• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Bem Informado Ninguém é Enganado

Bem Informado Ninguém é Enganado

Jovem é assassinado a tiros no Gama nesta quinta (14/12) Vítima foi abordada e atingida por diversos disparos. Caso é investigado pela 20ª DP

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017
Reprodução
REPRODUÇÃO
Um jovem ainda não identificado foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (14/12), na Quadra 11 do Setor Oeste do Gama. Segundo informações preliminares, a vítima foi abordada e atingida com vários disparos, vindo a óbito no local.
Até a última atualização desta reportagem, ninguém havia sido preso. A motivação do crime também não era conhecida.  A perícia da Polícia Civil foi acionada e a 20ª DP (Gama) investiga o caso.                                                                                               https://www.metropoles.com/
Leia Mais....

PT estuda cenário de eleições sem Lula

FOTO: RICARDO STUCKERT
Após confirmação da data do julgamento do recurso apresentado pela defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o dia 24 de janeiro de 2018, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) de Porto Alegre, o PT passou a reavaliar o cenário envolvendo a candidatura de Lula. O partido viu aumentar as chances de condenação do ex-presidente na Corte de apelação, o que pode torná-lo inelegível por um determinado período a partir do ano que vem.  
Para o PT, a possibilidade mais concreta de Lula ser candidato é recorrendo a instância como o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o Supremo Tribunal Federal (STF).
Por enquanto não se fala dentro do partido em substituir Lula por outro candidato. Porém, alguns dirigentes, ressaltam que, se há um ponto positivo no calendário do TRF-4, é o fato do julgamento ter início oito meses antes da eleição, tempo para o partido articular e trabalhar um novo candidato, que pode ser Fernando Haddad ou Jacques Wagner.                         http://www.alo.com.br
Leia Mais....

Reconhecimento

Na CLDF, assessores de distritais elegeram Lira como o “Trapalhão do Ano”, devido ao show de estranhos comentários, propostas e atitudes do parlamentar durante o ano de 2017. O distrital de São Sebastião derrapou muito em 2017 e ainda inventou uma CPI  que causou enorme dor de cabeça ao governo e cujo relatório final, escrito por Lira, foi considerado uma peça extraordinariamente ridícula que foi duramente criticada pela imprensa e até mesmo por colegas na Câmara Legislativa. Lira não gosta de ouvir conselhos. Reeleição comprometida.




Fonte: Donny Silva
Leia Mais....

Juraci Tesoura De Ouro Se Filia Ao PTB E Será Candidato A Deputado Federal

Juraci e Monzini: juntos no PTB e candidatos em 2018 para renovar a política no DF
Na noite desta quinta-feira (14), o empresário Juraci Tesoura de Ouro se filiou ao PTB. Ele será candidato a deputado federal em 2018. O auditório da Associação Comercial do DF ficou lotado de amigos e familiares de Juraci que compareceram para prestigiar o evento.
Entre os presentes, a competente e simpática presidente do PTB-Mulher, Roberta Monzini, pré-candidata a deputada distrital.
Juraci Tesoura de Ouro foi muito aplaudido e recebeu o apoio do presidente regional do PTB, Alírio Neto.                                                                           http://donnysilva.com.br
Leia Mais....

Robério Negreiros chama Agaciel Maia de sonso e parlapatão

A oposição e a base do governo ainda brigam para chegar a um acordo sobre aprovação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2018 na Câmara Legislativa do DF. Agaciel Maia (PR), líder do Governo na Casa, chamou Robério Negreiros (PSDB-DF), de traidor na votação da última quarta-feira.
Robério não deixou por menos, em meio aos debates acalorados, o parlamentar chamou Agaciel, de sonso e parlapatão.
Na ocasião, o plenário rejeitou uma emenda de Agaciel ao PLOA para permitir o remanejamento de R$ 1,2 bilhão do Instituto de Previdência Social (Iprev) dos servidores públicos de Brasília para usar em obras e nomeações. O pleito terminou empatado após Robério ter votado de acordo com a oposição, o que irritou Agaciel e gerou os comentários sobre traição.
“Não existe articulação política nessa Casa. Entre ser um Agaciel sonso e um Robério verdadeiro, eu prefiro continuar sendo eu”, disparou o tucano, ao tomar a palavra.
Maia disse não querer “baixar o nível” para bater boca com o colega e não alterou o tom de voz, mas rebateu. “Não preciso adjetivá-lo, deputado, porque todo mundo sabe quem é Robério Negreiros”, disse.
A sessão foi retomada após o destempero, ainda sem acordo para votar a Lei Orçamentária. A base do Governo não compareceu ao plenário por enquanto, e os oposicionistas acusam o Buriti de ser covarde e se recusar a avançar a matéria.

Entenda o caso

O deputado distrital Agaciel Maia (PR) não esqueceu a derrota dada como certa na última disputa pela presidência da Câmara Legislativa. Depois que o deputado Robério Negreiros (PSDB) mudou o voto e escolheu Joe Valle (PDT), dando a presidência ao parlamentar do PDT.             http://www.tudooknoticias.com.br
Leia Mais....

LULA DEVE SER MONITORADO PELAS AUTORIDADES PARA EVITAR SUA FUGA

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017
AUTORIDADES JÁ MAPEARAM ‘ROTAS DE FUGA’ DO EX-PRESIDENTE LULA
Fonte: Diário do Poder
Leia Mais....

Projeto De Lei Que Proíbe Amianto No DF É Aprovado Na CLDF

Quando for sancionado, o Projeto de Lei nº 763/2015, vai proibir, no Distrito Federal, o uso, a industrialização e a comercialização de produtos com amianto ou asbesto, material usado na fabricação de telhas onduladas, chapas de revestimento e caixas d’água. A iniciativa é do Deputado Bispo Renato Andrade e tem como objetivo a preservação da saúde de pessoas expostas a estes produtos. Estudos comprovam que a substância é cancerígena, provoca problemas respiratórios graves e causa danos ao meio ambiente. A proposta foi aprovada em plenário, na Câmara Legislativa, nesta terça (12).
Bispo Renato defende que os estados da Federação precisam ter suas legislações locais, para fixar normas de fiscalização para o cumprimento da lei federal. “Os estados precisam se adaptar da melhor forma, para que a lei federal seja cumprida em sua totalidade. Neste caso, da proibição do amianto, é de suma importância que haja fiscalização por parte dos poderes, pois a saúde da população está correndo risco”, argumenta.
Segundo o texto do PL, a proibição não vai incluir materiais que já estejam em uso na data da publicação da lei, desde que não sejam objeto de industrialização ou comercialização. Além disso, o descumprimento da proibição acarretará na aplicação de punições previstas na Lei Federal 6.437/1977, que vão desde advertências, cancelamento da autorização de funcionamento do estabelecimento, até sanções civis e penais.
Diversos países proíbem o uso do amianto. A União Europeia proíbe qualquer utilização do produto, bem como sua extração, desde 2005. Na América do Sul, a substância é proibida na Argentina, no Uruguai e no Chile.
Decisão do STF
Na última quarta (29), o Supremo Tribunal Federal proibiu, por 7 votos a 2, o uso da substância no país. Os ministros consideraram inconstitucional um artigo da Lei Federal 9.055/1995 que permitia o uso controlado do material.
Bispo Renato explica ainda que, pelo entendimento do Supremo, os estados não poderão normatizar leis que permitam a utilização ou produção do amianto. “O amianto é extremamente perigoso para a saúde e, portanto, sua utilização precisa ser diminuída até ser totalmente extinta”.
Com a aprovação da Câmara Legislativa, a proposta aguarda apenas a sanção do governador para valer como lei no Distrito Federal.                          http://donnysilva.com.br
Leia Mais....

Em segundo turno, Câmara Legislativa do DF aprova IPTU e IPVA para 2018

Foto: Carlos Gandra/CLDF
A Câmara Legislativa do DF, em sessão extraordinária nesta quarta-feira (13), aprovou o Projeto de Lei (PL) 1807, que estabelece os valores venais para lançamento do IPTU em 2018, em segundo turno e redação final. O índice de correção será de 1,94%, ante os 3,68% propostos pelo governo. A correção leva em conta o índice mais recente do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).
Já o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) seguirá os valores da Tabela Fipe, elaborada pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas. A previsão do governo é arrecadar com esse tributo um total de R$ 985,2 milhões. O PL 1808, que trata do IPVA, foi aprovado em segundo turno e redação final. Ambos seguem para a sanção do governador.                                      Jornal de Brasília
Leia Mais....

Homem invade casa e estupra jovem no Gama

Suspeita é de que o homem tenha entrado pela porta dos fundos. Foto: Lucas Móbille
Jéssica Antunes
jessica.antunes@grupojbr.com
Manhã de quarta-feira: uma mulher de 26 anos sai de casa, no Gama, para pagar contas e, quando volta, é surpreendida. Dentro da residência aparentemente vazia havia um homem desconhecido, que pulou o portão e se escondeu no banheiro. Ameaçada, intimidada, com uma arma apontada para si, ela é violentada com o rosto tampado por um pano. Esse tipo de crime, o estupro, é o que mais cresce no Distrito Federal.
Diz a lei
  • O Código Penal brasileiro tipifica o estupro no artigo 213, como um dos crimes contra a dignidade sexual. A conduta prevista na lei estabelece que o estupro ocorre quando a pessoa é constrangida, mediante violência ou grave ameaça, a ter conjunção carnal ou a praticar ou permitir que com ele se pratique outro ato libidinoso. A pena pode chegar a 30 anos de reclusão.
  • O Superior Tribunal de Justiça entende que esse tipo de crime é considerado hediondo. Em agosto, o Senado Federal aprovou uma Proposta de Emenda Constitucional que prevê transformar o crime de estupro em inafiançável e imprescritível. Hoje, a validade varia de acordo com o tempo de pena e pode chegar a 20 anos. Agora, a PEC tramita na Câmara dos Deputados.
Ao Jornal de Brasília, a irmã da vítima contou que o homem estava armado e disse que a mataria. No momento do crime, ele teria falado que pulou o muro em fuga de um homicídio praticado em Santa Maria. “Pediu um cigarro porque queria se acalmar. Como ela não tinha, ele a estuprou e disse que se denunciasse ele voltaria para matá-la”, relatou. Tudo aconteceu em plena luz do dia, entre 8h30 e 9h, na Quadra 8 do Gama Oeste, e a suspeita é que ele tenha entrado em casa pela porta de trás.
Segundo familiares, a mulher está traumatizada, em estado de choque, e não deve voltar para a residência. Ontem, ela passou pelo Hospital Regional do Gama, onde foi medicada, e fez exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). O suspeito fez uma ligação do celular da vítima e, segundo informações obtidas pela reportagem, a polícia busca quebrar sigilo para identificar o dono do número discado.
Chorando, nervosa e trêmula, a vítima buscava socorro na rua quando se deparou com uma mulher que passava no local. “Ela mal conseguia ficar em pé. Disse que foi pagar uma conta e, quando voltou e abriu a porta, o rapaz estava dentro do banheiro. A porta da casa não tranca, é um perigo. Na hora, o rapaz já havia fugido”, contou, ao JBr., a senhora de 56 anos que sequer mora nas redondezas.
Vizinho de muro da vítima, um rapaz de 27 anos diz não ter escutado barulho no momento do crime, quando estava adormecido. “Meu quarto divide a parede com a casa dela, mas acordei com o barulho da polícia”, conta.
De acordo com o orientador social, que também pediu para não ser identificado, o perigo da região assusta: “Há menos de dois meses morando aqui, quase fui sequestrado e os registros de assaltos são constantes. A segurança é precária”.
Crime em alta
A jovem é mais uma entre os casos de estupro que explodiram neste ano na capital. De janeiro a novembro, houve 626 ocorrências no DF, um aumento de 13,6% se comparado ao mesmo intervalo de 2016. Ao mesmo tempo, foram registrados mais de 817 casos que podem ter ocorrido em outros anos. Esse índice corresponde um crescimento de 34,5% na quantidade de boletins de ocorrência. O número tende a ser subnotificado: estudos indicam que apenas 10% das violações são denunciadas.
SAIBA MAIS
  • Imagens de câmeras de segurança de residências nas redondezas por onde o suspeito pode ter passado devem ser usadas para auxiliar na identificação do autor do crime.
  • Apesar de o homem ter alegado que fugia de um homicídio recém-praticado em Santa Maria, as polícias Civil e Militar não registraram nenhuma ocorrência do tipo na noite ou manhã anterior ao episódio.
  • A PMDF diz que fez varredura e alertou todas as equipes das proximidades em relação ao crime. O caso foi registrado na 20ª Delegacia de Polícia, a menos de um quilômetro da residência, mas a PCDF não passou detalhes da ocorrência ou do andamento das investigações.
Leia Mais....

Espancado na rua, jovem está em coma e família não tem nenhuma pista sobre crime

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
Foto: Arquivo Pessoal
Raphaella Sconetto
raphaella.sconetto@grupojbr.com
A família do músico João Paulo Carvalho de Sousa, 30 anos, vive uma angústia há dez dias. O homem está internado em estado grave depois de ter sido agredido quando chegava em casa, de bicicleta, no Sudoeste. A autoria do delito é desconhecida, e a vítima, quem poderia dar alguma pista sobre o caso, está desacordada, internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base com traumatismo craniano. O caso é um mistério para a família, que pede ajuda para solucionar o crime.
Segundo a mãe do músico, Vera Lúcia de Oliveira, 65 anos, João Paulo voltava de um bar na Asa Norte, onde seu amigo acabara de fazer um show, às 4h. “O colega chegou a oferecer carona, mas ele disse que não precisava. Faltando 800 metros para chegar à casa dele, aconteceu tudo isso. A princípio eu achei que ele estava machucado por conta de uma queda da bicicleta, mas quando chegamos ao hospital o médico foi fazer a sutura e avisou que era espancamento”, conta.

Família não acredita que criminoso tinha a intenção de roubar João. Foto: Arquivo Pessoal
Os primeiros socorros foram prestados por dois homens que faziam uma entrega próximo ao hospital Maternidade Brasília, no Sudoeste – local perto de onde o rapaz foi agredido.
“Eles pegaram o telefone no bolso do meu filho e me ligaram para avisar que João Paulo estava no chão, ensanguentado. Só que antes, acho que ligaram para o Samu porque quando eu e meu esposo chegamos, a ambulância já estava levando para o hospital”, acredita a aposentada.
Na opinião dos parentes, a hipótese de tentativa latrocínio – roubo seguido de morte – é a menos provável. “Não roubaram a bicicleta, carteira, nada. Só o celular que estava um pouco quebrado”, afirma Vera. A única certeza da mãe é de quem agrediu o filho queria que ele morresse. “O estrago que fizeram não mostra um simples espancamento”, lamenta.
A falta de informações sobre o caso preocupa a família, que busca uma motivação para o crime. “Foi difícil registrar boletim de ocorrência porque não temos informações suficientes. Mas de qualquer forma registramos. Fiquei sabendo que foram atrás de câmeras de segurança, mas não sei a que ponto está a investigação da Polícia Civil”, critica. “Não sei o motivo que levou essa pessoa a fazer isso com meu filho. Ele é uma pessoa de paz, que não tem inimizades. Ninguém está entendendo até agora o que aconteceu”, completa, emocionada.
O estado de saúde de João Paulo é crítico. Ele está em coma na UTI do Hospital de Base e já passou por uma cirurgia na cabeça para aliviar a pressão do inchaço do cérebro após o traumatismo craniano.
“O médico me disse ontem (segunda-feira) que começaria a tirar a sedação para ver como ele reage. Está uma coisa horrível, não tem um lugar sem ponto”, lamenta Vera.
A esperança da mãe é de que ele está vivo e há chances de melhora. “Já chorei tudo que tinha para chorar. Agora é esperar. É um dia após o outro. Ele vai sair dessa. Ainda tivemos sorte, porque no outro caso (o do doutorando Arlon Fernando da Silva) o rapaz morreu e meu filho ainda está vivo”, conclui.
Segunda vítima em menos de uma semana
A menos de três quilômetros e cinco dias depois do ataque ao músico, o doutorando da Universidade de Brasília (UnB) Arlon Fernando da Silva, 29 anos, foi assassinado com quatro facadas, na quinta-feira passada, no Eixo Monumental. O crime é tratado como latrocínio – roubo seguido de morte -, já que a bicicleta dele foi roubada.
Árvores no Eixo Monumental começaram a ser podadas. Foto: Breno Esaki
A Polícia Civil trabalha com quatro possibilidades para tentar identificar o suspeito. A primeira envolve o menor de 14 anos que inicialmente confessou ter matado a vítima para roubar a bicicleta. No entanto, ao ser confrontado com perguntas e elementos da investigação, ele mudou a versão dos fatos. Apesar de ter sido liberado, o adolescente ainda está sendo monitorado. No depoimento, ele apontou outro comparsa, que está na segunda linha de investigação.
O terceiro suspeito é um homem que deu entrada no Hospital de Base no mesmo dia, com um corte na mão. Ele afirmou na unidade de saúde que teria sido assaltado. As coincidências fizeram com que o homem passasse a ser investigado.
A última linha leva a um morador do Paranoá, que foi denunciado anonimamente por ter envolvimento com outros crimes.
Segurança na área
A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) está podando as árvores ao longo da ciclovia do Eixo Monumental. Já a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinesp) fará uma vistoria para iniciar estudos sobre projetos de melhoria da iluminação.
“Vale ressaltar que a iluminação pública de todo o Eixo Monumental foi revitalizada em 2014, antes dos jogos da Copa do Mundo. Com isso, a região ganhou 690 postes com lâmpadas em LED, de 300 watts, aumentando a claridade. Nas áreas de calçadas, essa iluminação é reforçada com outras luminárias de 60 watts, permitindo uma luminosidade maior”, alega a Novacap, em nota.                                                                                 Jornal de Brasília
Leia Mais....

Na Corrida Ao Buriti, Alírio Sobe E Empata Com Frejat

Ainda sobre a pesquisa Exata OP encomendada pelo Sindireta para avaliação interna, dois fatos causaram frustração e alegria a  políticos do DF.
Segundo informações, o deputado distrital Chico Leite (REDE) aparece em terceiro lugar na pesquisa para o Senado, enquanto Alírio Neto (PTB) aparece empatado tecnicamente com Jofran Frejat, com 6,0 pontos percentuais. Arruda aparece disparado com 17,9.
Já Alberto Fraga (DEM) despencou, assim como Izalci Lucas (PSDB). Ambos concorrerão à reeleição para deputado federal. Até lá, ainda dirão que são candidatos ao Buriti.
Pelo cenário, o delegado aposentado e ex-deputado distrital Alírio Neto (PTB) disputaria o segundo turno com Rodrigo Rollemberg (PSB).



Fonte: Donny Silva
Leia Mais....

Zenóbio Rocha Assume O Comando Do PSC-DF

Conhecido ativista politico no DF, Zenóbio Rocha assumiu o comando do PSC-DF, para que Daniel de Castro, pastor e advogado, possa se dedicar integralmente à campanha de deputado distrital no próximo ano.
Rocha e Castro são amigos há mais de 30 anos mas estão divididos quando o assunto é a disputa majoritária. Enquanto Daniel de Castro apoia intensamente a candidatura de Wanderley Tavares (PRB) ao Buriti, Zenóbio Rocha apoia a candidatura de Izalci Lucas (PSDB).


Fonte: Donny Silva
Leia Mais....

Suposto assaltante é encontrado morto após invadir chácara no DF

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

PMDF/Divulgação
O corpo de um homem foi encontrado no meio da Rua da Igreja, em frente à chácara 8, na Ponte Alta do Gama, por volta das 7h desta segunda-feira (11). A suspeita é de que o corpo seja de um assaltante.
Segundo a Polícia Militar, por volta das 3h30, dois homens tentaram invadir uma chácara e efetuaram dois disparos contra o proprietário do local. A vítima foi alvejada no braço e nas nádegas. De acordo com a PM, o homem foi socorrido pela esposa e levado ao Hospital Regional do Gama (HRG), sem risco de morte.
O corpo do suposto assaltante foi localizado a 300 metros da chácara atacada. Por volta das 9h30, o cadáver ainda estava na via aguardado a perícia da 20ª Delegacia de Polícia (Gama). Em princípio, não há informações sobre quem teria matado o rapaz.                       Jornal de Brasília
Leia Mais....

ALIADOS DE ROLLEMBERG DISPUTAM O CONTROLE POLÍTICO DO CORPO DE BOMBEIROS DO DF

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Nunca na história do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal a disputa política, para indicar o próximo comandante, foi tão acirrada como vem acontecendo nos últimos dias onde muitos padrinhos políticos, de olho nas eleições do próximo ano, se articulam para colocar seus prepostos  na cadeira número 1 do Comando Geral  da corporação. A troca de comando está marcada para acontecer no dia 17 de janeiro do próximo ano

Por Toni Duarte
Em uma reunião ocorrida na última quinta-feira (07/12), no Clube dos Oficiais do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, o deputado distrital Agaciel Maia (PR) garantiu que o próximo comandante da corporação seria o Coronel Moura, a quem concedeu em outubro passado o pomposo Título de Cidadão Honorário de Brasília em uma sessão solene na Câmara Legislativa do Distrito Federal.

Agaciel Maia ( no centro da foto) que é o líder do governo de Rodrigo Rollemberg cobra uma fatura pesada por tudo que tem feito na defesa do governo na CLDF e que provavelmente o governador vai ter que pagar.
Em 2014 no período eleitoral o então candidato Rollemberg, para conquistar os votos da tropa,  jurou de pés juntos que se elegesse  governador não aceitaria nenhuma ingerência política na escolha do  Comando do Corpo de Bombeiros. Relembre assistindo  o vídeo a baixo.

Não será a primeira e nem a última promessa que Rollemberg deve quebrar durante o seu combalido e desgastado governo socialista. Todos sabem que ele não cumpre o que diz a não ser pela abominável troca do “toma-lá-dá-cá”.
O Coronel Wellington Moura e Silva, da ajudância geral do CBMDF, apadrinhado de Agaciel, surge como forte candidato a sentar-se na cadeira do atual comandante Hamilton Santos Esteves Júnior que deixa o comando em fevereiro por atingir a compulsória.
Um grupo de oficiais já dá isso como favas contadas e já comemoram antes a indicação de Moura como ocorreu em um encontro com Agaciel Maia, ocorrido no último sábado no Park Way.
No entanto, tem os que acreditam que, na ordem natural, quem substituirá Hamilton Júnior é o subcomandante da corporação, Coronel Luiz Cláudio Barbosa Castro (foto), que tem como padrinho político o suplente de deputado do PSB, partido do governador, Roosevelt Vilella (na foto).
Vilella é Bombeiro Militar, foi presidente do Clube dos Subtenentes e Sargentos do CBMDF e conta com o apoio do PSB-DF por ser importante membro da executiva do partido do governador Rollemberg.
Nos bastidores há quem diga que o bombeiro  Roosevelt estaria disposto a abandonar o governador e o seu partido, caso o civil Agaciel Maia consiga emplacar o seu afilhado no comando da corporação.
No entanto, algumas vozes contrárias afirmam que  Roosevelt não tem essa coragem e que vai ter que engolir o indicado de Agaciel.
O vice-governador Renato Santana, o faísca, por sua vez, também corre por fora de forma silenciosa e acredita que pode emplacar um afilhado, mesmo tendo o PSD, partido do qual faz parte, rompido no mês passado com Rollemberg. Ninguém consegue explicar como ele pretende alcançar tal façanha.
Até o chefe da Casa Militar do governo de Brasília, o coronel PM Cláudio Ribas tenta emplacar um indicado para aumentar o seu poder de fogo dentro das chamadas forças de segurança do DF.
Quem não tem padrinho político se agarra como pode para comandar a prestigiosa centenária instituição militar.
Se tem candidatos se apadrinhando com políticos na tentativa de virar Comandante Geral do CBMDF, em fevereiro próximo, existem outros que preferem marcar distancia como é o caso do Coronel Edwin Aldrin Franco de Oliveira, presidente do Clube de Oficiais que trabalha a sua própria indicação solitariamente.
Para alguns dos seus chegados, o nome de Franco contempla a tropa e que seria uma alternativa caso o governador resolva não aceitar, conforme prometeu a influência política eleitoreira dentro do Corpo de Bombeiros. Outros são de opinião que Franco não tem nenhuma relação com os praças  que formam a base do CBMDF, além de que  ninguém chega lá sozinho.
A briga de foice no escuro empreendida por várias correntes querendo o comando geral da Instituição Militar pode não surtir o efeito esperado por aqueles que desejam cabalar os votos dos mais de 4 mil praças e de seus familiares nas eleições do próximo ano.
Coronéis podem até mandar em soldados, cabos, sargentos e subtenentes dentro dos  quarteis, mas, fora deles, não tem autoridade alguma de obrigar ou  botar cabresto na “praçaiada” para que vote em seus  padrinhos políticos.
E tem mais: como promessa é dívida a tropa está disposta a lascar  com Rollemberg se ousar transformar o CBMDF em curral eleitoral de quem quer que seja.                                                       http://www.radardf.com.br
Leia Mais....

ELEIÇÃO DIRETA PARA ADMINISTRADOR NO DF É MAIS UMA ENGANAÇÃO. SAIBA POR QUÊ

Embora tenha sido uma promessa de campanha de Rollemberg em promover eleições diretas para os administradores regionais, no entanto todos foram nomeados, por meio do loteamento político.

A escolha de um candidato pelo processo de lista tríplice não é eleição direta como faz crer o projeto de lei aprovado nesta quarta-feira (6), pela Câmara Legislativa do Distrito Federal, que propõe eleição direta para administradores regionais. A proposta de autoria de Chico Vigilante (PT), segue para sanção do governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB).

Por Toni Duarte
Nas histórias dos governos do Distrito Federal, se teve alguém que chegou a nomear administradores  regionais por meio da  escolha popular, como determina o artigo 10 da Lei Orgânica do DF, que estabelece a criação de regras para a participação popular, foi o ex- governador Joaquim Roriz. E só.
Embora tenha sido uma promessa de campanha de Rollemberg em promover eleições diretas para os administradores regionais, no entanto todos foram nomeados, por meio do loteamento político, uma velha e abominável prática em que o governador de plantão usa a maquina pública como moeda de troca em busca do apoio politico.
A regra aprovada pela Câmara Legislativa na tarde de ontem não se trata de eleição direta como o texto faz crer, embora qualquer eleitor inscrito na seção eleitoral da região administrativa poderá participar do pleito.
De acordo com o texto, após a votação, será criada uma lista com os dez candidatos mais bem votados. Em seguida, o governador deverá nomear para o cargo de administrador regional um dos três concorrentes com maior número de votos.
“Esse projeto de lei aprovado pela CLDF, não se trata da criação do processo de eleição direta, onde quem ganha é aquele que tira mais votos. O projeto de lei cria tão somente o processo de escolha popular dando a alternativa ao governador para escolher entre os três mais votados. Esse processo chama de  lista tríplice que nem precisa de uma lei para ter sido usado pelo governador Rodrigo Rollemberg durante a sua gestão”, disse George Oliveira, advogado especialista em direito eleitoral, consultado por Radar.
O que diz o advogado é reiterado pelas lideranças do Jardim Botânico que em 18 de dezembro de 2014, durante o governo de transição do governador eleito Rodrigo Rollemberg, convocou a comunidade para realizar a escolha popular para o futuro administrador da cidade.
Cerca de dez candidatos se escreveram. A lista dos três nomes mais votados foi entregue ainda no  governo de transição,  ao  hoje Secretário das Cidades, Marcos Dantas.
No entanto, o governador fez diferente do que reivindicava a comunidade: tentou acabar com a administração do Jardim Botânico. Só não conseguiu o intento por causa da forte reação dos moradores que realizaram ato de protesto e deram um nó no trânsito em cima da Ponte JK. Rollemberg recusou, mas até hoje pune a cidade condominial mantendo na sua administração regional  um administrador interino.
Vale lembrar que a participação popular é um requisito imposto pela Lei Orgânica do Distrito Federal na escolha de administradores regionais e tem o fim de concretizar o Estado Democrático na sua plenitude.
Em 2013, o Conselho Especial do Tribunal de Justiça do DF, determinou que o então  governador Agnelo Queiroz (PT), encaminhasse em 18 meses um projeto de lei ao Legislativo que regulamentasse a forma como a população poderia participar do processo de escolha.
Rollemberg espalhou em suas “rodas de conversas” que promoveria eleição direta para administrador, mesmo sabendo que a promessa se tratava apenas de uma falácia inconstitucional.
Ainda no mandato de senador, Rollemberg apresentou a Proposta de Emenda à Constituição n° 29, de 2011 com o objetivo de alterar os arts. 14 e 32 da Constituição Federal, para estabelecer a elegibilidade dos cargos de Administrador Regional do Distrito Federal.
No entanto, o projeto foi esquecido pelo próprio autor tão logo tomou posse como governador do DF em janeiro de 2015.                   http://www.radardf.com.br
Leia Mais....

Flávia É Arruda

Inaugurada no Facebook  a página de Flávia Arruda, esposa do ex-governador José Roberto Arruda. A página oficial dela já conta com mais de 3 mil seguidores e não para de crescer. No alto da página, o título já avisa: Flávia é Arruda. Que ninguém tenha dúvida disso!


Fonte: Donny Silva
Leia Mais....

Morre O Apóstolo Jurandir Magalhães

Faleceu neste fim de semana, o querido Apóstolo Jurandir Magalhães, conhecido líder evangélico de Ceilândia e região. Deixa viúva, filhos e muitos amigos e admiradores de seu trabalho.                                                                                 http://donnysilva.com.br
Leia Mais....
 
NOSSOGAMA.COM.BR © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot