O deputado Patrício defendeu, na manhã desta quinta-feira, que tramite na Câmara Legislativa projeto que trata do plano de cargos e salários dos técnicos da Saúde em conjunto com o dos médicos, anunciado pelo GDF na semana passada. Em pronunciamento durante assembleia da categoria no auditório da LBV, na Asa Sul, o deputado lembrou que é necessário tratar com isonomia todas as carreiras da saúde pública do DF.
Articulador político do governador Agnelo, o deputado Patrício tem tratado de temas relacionados às reivindicações de servidores de diversas categorias e prometeu interceder junto a ele em favor do plano de carreira dos técnicos. “É preciso que todos os trabalhadores estejam unidos porque não é justo a carga horária ser diferente entre os servidores. Trabalhei para eleger este governo porque acredito nos seus ideais e não fujo à luta. Assim como vencemos com a aprovação da GATA, vamos travar esta luta para sairmos vitoriosos”.
“Aprovamos o pacote da saúde em tempo recorde, no início de 2011, para que o governo tivesse condições de realizar projetos urgentes na área que considera prioritária. Fizemos o nosso papel e tratamos com isonomia, respeito e transparência o setor que precisava de melhorias de imediato. Agora, com a casa organizada, é preciso discutir em conjunto melhorias para todos os servidores, num tratamento baseado na dignidade, igualdade e respeito”, defendeu o deputado.
A assembleia dessa quinta, organizada pelo SindSaúde, contou com a presença de mais de 500 servidores, que cobram do governo negociações para a implantação de um plano de carreira que contemple a categoria. Durante o encontro, a categoria decidiu deflagrar a partir de 5 de junho movimento de paralisação, com realização de assembleia geral em frente ao Palácio do Buriti. Entre os dias 5 a 12 de junho, estão previstas paralisações esporádicas e, de 13 a 15 está programada paralisação geral, inclusive no atendimento de emergência dos hospitais.