• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

COPEV-DF REALIZA FESTA PARA O PASTOR VILARINDO

quinta-feira, 31 de julho de 2014
Portanto, dai a cada um, o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra.” É uma imensa honra para o COPEV-DF e para o nossos pastores homenagear o Pastor Vilarindo, um verdadeiro homem de Deus, o qual tem se dedicado, em toda a sua vida, a prover a paz, inspirado dentro do exemplo do nosso Mestre Maior Jesus Cristo. Para mim, por tudo que representa o nosso homenageado, essa homenagem se justifica plenamente, disse o Coordenador do COPEV-DF pastor Chancerley de Melos Santana.
Leia Mais....

GDF: Primeira parte da nova sede será entregue na próxima semana


Quatro dos 10 prédios do centro em Taguatinga estão prontos, diz governo. Transferência dos servidores não será imediata, afirma secretário de Obras.

Quatro dos dez prédios da nova sede do governo do Distrito Federal, em Taguatinga, estão em fase de acabamento e serão entregues na próxima segunda-feira (4).

A transferência dos servidores, segundo o GDF, não será imediata. De acordo com o secretário de Obras, David de Mattos, o governo ainda está planejando a ocupação dos prédios.

"Não adianta levar 15 mil pessoas e os restaurantes ainda não estarem funcionando", disse. "O grupo gestor do governo está fazendo todo o planejamento, fixando horas e quando vai haver mudanças." ...

O GDF não pagou nada pela projeto, que é uma parceria público-privada. Depois que todo os prédios foram entregues, no entanto, o governo vai pagar mais de R$ 12 milhões por mês ao consórcio responsável pela obra.

Os prédios possuem elevadores, catracas e sistema de ar-condicionado. O bloco reservado ao governador ainda precisa de revestimento, instalação de vidros e acabamento da parte interna.

Apesar do complexo ter capacidade para receber 15 mil servidores, há somente três mil vagas para carros. A intenção do governo é induzir as pessoas a usarem outros meios de transporte, como bicicletas. Trens do metrô passam em frente ao centro, assim como ônibus, que trafegam pela Elmo Serejo. Pedestres poderão usar um túnel para chegar ao espaço.
Fonte: Portal G1 DF - 31/07/2014
Leia Mais....

DF: Hospital do Gama amplia funcionamento do pronto-socorro infantil

Medida foi adotada pela Secretaria de Saúde para melhorar o atendimento à população

A partir desta sexta-feira (1º), o pronto-socorro infantil do Hospital Regional do Gama funcionará, em dias úteis, com escala de três pediatras atendendo nos períodos da manhã, tarde e noite. A equipe ganhará, ainda, reforço de um médico proveniente dos centros de saúde que dará assistência no consultório do baixo risco infantil, das 7h às 13h, e das 13h às 19h. 

Nos fins de semana, os plantonistas atenderão apenas os casos mais graves. Para os casos clínicos de pequena complexidade, os usuários serão orientados a procurar atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Recanto das Emas...

Segundo o coordenador-geral do hospital, Robson Umbelino Brito, a medida visa ampliar o atendimento na unidade: "Estávamos provisoriamente atendendo de sexta a segunda-feira, e, com a ampliação dos dias, a população terá mais acesso aos nossos serviços", destacou o coordenador.

O pronto-socorro infantil do HRG é referência para atender a população do Gama, Santa Maria e região metropolitana do Distrito Federal. Em 2013 realizou 58.887 mil atendimentos.
Fonte: Agência Brasília - 31/07/2014 - 
Leia Mais....

ONs e OFFs Por Tiago Monteiro Tavares (31/07)




“Campanha barata também ganha eleição, e a propaganda boca a boca é a alma do negócio.”

Dr. Michel (PP), deputado distrital, sobre o desafio de se reeleger como umas das campanhas mais baratas do DF.
Foto:Roberval Eduão

Campanha boca a boca

Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os candidatos que mais gastam em suas campanhas são, na maioria, os que acabam eleitos. Com uma das campanhas mais baratas de 2010 (cerca de R$ 60 mil), o deputado distrital Dr. Michel (PP) se elegeu com 13.256 votos. A fórmula foi um trabalho de formiguinha, feito de casa em casa, em Sobradinho, onde era delegado titular e reduziu em cerca de 80% o índice de criminalidade na região. O apelido de ‘Xerifão” foi fundamental no sucesso eleitoral. Agora, o deputado tem o desafio de ser reeleito com poucos recursos e segue apostando na campanha “boca a boca”.


Na Saúde, um nome desponta como “o novo”
Foto:Divulgação

Saúde de cara nova

Nesta legislatura, a Câmara Legislativa ficou meio órfã de uma representação na área da Saúde. Em pesquisa acadêmica feita por este colunista, nenhum dos 24 parlamentares respondeu que sua área prioritária de atuação era a Saúde. Nos bastidores, um nome tem se destacado para representar a área na Casa a partir de 2015. Trata-se do Dr. Marcus (PPL), ex-diretor da Regional de Saúde de São Sebastião. Em 2010, ele obteve 6.453 votos, pelo PTdoB e, agora, figura entre os mais cotados para distrital no PPL.

Frente parlamentar da Saúde


Médico do trabalho na Secretaria de Educação e dos quadros da Secretaria de Saúde, Dr. Marcus foi o responsável pela inauguração da UPA de São Sebastião e tem lutado pela construção do Hospital Regional na cidade. À Coluna, ele disse que, caso eleito, quer criar a Frente Parlamentar em Defesa da Saúde e trabalhar para reestruturar a gestão da área. Tem recebido grande apoio dos profissionais da área.

70 anos da Segunda Guerra
A Banda de Música do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília (BPEB) fará, hoje, apresentação para celebrar os 70 anos do embarque do 1º Escalão da Força Expedicionária Brasileira (FEB) rumo à Segunda Guerra Mundial. A bravura e o civismo de brasileiros que defenderam os ideais de liberdade e democracia será celebrado ao som de músicas clássicas, populares, hinos e canções militares. O evento é gratuito e acontecerá no lounge do Boulevard Shopping, às 13h.

Campanha turbinada


Campanha é considerada “a maior”
Foto:Marcelo Casal Jr/ABr

A campanha para deputado federal do ex-secretário de Saúde do DF Dr. Rafael Barbosa (PT) foi lançada, ontem (30). Braço direito do governador Agnelo, Rafael deu o pontapé inicial em sua campanha em uma grande festa no Minas Tênis Clube. Diversos candidatos e políticos compareceram em peso ao lançamento da campanha, que é considerada “uma das maiores” do DF. Isso porque dispõe de recursos e uma gama de candidatos à deputado distrital que fizeram “dobradinha” com Barbosa. Fala-se em cerca de 120 candidatos à Câmara legislativa engajados em pedir votos para o ex-secretário responsável pela saúde da Capital nos últimos anos. A dúvida é se tamanho apoio terá reflexo nas urnas.

7X1


Aécio ironizou situação econômica
Foto:Divulgação/PSDB

A Confederação Nacional da Indústria (CNI) promoveu, ontem (30), o “Diálogo com os Candidatos à Presidência,” com os três principais candidatos ao Planalto: Dilma Rousseff (PT); Aécio Neves (PSDB); e Eduardo Campos (PSB). Um dos momentos mais descontraídos do encontro dos empresários com os candidatos foi quando o tucano Aécio ironizou a situação da economia brasileira, comparando com a fatídica derrota da seleção por 7X1 para Alemanha. “A derrota por 7 a 1 na Copa foi muito triste. Mas o pior é o 7 a 1 que o governo vai deixar: 7% de inflação e 1% de crescimento”. É como o ditado: “contra fatos, não há argumentos”!

A primeira semana


Campos fez a “melhor proposta”
Foto:Divulgação

Buscando impressionar os eleitores, no caso, empresários e potenciais financiadores, os candidatados têm investido em fazer promessas para a primeira semana de governo. Ontem (30), na sabatina de Eduardo Campos (PSB), na CNI, o candidato fez a melhor promessa dentre os três candidatos à presidência ouvidos pela entidade, agradando, e muito, o empresariado presente. Campos afirmou que, se eleito, enviará para a o Congresso na primeira semana de governo proposta de reforma tributária. Embora desconfiados de “tamanha agilidade” para tema discutido há décadas, os industriais deverão aumentar a participação financeira na campanha do pernambucano. Já Aécio prometeu reduzir para cerca de 20 os 39 Ministérios, também na primeira semana.
Leia Mais....

Campanha boca a boca

“Campanha barata também ganha eleição, e a propaganda boca a boca é a alma do negócio.”

Dr. Michel (PP), deputado distrital, sobre o desafio de se reeleger como umas das campanhas mais baratas do DF.
Foto:Roberval Eduão



Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os candidatos que mais gastam em suas campanhas são, na maioria, os que acabam eleitos. Com uma das campanhas mais baratas de 2010 (cerca de R$ 60 mil), o deputado distrital Dr. Michel (PP) se elegeu com 13.256 votos. A fórmula foi um trabalho de formiguinha, feito de casa em casa, em Sobradinho, onde era delegado titular e reduziu em cerca de 80% o índice de criminalidade na região. O apelido de ‘Xerifão” foi fundamental no sucesso eleitoral. Agora, o deputado tem o desafio de ser reeleito com poucos recursos e segue apostando na campanha “boca a boca”.         (Tiago Monteiro)
Leia Mais....

Apoio de atletas e federações

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Júlio tem recebido apoios de peso
Foto:Divulgação

Após fazer uma gestão que deu visibilidade ao Esporte na Capital, o ex-secretário da pasta, Júlio Cesar (PRB), anda colhendo frutos do seu trabalho, que ampliou os programas em apoio a atletas e federações esportivas. Diversos atletas e entidades do setor, que há muito estavam esquecidas, decidiram se engajar na campanha de Júlio para a Câmara Legislativa, o que faz de seu nome um dos bem cotados para assumir uma cadeira no legislativo local.                    (Tiago Monteiro)
Leia Mais....

Jovem Candango


Agnelo e Agaciel recepcionaram os jovens
Foto:Divulgação

Pouco mais de um mês após a formação da primeira turma do Programa Jovem Candango, que dá oportunidade do primeiro emprego com carteira assinada a jovens de baixa renda de 14 a 18 anos, a segunda turma do projeto foi chamada, ontem (29). Mais 800 jovens serão admitidos e passarão pelo curso de formação. Além da carteira de trabalho assinada, os jovens também recebem salário, auxílios alimentação e de transporte e 13º salário, com direito a férias. Junto com o governador Agnelo Queiroz (PT), o idealizador do programa, deputado distrital Agaciel Maia (PTC), parabenizou os nossos participantes. A turma contempla 71 alunos com deficiência auditiva, do Instituto Cultural Educacional e Profissionalizante de Pessoas com Deficiência do DF (ICEP) e outros 100 jovens em situação de trabalho infantil do Lixão da Estrutural.                   (Tiago Monteiro)
Leia Mais....

Ibope mostra Arruda com 32%, Agnelo com 17% e Rollemberg com 15%


Montagem-DF-20141
Do G1 
Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira (30) mostra o ex-governador José Roberto Arruda (PR) com 32% das intenções de voto para o governo do Distrito Federal. Em seguida, aparecem o governador Agnelo Queiroz (PT), com 17%, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB), com 15%, Toninho do PSOL (PSOL), com 6%, o deputado federal Luiz Pitiman (PSDB), com 6%, e Perci Marrara (PCO), com 1%.
 (Correção: após a divulgação da pesquisa, o Ibope fez ajustes nos percentuais obtidos pelos candidatos a governador. Antes, o instituto havia divulgado os seguintes números: Arruda, 30%; Agnelo 16%; Rollemberg, 14%; Toninho do PSOL, 6%; Luiz Pitiman, 5%; e Perci Marrara, 0%. A correção foi publicada às 20h08. Leia nota de esclarecimento do Ibope ao final desta reportagem)
Na pesquisa desta quarta, Arruda tem 13 pontos percentuais a menos que a soma de todos os outros candidatos (45%). O segundo turno ocorre sempre que nenhum dos candidatos alcança mais do que a soma dos demais adversários.
Encomendada pela TV Globo, a pesquisa é a primeira do Ibope após o registro das seis candidaturas a governador no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no último dia 5.
Confira abaixo os números do Ibope, segundo a pesquisa estimulada, em que os nomes de todos os candidatos são apresentados ao eleitor (os candidatos que aparecem com 0% são os que tiveram menos de 1% das menções cada um):
José Roberto Arruda (PR): 32%
Agnelo Queiroz (PT): 17%
Rodrigo Rollemberg (PSB): 15%
Toninho do PSOL (PSOL): 6%
Luiz Pitiman (PSDB): 6%
Perci Marrara (PCO): 1%
- Branco/nulo: 13%
- Não sabe/não respondeu: 10%
O Ibope fez a pesquisa entre os dias 26 e 28 de julho. O instituto ouviu 1.204 eleitores em todo o Distrito Federal. A margem de erro é de três pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. O que quer dizer que, se for levada em conta a margem de erro de três pontos percentuais para mais ou para menos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%.
A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral com o número BR-00267/2014.
Pesquisa espontânea
Na parte da pesquisa em que os entrevistadores do Ibope simplesmente perguntaram ao eleitor em quem votará (sem apresentar a ele a relação dos candidatos), 18% mencionaram Arruda. Veja abaixo:
- José Roberto Arruda (PR): 18%
- Agnelo Queiroz (PT): 11%
- Rodrigo Rollemberg (PSB): 5%
Toninho do PSOL (PSOL): 2%
Luiz Pitiman (PSDB): 2%
- Outros: 1%
- Branco/nulo: 14%
- Não sabe/não respondeu: 46%
Rejeição
A pesquisa aferiu a taxa de rejeição de cada um dos candidatos, isto é, aquele em quem o eleitor diz que não votará de jeito nenhum. Agnelo Queiroz tem a maior rejeição e Rollemberg, a menor:
- Agnelo Queiroz (PT): 46%
- José Roberto Arruda (PR): 32%
- Toninho do PSOL (PSOL): 9%
- Luiz Pitiman (PSDB): 9%
- Perci Marrara (PCO): 8%
- Rodrigo Rollemberg (PSB): 7%
- Poderia votar em todos: 3%
- Não sabe/não respondeu: 16%
Expectativa de vitória
De acordo com o Ibope, 38% dos entrevistados (independentemente da intenção de voto) acham que o futuro governador do Distrito Federal será José Roberto Arruda; 26% opinaram que será Agnelo Queiroz; 8% acreditam que será Rollemberg.
Nota de esclarecimento
O Ibope divulgou na noite desta quarta-feira (30) uma nota de esclarecimento sobre os ajustes na pesquisa de intenção de voto no Distrito Federal. Leia abaixo a íntegra da nota:
30 de julho de 2014
ESCLARECIMENTO SOBRE DIVULGAÇÃO DE RESULTADOS HOJE
O IBOPE Inteligência vem a público esclarecer que disponibilizou equivocadamente à TV Globo uma versão preliminar do relatório, cujos resultados não estavam concluídos. As perguntas de intenção de voto para Governador, Senador e Presidente apresentam pequenas diferenças em relação ao resultado definitivo, de apenas um ou dois pontos percentuais, sem portanto alterar o ranking dos candidatos neste levantamento.
INTENÇÃO DE VOTO PARA GOVERNADOR
- Arruda: 32%
- Agnelo Queiroz: 17%
- Rollemberg: 15%
- Luiz Pitiman: 6%
- Toninho do PSOL: 6%
- Perci Marrara: 1%
- Branco/nulo: 13%
- Não sabe/não respondeu: 10%
Intenção de voto para Senador
- Reguffe: 31%
- Magela: 16%
- Gim Argello: 13%
- Sandra Quezado: 2%
- Aldemário: 1%
- Expedito Mendonça: 1%
- Robson: 1%
- Jamil Magari: 1%
- Branco/nulo: 18%
- Não sabe/não respondeu: 16%
Intenção de voto para Presidente
- Aécio Neves: 27%
- Dilma: 26%
- Eduardo Campos: 11%
- Pastor Everaldo: 5%
- Luciana Genro: 1%
- Zé Maria: 1%
- Eduardo Jorge: 1%
- Outros com menos de 1% (Eymael, Levy Fidelix, Mauro Iasi e Rui Costa Pimenta): 1%
- Branco/nulo: 14%
- Não sabe/não respondeu: 13%
Apesar de prestar este esclarecimento imediatamente, pedimos sinceras desculpas por todos os transtornos que podem ter sido causados.
Sinceramente,
Márcia Cavallari Nunes
CEO
IBOPE INTELIGÊNCIA
Leia Mais....

Pesquisa: Ibope indica disputa entre Arruda e Agnelo


Governador aparece em empate técnico com Rollemberg

A primeira pesquisa Ibope para governo do Distrito Federal, divulgada ontem, indica que haverá segundo turno na disputa pelo governo no Distrito Federal. No questionário estimulado, José Roberto Arruda (PR) lidera a pesquisa com 32%, mas na soma total das intenções de votos válidos não alcança a margem necessária para vencer em primeiro turno...

O ex-governador é seguido pelo candidato à reeleição Agnelo Queiroz (PT), que tem 17% das intenções de voto e está empatado tecnicamente, dentro da margem de erro de 3 pontos percentuais para cima ou para baixo, com o senador Rodrigo Rollemberg (PSB), que tem 15% das intenções de votos.

Terceiro colocado na corrida ao Buriti em 2010, Toninho Andrade (PSOL) está empatado com o deputado federal Luiz Carlos Pitiman (PSDB)  com 6% cada, seguidos pela candidata Perci Marrara (PCO), em último lugar com 1% das intenções de voto.

Indefinidos são 23%

A pesquisa foi realizada, por encomenda especial da Rede Globo,  entre os dias 26 e 28 de julho com 1.204 eleitores de todas partes do Distrito Federal. Revelou ainda que o número de eleitores que declararam que votarão branco ou nulo é de 13% e que não souberam ou não responderam são 10%.

A coordenação de campanha de Rollemberg comemorou o resultado da pesquisa. Segundo ela, “o empate com o governador, no início da campanha, quando pouca gente sabe que o Rodrigo é candidato ao governo é ótima para nós”.



Menor rejeição

Entre os candidatos ao governo, Rodrigo Rollemberg é quem tem a menor rejeição. Segundo o Ibope, o senador tem 7%. Já o governador Agnelo Queiroz tem a maior, com 46% da rejeição, seguido pelo ex-governador José Roberto Arruda com 32%, Toninho do PSOL e Luiz Pitiman, outra vez empatados com 9% e Perci Marra com 8% completam a lista.

Espontânea repete ordem

A pesquisa espontânea também encomendada pela Rede Globo reproduz o resultado da estimulada. Nessa fase da pesquisa, os entrevistadores do Ibope simplesmente perguntam ao eleitor em quem votará (sem apresentar a ele a relação dos candidatos). Nela, quem  ficou à frente  também foi  o ex-governador José Roberto Arruda. A seguir, está o governador Agnelo Queiroz, com 11%.

Como a pesquisa espontânea tem muito de reconhecimento do nome, a distância para Rodrigo Rollemberg, que teve 5%, foi proporcionalmente maior, aí sem empate técnico. Vêm depois  Toninho Andrade e  Pitiman, com 2%. Perci Marrara não foi citada, mas 1% dos entrevistados mencionaram outros nomes, que não são de candidatos. 
A pesquisa mostrou ainda que muitos eleitores desconhecem os candidatos ou mostram rejeição pelos que  conhecem. Nada menos do que 46% dos entrevistados deixaram de responder. Brancos e nulos somaram 14%.

A gestão de Agnelo Queiroz também foi avaliada pelo Ibope. Dos entrevistados, 16% declararam que acham o governo ótimo ou bom. Trinta por cento o avaliam como regular, enquanto 50% acham a gestão de Agnelo ruim ou péssima.
Fonte: Por SUZANO ALMEIDA, Jornal de Brasília
Leia Mais....

Eleições: Governador Agnelo deixa o debate após direito de resposta a Arruda


Governador Agnelo deixa o debate após direito de resposta a Arruda Concorrentes ao Governo do DF fizeram primeiro confronto direto no auditório da Associação Comercial.

Participam do encontro Agnelo, Arruda, Toninho, Rollemberg e Pitiman
O primeiro debate entre os cinco principais candidatos ao Governo do Distrito Federal, nesta quarta-feira (30/7), foi marcado pelo embate particular entre Agnelo Queiroz e José Roberto Arruda. Desde os momentos iniciais do encontro, os dois se alfinetaram. O duelo culminou com Agnelo deixando o palco antes do término do debate, depois que o ex-governador recebeu direito de resposta durante as considerações finais...

O auditório da Associação Comercial do DF ficou lotado para o encontro dos concorrentes ao Executivo local. Na bancada dos postulantes ao Buriti, Agnelo (PT) estava ao lado de Arruda (PR). Na sequência, se posicionaram Toninho do PSol, Rodrigo Rollemberg (PSB) e Luiz Pitiman (PSDB). Apenas a candidatata Perci Marrara (PCO) não participou do debate.

No primeiro bloco, Agnelo e Arruda se alfinetaram ao falar sobre desenvolvimento econômico. O ex-governador disse que "Brasília parou". E prosseguiu: "No meu governo, se algum empresário ficasse suando pra conseguir alvará, eu demitia o responsável. Tinha comando". Agnelo rebateu: "A burocracia vem de governos anteriores".

No segundo bloco do debate, os candidatos falaram sobre educação. Todos elegeram as escolas de tempo integral como prioridade. Os adversários de Agnelo criticaram o atual governo. Pitiman aproveitou para citar seu candidato a presidente, Aécio Neves. Rollemberg também falou sobre as realizações do presidenciável Eduardo Campos. Alvo dos demais concorrentes, Agnelo se defendeu, dizendo que seu governo fez muito. "Todos sabem como peguei o DF: na lama", rebateu o atual governador, subindo o tom.

O terceiro tema foi esporte. Agnelo, Arruda, Toninho, Rollemberg e Pitiman concordam com a necessidade de investimentos no setor. As vilas olímpicas foram destacadas como áreas a receberem atenção. Os adversários de Agnelo criticaram os investimentos no Estádio Nacional Mané Garrincha. O governador se defendeu, afirmando que deixa um legado para a cidade. Arruda disse que daria para fazer 10 hospitais regionais com o dinheiro do sobrepreço.

O quarto bloco teve como tema a mobilidade urbana. Os candidatos defenderam investimentos em transporte coletivo, metrô, ferrovias e ciclovias. O governo atual novamente foi criticado pelos adversários, principalmente Arruda, e defendido por Agnelo, que destacou suas realizações.

A segurança pública foi discutida pelos candidatos ao Buriti no quinto bloco. Quatro dos concorrentes disseram que é necessário resgatar Brasília da situação de insegurança em que se encontra. Foram feitas promessas de reestruturação de carreiras do setor e de policiamento inteligente. Agnelo, na defensiva, falou que investiu em melhorias na estrutura e nas carreiras das polícias.

A saúde entrou em cena no sexto bloco do primeiro debate entre os candidatos ao Buriti. O tema foi incluído após pedido dos concorrentes ao Buriti, já que estava fora dos sete assuntos definidos previamente. Novamente, Agnelo Queiroz foi o alvo dos ataques. Arruda disse que, se eleito, vai "botar os médicos cubanos pra correr".

Pitiman criticou o programa de governo Carreta da Mulher, de atendimento itinerante. "Mulher não quer carreta. Quer hospital", disse. A primeira-dama do DF, Ilza Queiroz, rebatou, da plateia, falando para quem estava ao seu lado: "Ele não sabe como o programa faz sucesso".

O último bloco foi dedicado a perguntas livres entre os candidatos ao GDF. Quem se tornou o alvo, dessa vez, foi Arruda. Seus adversários insistiram no tema da Ficha Limpa, lembrando que ele tem condenação de segunda instância. Arruda disse que quer ser julgado pelas urnas e atacou a legislação. "É uma leizinha para pegar esse ou aquele".

Durante as considerações finais, cada concorrente tentou vender o seu peixe. O primeiro a falar foi Rollemberg. Ele disse que chegou a hora de a geração Brasilia governar o DF. Em seguida, Arruda atacou Agnelo, afirmando que o atual governador tem ligação com Carlinhos Cachoeira. Toninho prometeu um governo sério e afirmou que lugar de corrupto é na cadeia. Agnelo agradeceu a presidente Dilma Rousseff por ter investido em Brasília. Disse que pegou a cidade na lama e fez muito, mas quer fazer muito mais. Virou para Arruda e afirmou que o adversário não deveria faltar com a verdade. Arruda pediu direito de resposta e a coordenação do debate consentiu. Irritado, Agnelo deixou o palco. "Direito de resposta porque olhei pra ele. Absurdo", disse o atual governador.
Fonte: Correio Braziliense - 31/07/2014 
Leia Mais....

GDF reajusta tarifas de táxi em 10,42%

Bandeirada - valor inicial da corrida - passou de R$ 4,08 para R$ 4,50.
Medida recompõe a inflação e dá viabilidade econômica ao serviço, diz.O governo do Distrito Federal reajustou em 10,42% as tarifas de táxi. O decreto foi publicado nesta terça-feira (29) no Diário Oficial e prevê, por exemplo, que a bandeirada – valor inicial da corrida – passe de R$ 4,08 para R$ 4,50. Este foi o segundo aumento em um ano e quatro meses. Os motoristas têm 90 dias para ajustar os taxímetros.Com a medida, o quilômetro percorrido na bandeira 1 sobe de R$ 2,22 para R$ 2,45 e na bandeira 2, de R$ 2,82 para R$ 3,12. Já o preço da hora parada vai de R$ 24,70 para R$ 27,29. De acordo com o GDF, o reajuste recompõe a inflação e dá viabilidade econômica à categoria.

O GDF também regulamentou a transferência das autorizações para os carros alugados. Agora, os taxistas precisam fazer a solicitação para a Secretaria de Transportes e atualizar o cadastro anualmente.
Durante a Copa do Mundo, o GDF chegou a autorizar a cobrança de bandeira 2 durante todas as viagens. A medida foi vetada pelo Tribunal de Justiça.
Na ação contrária ao projeto, o MP alegou que os taxistas já se beneficiariam com o aumento do serviço durante o Mundial, já que Brasília era uma das cidades mais procuradas pelos turistas. O Estádio Mané Garrincha foi palco de sete partidas.
Último reajuste
Em março do ano passado, o governador anunciou um reajuste médio de 23,52% no valor da tarifa de táxi no DF. Ele disse na época que o aumento era uma reposição das perdas da categoria nos últimos anos.
Segundo Agnelo, os custos com combustível, óleo, lavagem dos veículos e outros itens de manutenção foram levados em consideração para se chegar ao valor. O valor do quilômetro rodado (bandeiras 1 e 2) estava congelado desde 2009.
Com a correção, a bandeira 1 passou de R$ 1,80 para R$ 2,22 (23,3% de acréscimo), e a bandeira 2 passou de R$ 2,28 para R$ 2,82 (23,6). Já a bandeirada passou de R$ 3,30 para R$ 4,08 (23,6%)           G1 DF
Leia Mais....

Médica da Secretaria de Saúde morre com gripe H1N1 no DF

Ela era da central de regulação de leitos e não quis tomar vacina, diz pasta.
Esta foi a quarta morte provocada pelo vírus em 2014 na capital do país.Uma médica da Secretaria de Saúde do Distrito Federal morreu na última quinta-feira (24) após contrair a gripe H1N1. De acordo com a pasta, a profissional estava internada em um hospital particular. Ela trabalhava na central de regulação de leitos e não quis tomar a vacina contra a doença, informou.A capital do país registrou 18 casos de H1N1 em 2014, e em quatro deles houve morte. No mesmo período do ano passado, segundo a secretaria, foram 31 casos e seis mortes.

Imunização
Dados da Secretaria de Saúde apontam que 465 mil pessoas foram vacinadas contra gripe no DF entre os dias 23 de abril e 23 de maio. O número representa 82% do pretendido, superando a meta, que era de 80%. A campanha foi prorrogada uma vez.
A proposta era voltada para crianças entre 6 meses e 5 anos, gestantes, idosos, presidiários, pessoas com doenças crônicas, trabalhadores de saúde e indígenas.  A vacina protege contra três subtipos do vírus da gripe: H1N1, H3N2 e influenza B.  (G1 DF)
Leia Mais....

Do Alto da Torre Eduardo Brito (30/07)


Ceilândia terá a sua Cidade do Automóvel
Importante polo revendedor de veículos seminovos e usados, a região entre a Ceilândia Norte e o Setor O se prepara para dar um salto de qualidade. Ainda este ano, o segmento ganhará um setor exclusivo. Já batizada de Cidade do Automóvel de Ceilândia, a área fica na QNM 26, próximo à Caesb, às margens da BR 070. A decisão foi anunciada por Agnelo Queiroz, candidato à reeleição pela coligação que inclui PT e PMDB, durante comemoração dos 19 anos da abertura da primeira agência na região.  

Wilson Lima na operação retorno 
Por mais que se fale de renovação, a cada vez que chega a hora de votar ressurgem antigas imagens. Quem se lembra de Wilson Lima (foto), o presidente da Câmara Legislativa que assumiu o Buriti quando o então vice-governador Paulo Octávio renunciou, tentou permanecer no cargo e em função disso tornou-se inelegível e não retornou à cadeira de deputado? Pois Wilson Lima está de volta. Tenta agora o que pode ser seu quarto mandato. Trocou de visual — está bem mais magro — e de partido. Já pertenceu ao Prona, ao PR e agora está no PMDB.


Culpa das legendas 
Não é só Wilson Lima que, após um período de ausência, tenta retornar à Câmara Legislativa. A ex-deputada federal Maninha, que também já foi distrital, tenta ultrapassar o quociente eleitoral para dar uma cadeira ao PSOL. Da mesma forma, Raimundo Ribeiro, hoje no PSDB, chegou a ser proclamado eleito quatro anos atrás, mas acabou perdendo a cadeira por mágicas da matemática eleitoral. Os dois ficaram entre os 24 mais votados — Maninha foi 21ª e Ribeiro o 23º — mas não se elegeram por conta das legendas. 


Amarga suplência 
Também tentam o regresso outros antigos distritais que ficaram de fora na legislatura passada. É o caso de José Matildes Batista, que tenta reativar o nome eleitoral de Batista das Cooperativas. Na eleição passada mal passou dos 7 mil votos, ficou atrás até de Pedro do Ovo e amargou a terceira suplência de uma bancada de apenas um distrital, Agaciel Maia. Não está de cara nova, como Wilson Lima ou Aguinaldo de Jesus, mas de partido novo. Era do PRP e agora concorre pelo PPL, o partido do antigo MR-8.



De cara nova 

Aguinaldo de Jesus, que chegou a ser secretário de Esportes, mas nem disputou a eleição passada está, sim de cara nova. Raspou de vez o bigode. Também tem partido novo, o PMDB. Outros antigos distritais que buscam o retorno são Doutor Charles e Milton Barbosa. Também eles trocaram de legenda. 

Samambaia cadastra e alimenta ganeses

A Administração Regional de Samambaia está fazendo o que pode para enfrentar o problema representado pelos ganeses que não querem retornar ao seu país. A cidade virou o maior núcleo de ganeses em todo o País. Funcionários da administração cadastram a turma, entregam cestas básicas, mas se depararam com um desafio muito maior do que imaginaram. Já cadastraram dezenas e sempre aparecem mais. Até agora se desconhece o total de candidatos ao refúgio.

Só a ponta do iceberg 

Em tempo: é bobagem acreditar que se tratam de ganeses que vieram torcer por seu país na Copa do Mundo e decidiram ficar por aqui. A chegada de ganeses já ocorre há tempos e eles têm vários pontos de entrada, a maior parte via São Paulo. De lá vêm para Samambaia, que ninguém é de ferro. Problemas adicionais são a dificuldade para se comunicar — a maioria não fala português — e o horror que lhes inspira a eventual presença de funcionários da embaixada de Gana. Que, para complicar ainda mais, não têm a menor vontade de se envolver com o assunto.

Ponto de partida para a campanha 

Mais de 400 pessoas apareceram na festa (foto) que marcou o lançamento da campanha do empresário Bruno Bontempo para uma cadeira de deputado distrital. Estiveram lá o ex-governador José Roberto Arruda, candidato a governador, e o senador Gim Argello, que concorre à reeleição. Com 33 anos, Bruno Bontempo tem apoios entre os jovens e entre o empresariado brasiliense, além de mensagem trabalhista. Filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro, integra a coligação PR-PTB para a Câmara Legislativa.  

Contando cartazes 

Candidato a deputado federal pelo DEM, o ex-secretário Alberto Fraga agora deu para contar cartazes. Ontem mesmo contou 54 cavaletes do presidente do PT, Roberto Policarpo, no canteiro direito do Eixão Norte, direção Lago Norte-Rodoviária. Fez o mesmo percurso em sentido inverso. No canteiro oposto, eram 60. Conclusão de Fraga: os candidatos petistas estão gastando bastante na campanha.
 
Tá falado
 
"Quando vejo todos os cartazes do ex-secretário Rafael Barbosa, o milionário desta eleição, não posso deixar de reparar na ausência do nome do governador Agnelo Queiroz, que tenta a reeleição. Nem deixar de pensar: é como um filho tentar esconder um pai", Alberto Fraga, presidente regional do DEM
Leia Mais....

Wilson Lima na operação retorno

Por mais que se fale de renovação, a cada vez que chega a hora de votar ressurgem antigas imagens. Quem se lembra de Wilson Lima (foto), o presidente da Câmara Legislativa que assumiu o Buriti quando o então vice-governador Paulo Octávio renunciou, tentou permanecer no cargo e em função disso tornou-se inelegível e não retornou à cadeira de deputado? Pois Wilson Lima está de volta. Tenta agora o que pode ser seu quarto mandato. Trocou de visual — está bem mais magro — e de partido. Já pertenceu ao Prona, ao PR e agora está no PMDB. (fonte: do alto da torre) foto: nossogama.com.br
Leia Mais....

Pesquisa: Arruda lidera no segmento evangélico

terça-feira, 29 de julho de 2014
O Instituto Directa realizou pesquisa de intenção de votos apenas junto ao segmento evangélico, para todos os cargos eletivos no DF. Foram entrevistadas 1.020 pessoas de várias igrejas evangélicas de todo o Distrito Federal. O levantamento foi realizado entre os dias 17 e 22 de julho. 
Na pesquisa espontânea o candidato José Roberto Arruda lidera com 6% das intenções de votos, seguido de Agnelo Queiroz, com 3,3%, Joaquim Roriz com 2,3% (mesmo fora da disputa), Luiz Pitiman  com 1,2% e Toninho do Psol aparece com  1%. O que mais impressiona é o número de indecisos, que de acordo com a pesquisa chega a 81%.
Pouca fé em Agnelo?!?
Já na estimulada, o governador Agnelo Queiroz figura apenas no quarto lugar.
Confira, abaixo todos os números nos dois cenários, espontânea e estimulada.

Espontânea 
José Roberto Arruda 6% 
Agnelo Queiroz 3,6 
Joaquim Roriz 2,3
Rodrigo Rollemberg 2,5
Luiz Pitiman 1,2 
Toninho do Psol 1
Não Sabem 81,6
Brancos e Nulos 1,8 

Estimulada 
José Roberto Arruda 19,5% 
Rodrigo Rollemberg 15,5%
Toninho do Psol 8,7%
Agnelo Queiroz 8,3 
Luiz Pitiman 4,9
Perci Marrara 0,1 
Não Sabem 28,2
Brancos e Nulos 8,6 

A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do DF(TRE-DF)  com o número DF-00023/2014
Fonte: blogradiocorredor.com.br
Leia Mais....
 
BLOG DO PASTOR RONNE © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot