• ESSA É A NOSSA SORVETERIA -Q 22 LT 49 S OESTE-GAMA
  • O NOSSO TEMPERO CONQUISTA
  • PRAÇA 02 Setor Sul Gama DF
  • SANTA MARIA NORTE AC 319

Deputado Daniel Donizet vai destinar recursos para a troca do telhado da Rodoviária do Gama

terça-feira, 28 de junho de 2022

 

O deputado Daniel Donizet reuniu-se, nesta segunda-feira (27), com o Secretário de Mobilidade do DF, Valter Casimiro, a Administradora Regional do Gama, Joseane Feitosa, e permissionários da Rodoviária do Gama para discutir a troca do telhado do terminal.
Daniel se comprometeu a destinar mais recursos para a execução dessa obra. A reforma do Rodoviária conta com emenda parlamentar do distrital.
Também foi solicitada a continuidade do posto de segurança na Rodoviária, entre outras pautas.


https://donnysilva.com.br/

Leia Mais....

Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários do DF

segunda-feira, 27 de junho de 2022

Indicação 8680/2022 sugere ao Poder Executivo a criação da Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários do DF.

"A regularização fundiária é o recurso que inclui medidas jurídicas e administrativas, com o objetivo de regularizar os assentamentos irregulares das cidades e da zona rural. No Distrito Federal, tem mais de 500 mil moradores em condomínios irregulares. Essas famílias sofrem com a falta de estrutura e investimento.
A regularização também beneficia o comércio local porque com a escritura os comerciantes podem pegar empréstimo e dar o imóvel de garantia. Assim, podem conseguir recursos para ampliar o negócio o que gera emprego e movimenta ainda mais a economia da cidade", disse o deputado Agaciel Maia.


https://www.facebook.com/agacielmaia


Leia Mais....

Além de capacitação profissional, RenovaDF promove mudança de vida

 

Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

O sonho de ser professor ficou adormecido por muito tempo na vida do instrutor Castro Alves, 65 anos. Ele só conseguiu realizar a meta de passar conhecimento a outras pessoas após se formar no primeiro ciclo do programa RenovaDF, como aluno destaque. “Sempre digo que o RenovaDF mudou a minha vida. O programa foi meu pai e o Senai-DF, a minha mãe. Quem é que dá emprego pra alguém na minha idade?”, indaga.

Castro é uma das 4,6 mil pessoas formadas pelo programa desde maio de 2021, quando foi lançado, em parceria das secretarias de Trabalho (Setrab) e de Governo(Segov). O RenovaDF oferece cursos de iniciação profissional na área de construção civil ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Distrito Federal (Senai-DF).

Piauiense, Castro veio para o DF em 1998 para tentar a sorte no mercado de trabalho. No mesmo ano, conseguiu um emprego como ajudante de obra e, aos poucos, foi galgando novas funções. Depois de quase duas décadas trabalhando na capital federal, decidiu voltar a estudar, em 2017. Até então, só tinha feito até a quarta série do ensino fundamental; atualmente, já está no sétimo semestre da graduação de engenharia civil.

Hoje, além de estudante, é professor de 52 alunos, divididos em duas turmas no período da manhã e noite. “Não é fácil, mas a gente cria uma harmonia. Todo mundo aprende. Só tenho dois alunos homens, o restante é tudo mulher. E são muito dedicadas, viu? Sem medo de perguntar, sem medo de botar a mão na massa”, revela Castro, que chefiou restaurações em parquinhos infantis e quadras poliesportivas no Plano Piloto, além de ser pastor evangélico e empresário da área de construção civil.

Uma de suas alunas, Maiara da Silva, 37 anos, também mudou de vida após o RenovaDF. Depois de quase dois meses de ensino teórico e prático, ela tem o conhecimento sobre manutenção de equipamentos, jardinagem e serralheria na ponta da língua. Não é para menos, já que é considerada uma aluna prodígio. “Foi a primeira vez que mexi com essas coisas, mas acho que até aprendi rápido”, reconhece Maiara, que se divide entre o programa e um emprego de meio período como auxiliar de serviços gerais.

Questionada sobre o maior fruto alcançado com as aulas, ela não esconde o sorriso: “Meu objetivo é um emprego melhor, né? Agora, tenho mais esperança, mais conhecimento. E fé de que vou conseguir”.

Pertencimento

Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

“O RenovaDF nos deu oportunidade de voltar a sonhar, de mudar de vida. Hoje, eu e todos os outros alunos estamos preparados para entrar no mercado de trabalho e enfrentar o que vem por aí”, declara Itamar Marinho Nunes, 52 anos, um dos contemplados no quinto ciclo B do programa, que abriu turmas para 98 pessoas em situação de rua.

Natural de Manaus, capital do Amazonas, Itamar veio para o Distrito Federal há oito anos para tratar de um câncer no cérebro pela rede pública. Na bagagem, trazia esperança de dias melhores, mas também a súplica por tratamento para a doença. Sem condições financeiras nem oportunidades de trabalho, teve que alternar moradia entre a rua e unidades de acolhimento.

Em 2021, após sessões de quimioterapia e radioterapia, conseguiu se livrar do câncer e, quando soube do programa RenovaDF, avistou uma nova possibilidade de mudança. “Depois que fiz a inscrição [no RenovaDF], fiz de tudo para engajar. Tive uns problemas de saúde, mas, graças a Deus, superei e estou aqui”, conta ele, também participante do programa QualificaDF, que oferece cursos profissionalizantes de curta duração.

“Já estive na calçada e me levantei. Sou muito ligado aos direitos humanos e quero que mais pessoas se levantem comigo, que tenham o direito de sonhar. Tenho muita gratidão ao que estou vivendo e fé que o futuro será ainda melhor”, analisa Itamar.

A remuneração oferecida pelos dois programas de qualificação profissional possibilitou que Itamar voltasse a Manaus para visitar a mãe, de 86 anos. “Foi emocionante voltar pro colo dela. Perdi o meu pai para a covid no ano passado e, desde então, prometi para mim mesmo que voltaria lá”, relata, emocionado.


Amigo de Itamar, o mineiro Nilson Henrique Menezes, 54 anos, também visualizou no RenovaDF uma chance para se reerguer. Natural de Montes Claros, ele veio para Brasília há oito anos e, devido a problemas na coluna, não conseguiu se manter no emprego de zelador.

“Muitas das coisas que eles ensinam nas aulas do curso eu já sabia, mas tem outras que foi a primeira vez que vi. Então, para mim foi excelente, como se renovasse tudo né? Porque o que a gente sabe ainda é pouco. A gente vê que as novidades vão chegando e aperfeiçoando mais o conhecimento”, diz.

A participação no programa mudou a relação de Nilson com a rua: “A gente vê com mais esperança, uma perspectiva boa, porque tem a expectativa de ser aproveitado por um trabalho, onde a gente possa recomeçar. Novos caminhos vão se abrir, tenho esperança de que isso vai acontecer”.

As ruas do DF como sala de aula

Foto: Renato Araújo / Agência Brasília

Quem também aproveitou o RenovaDF foi o estudante de design gráfico Eduardo Martins, 20 anos, morador de Ceilândia. “Eu, que nunca tinha pegado numa enxada, menino de computador, agora já aprendi um monte de coisas”, diz.

Apesar da diferença entre a área de formação acadêmica e os conhecimentos repassados pelo programa, o jovem afirma que o curso foi um divisor de águas. “A experiência do trabalho me ajudou muito. São conhecimentos que não se anulam, é muito legal saber fazer as coisas. Os professores são ótimos, não nos deixam com dúvida nenhuma”, frisa ele, que atuou na reforma do Shopping Popular de Ceilândia.

Já a instrutora Janaína da Silva Moreira, 30 anos, viu no RenovaDF uma forma de aprofundar os conhecimentos na construção civil, área com a qual já tinha proximidade. “Aprendi a construir, rebocar e pintar paredes com meu pai, ainda criança. Depois, fiz um curso técnico de mestre de obras e jardinagem e me profissionalizei, mas nunca consegui um emprego no ramo”, conta.

Desempregada há quatro anos, ela fazia bicos como maquiadora para sustentar a casa e a filha de sete anos, junto ao marido. Até que, em maio de 2021, foi contratada como instrutora do RenovaDF, no primeiro ciclo do projeto. “Como mulher, é muito difícil, a gente não tem muitas oportunidades e eu não conseguia trabalhar no ramo. Até os alunos se surpreendem por eu ser mulher e pela minha idade também. Traz representatividade, é um incentivo pra mim e pros alunos”, conta a moradora de Samambaia.

Papel institucional

Os ciclos do RenovaDF têm duração de 240 horas, o equivalente a três meses, sendo quatro horas diárias de segunda a sexta-feira. Os alunos ganham uniforme, lanche diário, auxílio-transporte, remuneração no valor de um salário mínimo e seguro contra acidentes pessoais.

“Dentro do processo de qualificação profissional, preparamos o aluno para que possa, de fato, participar das vagas do mercado de trabalho, com uma experiência pedagógica completa. É um programa estratégico do Governo do Distrito Federal, porque, além de qualificar a população, recupera os espaços públicos e transforma uma aula que poderia ser teórica, em ambiente controlado, em uma experiência aberta, focada na realidade das pessoas”, pondera o secretário de Trabalho, Thales Mendes Ferreira.

A secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, acrescenta que, especialmente para as pessoas em situação de vulnerabilidade, o programa resgata a autoestima e a autonomia dos alunos. “Essas pessoas se propuseram e se dispuseram a buscar um novo caminho para suas vidas e isso apenas reforça que as capacitações, por meio dessa parceria com a Setrab, estão sendo fundamentais”, afirma.

Até junho deste ano, foram recuperados 621 equipamentos públicos e há 102 em andamento. O trabalho dos alunos já contemplou 15 cidades: Ceilândia, Samambaia, Guará, Riacho Fundo, Estrutural, Águas Claras, São Sebastião, Itapoã, Vargem Bonita, Arniqueira, Varjão, Planaltina, Gama, Sobradinho e Plano Piloto.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Bolsonaro diz que vai anunciar Braga Netto como candidato a vice na sua chapa para reeleição

 Netto já vinha participando de atos junto do chefe do executivo nos últimos meses e abandonou o Ministério a tempo de ser candidato

Foto: Evaristo Sa/AFP

O presidente Jair Bolsonaro (PL) adiantou que seu ex-ministro da Defesa, o general Walter Braga Netto, será candidato a vice-presidente na chapa governista que disputará a Presidência em outubro. “Vocês querem exclusividade ou não? Pretendo anunciar nos próximos dias o general Braga Netto como vice”, disse ele em entrevista ao programa 4 por 4 deste domingo, 26.

O general da reserva já vinha participando de atos junto do chefe do executivo nos últimos meses e abandonou o Ministério da Defesa a tempo de ser candidato no pleito deste ano.

Recentemente, houve pressões pela substituição do ex-ministro pela deputada Tereza Cristina (Progressistas-MS), principalmente devido à estagnação de Bolsonaro nas pesquisas de intenção de voto. A mudança esvaziaria o poder militar no governo, mas poderia atrair o voto feminino, segmento no qual Bolsonaro enfrenta forte rejeição, além de reforçar a aliança com o agronegócio e com o Centrão.

No entanto, com a declaração de domingo, Bolsonaro deixa claro sua preferência pelo militar, reproduzindo uma chapa semelhante à vitoriosa em 2018, quando o também general Hamilton Mourão (Republicanos) foi seu vice.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

GDF assina convênio com evangélicos

domingo, 26 de junho de 2022

 De acordo com o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, a iniciativa beneficiará mais de 1 milhão de pessoas, direta e indiretamente

Foto: Renato Alves/Agência BrasíliaEm evento com líderes religiosos na Igreja de Deus, na 409/410 Sul, neste sábado (25), o Governo do Distrito Federal (GDF) assinou um acordo de cooperação técnica com o Banco de Brasília (BRB) que promove um convênio financeiro com o Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal (Copev). O benefício será disponibilizado a todos os fiéis e lideranças religiosas associadas à entidade.

“Trabalhamos durante toda a pandemia ao lado das igrejas do Distrito Federal, o que nos ajudou muito, trazendo coisas boas para as famílias de Brasília, como o cartão Prato Cheio, alimentação para aqueles que precisam, atendimento às comunidades carentes, tudo em parceria com as igrejas”, declarou o governador, que participará da Marcha para Jesus, prevista para o próximo sábado (2/7).

De acordo com o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, a iniciativa beneficiará mais de 1 milhão de pessoas, direta e indiretamente. “Queremos fazer com que as igrejas possam de fato usar recursos para promover o bem da sociedade”, ressaltou o gestor.

A nova linha de atendimento oferecida abarca toda a lista de produtos oferecidos pela instituição bancária, com condições mais acessíveis, como redução de tarifas em máquinas de crédito, em taxas de juros e no valor de seguros, além de isenção de anuidades.

“Isso é muito bom, porque por muito tempo a Igreja ficou fora do governo, e agora pode participar”, afirmou o presidente do Copev, Josimar Francisco. “Às vezes, as igrejas querem comprar um templo, uma terra, principalmente depois das regularizações, que são muito importantes, e não têm recursos”. Instituição sem fins lucrativos, o Copev reúne mais de 5 mil pastores evangélicos.

Entre 2019 – ano em que foi lançado o programa Igreja Legal – e 2022, o GDF regularizou 248 imóveis ocupados por lideranças religiosas, por intermédio da Terracap e da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh). A quantidade é superior à alcançada entre 2009 e 2018, quando foram firmados 190 acordos pela legislação vigente, a Lei Complementar nº 806/2009.


https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Buscas por bombeiro e policial que desapareceram continua

 De acordo com o novo boletim dos bombeiros, até o momento o barco em que eles estavam também não foi encontrado

Foto: CBMDF

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) entrou no terceiro dia de buscas pelo bombeiro e policial civil que desapareceram no Lago Serra da Mesa, no município de Palmeiras (GO).

Segundo a corporação, os desaparecidos e outro bombeiro e outro policial civil pescavam no lago, quando o barco começou a naufragar. Os dois últimos conseguiram se salvar, mas dois continuam desaparecidos.

De acordo com o novo boletim dos bombeiros, até o momento o barco em que eles estavam também não foi encontrado.

A embarcação naufragou na noite da última sexta-feira (24) e, desde então, o CBMDF e o Corpo de Bombeiros Militar do Goiás (CBMGO) estão procurando.

A nova fase das buscas começou às 6 da manhã, com 12 mergulhadores e uma equipe operando um drone. Ainda hoje, as equipes devem começar a utilizar o Sonar.

Veja o vídeo:

“O CBMDF não está medindo esforços e trabalha para que tenhamos um desfecho positivo para o ocorrido”, diz a nota.


https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

COPEV e BRB lançam pacote de serviços para igrejas

sábado, 25 de junho de 2022

 


Governador Ibaneis Rocha durante reunião geral de pastores e líderes do Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal - Copev-DF. Foto: Renato Alves/ Agência Brasília

Fiéis e igrejas poderão acessar a condições diferenciadas para todos os produtos do banco redução de taxa de juros e de tarifas

Pastores e membros do Conselho dos Pastores Evangélicos do Distrito Federal (Copev-DF) ganharam acesso a condições diferenciadas do Banco de Brasília (BRB). O anúncio foi feito na manhã deste sábado (25/6), pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) na Igreja de Deus, localizada entre as quadras 409 e a 410 Sul.

“Trabalhamos durante toda a pandemia ao lado das igrejas do Distrito Federal, o que nos ajudou muito, trazendo coisas boas para as famílias de Brasília, como o cartão Prato Cheio, alimentação para aqueles que precisam, atendimento às comunidades carentes, tudo em parceria com as igrejas”, declarou o governador, que participará da Marcha para Jesus, prevista para o próximo sábado (2/7).

Governador Ibaneis Rocha durante reunião geral de pastores e líderes do Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal – Copev-DF. Foto: Renato Alves/ Agência Brasília

A medida pode beneficiar, direta e indiretamente, centenas de pessoas. Ibaneis destacou ter trabalhado durante toda a pandemia ao lado das igrejas.

“Hoje, a igreja do DF, diferente do passado, trabalha dentro do governo, nos orientando a todos os momentos”, assinalou. Segundo o emedebista, as igrejas têm apoiado os projetos sociais do GDF. O governador anunciou que vai participar da Marcha para Jesus, prevista para o próximo sábado (2/7).

Segundo o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, as condições diferenciadas serão oferecidas a partir de um acordo de cooperação técnica assinado com o Copev-DF. Fiéis e igrejas poderão acessar a condições diferenciadas para todos os produtos do banco. São redução de taxa de juros e redução ou isenção de determinadas tarifas.

Governador Ibaneis Rocha durante reunião geral de pastores e líderes do Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal – Copev-DF. Foto: Renato Alves/ Agência Brasília

“Isso é muito bom, porque por muito tempo a Igreja ficou fora do governo, e agora pode participar”, afirmou o presidente do Copev, Josimar Francisco. “Às vezes, as igrejas querem comprar um templo, uma terra, principalmente depois das regularizações, que são muito importantes, e não têm recursos”. Instituição sem fins lucrativos, o Copev reúne mais de 5 mil pastores evangélicos.

De acordo com Paulo Henrique, o público-alvo também terá condições mais acessíveis para crédito, cartão, seguros e a até nas maquininhas, atualmente utilizadas para o recebimento de dízimo e apoio da comunidade.

“Objetivo é fazer com essas pessoas ter acesso a condições diferenciadas e as igrejas possam de fato usar recursos que são destinadas a arcar com juros, tarifas, para a atividade fim da igreja que é promover o bem para a nossa sociedade”, ponderou o presidente do BRB.

Governador Ibaneis Rocha durante reunião geral de pastores e líderes do Conselho de Pastores Evangélicos do Distrito Federal – Copev-DF. Foto: Renato Alves/ Agência Brasília

O Copev-DF tem aproximadamente 5 mil pastores atualmente. As pequenas igrejas estão espalhadas em todas as regiões administrativas. Por exemplo, Samambaia tem aproximadamente 750 igrejas, por exemplo. Durante o evento, líderes evangélicos pontuaram que o governo não deixou o DF parar durante a pandemia, respeitando as igrejas.

Atualizado as 14h00 para acréscimo da matéria.

Siga o Agenda Capital no Instagram>https://www.instagram.com/agendacapitaloficial/

Com informações do Ag. Bsa Met./Agenda Capital


https://agendacapital.com.br/

Leia Mais....

Obras são destacadas em comemoração dos 62 anos do DER

quinta-feira, 23 de junho de 2022


No evento de aniversário, o governador Ibaneis Rocha reconheceu o trabalho feito pelo DER e falou sobre as obras da cidade

Na Escola Vivencial de Trânsito Transitolândia, no Parque Rodoviário do DER, em Sobradinho-DF, foi realizado um evento de comemoração dos 62 anos do DER com a presença do diretor do departamento, de deputados e do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Na ocasião, o diretor-geral do DER-DF, Fauzi Nacfur Júnior, falou da quantidade de obras por todo o DF: “Não precisamos nem citar cada uma, por onde você passa, vê que melhorias estão sendo feitas”, afirmou. Fauzi ainda destacou o investimento financeiro, que já passa de R$ 1 bilhão nesses três anos e meio de gestão.

Segundo o diretor, o DER tem dado resultado, seja com obras grandes ou pequenas, desde faixa reversa a duplicação de vias. “Esse é um dia de felicidade e festa para comemorar todos os serviços que prestamos para a população”, comemorou.

Já o governador fez questão de reconhecer o trabalho feito pelo departamento: “Estamos passando por um longo processo de reformulação da infraestrutura da nossa cidade. Sem o DER, muito do que está acontecendo seria impossível”, completou Ibaneis.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Distrital diz que colegas trabalham drogados ou alcoolizados na Câmara

 

A deputada distrital Júlia Lucy (UB) deixou os colegas na Câmara Legislativa enfurecidos ao dizer em evento que alguns deles iam trabalhar alcoolizados ou sob efeito de Venvanse, uma droga que estimula o sistema nervoso central usada, principalmente, no tratamento do transtorno de déficit de atenção e hiperatividade. “Eu tenho, lá na Câmara, uns cinco colegas que é (estão) à base de Venvanse o dia inteiro”, disse. “Você vê que a pessoa está louca. Muitos chegam alcoolizados.”

https://blogs.correiobraziliense.com.br/

Leia Mais....

Ibaneis reforça apoio à recomposição salarial das forças de segurança

 Foto: Divulgação/Agência Brasília

Foto: Divulgação/Agência Brasília

O governador Ibaneis Rocha recebeu representantes das forças de segurança e das entidades e sindicatos das polícias do Distrito Federal para tratar sobre a proposta de recomposição salarial deste público. O encontro foi um reforço do apoio já prestado pelo chefe do Executivo que, em março, encaminhou ao governo federal a proposta de reajuste de 10% para as polícias civil e militar e Corpo de Bombeiros Militar.

“Essa reunião foi solicitada pelas entidades de classe das forças policiais para verificar o andamento em relação à recomposição salarial, que foi deferida e autorizada pelo governador Ibaneis Rocha e encaminhada à União”Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

Presente na reunião, o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo, lembrou as ações do governo e o aumento de 8% já conquistado pela gestão ainda em 2019.

“Essa reunião foi solicitada pelas entidades de classe das forças policiais para verificar o andamento em relação à recomposição salarial, que foi deferida e autorizada pelo governador Ibaneis Rocha e encaminhada à União. Todos os esforços necessários pelo GDF foram feitos dentro do prazo, tanto pelo governador, como pelos comandos e a Secretaria de Segurança Pública”, disse.

O secretário também colocou ações do governo como a nomeação de mais de 3,5 mil profissionais da segurança pública, as reduções de interstício, o plano de saúde para a Polícia Civil, entre outras medidas. “Colocamos toda a valorização feita pelo governador, as diversas reduções de interstício, o aumento de 8% concedido lá em 2019, o plano de saúde para a Polícia Civil, o auxílio-uniforme e o aumento do auxílio-alimentação da PCDF, os mais de 3,5 mil nomeados e o concurso em andamento da PCDF e os aprovados para o ano que vem, da PMDF e Corpo de Bombeiros”, acrescentou.

Também participaram da reunião o comandante da PMDF, coronel Fábio Augusto Vieira; o comandante do CBMDF; Alan Araújo; o delegado-geral da PCDF, Robson Candido; os deputados distritais Rafael Prudente e Hermeto; e representantes de sindicatos.

https://www.dfmobilidade.com.br/

Leia Mais....

Rafael Prudente e Secretaria de Educação definem a ampliação do programa Cartão Creche

quarta-feira, 22 de junho de 2022

 

O presidente da Câmara Legislativa, Rafael Prudente (MDB) e a deputada Jaqueline Silva (AGIR), discutiram nesta terça-feira (21), com a Secretária de Educação, Hélvia Paranaguá, a ampliação do Programa Cartão Creche.

A expectativa é atingir a segunda parte da meta 1 do Plano Distrital de Educação (PDE), e acelerar a criação de vagas em creches para atender, no mínimo, 60% das crianças de 0 a 3 anos, meta que seria alcançada somente em 2024.


“Temos condições de ampliar o número de vagas nas creches agora, vamos viabilizar os recursos e cobrar do governo mais agilidade para aumentar o número de creches credenciadas”, disse Rafael Prudente

Hoje, 60 creches estão credenciadas junto a Secretaria de Educação e outras 30 aguardam o credenciamento. Pouco mais de 4 mil crianças estão sendo atendidas e o objetivo é chegar a 15 mil crianças

“Vamos priorizar as regiões administrativas que ainda não são atendidas pelo Programa Cartão Creche, o déficit de vagas é grande em diversas cidades do DF”, ressaltou o presidente da Câmara Legislativa.

O Cartão creche garante um benefício no valor de R$ 803,57 para cada criança. O dinheiro precisa ser usado durante o período de um mês, e o valor não utilizado volta para a Secretaria de Educação.

Reportagem: Assessoria Rafael Prudente

Fotos: Pedro Chavo

https://www.dfmobilidade.com.br/

Leia Mais....

Eleições 2022 – ALAN VALIM E RAFAEL PRUDENTE FECHAM PARCERIA

 

Na noite desta terça-feira (21/06), mais de quinhentos moradores e líderes comunitários de São Sebastião participaram do encontro entre amigos de Alan Valim (PMN).

Alan, além de ser um promissor possível pré-candidato, também é subtenente e mergulhador do Corpo de Bombeiros Militar do DF, atua na politica do DF desde 2006 quando foi indicado pela primeira vez para ocupar o cargo de Administrador Regional de São Sebastião, e novamente em 2019 onde deu prosseguimento a alguns projetos e obras que se encontravam parados há vários anos.

Em suas gestões foram realizadas diversas melhorias como reforma de quadras esportivas, revitalização do parque do Bosque dentre outras. Alan conta com o apoio do pré-candidato a deputado federal Rafael Prudente (MDB).  presidente da Câmara Legislativa e em seu mandato parlamentar destinou diversas emendas para melhorias na cidade.

O presidente do PMN, Lucas Kontoyanis falou, em discurso, da importância da participação dos militares no processo eleitoral, principalmente de pessoas como Valim.  “Ele possui trabalhos reconhecidos pela população, por isso tenho a honra de recebê-lo em nossa legenda”, afirmou.

 

 

Fonte: https://donnysilva.com.br/
Leia Mais....

Disputa de vaga no Senado pode parar nas mãos de Bolsonaro

 Até agora, nem Damares, nem Flávia sinalizam qualquer interesse na desistência

Passados quase dois meses após a ex-ministra Damares Alves transferir o título eleitoral para o Distrito Federal e declarar-se candidata ao Senado, pouco se avançou para a definição de coligações que a incluam. Damares tem o endosso original do Republicanos e a promessa de apoio do PP. No entanto, os dois partidos fazem parte da base do governador Ibaneis Rocha, que não perde oportunidade de reafirmar seu compromisso com a também ex-ministra Flávia Arruda, candidata a essa vaga muito antes de Damares desembarcar. Flávia também reafirma sua composição com Ibaneis e rejeita explicitamente a hipótese de concorrer ao governo em uma desajeitada dobradinha com a antiga companheira do ministério Bolsonaro. Claro, todas as pesquisas mostram folgada vantagem de Flávia Arruda. Até agora, nem Damares, nem Flávia sinalizam qualquer interesse na desistência. Diante disso, cresce a suposição de que, mais cedo ou mais tarde, o próprio Jair Bolsonaro terá que interferir nesse jogo.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Gângster vermelho?

terça-feira, 21 de junho de 2022

 


No Twitter, o deputado federal Marco Feliciano postou uma grande verdade. “O que esperar de um homem que admite em público, e sem constrangimentos, que mente para levar vantagem, que relativiza o roubo e que ajuda a libertar sequestradores a não ser o óbvio? É um gangster!”

E a ex-senadora Heloísa Helena, que abandonou o PT por não concordar com suas práticas após chegar ao poder, fez uma declaração que corrobora com tuíte de Feliciano. Ambos concordam que Lula é mesmo um gângster, com meios e métodos para se chegar ao poder.

https://donnysilva.com.br/g

Leia Mais....

Hora de definições

 Mas, dizem eles, Arruda insiste em que prefere um mau acordo a uma boa briga

Foto: Reprodução/Agência Brasil

O ex-governador José Roberto Arruda confirma que, em recuperando a elegibilidade, tende a disputar as eleições para deputado federal. Tem duas razões para isso. Primeiro, todas as pesquisas confirmam o favoritismo de sua mulher, a deputada Flávia Arruda, para o Senado. Segundo, diz ele, ao retornar prefere a humildade. Mas, frisa, sendo respeitado. Essa posição não abala a convicção, comum a muitos integrantes do seu PL, de que teria todas as condições de retornar ao Buriti. Mas, dizem eles, Arruda insiste em que prefere um mau acordo a uma boa briga.

A maior das bancadas

Para o PL de Valdemar Costa Neto, uma candidatura de Arruda seria a deputado federal seria maravilhosa. O interesse maior do partido, como de todos os demais, é formar uma grande bancada, pois é isso que garante quociente eleitoral, tempo de rádio e televisão, e principalmente verbas dos fundos partidário e eleitoral. O PL brasiliense, aliás presidido por Flávia Arruda, imagina que uma candidatura do ex-governador à Câmara puxaria uma bancada de quatro cadeiras ao menos, ou seja, metade das vagas brasilienses. Ainda mais que ele se somaria a Alberto Fraga, Bia Kicis e Agaciel Maia, entre outros latifundiários de votos. Não seria demais sonhar até com mais do que quatro cadeiras.

https://jornaldebrasilia.com.br/

Leia Mais....

Secretaria para regularizar

Exemplos são Paranoá e São Sebastião. Já para os proprietários, além da segurança jurídica, abre-se a possibilidade de se credenciar para financiamentos

O  deputado distrital Agaciel Maia propôs formalmente a criação de uma Secretaria de Assuntos Fundiários ao Buriti. A função básica do novo órgão seria promover a regularização dos imóveis não só rurais, mas também urbanos em todo o Distrito Federal. Agaciel argumenta que, se isso é bom para os moradores, melhor será para o próprio governo. O deputado alega que, hoje, os proprietários de imóveis não regularizados limitam-se a formalizar um contrato de compra e venda, ou mesmo de mera cessão de direitos, via procuração, recolhem a firma do comprador e do vendedor, ficando tudo por isso mesmo. “Caso os imóveis estivessem regulares, a tributação renderia ao menos R$ 3 bilhões para o governo brasiliense, um valor mais do que significativo quando se sabe que todo o orçamento de investimentos do Buriti para o ano que vem fica em R$ 1,5 bilhão”, diz ele. Hoje, cidades inteiras não estão regularizadas, além dos condomínios. Exemplos são Paranoá e São Sebastião. Já para os proprietários, além da segurança jurídica, abre-se a possibilidade de se credenciar para financiamentos, o que é ainda melhor para os comerciantes locais.

Com Informações dohttps://jornaldebrasilia.com.br/
Leia Mais....

Ministro da Defesa diz ao TSE que indicará militares para fiscalizar votação

 Em novo ofício, Paulo Sergio Nogueira destacou que ação é prevista em resolução da Justiça Eleitoral

Paulo Sergio Nogueira pede para Fachin "facilitar a coordenação das ações que efetivem a aludida participação" e que o ministro indique um servidor do da Justiça Eleitoral "como ponto de contato para a equipe supramencionada". - (crédito: Marcos Corrêa/PR)

Em um novo ofício, o ministro da Defesa, Paulo Sergio Nogueira, disse ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Edson Fachin, que a fiscalização da votação das eleições de outubro deve acontecer de forma conjunta pelas entidades fiscalizadoras e que vai indicar militares para a missão.

No documento, Nogueira lembrou que a medida é uma resolução do próprio TSE.

"Informo que, à luz do disposto no art. 6º da Resolução nº 23.673-TSE, de 14 de dezembro de 2021, a participação das Forças Armadas como entidades fiscalizadoras do sistema eletrônico de votação dar-se-á de forma conjunta, por intermédio de uma equipe de técnicos militares, cujos nomes serão encaminhados a esse Tribunal oportunamente", escreveu o ministro.

Paulo Sergio Nogueira pede para Fachin "facilitar a coordenação das ações que efetivem a aludida participação" e que o ministro indique um servidor do da Justiça Eleitoral "como ponto de contato para a equipe supramencionada".

A participação das Forças Armadas no processo eleitoral já gerou desconforto nas instituições. Na semana passada, Fachin respondeu à declaração de Nogueira, de que os militares se sentem "desprestigiados" pela Corte. O magistrado pediu “diálogo institucional” e disse ter "elevada consideração" .

"Renovo [...] os nossos respeitosos cumprimentos a vossa excelência [ministro da Defesa], igualmente expressando nossa elevada consideração às Forças Armadas e a todas as instituições do estado democrático de direito no Brasil", disse Fachin no documento entregue à Nogueira.

O presidente do TSE ainda agradeceu as contribuições apresentadas pelas Forças Armadas e disse que o processo eleitoral brasileiro tem contado com a participação de diversos setores da nas etapas de fiscalização do sistema eletrônico.

Transparência nas eleições

O TSE divulgou a nota com o balanço das sugestões recebidas pela Comissão de Transparência das Eleições (CTE). A Corte disse ter acolhido dez entre 15 sugestões. Uma das propostas apresentadas pelo general Héber Portella, representante dos militares na CTE, foi a possibilidade de uma totalização de votos ser feita pelo TSE e pelos Tribunais Regionais Eleitorais em paralelo.

Em maio, os técnicos do TSE concluíram a última rodada de testes públicos de segurança nas urnas eletrônicas que serão usadas nas eleições de outubro. De acordo com a Corte, os investigadores não conseguiram alterar votos, afetar a apuração ou fraudar qualquer tipo de contagem.

À época, Edson Fachin disse que o país terá eleições limpas e que "ninguém e nada interferirá" na Justiça Eleitoral. Em trocadilho com o nome das "Forças Armadas", ele ainda disse que quem cuida do pleito são as "forças desarmadas".

A CTE foi instituída pelo presidente anterior a Fachin no TSE, o ministro Luís Roberto Barroso. O órgão foi criado com o objetivo de ampliar a transparência e a segurança de todas as etapas de preparação e realização das eleições. Nela, reúnem-se integrantes do TSE, do Congresso, de universidades, sociedade civil e também das Forças Armadas.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou a sugerir que os militares fizessem uma apuração paralela nas eleições deste ano. Desde que foi eleito, o líder do Executivo e os apoiadores afirmam — mas sem apresentar provas concretas — que as eleições de 2018 foram fraudadas e que a chapa teria vencido em primeiro turno contra Fernando Haddad (PT).

https://www.correiobraziliense.com.br/

Leia Mais....
 
PASTOR RONNE DO GAMA DF © 2013 | Traduzido Por: Template Para Blogspot