociedade, nem todos eles conseguem se sair bem no teste do fisiologismo. E ao que parece, o deputado distrital novato Rodrigo Delmasso (PTN), deve chegar ao final do mandato de recuperação. Ou, pior (melhor, neste caso): reprovado.
“Não estou na política para fazer negócio. Meu mandato não é balcão. É balcão, mas (se for) para atender as pessoas”, diz. Delmasso é bem articulado. E demonstrou isso na entrevista que concedeu a Notibras, como convidado para almoço no Mercado 153, um requintado restaurante da Asa Norte.
Sua veia de bom articulador, porém, já pôde ser vista dentro da Câmara Legislativa. Tem canal aberto com a bancada evangélica e principalmente no bloco partidário que reúne cinco legendas, do qual é líder.
Antes mesmo de assumir seu mandato na Câmara Legislativa, sua retórica conquistou um número importante para o PTN. Em setembro de 2013, quando foi alçado ao posto de presidente regional, a legenda tinha apenas 64 filiados. Em um ano e meio, o deputado multiplicou esse número por 23. Atualmente são aproximadamente 1 mil 500 pessoas ligadas à sigla.
Além desses filiados, Delmasso tem o respaldo de mais de 20 mil eleitores. Esse foi o número que conquistou nas eleições de 2014. E de lá paca cá, tem procurado fazer jus a boa votação. Logo no início deste ano, o parlamentar visitou vários hospitais e unidades de saúde do DF.
Cristão – ele é pastor da igreja Sara Nossa Terra -, o trabalhista não percorreu, durante essas visitas, o mesmo caminho que Jesus Cristo fez a Golgota. Mas pôde identificar as chicotadas que a população do DF tem recebido de seus governos na saúde pública.
“Eu não fiz a visita aos hospitais visando a CPI da Saúde. Uma coisa é você ler em jornais, portais de notícias, assistir na televisão. Outra, é você ir lá ver. Nós temos excelentes profissionais. Eles são heróis. O problema é que a categoria está desmotivada porque chega ao local de trabalho, não tem bisturi, não tem dipirona.Temos orçamento de 2 bilhões de reais para a saúde e mesmo assim os problemas persistem. O problema é de gestão”, revela.
Todas as informações que o deputado tem sobre a situação da saúde pública, ele conseguiu com o Tribunal de Contas do Distrito Federal e com as costumeiras visitas a hospitais, UPAs e postos de saúde. Em julho, a intenção é voltar aos hospitais. Além disso, esse dossiê poderá fomentar uma possível comissão para investigar os desmandos na área.
Apesar de estar no primeiro mandato, Delmasso não deixa de ser experiente. Principalmente no Executivo. Já trabalhou na Secretaria do Trabalho no governo de José Roberto Arruda. Também atuou na Secretaria do Meio Ambiente na gestão de Agnelo Queiroz.
Essas experiências podem ter incentivado Rodrigo Rollemberg a procurá-lo para atuar no primeiro escalão. Convite, porém, recusado. “Até porque – afirma Delmasso – fui eleito para o Legislativo e não poderia atrair a confiança dos meus eleitores”. O distrital também se sente a vontade para analisar os governos.
“Não dá para comparar (o início) dos governos de Agnelo e Rollemberg. São momentos extremamente diferentes. Com o petista tivemos uma crise política. Com Rollemberg, a crise é financeira. Acredito que para os políticos, Agnelo conseguiu governar. Faltou governar para o povo”, enfatiza, acrescentando que, ao contrário, Rollemberg deverá atender aos dois lados.
Não é a rejeição do convite para o Executivo que impede Delmasso e o PTN de ajudar o Palácio do Buriti. Ele afirma convicto do seu apoio acentuando que tem atuado com o governo em cima das convergências.
“Só tivemos uma divergência pontual”, observa. E emenda: “Acreditamos que existem outras formas de irrigar os cofres do GDF. Um exemplo é combatendo a sonegação fiscal”. Outra forma é o enxugamento da máquina, segundo entendimento do parlamentar.
Governista que é, o deputado elogia medidas e integrantes do GDF. Sobre o Refiz, por exemplo, ele destaca que “é uma sinalização de que o governo está buscando saídas para tirar Brasília desse buraco financeiro”.
E em relação ao secretário da Casa Ciivil Hélio Doyle,  nome mais poderoso do primeiro escalão, Delmasso é só afagos:“Eu o acho um dos profissionais mais bem preparados neste governo. Muita gente, até por sua forma de agir e por ser uma pessoa retraída, o julgam mal, mas ele é uma pessoa extremamente bem preparada”, garante.
Neste último sábado, o deputado participou de uma caminhada no Parque da Cidade em comemoração ao Dia Mundial da Epilepsia. O dinheiro para realizar o evento, ele faz questão de frisar: saiu do próprio bolso. “Invisto meu salário no meu mandato”.
A caminhada com esse respectivo tema é apenas um dos atos de Delmasso contra esse mal. Um dos seus principais projetos refere-se a liberação do canabidiol para tratamento da epilepsia. No Distrito Federal, segundo ele, existem entre 45 e 50 mil pessoas com a doença.
Nem tudo, entretanto, é um cenário otimista para Delmasso. Ele sabe que está no meio de lobos. Algumas vezes na pele de cordeiro, outras não. E deve ser por isso que em determinados momentos deixa escapar sinais de irritação: “É por causa da sujeira. Sou transparente. Não uso armas sórdidas para crescer. Cresço com o meu trabalho. Saio de casa às 7h30 e chego às 23h. Mas durmo às 2h, elaborando projetos de lei”.
Num enredo político já conhecido da sociedade, o deputado Rodrigo Delmasso sabe que terá muito o que aprender para chegar ao final do mandato como a exceção da regra. Mas em algumas disciplinas ele quer se reprovado. E diz quais: “Jogo sujo, sordidez e ciumeira”.
Elton Santos – participou Rebeca Seabra                                                                                           Fonte:(notibras.com)
Leia Mais....

Metrô-DF cria ouvidoria no Whatsapp e já responde manifestações

domingo, 29 de março de 2015

Novo canal de comunicação da companhia, criado ontem, registra mais de 200 manifestações

Tales Silveira
DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA BRASÍLIA
Em menos de um dia de funcionamento, o novo canal de ouvidoria para os usuários do Metrô-DF, agora no aplicativo Whatsapp, registrou mais de duzentas mensagens recebidas e respondidas. Quem informa é o própria Companhia que, com a criação de mais um canal, objetiva possuir mais um meio de comunicação para que os usuários possam registrar manifestações como sugestões, denúncias, reclamações, elogios, solicitações e pedidos de informações sobre o serviço prestado pela empresa.
As reclamações mais frequentes tem sido sobre o embarque no sentido inverso no ramal Ceilândia – quando usuários embarcam uma estação antes do terminal para viajar sentado – , falta de ar condicionado e perguntas sobre a integração do metrô com ônibus. A Companhia afirmou também que, assim que as mensagens são recebidas, a equipe de atendimento ao usuário entra em contato imediatamente com a área responsável em busca da resposta ou solução ao caso. De acordo com o Metrô-DF, a ouvidoria está funcionando desde às 18h de ontem (26) e o contato está sendo feito por meio do número: (61) 9277-5011, que não recebe ligações, apenas mensagens de texto.
Segundo o diretor-presidente da Companhia, Marcelo Dourado, o aplicativo para smartphones tem sido cada vez mais usado pelos órgãos públicos como ferramenta de interação com o cidadão por oferecerem uma praticidade na comunicação com os usuários. “O usuário do Metrô-DF vai poder, em alguns casos, ter retorno em tempo real das manifestações enviadas por ele sobre os serviços prestados pela Companhia", disse
A Ouvidora do Metrô-DF, Cida Leal, alertou que os demais canais de comunicação com a Companhia continuam à disposição dos usuários, de acordo com o horário de atendimento da Ouvidoria, que é das 9h às 17h30. Além do atendimento via WhatsApp, o cidadão pode registrar reclamação, denúncia, sugestão, elogio, solicitação e pedido de informação por meio do telefone (61) 3353-7373 (Atendimento ao Usuário) e também por meio do número 162 (Ouvidoria Geral do GDF); pelos emails atendimentoaousuario@metro.df.gov.br e ouvidoria@metro.df.gov.brou pelo endereço: www.ouvidoriageral.df.gov.br/metro/NovaManif.dll. "O usuário também pode utilizar o serviço de Linha Direta, disponível na Estação Central, na Rodoviária do Plano Piloto", finalizou Cida.
Vagão das mulheres
Um grande problema que acontece no Metrô-DF é utilização indevida, por parte dos homens, do vagão exclusivo para mulheres. Diversos relatos de mulheres mostra que os homens acabam utilizando o espaço destinado às mulheres principalmente nas horas de pico. O novo canal de comunicação também poderá ser utilizado para denunciar este comportamento.
A usuária do Metrô-DF, Jéssica Santana, acredita que o uso impróprio do vagão acontece devido à falta de conhecimento. “A grande maioria respeita, mas sempre tem um ou dois que entram, mas eu acredito que seja por falta de conhecimento. Não acho que façam por maldade” finalizou.
Questionada, a ouvidoria do Metrô-DF afirmou que a empresa está se empenhando para a contratação de novos empregados concursados para melhorar e ampliar a fiscalização nesses locais. 
Serviço:
WhatsApp Ouvidoria Metrô-DF: (61) 9277-5011
Da Redação do Alô
Leia Mais....

Ruas do DF ganham mais 748 PMs


Intensificação do policiamento é parte da Operação Kratos e vai ajudar a reduzir índices de criminalidade

DÊNIO SIMÕES/AGÊNCIA BRASÍLIA
A Polícia Militar vai contar com um reforço de 748 profissionais nas ruas do Distrito Federal. Integrante do curso de formação da PMDF, o efetivo faz parte da Operação Kratos, última etapa do treinamento que é a de policiamento motorizado. Reforçam a Kratos outros 47 militares que já atuavam nas ruas do DF e que vão agir como tutores, orientando e fiscalizando o trabalho dos novatos. Para os 795 militares, a operação colocará 50 novas viaturas nas ruas.

Após essa última etapa de formação, os novos militares devem ser definitivamente integrados à corporação a partir da segunda quinzena de abril. Todas as regiões administrativas serão beneficiadas com o reforço do policiamento.
A operação foi anunciada no auditório do Quartel-General da Polícia Militar do Distrito Federal, no Setor Policial Sul, nesta sexta-feira (27). O governador Rodrigo Rollemberg comemorou o reforço do novo efetivo aos outros 986 policiais militares que trabalhavam em áreas administrativas e foram transferidos para o serviço operacional no começo do ano. “São 1.734 policiais a mais nas ruas desde 1º de janeiro”, disse, lembrando que as ações integram o Pacto pela Vida.
Para substituir os 986 policiais que foram para as ruas, a Polícia Militar contou com um reforço de 300 funcionários civis e outros 100 militares da reserva com formação voltada para a área administrativa. “O policial militar está talhado, preparado para o policiamento ostensivo. A presença massiva do efetivo nas ruas melhora a sensação de segurança e reduz objetivamente os índices de criminalidade, conforme já aconteceu em janeiro e fevereiro”, disse Rollemberg.
Resgate da segurança
A Operação Kratos tem como objetivo marcar a última etapa do curso de formação que é a atuação dos novatos no serviço direto com a comunidade. “A ação contempla dois dos principais eixos de atuação da corporação: a promoção da qualidade de vida ao cidadão e o resgate da sensação de segurança”, ressaltou o comandante-geral da PMDF, coronel Florisvaldo César.
Também participaram do lançamento da Kratos os chefes da Casa Militar, coronel Cláudio Ribas, e do departamento Operacional da PM, coronel Cláudio Lemos, além de outros oficiais da corporação.
Falecimento
O governador Rodrigo Rollemberg também comentou a morte de Rafael Bruno da Cruz Parente, executado na noite de quinta-feira (26) com seis tiros, no Gama. O jovem de 26 anos era filho de um dos policiais militares que atenderam a um chamado no Varjão e fizeram um parto de emergência. Gravada em vídeo, a ação ganhou repercussão nas redes sociais.“Lamentamos muito o ocorrido. Nós estamos atuando fortemente para reduzir os índices de violência no Distrito Federal", concluiu o governador.
Agência Brasília
Leia Mais....

Motoqueiro morre atropelado por ônibus no Núcleo Bandeirante


Motorista prestou depoimento e parecia bastante abalado com o acidente
Um motoqueiro morreu na manhã deste sábado (28), por volta das 11h30, após ser atropelado no terminal do Núcleo Bandeirante. Aparetemente, o motorista do ônibus entrava no local e não viu o motociclista.
O motorista da Viação Urbi foi à delegacia prestar depoimento e parecia estar muito abalado. A 11ª Delegacia de Polícia investiga o caso.
Fonte: Da redação do Jornal de Brasília
Leia Mais....

UMA RUA QUASE INTRAFEGÁVEL NO GAMA

sábado, 28 de março de 2015
 BURACOS E LAMA DEIXAM RUA QUASE INTRAFEGÁVEL NA QUADRA 13 GAMA OESTE RUA PRINCIPAL DA COMERCIAL.

Buracos causam transtornos a motoristas e moradores da Quadra 13 rua principal na comercial do Setor Oeste do Gama.Os moradores estão sofrendo com a falta de manutenção na via em razão dos muitos buracos que surgiram depois das chuvas, que já vinha se arrastando por vários meses.Os moradores agora reclamam do mal cheiro que as águas empoçadas vem causando.  
 "Cade as autoridades?" Reclamou o morador Petrônio Dantas de Macedo,que é proprietário de um comércio na rua.               Fonte:www.nossogama.com.br

Leia Mais....

VERGONHA NO GAMA: LIXÃO NA ENTRE QUADRA (16/26) PROSSEGUE


 O vergonhoso e absurdo lixão, concentrado entre as quadras (16/26) Setor Oeste do Gama, prossegue, como se para o poder público local, fosse algo normal. A situação extrapola qualquer noção mínima de bom senso, e já foi comunicado inúmeras vezes à administração da cidade, mas, como é possível ver na imagem, além de não ser solucionado, piora a cada dia, recebendo cada vez mais dejetos.Com isso, obviamente, a saúde de quem reside nas proximidades, ou quem tem que transitar pelo local, corre risco, pois há grande concentração de ratos, mosquitos e baratas. Cade os defensores do governador, por onde andam nessas horas que não veem tal situação? “O que vai ser da gente? Isso aqui é uma nojeira , ninguém faz nada, ninguém toma providência pra resolver essa situação", desabafou o morador Gustavo Silva.

Ficam no ar essas questões…

Com isso, obviamente, a saúde de quem reside nas proximidades, ou quem tem que transitar pelo local, corre risco, pois há grande concentração de ratos, mosquitos e baratas. 






 Fonte:www.nossogama.com.br

Leia Mais....

Quatro dias após fazer parto em casa, PM tem filho morto com 6 tiros no DF

sexta-feira, 27 de março de 2015


Crime ocorreu no Setor Leste do Gama; trio fugiu após os disparos.
Vítima chegou a ser encaminhada a centro cirúrgico de hospital.

Isabella CalzolariDo G1 DF
Um homem de 26 anos morreu na noite desta quinta-feira (26) depois de ser executado com seis tiros na quadra 50 do Setor Leste, no Gama, no Distrito Federal. De acordo com a Polícia Civil, testemunhas afirmam que três pessoas encapuzadas cometeram o crime. O assassinato ocorreu por volta das 21h20. A Polícia Militar informou que a vítima se chamava Rafael Bruno da Cruz Parente e é filha do sargento que fez o parto de emergência no quintal de uma casa no Varjão.
Uma pessoa que passava no local no momento do crime socorreu o jovem e o levou para o hospital regional. Ele foi atendido na emergência e encaminhado ao centro cirúrgico, mas não resistiu.Segundo a polícia, o rapaz foi atingido pelos disparos no tórax e na nádega. Testemunhas disseram também que o trio saiu de um carro escuro, com modelo não identificado e, armado, mandou o homem virar de costas e colocar a mão na cabeça. Em seguida, efetuou os disparos e fugiu.
Por telefone, o sargento afirmou ao G1 que não morava com o filho e não tinha muito contato com ele. Ele disse que o jovem tinha antecedentes criminais. "Ele não era uma pessoa com boa índole, já tinha sido preso duas vezes e não andava muito lá em casa", disse. "Nós tínhamos um relacionamento um pouco afastado."
Segundo o PM, familiares afirmaram que dois rapazes saíram de um carro preto e mandaram o Rafael e uma segunda pessoa encostarem na parede, se identificando como policiais. O sargento disse que os criminosos dispararam 20 tiros contra a Rafael com uma metralhadora. O rapaz morava na quadra em que foi assassinada.
"Eu me conformo com a situação, e a gente sabe a índole do filho que tem, né?", disse. "Eu sabia muito pouco da vida dele."
O enterro da vítima será neste sábado, às 10h30, no cemitério do Gama. A 14ª Delegacia de Polícia investiga o crime.
Parto de emergência
O parto foi feito na tarde de segunda-feira (23), no quintal de uma casa no Varjão, por três policiais militares. Segundo o soldado Murilo Marques, a mãe já tinha estourado a bolsa e estava sem condições de locomoção quando a equipe chegou ao local.
"Ela estava em um colchão improvisado, bem precário, e já em trabalho de parto. Os bombeiros não tinham chegado, a gente não tinha maca. Eu e outro soldado decidimos fazer o parto porque o bebê já estava coroando", diz o policial do 24º batalhão, que atende Lago Norte e Varjão.
A ação foi registrada em vídeo por outros PMs (veja ao lado). Nas imagens, Marques aparece dando tapinhas nas costas do recém-nascido para desobstruir as vias respiratórias. "A menina estava com o cordão umbilical enrolado no pescoço. Fizemos uma técnica para retirar e, depois do parto, bati nas costas até ela começar a chorar", afirma.
Leia Mais....

Filho de PM é executado com seis tiros no Gama

O jovem é filho do sargento Irineu Parente, que ajudou a realizar um parto no Varjão no ínicio desta semana

Na noite desta quinta-feira (26) um jovem de 26 anos foi assassinado no Setor Leste do Gama. Segundo informações da Polícia Civil, três suspeitos encapuzados chegaram em um carro escuro e estacionaram na Quadra 50. Os homens mandaram a vítima virar de costas e colocar a mão na cabeça, sendo alvejada por seis tiros  no tórax e nas nádegas.
Rafael Bruno da Cruz Parente foi ajudado por por uma pessoa que passava pelo local e encaminhado ao Hospital  Regional do Gama (HRG), mas não resistiu aos ferimentos. O jovem é filho do sargento Irineu Parente, que ajudou a realizar um parto no Varjão no ínicio desta semana.
A 14ª Delegacia de Polícia (Gama) investiga o crime.
                                                                                                                                                          Fonte: Da redação do Jornal de Brasília / foto:nossogama.com.br
Leia Mais....

Comissão de Meio Ambiente aprova sanções a quem desperdiçar água

quinta-feira, 26 de março de 2015
Em sua primeira reunião ordinária, realizada na manhã desta quinta-feira (26), a Comissão de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Ciência, Tecnologia, Meio Ambiente e Turismo aprovou o projeto de lei nº 146/2015, que estabelece sanções aos donos de imóveis e veículos que forem flagrados lavando calçadas, fachadas ou carros com água tratada. 
O PL prevê sanções pelo desperdício de água que vão desde advertência expressa a multas de R$ 500,00 a R$ 1.000,00. A autora da proposta, deputada Luzia de Paula (PEN), defendeu a urgente necessidade do uso racional de água no Distrito Federal. "As populações têm sofrido muito pela triste realidade da falta de chuvas e de planejamento por parte dos governantes", justificou.
Em parecer à matéria, o deputado Joe Valle (PDT) exemplificou que uma mangueira aberta durante 30 minutos, para lavar um carro, gasta cerca de 280 litros de água. Já o presidente do colegiado, deputado Cristiano Araújo (PTB), citou que 60% da água do País é desperdiçada: "Este é um momento oportuno para a Comissão de Meio Ambiente discutir o problema". E o deputado Rodrigo Delmasso (PTN) defendeu que a Caesb realize campanhas educativas para conscientizar e sensibilizar a população do DF para a melhor forma de utilização da água.
O PL ainda precisa de parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), antes de ser apreciado pelo plenário da Casa. 
Resíduos sólidos – Os deputados Cristiano Araújo, Liliane Roriz (PRTB) e Rodrigo Delmasso – que participaram da reunião de hoje – aprovaram também o requerimento de convocação do secretário de Meio Ambiente do DF, André Lima, para prestar esclarecimentos acerca do cronograma de implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos na unidade federativa.
O deputado Cristiano Araújo destacou que o chefe da pasta virá à Casa no dia 9 de abril para falar sobre a política de meio ambiente. Delmasso sugeriu, então, que o secretário seja indagado sobre o andamento da política de resíduos sólidos já nessa ocasião. Ele apontou que outras capitais já conseguiram implantar a política. "Meu sonho é que a capital seja referência na coleta e tratamento de resíduos", concluiu Delmasso. 
Franci Moraes - Coordenadoria de Comunicação Social (CLDF)
Leia Mais....

Câmara Legislativa vai apurar pedofilia no DF


delmassoplenario
Requerimento do deputado Rodrigo Delmasso (PTN) foi aprovado em Plenário nesta terça-feira (24)
A Câmara Legislativa aprovou em Plenário nesta terça-feira (24) o requerimento que pede a criação de comissão especial para investigar casos de pedofilia no Distrito Federal. O autor da iniciativa é o deputado Rodrigo Delmasso (PTN).
Para o deputado Rodrigo Delmasso (PTN), o alto índice de crimes de pedofilia registrados no DF justifica a necessidade de uma ampla investigação sobre o tema. “Temos que fazer um mapa do problema, identificar por que ainda há tanta impunidade e, ao mesmo tempo, oferecer informações para a sociedade sobre esse tipo de crime, que pode estar mais perto do que se imagina”, explica o deputado.
A comissão deverá apurar casos já apresentados pela imprensa e ouvir autoridades, parentes de vítimas e representantes de entidades de defesa da criança e do adolescente. A proposta é baseada no artigo 227 da Constituição Federal, que coloca os direitos da criança e do adolescente como prioridade absoluta.
Pelas regimento interno da Câmara Legislativa, a comissão deve ter duração de 180 dias e será composta por 5 membros. A instalação agora depende de ato da mesa diretora.


Fonte: Donny Silva
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot